História Signals - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Relacionamento Abusivo, Stackson, Sterek, Stiles
Visualizações 263
Palavras 1.085
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Eighteenth



A sala ainda estava com a bagunça causada pela briga de Jackson e Derek, e a porta nem mesmo estava trancada. Os lobisomens entraram na defensiva prontos para qualquer ataque, mas não aconteceu nada, a casa estava vazia.

Scott ficou de procurar no térreo, enquanto Derek olhava no andar de cima. Os primeiros quartos eram apenas de hóspedes, um banheiro grande e então finalmente achou o quarto que parecia ser de Jackson já que seu cheiro e o de Stiles predominavam ali.

Era maior que outros e com mais móveis, ou talvez o que sobrou deles, já que o quarto estava quase completamente destruído. Coisas reviradas e em pedaços, marcas de garras nas paredes, estava um caos.

Começou a olhar no meio das coisas espalhadas, procurando algum celular, caderno de anotações ou qualquer outra coisa que pudesse ter números telefônicos.

Achou uma bolsa, dentro dela estavam  os materiais escolares que descobriu pertencerem a Stiles. Não havia reparado que no dia em que o levou para o loft eles estavam se preparando para irem para escola, por isso suas coisas estavam ali.

Colocou-a no ombro e saiu do cômodo, indo para o último quarto do corredor, era realmente grande e organizado, parecia que ninguém entrava ali por um bom tempo. Procurou mas não achou nenhum pertence pessoal ali.

— Derek! - ouviu o chamado de Scott e voltou ao térreo rapidamente, o achando na cozinha e segurando um pequeno caderno. - "Contatos de emergência" - leu sorrindo - O número do Sr. Whittemore está aqui, vamos voltar para a delegacia.

[...]

— Está bem, obrigado pela compreensão e por estar ajudando. - o Sheriff dizia com o telefone na orelha. 

Não precisa agradecer, é o mínimo que posso fazer. - a voz do outro lado respondeu, sendo escutada pelos lobisomens também -  Jackson pode ser meu filho, mas errou e agora merece castigo. Além de ser o mínimo que posso fazer por Stiles.

Eles se despediram e então o Stilinski pôs o telefone no gancho novamente.

— Bom, sei que vocês ouviram então... - ele respirou fundo pondo os cotovelos sobre a mesa. - O vôo dele só chegará no meio da noite, só nos resta esperar para que possamos agir.

— Jackson está com Stiles e não sabemos onde, essa maldita chuva não para de cair e ainda temos que esperar?! - Derek bufou contrariado.

— O cara vai vir de Londres apenas para nos ajudar a achar o filho problemático dele, não podemos acelerar a viagem por mais que eu também queira isso. - Scott disse tocando o ombro do beta. - Preciso ir para casa, minha mãe pode ajudar caso Stiles esteja machucado.

Derek não disse mais nada, indo até a sala de espera da delegacia quando Scott foi embora. Não conseguiria se acalmar no loft, na verdade não se acalmaria em lugar nenhum, mas estar na delegacia não o deixava se sentir tão inútil.

Fechou os olhos por um momento, tendo automaticamente a visão de Stiles. Iria pegá-lo de volta, e se pusesse as mãos em Jackson, não restaria nada dele para contar história.

[...]

— Já disse que pode confiar, esse cara trabalha no mercado negro, não vai ser difícil conseguir a parada com wolfsbane pra você. - disse em seguida bebendo mais de sua cerveja. - Sem falar que você é podre de rico, pode pagar.

— Ele disse que vai estar na entrada de Beacon daqui a uma hora, e você vai ir pegar para mim. - mandou vendo o outro o olhar incrédulo.

— E por que eu?!

— Por que não posso sair ou aqueles desgraçados que estão atrás de Stiles vão conseguir sentir o meu cheiro, mesmo com a chuva. - explicou como se fosse óbvio, vendo o outro assentir mesmo a contra-gosto.

O silêncio permaneceu no cômodo até que o som de Stiles ofegando e tremendo pode ser ouvido.

— Droga, o efeito já está passando. Daqui a pouco ele vai começar a vomitar e a sujar tudo. - Theo disse já se levando para preparar mais heroína. - Isso aqui te deixa muito chapado no começo, mas quando o efeito passa é uma merda, por isso essa porra vicia, você toma mais para melhorar da dose anterior. - dizia para o outro. - Você não tem medo de deixar seu namorado viciado?

— Não vai ser o suficiente para deixar ele viciado... - Jackson disse. - Agora deixa que eu termino isso, vai logo fazer o que eu mandei. - assumiu o lugar do outro e Theo assentiu, pegando as chaves do carro e saindo.

Subiu até o quarto onde o menor estava, o encontrando encolhido no colchão, suando com aparência de doente. Se aproximou tirando os cabelos grudados na testa dele percebendo que ele também chorava.

— J-jackson, por favor... N-não faz isso! - ele pediu juntando todas as forças que conseguiu para se sentar, pondo as mãos trêmulas no rosto neutro do loiro - E-eu fico com você, não vou mais fugir, eu juro! - continuou sentindo as lágrimas descerem, o medo fazendo o corpo vacilar e sentindo o estômago doer.

— Você vai ficar comigo de qualquer jeito. - respondeu simples puxando um dos braços do menor para procurar a veia.

— N-não vou mais reclamar quando você me bater, v-vou te obedecer e me afastar de quem você quiser! - tentava convencer ele, segurando a mão que posicionava a seringa. - Eu esqueço o Derek!

A frase fez o loiro parar e olhar para o outro, disposto a ver até onde ele iria.

— E-eu digo pra ele nos deixar em paz e que eu não quero nada com ele. - suspirou aliviado quando ele soltou seu braço, se sentando no colchão ao seu lado. Encostou a cabeça no peito dele quando foi puxado, sentindo Jackson o abraçar.

— Ele vai saber que você está mentindo, não se importa? - provocou sentindo o menor mexer a cabeça negativamente. 

— Eu vou ficar com você. - o menor disse e Jackson riu baixo. 

Sabia que Stiles se importava sim, por isso o faria cumprir tudo o que disse.

— Eu vou te levar para ver o seu pai... - sussurrou fechando os olhos enquanto sentia o cheiro do cabelo do menor, de repente puxando os fios castanhos com força o fazendo gemer e segurar seu o pulso na tentativa de sentir menos dor. - Mas se você, ele ou Derek que eu sei que vai estar junto tentar alguma gracinha, eu vou atirar neles com uma bala de wolfsbane e deixar você assistir eles morrerem. - terminou vendo Stiles assentir e o soltou. - Saímos assim que o Theo voltar.



Notas Finais


Vocês acham que o Jackson chega a amar o Stiles ou só faz tudo isso para se demonstrar superior?
No próximo capítulo vem a ação ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...