História Show me how to live. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Audioslave
Personagens Chris Cornell, Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 1.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


genteee,aviso logo que vocês irão ficar com raiva do Rob nesse capítulo kkkkkk.
espero que gostem!

Capítulo 6 - Cowardice.


Fanfic / Fanfiction Show me how to live. - Capítulo 6 - Cowardice.

Chris Pov.

Acordei e vi que Hazel estava deitada em cima de mim. Não pude me segurar e sorri.
Olhei para a janela,mas não dava para saber que horas eram,já que estava chovendo e nublado. Senti umas marteladas na cabeça e um enjôo forte.

Fechei os olhos e vieram alguns flashes da noite passada em minha mente,como Hazel dizendo algo relacionado a Rob machucar ela,e eu vomitando em cima dela no táxi e dela deitando comigo.
Assim que lembrei dessas coisas fiquei desesperado. O Rob iria surtar ou provavelmente estava surtando porque Hazel não tinha chego em casa ainda.

Tirei ela de cima de mim,devagar e então levantei. Vi que Matt estava no chão do quarto. Me abaixei e comecei a sacudir ele.

-Matt,Matt. Me ajuda.

-Hum. -Ele murmurou sem abrir os olhos.

-Matt,acorda.

-O que foi? -Ele abriu os olhos mau humorado. -Para de gritar,minha cabeça tá doendo.

-Você precisa me ajudar. É muito sério.

-Sobre o que? -Ele franziu as sobrancelhas.

-Hazel. -Ele se sentou rapidamente

Levantamos e fomos para o corredor.

-É o seguinte. Ontem,quando a Hazel estava bêbada, falou alguma coisa sobre Rob machucar ela. -Cocei a cabeça. -E bom,nós já percebemos que ele é muito ciumento... Ela passou a noite fora,temos que dar um jeito de levar ela pra casa e inventar uma desculpa para ela ter ficado a noite toda fora.

Matt me olhou preocupado e então deu uma ideia.

-Bom,posso levar ela pra casa e dizer ao Rob que,nós bebemos muito e ela teve que ficar tomando conta da gente. No final da festa,você passou mal,e nós fomos levar você para o hospital. Você vomitou na roupa dela,e depois, Ben e Kim te levaram para casa e eu acompanhei ela até em casa.

-Tudo bem. -Suspirei. -Vamos ter que tirar minha blusa dela.

-Como assim?

-Ela está vestida com uma blusa minha. Olha. -Puxei Matt para o quarto e ele olhou para Hazel.

-Olha,isso é com você. -Matt saiu e me deixou com cara de tacho.

Respirei fundo e peguei a blusa suja de Hazel. Parei perto dela e comecei a tirar minha blusa de seu corpo devagar. Eu tentei agir normalmente e não reparar em seu corpo,mas não deu. Eu fiquei me perguntando como uma mulher linda daquela estava noivando com um almofadinha machista como o Rob. 
Terminei de colocar a blusa nela e chamei Matt.

-Ela não acordou? -Ele perguntou.

-Não. Não mexeu um músculo.

-Tudo bem. Me ajude a levar ela até lá em baixo para poder pegar um táxi.

-Tudo bem. -Passei um dos braços pelas costas de Hazel e o outro,por de baixo de suas pernas. Peguei ela no colo e desci com Matt.

O táxi chegou e coloquei Hazel dentro do táxi.

-Obrigado,Matt. -Ele bateu em meu ombro e entrou no carro.

Fiquei olhando para o táxi até ele sumir de vista. Eu estava feliz pela noite que tive. Hazel me fazia muito bem, mais do que eu imaginava. Cada vez mais eu sentia a necessidade de ficar perto e protege-la. Ela cuidava de mim e me trazia paz,mas eu sabia que se quisesse ficar com ela,teria que passar por bastante coisa.

Chris Pov Off.

Abri os olhos e senti uma dor muito forte na cabeça. Já era noite e levei um tempo para me situar,mas logo percebi que estava na minha cama.

Não conseguia lembrar de muita coisa da noite passada,mas eu sentia que tinha sido muito boa. Não me lembrava de como tinha chegado em casa,e fiquei ainda mais confusa ao lembrar que eu tinha dormido com Chris. Senti um frio gostoso na barriga ao me lembrar dos braços dele me abraçando forte. Me senti protegida como nunca tinha sentido.

Com um certo esforço,lembrei que tinha falado algumas coisas sobre Rob me machucar. Assim que lembrei,voltei a minha realidade.

Escutei alguns barulhos na sala e sabia que Rob estava lá. Levantei da cama devagar,mas mesmo assim senti meu mundo todo girar. Fui para o banheiro tomar um banho. Eu estava morrendo de dor de cabeça e estava com a blusa cheia de vômito de Chris.
Fiquei um bom em baixo da água quente. Assim que saí do banheiro, voltei para o quarto e me vesti.
Fui andando devagar para a sala,já que estava muito tonta. Senti um frio na barriga, mas esse não era bom.

-Boa noite,meu amor!! -Rob veio todo animado,o que me assustou.

-Boa noite. -Forcei um sorriso.

-Como foi a noite? -Ele perguntou ainda animado.

-Cansativa. -Essa foi a única resposta que veio a minha mente. Eu não lembrava de muita coisa,e não podia falar do que lembrava.

-É, o Matt falou que você passou a noite cuidando deles e ainda teve que acompanhar Chris no hospital. -Senti vontade de rir,porque Matt tinha mentido e Rob tinha acreditado.

-Ah,sim. O Chris passou muito mal. -Continuei com a mentira.

-Bom... Você é uma mulher comprometida, foi para uma festa sozinha com homens,passou a noite fora. -Ele respirou fundo. -O que eu faço com você? -Rob ficou com uma expressão assustadora no rosto o que me fez sentir medo.

-Rob... É o meu trabalho.

-NÃO INTERESSA. -Ele gritou e me assustou. Ele começou a caminhar calmamente em minha direção. -Meu amor. -Ele colocou a mão em minha nuca e a deslizou até meu pescoço,onde ele segurou. -Me diz,aconteceu alguma coisa entre você e Christopher?

-Não. -Menti enquanto flashes da noite passada vieram em minha mente.

-NÃO MENTE PARA MIM. -Ele apertou meu pescoço e bateu minha cabeça na parede,me fazendo gemer de dor.

-Rob,para. -Eu estava assutada e logo,fui inundada por uma forte vontade de chorar.

Ele se afastou de mim e passou a mão no rosto.

-Rob,eu sou sua noiva. Para com isso. -Eu não sabia mais o que estava fazendo da minha vida. Estava me tornando uma mentirosa. -Rob...

-Vocês se beijaram ou transaram?

-Não. -Assim que eu respondi,ele andou violentamente e me deu um tapa muito forte no rosto,me fazendo cair no chão. Senti minha boca sangrar e meu rosto latejar.

-Rob,você...-Sussurrei assustada e comecei a chorar.

-Hazel,me desculpa, eu não queria... -Rob sussurrou e veio me abraçar.

Assim que ele me abraçou, eu o empurrei.

-SAI! -Gritei. -Fica longe de mim. -Eu estava com muito medo dele.

-Me perdoa,amor. Foi sem querer. -Ele começou a chorar.

-Não. Você... Eu vou sair daqui. -Saí correndo e me tranquei dentro do quarto.


Notas Finais


esse Rob é ridículo!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...