História Sick Love - Capítulo 5


Escrita por:

Visualizações 165
Palavras 1.818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


➡Desculpem a demora..

▶Boa leitura..

♦Não reparem nos erros

Capítulo 5 - O QUE VOCÊ FEZ COMIGO..


MAIS QUE PORRA... alô?

                  Alicie Jackson

Depois que eu cheguei em casa chamei minha mãe mais não escutei nada. Passei na cozinha e fui na direção geladeira e peguei uma fruta e sai da cozinha, pegui minha mochila em cima do sofa e subi pro meu quarto entrei no mesmo e fechei a porta, joguei minha mochila no chão e me joguei na cama peguei meu celular e entrando nas minha redes sociais. Me levantei e tirei meus sapatos e coloquei eles perto da minha cama, entrei no closet e peguei uma roupa confortavel, peguei um shortinho de pano cinza e um blusinha soltinha branca, peguei uma calsinha preta não vou pegar sutiã porque eu estou em casa sozinha mesmo. Peguei tudo e fui na direção do banheiro.

(....)

Estava na sala mechendo no celular e com a tv ligada quando a campinha toca olho pro relogiodo celular vendo que ja era 17:30, bufei e me levantei e fui até a porta. Abri a porta e olhei pro lado e pro outro não vendo ninguem, então eu olhei pra baixo tinha uma caixa na porta.

- uai.. Sera que entrgaram no endereço errado. - disse e pegando a caixa. Olhei o endereço e vi que era o meu e tinha meu nome.

- Que estranho não me lembro de pedir nada pela internet. - falei entrando em casa com uma sensasão de esta sendo observada.

Peguei meu celular em cima da mesinha de centro e desliguei a televisão, subi pro meu quarto. Entrei no mesmo e coloquei a caixa em cima da cama e me sentei do lado dela, levei minha mão atê o laço e desfiz o mesmo.

Abri com cuidade e me assustei com o que tinha dentro. 

- ai meu deus.. - falei assustada e pus a mão na boca. Começei a chorar olhando tudo aquilo, tinha fotos minhas dormindo so de langerie, fotos minha andando e sorrindo ao lado da mel, fotos minhas indo pra escola de todos os jeitos. 

Tinha uma langerie vermelha sangue com um colar de brilhantes e uma pulseira também. Coloquei as coisas todo de volta na caixa e começei a chorar novamente com medo dessa pessoa doente. Eu ia me levantar quando vejo uma carta no chão, pego ela e abro e começo a ler.

      ~~~~~~~~~~^~~~~~~~~

                          Carta

Meu bebê eu estou te mandando esses presentes por que eu estava bem ansioso pra ver usando tudo isso. Essa langerie vai ficar muito sexy em voce. Quero ver você com ela na nossa "lua de mel", eu estou louco pra ter você so pra mim, ver você se entregar pra mim. Eu vou te fazer gritar na nossa cama de tanto tesão.

P.s... "Do amor da sua vida.. "

     ~~~~~~~~~^~~~~~~~~~

Despois de lido aquilo coloquei a carta dentro da caixa e me levantei com ela nas mãos, rapidamente sai do quarto e desci as escadas correndo e entrei na cozinha, peguei esqueiro e fui pro quintal de casa. Peguei um latão e coloquei a caixa dentro e joguei um pouco de querozeni e assendi o esqueiro e logo começou a pegar fogo. 

(××××) 18:45 da tarde

Estava indo tomar um vanho quando meu telefone toca, ja sabia muito bem quem era. 

- Fala minha vida. - falwi e escutei uma risada linda do outro lado.

- kkk.. Minha morena, vamos na festa do fred hoje? - perguntei ne fazendo eu rir pelo nariz.

- eu não sei mel se os meus pais vão deixar. - disse me desanimando.

- Uai fala pra eles que você vai dormir aqui em casa, até porque eu estou aqui sozinha eles estão viajando. - ri da sua voz alegre. Ouvi um barrulho de bozina e vi o carro da minha mãe chegando.

- ok então se ela deixar eu te ligo. - disse ouvindo ela rir.

- belaza tchau.- disse e desligou.

Coloquei meu celular pra carregar e fui tomar um banho. Depois do banho eu ja estava vestida e desci e fui direto na cozinha e a olivia/mãe estava de banho tomado.

- boa noite meu amor. - disse e veio me dar um beijo.

- boa noite mãe.. Ahm mãe.. Eh que a mel perguntou se eu posso dormi na casa dela hoje. - disse torçendo os dedos um no outro e vendo ela me olhar normal.

- pode claro.. Mais não quero que você apronte por la ok. Eu sei que a susie e o john foram viajar.. Mais não apronte tabom. - disse e eu assenti. Sai correndo e ouvi ela gritar pra mim ir de divagar.

(....) 19:40 horas

Ja era oito horas e as minhas coisas ja estava tudo arrumada. Liguei pra mel avisando que minha ia me levar e ela disse que a gente ia pra festa as 21:00. 

Estava descendo as escadas quando vejo meu pai entrando em casa. Ele se aproxima da olivia e beija com um beijo apaixonado como ele sempre dava na minha mãe biologica, logo uma lagrima escore pelo meu rosto ao me lembrar desse momento lindo.

- esta tudo bem meu amor.. - disse meu pai me vindo ate mim. 

- esta sim papai..- dei um sorriso e ele me abraçou.

- eu sei que você sente falta dela.. Porque eu também sinto todo dia. - sussurou no meu ouvido e eu sorri.

