História Sick Love ; Sycaro - Capítulo 20


Escrita por:

Visualizações 507
Palavras 1.116
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vito é um
a m o r z i n h o

Capítulo 20 - You can count on me


Fanfic / Fanfiction Sick Love ; Sycaro - Capítulo 20 - You can count on me


Cansado. É como eu me sinto.

Stephany não apareceu na escola faz uma semana, o que é sim meio suspeito. 

Mas...eu e Ycaro andamos brigando muito. Por qualquer coisa. E eu, como sou cabeça quente, fiquei sem conversar com o mesmo por dois dias. 

Mas...tá doendo. Demais. 

Respirei fundo e me joguei na cama, sentido meu peito pesado. 

André soube das nossas brigas, e bem...vem me ajudando. Tawan vai indo na casa de Ycaro, todo dia, para ver se o mesmo não fez alguma besteira. 

Ouvi a porta abrir, e era Felipe, com um prato na mão. Sentei na cama, e o vi se aproximar.

- Tome - Falou, e estendeu o prato na minha frente, mas neguei com a cabeça - Tu vai passar mau, doido! 

Dei de ombros, e ele suspirou, colocando o prato no criado mudo. 

- Rodrigo, para com isso - Falou e sentou na minha frente - Tu vai mesmo estragar a tua vida por ISSO? O Ycaro tá bem. Vocês dois tão juntos.

- Não parece - Respondi - Eu sou babaca demais, André! Por que o Ycaro iria querer alguém como EU?! Ele deve ter se cansado de mim.

- Não, ele não cansou - Ele falou, e segurou meus ombros - O Ycaro te ama demais, Rodrigo. Eu nunca vi um bichin tão apaixonado! Daqui um tempo vocês dois vão se resolver, tá bom? 

Assenti, e suspirei. Me levantei e fui até o meu armário, tirando de lá uma jaqueta. Coloquei meu tênis e peguei meu celular.

- Eu vou sair - Falei, e desci as escadas, com ele atrás.

- Tá, só não faz merda - Respondeu e eu assenti.

Saí de casa e andei até o parque. Sentei em um dos bancos, e olhei para os balanços, vendo um casal ali, se divertindo. Senti um nó na garganta, e minutos depois, lágrimas saíram dos meus olhos. 

Uma garota sentou do meu lado, e eu virei o rosto. 

- Tá chorando por que? - Perguntou 

- Eu não tô chorando - Respondi 

- Para de mentir - Pediu, e eu a olhei.

A mesma tem olhos castanhos, cabelos castanhos, e um piercing no nariz.

- Eu...eu tô passando por um momento difícil. Só isso - Respondi 

- Sério? Ah, então...espero que tudo se resolva - Falou.

Um silêncio pairou sobre o ar, e eu fiquei sem saber o que falar. Me levantei, pronto para ir embora, mas ela me segurou e eu a olhei.

- Eu... - Ela olhou para o lado, e olhou pra mim - Desculpa.

Fiquei confuso, mas a senti me puxar, e ela abraçou meu pescoço, selando nossos lábios. Na hora, meu corpo paralisou, mas segundos depois a empurrei com toda a minha força.

Apenas saí apressado dali. A ouvi me chamar, mas ignorei e continuei.

Assim que cheguei em casa, não vi Meia um em lugar algum. Ignorando isso, fui pro meu quarto e me joguei na cama.

Eu traí o Ycaro. 

Na verdade...foi traição? Tipo, ela que me beijou, e eu nem cedi! 

Mesmo assim, eu fiz a pior idiotice da minha vida. Por que eu simplesmente não ignorei ela?!

Meu celular começou a tocar, e eu atendi, vendo que era Meia um.


- Alô? 

- Rodrigo, o que tu fez?!

- Que? Como assim?

- Velho! O Ycaro tá horrível aqui! Tá chorando horrores, e gritando "Saí daqui!", Várias vezes! E adivinha o por que!

Realmente, deu para ouvir "S-sai daqui, T-tawan! E-eu não preciso d-de...", E eu não ouvi mais nada.

- Por que?

