1. Spirit Fanfics >
  2. Sick >
  3. Bubu

História Sick - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo não betado.

Capítulo 1 - Bubu



Ficar doente era sempre uma verdadeira chatisse para Taeyong. A sensação de corpo cansado, as dores, tudo e absolutamente tudo lhe fazia odiar estar daquela maneira, sem mencionar a sua carência excessiva de atenção.

A febre alta aquecia seu corpo de forma tão feroz que os olhos lacrimejavam e a cabeça doía como o inferno, entretanto sentia que se colocasse os pés no chão para fazer algo a respeito daquilo, seu corpo desmontaria em vários pedacinhos.

Puxou ainda mais a coberta grossa até o pescoço, resmungando pela dor e fungando no travesseiro, sentindo o cheirinho do shampoo gostoso que Doyoung usava, aquele pequeno resquício do namorado o deixando um pouquinho mais acolhido.

Não podia reclamar, já que mesmo após o Kim repetir pelo menos cinco vezes que poderia ficar para cuidar de si, Taeyong o expulsou a ponta pés para que fosse trabalhar. A cabeça latejando lhe fazia sentir o sabor horrível que era o arrependimento.

Apertou em mãos a corrente dourada que costumava usar, a qual havia recebido de presente dias atrás do namorado, já que não conseguia colocar em si pela pouca força e mãos trêmulas, realmente muito magoado consigo mesmo por não ter Doyoung ali. Precisava comer, tomar banho, abaixar a febre e se hidratar muito, mas tudo o que gostaria de fazer era chorar nos braços do Kim.

Fungou baixinho, algumas lágrimas quentes embaçavam sua visão e molhavam parte da bochecha, a cabeça doendo três vezes mais, e de bônus, o nariz entupido.

— Yonggie?

Não sabia quanto tempo havia se passado desde que o mais velho saiu de casa, mas quando encarou o corpo alto parado a porta, jurou estar alucinando de tanta febre, entretanto o cheiro do perfume característico que preencheu o quarto e a forma como Doyoung caminhou até a cama com pressa, não antes de apoiar o blazer caro na poltrona, demonstrava que era realmente ele.

Sentou ao lado do corpo pequeno na cama, não demorando segundos para que Taeyong subisse em seu colo com manha, fungando ainda mais e esfregando o rosto úmido em seu peito.

— O quê aconteceu, meu amor? — A voz transbordava preocupação, e isso agraciava a carência do Lee. Soluçou um pouco mais quando Doyoung iniciou um carinho realmente bom eu suas costas. — Eu sabia que não deveria ter ído. — Riu um pouquinho pelo biquinho e o nariz um pouco vermelho.

— Me d-desculpa, Doyo. — Passou as mãos nos próprios olhos, um pouco em vão, pois as lágrimas continuavam a descer. — Eu deveria... — Soluçou. — D-deveria ter deixado v-você ficar.

— Tudo bem, meu anjo. — Acariciou os fios úmidos pela suor frio, selando com carinho os lábios bonitos em seguida.

— Você vai ficar doente. — Choramingou, mesmo que as mãos apertando sua camisa social indicassem que gostaria mais daquele contato.

— Vai cuidar de mim se eu ficar doente, hm? — Selou mais uma vez. Taeyong ascentiu, os olhos entre abertos, molinho em seus braços. — Então não tem problema.

Aprofundou mais um selar, deslizando a língua até o interior quente do Lee, beijando com calma e carinho, daquela forma que sabia deixar Taeyong calminho e quentinho por dentro. Em questões de minutos naquele ósculo lento, o mais novo já manhava e soltava barulhinhos bons demais para a sanidade de Doyoung.

Separou minimamente, apreciando as bochechas quentes de febre e os olhos lacrimejados de seu menino. Acariciou o rosto bonito e Taeyong aproveitou como a pessoa carentezinha que era.

— Não podemos fazer nada, não é? — Formou aquele biquinho fofo mais uma vez.

— Você mal aguenta ficar em pé, meu anjo. — Riu um pouco. — Eu não faria isso com você.

— Mas, eu queria. — Fechou os olhos por alguns minutinhos, resistindo a não cair no sono.

— Se você tomar um banho e melhorar dessa febre, eu posso pensar no seu caso.

Ele abriu os olhos redondinhos, o encarando com animação.

— Promete?

Doyoung riu, desacreditado sobre o apetite sexual do próprio namorado. Na verdade, não era como se ele estivesse reclamando.

— Prometo, meu amor.


Notas Finais


inicialmente era pra ter saído uma johnwoo em comemoração ao aniversário do woo e o meu, BUT imprevistos ocorreram minha mãezinha adoeceu e enfim, a escrita não ficou tão boa. se acalmem que ela vai sair, assim como o bônus de Nightmare.

por causa disso, retirei esse plot melosinho do fundo do bloco de notas e juntei em um spinoff de Care - link no final - pq Dotae é só amor e carinho

no mais é só isso, se quiserem algum shipp ou plot me digam aqui nos coments, MP, DM do tt q aliás é @yunqiarts ou por onde quiser, já recebi alguns hmhm

um beijinho e um feliz aniversário pra mim 💅🏼


https://www.spiritfanfiction.com/historia/care-21565333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...