1. Spirit Fanfics >
  2. SICK ABOUT YOU - Reddie 80s >
  3. 14

História SICK ABOUT YOU - Reddie 80s - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


ATENÇÃO: Esse capítulo é de EXTREMA importância para vocês compreenderem a família de Richie. Tem mais 2 ou 3 desse, prestem atenção.

GATILHO: Homofobia e violência.

Capítulo 14 - 14


  Talvez um dia, eu pudesse provar ao mundo toda a minha força. Não era qualquer um que estaria disposto a passar por tudo que eu passei. Eu nunca vou esquecer as mãos grossas de papai sobre meu queixo, me sacudindo, enquanto gritava e cuspia sobre minha face, a má forma que ele tratou seu próprio filho. Jurando aos sete ventos que fez por Deus. E se ele dissesse que eu estava bêbado demais para lembrar-se de qualquer coisa, eu diria que eu não estava, lembro-me dos chutes, da garrafa de coca-cola quebrada no meu rosto, eu tinha esse marca amostra. Mas lhe digo que ninguém sabe a dor que eu senti ao ver a Mamãe ali atrás segurando meu irmãozinho John que parecia tentar impedir, e Greg parecia não se importar de qualquer forma, ele sorria, sorria para o próprio irmão apanhando. Dizia que eu merecia tudo, não deveria dar a bunda, assim que seria resolvido. Arthur, o outro irmão rezava perto da porta, ele queria ser padre, por muitos anos eu achava que ele pedia que meus demônios saíssem de meu corpo, mas ele pedia para que o demônio saísse do corpo do papai, aquele que tentava deformar meu rosto. Katherine, a única filha garota chorava, pedindo para não baterem em seu irmão.

  Eu tinho seis irmãos. Gregory que me odiava, quando meu pai me bateu até eu ficar desacordado eu tinha dezessete, ele dezenove. Quando me tornei rico e famoso, ele parecia me odiar mais ainda, talvez inevja. Arthur dizia que seria padre, mas uns três meses depois papai pegou ele beijando um menino – mesma história que a minha – e repetiu a dose, fez com que ele saísse de casa como eu, ele foi até o portão da minha nova casa – que eu havia alugado com meu próprio esforço – e disse que era como eu, o peguei para ajudar. Pobrezinho, ficou sem pais aos quinze, e as marcas em seus rosto e alma não sumiam. Katherine foi à terceira a provar da fúria do papai. Todos sabiam que eu e Katy éramos diferentes, ela era apenas um ano mais nova que eu. Eu pegava sua maquiagem e ela minhas bermudas, éramos nós dois. Mas papai e mamãe não tinham bons filhos, e John também era doente, então papai tentou o matar mês passado. E eu seria obrigado a manter as aparências hoje, participar do jantar, e ver meu irmão todo quebrado. Mas ele já era o terceiro. O mais velho de todos, que já tinha seus trinta, Sebastian dizia que nos amava mesmo assim, e Harry, o mais novo dizia o mesmo. Papai e Greg nos odiavam, mas os outros não.

  Estacionei o carro de luxo que dirigia, um Nissan Skyline GT-R R32. Toquei a campainha e Mamãe atendeu.

  - Richard!


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...