1. Spirit Fanfics >
  2. Silent rebellion >
  3. Único

História Silent rebellion - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom, só um textinho que deu vontade de escrever sobre a primeira visão do Cass sobre a humanidade <333

Capítulo 1 - Único


Fanfic / Fanfiction Silent rebellion - Capítulo 1 - Único

|i am bee|


No começo era tudo muito diferente.

Era como eu pensava que iria ficar enquanto via um peixinho, quando era apenas isso que os humanos eram.

Ao menos até evoluírem.

Mas eu sabia que muita coisa iria acontecer na terra,e muito mais quando eu descesse até este mundo desconhecido cheio de seres com suas próprias Histórias... boas ou ruins...que nem imaginavam que a milhões de anos eram aquele peixinho sem pensamentos ou emoções em um riacho.

Cheio de emoções e sentimentos guardados dentro de si,ou as vezes não....Humanos tão cheios de criatividade podendo fazer oque quizer em sua própria bolha de existência insignificante.

Era estranho ver tantos humanos cheio de si usando suas qualidades para o mal,me fazendo achar que todo humano era tolo afinal,e talvez por isso eu nunca poderia ser um.

Nunca...poder sentir, naquela época eu achava tolisse poder sentir algo além de seguir ordens.

... até que eu decidi os observar novamente...assim como observei aquele peixinho.

Decidi observar oque um humano faria em sua própria bolha de criatividade desnecessária... além de comer, dormir e olhar para o sol.

E...eu vi oque me fez sentir algo estranho pela primeira vez,eu senti duvida....e medo.

Medo de querer ser um deles...medo de trair minha família.

Eu vi um homem...feliz, não preocupado com os monstros lá fora,ou com um apocalipse desconhecido por ele,ele estava...bem,ele sorria olhando algo que devia ser tão insignificante.

Foi quando eu descobri que humanos não foram apenas jogados ao redor sem saber oque fazer e para sofrer...Elas foram feitas para criar,aprender... sentir.

Desde criar calças para tapar suas vergonhas...deste criar sua própria família, sua própria vida, traçar seu caminho para o seu destino final.

Criar livros...Um humano sem poderes onde em uma folha de papel poderia criar seu próprio universo,apenas com sua criatividade.

Pintar em uma tela em branco oque quizer com diferentes cores,rebeldes e pastéis.

Rezar e ter fé..mesmo sem saber que talvez não aja alguém do outro lado,ele tinham esperança.

Sorrir por uma mensagem.

Chorar de emoção...alegria... tristeza...e tantos tipos de sentir a mesma coisa que apenas os humanos podiam desfrutar.

Poder...se apaixonar mesmo com o mundo desmoronando lá fora.

Dançar na chuva.

Era tudo tão estranho....Estranho do porque a eles isto parecia tão..comum,comum sentir uma explosão de sentimentos dentro de si todos os dias e nem se dar conta disto.

Então eu decidi observar eles...

Desde ver uma criança feliz em conseguir terminar seu castelo de areia sem se importar que ele iria se desfazer com o temporal.

Ver um casal feliz por poder em um tempo só deles.

Ou até ver um sorriso no rosto de uma mulher ao ter conseguido comprar sapatos novos.

Pessoas zangadas, felizes,tristes... as vezes tudo ao mesmo dia,se não ao mesmo tempo.

Era tudo tão insignificante a um anjo...mas era magico a eles,mesmo com o tempo eles tendo deixado de se dar conta disto.

Era complexo ver tantos sentimentos em um ser tão pequeno,que não se podia existir em seres tão maiores e talvez capazes de lidar com eles.

Mas...ao ver isto,eu já senti tanto em apenas parar para pensar como tudo era tão complexo e injusto,como se eu estivesse em um riacho com uma correnteza mais forte doque eu podia suportar.

Com medo de se deixar sentir,medo de se deixar sorrir por algo tolo,ou chorar por algo tolo...

Medo de ser como eles.

Mas anjos foram feitos da luz para seguir ordens,ao menos era oque eu imaginava antes de finalmente descer,e tocar meu primeiro pé na terra fresca deste lugar desconhecido, sentindo uma abelha pousar em meu sobretudo.

Um inseto facilmente despercebido por humanos.

Onde as abelhas trabalham por tempo de mais para perceber isto, ou talvez para parar para pensar em como os humanos sentem.

Talvez eu fosse uma abelha afinal.


Notas Finais


Então é isso baby's <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...