- Ele foi no parque, pra relaxar e TALVEZ te encontrar, mas quando ele chegou no parque, TU TAVA BEIJANDO UMA GAROTA! Tu faz ideia do estado dele?!

- Velho, calma. Eu posso...

- Aí, Rodrigo...o Ycaro tá horrível. Ele quase pegou UMA FACA! 

- Espera! Eu vou aí explicar!

- Não, por favor - Ouvi uma porta batendo - YCARO!

- VELHO, ELE SAIU! - Tawan gritou 

- Saiko, o Ycaro saiu de casa! 

- Ah não...

- A gente vai tentar ir atrás dele. E, por favor, se ele for aí, não fala merda.


Ele desligou. Larguei o celular e desci as escadas. Fui até a janela da sala, e vi... Calango?

Pk tá junto com ele.

O carro veio desgovernado, e foi para cima de Pk e Calango. Mas o moreno foi rápido e se jogou pro lado. Já Thiago...

Quando vi o corpo dele voar longe, senti meu corpo estranho. Liguei para a ambulância, e corri para fora, vendo Pk chorando, desesperado, ao lado de Thiago.

- Pk! - O chamei, e ele me olhou - Eu chamei a ambulância, calma


→ → ↑ ← ←


Já estávamos no hospital, esperando alguma resposta do médico. Ycaro...também tá aqui. Mas ele tá longe de mim. Tawan, André, Pk e Rafael  nos separam.

Minutos depois, o médico saiu do quarto e Pk se levantou.

- Bem...ele só quebrou o braço esquerdo. Thiago vai sentir algumas dores, por alguns dias, mas nada demais - Falou - Quem vai ser o primeiro a entrar lá?

Pk, obviamente, foi o primeiro. Após ele sair, colocou a mão no meu ombro, e sussurrou "Entra lá". Assenti e me levantei, entrando no quarto. 

Calango está encarando o teto, com o braço enfaixado. Quando me viu, deu um sorriso de lado, e eu me aproximei.

- Tu...tá bem? - Perguntei - Eu... 

- Saiko, olha pra mim - Obedeci - Eu vi a Skii dentro daquele carro.

Arregalei os olhos, e dei um passo para trás.

- Como assim? - Perguntei, me lembrando do que fiz com ela.

- Era ela mesma. Mas...os olhos dela, estavam azuis - Respondeu, e eu entendi.

- Aquela...não era a Skii - Falei, e ele me olhou confuso - Aquela era a Franciella, a irmã gêmea da Fra.

- Me explica. 

- Quando eu e a Skii namoravamos, eu ia na casa dela direto. E ela tem uma irmã gêmea, que também gostava de mim e eu SABIA disso, mas nunca dei bola. Franciella tem muito mais corpo que a Skii, e é capaz de muito mais coisas que a irmã. Era assustador. E se ela te atropelou, ela quer vingança. 

Elias ficou quieto, mas logo olhou para mim e segurou minha mão.

- Será que...foi ela quem mandou aquela garota te beijar, no parque? - Perguntou, e eu dei de ombros.

- Eu...vou indo - Respondi - Se cuida. 

- Tchau - Murmurou e eu acenei.

- Tchau 

Assim que saí do quarto, senti lágrimas finas deslizarem pelo meu rosto. Todos olharam para mim, inclusive Ycaro. Saí do hospital apressado, e ouvi Vito me chamar.

Me virei e olhei para o mesmo.

- O que houve? - perguntou, me puxando para perto, e me abraçando.

- A-a irmã d-da Skii...e-ela vai estragar T-tudo! - - Respondi, o apertando.

- Vai ficar tudo bem. Eu prometo - Falou, me apertando também - Ela nao vai encostar em você. Pode contar comigo.



"pode contar comigo".




Notas Finais


não me xinguem, pfv
não me ameacem também

eu escrevo essas desgraças na fanfic pq...fica sem graça sem tudo isso?

xinguem o Rodrigo. Ameacem ELE

mas eu não :c
Tudo que eu quero é amor e carinho <3

bem, nada a dizer.

Twitter: @geralprotect (Sim, eu falo com a maioria que me chama. E dei spoiler pra uma mina lá. Então me segue ^-^)

bem, só isso mesmo

Bye 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...