1. Spirit Fanfics >
  2. Silly souls (taekook!mpreg) >
  3. Um

História Silly souls (taekook!mpreg) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


oi gente!! essa fanfic já foi postada aqui no Spirit pela minha outra conta que foi derrubada, mas eu estou voltando aos poucos com algumas das fanfics.

duas outras que possuíam conteúdo de sexo explícito e conteúdo de bdsm não vão ser repostadas, mas vocês podem as encontar no meu perfil do wattpad: hobihobi-ah

ANTES DE DAR INÍCIO TEM AVISOS IMPORTANTES SOBRE A FANFIC (É SERIO É IMPORTANTE), ATENÇÃO POR FAVOR!!!


+  eles são adolescentes entre 16 a 17, anos então é um assunto super delicado e conflituoso.

+ menção a aborto.

+ terá conteúdo adulto: drogas, bebidas, palavras de baixo calão, agressão verbal/ física;

± conteúdo de gatilhos, tais como: ansiedade, depressão, auto mutilação e menção a suicídio.  POR FAVOR NÃO INICIE ESTA HISTÓRIA SE FOR SENSÍVEL A ESTE TIPO DE CONTEÚDO.

+ menção a outros casais e casais héteros.

+ totalmente angst, e o final não será diferente, provavelmente não vai ser um final super feliz, mas também não envolve o casal separado.

+ ATUALIZAÇÕES LENTAS


era só isso, boa leitura!

Capítulo 1 - Um



Jungkook encarou por alguns segundos o teste de gravidez, em seguida o botou sobre a pia. O pegou novamente, olhando o resultado mais de perto, em seguida o largando novamente.


Olhou seu reflexo no espelho, seu rosto estava um pouco pálido, e ele parecia até um fantasma dentro daquele moletom preto, junto com a calça igualmente preta.


- Jeon Jungkook! A escola me ligou pela vigésima vez no mês, se você não sair desse banheiro, a próxima vez que eles ligarem vai ser por que você está desaparecido! - Jungkook estremeceu ao ouvir o tom furioso e esganiçado de sua mãe, aos socos na porta do banheiro.


Sentou na privada, puxando suas pernas para cima enquanto encarava o teste acima da pia. Fechou os olhos, suspirando fundo pela primeira vez.


Não, ele não estava triste. Mas ele não era tolo o suficiente para não saber que estava metido em problemas, e que a situação acima da sua pia é precoce demais, é sério demais para quem tem recém dezessete anos.


Não sabia ao certo o que pensar, e a confusão e choque estavam o querendo fazer chorar, não deixava de ser um pouco assustador. Porém, ao mesmo tempo, isso era algo que ele desejava, mas não tão cedo. Era algo que Taehyung também desejava, e isso não era problema para os dois, visto que ambos podiam engravidar, assim como quarenta e cinco por cento dos homens da população.


Fungou, segurando o choro, se levantou indo em direção a pia, lavou o rosto e as mãos, se encarando por mais alguns segundos antes de ouvir mais um grito de sua mãe, dessa vez do andar de baixo. Bufou irritado, pegando um pedaço de papel e a caixinha do teste, amassou bem a caixa, enrolando no papel higiênico assim como o teste, em seguida os jogando no lixo.


Ajeitou seus cabelos, que estavam grandes demais, por sinal. Batiam em seus olhos e isso o incomodava. Saiu do banheiro logo em seguida.


Seu quarto estava tão bagunçado que fez uma breve comparação das peças de roupas e coisas aleatórias com seus problemas em suas vida, todos espalhados em grande quantidade.


- Jeon-


- O que foi? - se irritou ao ouvir a voz irritante de sua mãe atrás de si.


Não, eles não tinham um boa relação.


- Ah, garoto, se eu te dissesse o que foi... - falou entre dentes, fechando os olhos e negando com a cabeça, em seguida o encarando novamente, sem sentimento algum no olhar, além de armagura.


- Eu sei bem o que é, só perguntei por ainda me resta um pouco de educação por você, que não foi você que me deu, vale lembrar. - disse, sua voz carregando o mesmo tom amargo que o da mãe.


- Jungkook, - se aproximou do garoto, olhando em seu olhos. - Não esqueça que você só está vivo ainda por que tem há mim para te sustentar e aguentar suas mordomias, e para acompanhar, sua inutilidade maior que meu arrependimento em não ter te posto no lixo na primeira oportunidade que tive. Vale lembrar. - cuspiu as palavras para Jungkook, o olhando com nojo.


Na real, Jungkook nunca soube quem é seu pai, nunca se interessou, sua mãe nunca o deu tempo para isso. Ela o criou sozinha, sua mãe era garota de programa aos quinze anos, engravidou um ano depois, sabia quem era o pai e o mesmo pagava pensão, mas nunca se interessou pelo filho também. Jungkook sabia que sua mãe o odiava, e ela deixou isso claro durante todos esses anos. Nunca foi a uma apresentação da escola, nunca compareceu nas reuniões, nunca passeou com Jungkook, nunca o levou para se divertir, nunca o fez festa alguma, nunca conversou sobre namoradas ou namorados, nunca o aconselhou, nunca disse um eu te amo puro, nunca fora uma mãe.


Mas Jungkook estava fodidamente cansando de ter crescido dentro de tanto ódio e frustração, ele não se lembra de ter feito algo de tão errado para ter que merecer isso, ele nunca teve tempo.


Jungkook sentiu seus olhos se tornarem úmidos, e o ódio e a injustiça o atingir em cheio, juntamente com o tapa que desferiu no rosto de sua mãe.


O barulho do estalo ficou no ar, enquanto as lágrimas desciam automaticamente dos olhos de Jungkook, e sua mãe o encarava ainda sem expressão, com o rosto vermelho.


Se virou rapidamente para trás, a procura de sua mochila, e assim que a achou, socou qualquer uma daquelas roupas sobre sua cama na mochila, a fechando com dificuldade por causa das lágrimas.


Sua mãe continuava parada, com a mão sobre o rosto, então Jungkook limpou seu nariz a olhando com completo ódio enquanto arrumava a mochila em seu ombro, pronto para sair do mesmo comodo que ela, porém, ela o segurou.


- Tomara que você morra na rua, filho. - sorriu ao dizer, se esticando para depósitar um beijo no rosto do mesmo.


Jungkook deixou que um soluço escapasse, a empurrando do seu caminho, descendo as escadas com pressa.


As lágrimas impediam que sua visão se tornasse limpa, enquanto ele corria pela rua, seu coração batendo fortemente ao mesmo tempo que as lágrimas continuavam a banhar seu rosto.


Como sua mãe conseguiu o fazer a odiar tanto?


Notas Finais


ai tenho vergonha de ler coisas antigaskk

GENTE EU VOU POSTAR LENTAMENTE PRA NAO PERDER A GRAÇA, PEÇAM NOS COMENTÁRIOS SE GOSTAREM PRA ME LEMBRAR DE ATUALIZAR E DIGAM SE GOSTARAM 💜💌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...