História Shut Up And Dance (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Dragon
Personagens G-Dragon, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 13
Palavras 1.059
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Um pouquinho do POV do Kim Taehyung, afinal ele merece e nós também. Boa leitura!

Capítulo 11 - Shut Up And Follow Me!


Fanfic / Fanfiction Shut Up And Dance (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 11 - Shut Up And Follow Me!

Kim Taehyung POV's 

Após terminarmos a conversa saímos da sala de Yoongi e ele me olhou querendo me fuzilar:

- Calma aí, cara! Ela que é a chefe. - eu disse e ele me empurrou, batendo a porta logo que voltou ao seu santuário. Dei de ombros e andava até a minha mesa quando sinto outra mão me puxar pelo ombro, desta vez um pouco mais forte. Me virei repentinamente. - Já disse que a culpa é... JIN? O QUE ACONTECEU? - eu disse, levando um susto. Jin apareceu do nada, parece que estava ouvindo a conversa atrás da porta.

- Vem comigo! - Jin disse e me puxou até a sala dela. Hoje era dia de me fazerem de ioiô e não fui avisado. 

- O que foi de tão grave? - perguntei quando entramos.

- Vi você saindo da sala de Yoongi com a Nari e sei que estavam falando dos segredinhos dela. Quero que me conte o que está acontecendo entre ela e aquele novato, Taehyung. Eu sei que você sabe de tudo e não quero que me esconda nada! - Jin disse, me encarando de uma maneira séria como nunca vi antes. Fiquei com um pouco de medo, mas não poderia entregar o jogo facilmente. Nunca trairia a confiança da minha amiga.

- Não estávamos falando nenhum segredo e tampouco sei de algo, Seokjin. - disse, olhando-o como olhava um quadro em um museu sem ter expressão alguma.

- Duvido! - JIn respondeu, rindo sarcasticamente.

- Ué, se duvida então porque não pergunta diretamente a ela? - respondi, indo em direção a janela.

- Pois ela nunca me contaria nada, V. A Nari anda muito estranha desde que conheceu esse tal Jungkook. Ela estava bebendo no almoço, em horário de serviço, você acredita? - ele perguntou, se juntando ao meu lado e apreciando a vista. Aproveitei que ele estava se acalmando e comecei a provocá-lo.

- Sabe, Jin. Acho que a Nari precisa disso. Ela precisa conhecer pessoas, precisa se relacionar com alguém. GD está indo embora, você vai casar. Ela tem que ficar sozinha e disponível para vocês dois para sempre? Acho que está na hora dela fazer a vida dela também, não acha? - falei e Jin ficou pensativo. Depois de um tempo começou a falar.

- Concordo com você, exceto com a parte que irei me casar. - Jin disse e eu arregalei os olhos, pensando em Nari no mesmo momento. Ela morreria quando soubesse daquilo.

- Mas você não está noivo? - perguntei, fingindo inocência. Jin realmente era surpreendente.

- Ah, vou... Mas não hoje, não agora. - respondeu JIn, coçando a cabeça e voltando à sua mesa. - Sei que estou noivo mas isso não significa que tenho que me casar hoje.

- Ah, entendi. - respondi, ficando triste pela Nari, mas ao mesmo tempo feliz pelo fato de perceber uma certa dúvida em relação a decisão de Jin. Não parecia que ele estava realmente decidido com o noivado, mas a mesmo tempo não queria abrir mão daquilo.

- Sabe, estou me sentindo muito pressionado com todas estas mudanças que estão ocorrendo. Primeiro o GD, depois agora a Nari e este novato que parecem estar envolvidos. Quando a encontrei bêbada aquele dia na balada, conversando com ele, nunca pensei que fosse vê-la daquela forma. Fiquei tão assustado que até deixei que ele a levasse pra casa, pois não conseguia compreender o que estava acontecendo com ela. Ela sempre foi uma irmã mais nova para mim e não consigo ver o quanto ela cresceu. - disse Jin, olhando para a mãos que estavam entrelaçadas em cima da mesa. Ele parecia se recordar do tempo que viveram juntos na faculdade e imagino que tenha sido marcante para ele, de alguma forma.

- Olha, sei que não deve achar fácil ver que sua "irmã" cresceu, mas tente observar a mulher maravilhosa que ela se tornou. Talvez isso te ajude a encarar as coisas de outra forma. Talvez seja mais fácil para você aceitar e até mesmo refletir sobre o tipo de sentimento que você tem sobre ela. - eu disse, tentando ver até onde ia aquela conversa.

- Eu tenho certeza do sentimento que tenho por ela, por isso preciso conversar com ela o mais rápido possível, preciso dizer a ela como me sinto e de que forma as coisas podem ser daqui para frente. - Jin disse, me olhando de um jeito tão suave e meigo que se ele fosse uma mulher o beijaria ali mesmo. Ele consegue ser uma das pessoas mais delicadas que já conheci, mesmo com a aparência de um homem no fundo ele parecia um menino confuso e assustado que precisava de proteção e carinho o tempo todo. 

Fiquei o olhando e sorrindo e me lembrei da mensagem que Jungkook enviou para Nari. Talvez fosse uma ótima oportunidade se ele fosse até a casa ela hoje para essa conversa e encontrasse ela lá com o "novato" como ele se referia. Isso definitivamente ia fazer com que ele a tomasse pelos braços e finalmente se declarasse.

- Olha, porque não vai até a casa de Nari hoje a noite e fala com ela? Talvez seja bom vocês conversarem a sós, jantarem, enfim, coloque suas ideias e planos para ela, tenho certeza que ela vai te ouvir. - disse, colocando meu plano em prática. Não haveria dúvidas do sucesso dele.

- Tem certeza Tae? - me perguntou Jin, inseguro.

- Claro que tenho, eu sempre sei de tudo! E aposto que ela ficaria muito feliz com essa conversa. Vocês precisam se entender! - respondi me levantando. - Agora se me dá licença eu tenho que entregar um relatório para Nari até o final da tarde e se ela não receber estará de mau humor hoje à noite e isso não será legal. - completei e Jin se levantou e me abraçou.

- Obrigado, Tae! Foi ótimo conversar com você, nem sei como agradecer. - ele disse.

- Pode ser com um aumento, quem sabe. - eu disse.

- Não se aproveite. - Jin respondeu voltando a sua mesa.

Não seria daquela vez que teria mais dinheiro para gastar com meus jogos, mas pelo menos faria minha amiga muito feliz, disso eu tenho certeza. E isso vale tanto quanto um aumento.

Caso o plano dê certo pedirei meu aumento a ela.


Notas Finais


Será que V ganhará aumento ou não?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...