1. Spirit Fanfics >
  2. Show yourself; (Jikook) >
  3. Cartas.

História Show yourself; (Jikook) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem.


Boa leitura.☔

Capítulo 4 - Cartas.


Fanfic / Fanfiction Show yourself; (Jikook) - Capítulo 4 - Cartas.

~ Park Ji-min. 


Já dirigindo o meu carro ao lugar, olho pela janela. Hoje as ruas não estavam tão cheias quanto costumavam. Não que isso seja estranho, só é um ponto a se considerar. Meus olhos ainda estavam um pouco inchados pelo fato de eu ter acabado de acordar, mas ignorei isso, pois não era relevante. 


O Sol da manhã bate levemente em meus olhos e eu os fecho um pouco por impulso, ficando com eles semi abertos. Minhas mãos deslizavam pelo volante e eu aproveitava cada segundinho daquela pequena "saída" depois de um tempo trancado na minha própria casa por mim mesmo.


Repentinamente, vejo a rua em que deveria ir e logo vou até ela, olhando para os lados, procurando pelo lugar desejado por mim. Olhos atentos a todos os cantos, eu precisava achar... Não pode ter sido apenas uma ilusão, eu sei que tem um lugar desses aqui.


Quando olho para a janela do passageiro, consigo visualizá-lo. Lá estava, ainda bem! Parei e desliguei o carro rapidamente, logo descendo e dando uma leve batida na porta, por pouco não tropeçando no asfalto enquanto corria. Eu estava um pouco nervoso, mas tentei deixar de lado por um tempo, esquecer essa sensação estranha. 


Apertei o botão em minha chave que trancava as portas do carro e parei em frente a porta do local. Bati palmas, pois não havia campainha ou algum outro método de chamar o proprietário (a) do imóvel. Posteriormente, ouço a porta ser aberta e revelar uma mulher bem... Peculiar. Ela era negra, usava um vestido florido e um turbante. Ela era linda, com todo o respeito.


- Olá, em que posso te ajudar? - Introduziu sua fala rapidamente. 


- É aqui a casa da cartomante da cidade? - Pergunto, tentando ser gentil - Poderia chamar ela pra mim, ou... 


- Está falando com a própria- Ela sorri- Quer uma consulta? Vejo em seu olhar que está preocupado com algo e precisa de ajuda. 


Como ela sabe? Meu Deus... Será que está tão óbvio assim ou ela apenas sabe mesmo? Não, Jimin, não é hora de ficar com essas paranóias idiotas! Se ela está dizendo, é porque consegue ver isso. Preciso aprender a colocar mais fé nas coisas...


- Sim, foi por isso que eu vim- Rebato- E, sim, eu tô' muito preocupado com uma coisa. 


Ela, sem demora, me manda entrar. Eu nunca havia vindo em um lugar assim, me sentia uma criança indo em um parque pela primeira vez. Era tudo tão... Diferente. As decorações que ela usava, o design da casa, tudo era mais "fora do padrão" do que nas outras casas. Isso não era ruim, pois dava um ar chamativo, atraente para seu imóvel. Deve ser por isso que ela tem tantos clientes por dia. Devo ter dado sorte por ela estar livre agora, ainda bem.


- Me desculpe a bagunça- Ela entra logo atrás de mim- Eu não esperava tantos clientes hoje além daqueles que marcaram horário. Aliás, está cedo para uma consulta. Eu iria rejeitar, se não tivesse visto que você parece tão assustado e com uma vontade imensa de dizer algo à alguém. 


- Eu só quero saber sobre um sonho que eu tive, que foi muito estranho, fora do comum- Explico- Eu nunca sonhei com nada parecido, e eu fiquei muito instigado com isso. Então lembrei daqui, um lugar que eu sempre passava em frente, mas nunca tive coragem de consultar. 


- Pois agora está aqui- Ela diz e eu solto uma risada serena- E vamos ver o que tanto te incomoda. Apenas pegarei minhas cartas, um segundo. Pode ir se sentando naquela mesa- Aponta para o móvel- Eu já volto. 


Me sento na cadeira e então a espero. Achei que isso seria mais assustador, com rituais pesados e sacrifícios por exemplo, mas pelo visto, eu estava errado como sempre. É algo saudável e completamente diferente do que imaginei. Mas mesmo assim o nervosismo insistia em ficar do meu lado, colocando paranóias em minha cabeça que não tinham necessidade de serem criadas. 


Ainda pensava no sonho, não conseguia deixar isso de lado. As sensações foram tão reais, parecia que eu estava vivendo aquele momento com aquela criatura. Talvez seja uma previsão? Não sei se isso existe, apenas chutei algo. Ou apenas seja uma paranóia daquelas que eu sempre crio, mas essa foi bem mais forte do que as outras. 


Meus pensamentos foram interrompidos pela mulher, que voltava com seu baralho de cartas de tarô em mãos. Não sei se aquilo daria certo, mas não custava tentar, não é? Ela se senta e logo aquele tipo de sessão se inicia. Me manti quieto a todo tempo, apenas olhando cada movimento que a tal fazia.


- Eu vejo mistério em seu caminho- Ela diz - Também vejo mistérios sendo revelados e máscaras caindo... Agora sobre o sonho, vejamos... Ele está ligado com a sua vida, mais especificamente com algo que você está vivendo, só não sei o que é. 


- Consegue me dar mais detalhes?- Tento pedir - Sobre quem é ou algo assim? 


- Estou tentando ver, mas as cartas não me mostram- Ela para por um segundo- Me mostraram algo! Mas apenas disseram que você terá que desvendar... Mais nada. 


- Foi isso? - Pergunto, um pouco indignado- Não te disseram mais nada? 


- Eu juro que tentei ir mais a fundo, mas parece que algo me bloqueia, não me deixa saber mais. Como se fosse uma coisa que você tem que saber, exclusivamente você - Explica - Não tenho mais como te ajudar, sinto muito. 


- Não, tá tudo bem, você não tem culpa - Digo- Enfim... Quanto ficou a consulta? 


- Como? - Ela pergunta- É de graça, fique tranquilo, não se preocupe. Eu fiz porque quis, não pelo dinheiro. Espero que tenha tirado algumas de suas dúvidas pelo menos. 


- Tirou, sim! - Rio um pouco- Tentarei voltar aqui mais vezes, você vai longe. Muito obrigado mesmo, de verdade. 


Me despeço dela e logo saio da casa. Aquilo me fez ver melhor, talvez eu até tenha um palpite sobre aquele sonho. Sou muito grato a ela por ter me dito aquelas coisas, agora eu já sei mais ou menos por onde começar. Entro em meu carro e agora meu destino era a minha casa. 



Pois hoje seria um longo dia.



~ Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Não esqueçam do favorito e de comentarem o que acharam. Até o próximo capítulo! 🍰💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...