(....) 20:00 horas 

Ja estava indo pra casa da mel e meus pais estavam me levando, mande uma mensagem pra ela falando que eu ja estava na virando a esquina falei pra ela me esperar eu no portão. Logo nos chegamos e vejo ela toda maquiada com os cabelos soltos e vestida com um pijama de unicornio.

- oie tia olivia.. Oie tio henrique.. - disse sorrindo e acenando pra eles.

- uau.. Onde vai toda arrumada assim.- disse meu pai pra mel enquanto eu pegava minha coisas.

- festa do pijama tio.. Hoje o aniversario do abrão - disse fazendo ele assenti (abrão e o coelho da mel e meu pai e minha mãe ja sabia disso)

- bom pai e mãe amanhã não precisa me buscar porque daqui eu vou com a mel amanhã pra escola eu ja trussi ate meus materiais. Amo voces ate amanhã.- disse dando um selinho nela e no meu pai.

- ok então.. Juizo hein.. Tchau melissa.- disse meu pai. Logo eles foram embora e eu e a mel entra correndo pra se arrumar. 

Ja estavamos arrumadas e so pegamos o celulares e fomos para garagem pegar o carro dela e partimos para festa.

                 Justin Bieber

Eu estava muito puto, o ryan tinha me ligado dizendo que a alicie a melissa estava na festa do arrombado do fred não pensei duas vezes e começei me arrumar logo eu liguei pros meninos falando pra nos encontramos la. 

Cheguei e tava cheio de gente bebendo e outros fumando maconha e outros cheirando po. Entrei dentro da casa e vejo duas vadias se aproximando de mim.

- oi bieber.. O que acha de irmos la pra cima brincar um pouco. - disse uma loira que se chama stella e a outra morena que se chama bruna. Olhei pras duas que estava se esfregando em mim.

- não to afim não. - disse seco e empurrei elas e fui procurar a alicie. Estava andando pra todos os lados quando eu sinto alguem tocar em mim. Viro e vejo que era o chaz.

- Justin olha so não foi culpa dela ok.. - disse vendo o seu jeito preocupado de falar.

- do que você ta falando chaz.- perteu vendo seu nervososismo. - fala logo chaz.- disse ja sem paciencia.

- O fred ele e a alicie estava se... - não deixo ele termina.

-COMO ASSIM CHARLES  ELE TAVA TOCANDO NA MINHA MULHER  E ISSO.. -  gritei e chaz tenta falar mais eu saio de perto dele. Quando eu cheguei no jardim vejo a cena que me deixa a ponto de matar e torturar alguem. Vejo os dois se beijando como se fosse namorados, logo eles para, fico quetinho altras do arbusto e vejo ele falar alguma e ela assente e ele sai.

Ela estava sentada sozinha olhando pro ceu destraida, chego atras dela e tampo a sua boca com um paninho ela fica se debatendo, logo vejo que ela vai perdendo as forças e apaga.

Deixei ela dentro do carro e voltei pra festa e vi os meninos bebendo. Cheguei perto dele e disse que eu queria me livrar do fred. 

- antes de embora eu vou comer alguma vadia.. Se voces não me ver eu ja fui embora beleza. - disse vendo eles assentirem. - ah se a vadia da melissa estiver procurando a alicie fala que ela foi da uma volta com o fred.- disse e saindo.

Entro na casa lotada e vejo as vadias que falaram comigo quando eu cheguei. Chamei elas com o dedo e subir pro quarto. Peguei uma seringa e escondi na manga da minha blusa de frio.

(.....)

- para por favor.. Ta me ma-machuca-ndo. - disse a morena chorando enquanto sentia dor a loira dela estava dopada e cheia de sangue no chão.

Eu não estava nem ligando ninguem iria escutar mesmo por o som estava muito alto la fora. A vadia gritava de dor enquando eu sentia prazer toda a raiva que estava sentindo era daquele maldito beijo deles eu vou matar ele da forma mais lenta possivel ele não devia ter tocado na minha bebe, ela era so minha so eu podia tocar nela.

Depois de ter gozado saio de dentro da morena e tiro a camizinha e amarro e coloco dentro de uma sacola e começo a me vestir. Depois de vestido pego a seringa e aplico no braço dela e vejo a mesma apagar. Pego uma faca e esfaquei o corpo dela e da loira, coloco tudo dentro da sacola e vou na direção da janela e desço. Entro no meu carro e vejo minha bebe dormindo tranquilamente.

(...) 

Chego em casa e abro a porta de traz e pego ela. Vou na direção do meu quarto e coloquei ela na minha cama, vou tirando minha camisa e depois a calsa e entro no banheiro.

Depois do banho coloquei so uma box preta, peguei minhas roupas e a sacola e desci na cozinha. Abri a porta do quinha e coloquei as coisas dentro do buraco e botei fogo em tudo voltei pra dentro e subi pro meu quarto.

                Alicie Jackson

Acordei com uma tontura apertei os olhos com força e me levantando. Olhei tudo e vi que não estava no meu quarto e nem no da mel esse era bem maior do que o de nois duas. Logo olho pra baixo e vejo que estou nua vejo minha calsinha meu sitã e o meu vestido no chão, me lento e vou na direção de uma porta e vejo que e o banheiro. Entro no mesmo fasso xixi e vou na direçåo da pia lavar o rosto quando eu vejo marca no meu pescoço.

-que isso.. - disse assustada e tocando no meu pescoço. Ouço um barulho no quarto e saio enrolada na toalha e logo fico espantada.

- O QUE VOCÊ FEZ COMIGO.. 





Notas Finais


▶Comentem

😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...