História Silvamy - Brotherly love - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Sonic The Hedgehog
Personagens Amy Rose, Blaze The Cat, Knuckles the Echidna, Miles "Tails" Prower, Rouge the Bat, Shadow the Hedgehog, Silver the Hedgehog, Sonic The Hedgehog
Tags Amy Rose, Drama, Romance, Silvamy, Silver The Hedgehog
Visualizações 53
Palavras 1.083
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii voltei!!! Desculpem por não ter feito nenhum capitulo para está fic, mas eu estava tão dedicada a outra fic Shadamy que me esqueci desta sorry.
E quero agradecer muito a Sombrarosy por me ter lembrado, muito obrigada : )
Mas agora sem mais demoras aqui está um capitulo maior e também com mais momentos Silvamy para vos compensar.
Espero que gostem

Capítulo 9 - Primeira noite juntos


Fanfic / Fanfiction Silvamy - Brotherly love - Capítulo 9 - Primeira noite juntos

                       P.O.V Amy 

Quando todos acabamos de jantar o Sonic e o Knuckles agradeceram pelo jantar, se despediram e foram embora. O Shadow e a Rouge foram se deitar e só sobramos eu e o Silver, que ficamos na sala um pouco a ver TV. Depois do que aconteceu entre ele e o Sonic no jantar ele estava estranho e muito calado... Porque lhe tinha incomodado que o Sonic falasse comigo?

- Silver já é um pouco tarde acho que é melhor nos irmos deitar, amanhã temos escola- disse depois de olhar para o relógio na parede ao lado da Tv.

Silver: - Sim tens razão- diz serio e de cabeça baixa. Ele desliga a Tv, se levantou e começou a caminhar até o quarto, eu também me levantei e fui atrás dele.

Quando chegamos ao quarto ele abriu a porta, fez-me um gesto para eu entrar e ele depois entrou também e fechou a porta. Ele sentou-se na cama e começou a tirar os sapatos.

- Silver estás bem? - preguntei sentando-me na sua cama ao seu lado .

Silver: - S-sim porque preguntas? - diz olhando para mim corado.

-Porque estás vermelho tens febre? - disse colocando uma mão na sua testa.

Eu reparei que ele estava a olhar para a sua mão que estava debaixo da minha, quando me sentei devia ter colocado a minha mão sobre a dele sem querer. Nós nos olhamos corados, mas depois rapidamente viramos a cara para outro lado e eu tirei a minha mão de cima da mão do Silver.

- S-silver p-porque disseste aquilo no jantar? - preguntei tentando voltar à conversa.

Silver: - E-eu não sei... desculpa por isso - diz de cabeça baixa.

- Tudo bem, não faz mal - disse sorrindo-lhe docemente.

           

                    P.O.V Silver 

Eu estava muito envergonhado por ter dito aquilo ao jantar, mas fico feliz por a Amy não ter ficado chateada comigo, ela é muito doce e linda. 

Depois de algum tempo a Amy foi para a casa de banho do meu quarto e se foi vestir para dormir. Quando voltou ela vestia uma camisa de dormir toda branca, que lhe ficava muito bem... Ela reparou que eu estava a olhar para ela e se deitou rapidamente na cama e se tapou com a manta envergonhada, o que me fez rir baixo.

- Boa noite amy - disse me colocando confortavel na cama.

-Boa noite Silver - diz docemente.


Eram quase 3 da manhã quando ouvi a Amy a gritar, o que me fez acordar assustado . Olhei para ela e ela estava só a mecher-se na cama, com lágrimas nos olhos e a gritar. Aproximei-me dela preocupado.

Amy: - NÃO!!!! P-por favor n-não me deixem .- diz ainda a dormir e a chorar.

-Amy! Amy acorda ! - disse preocupado colocando as minhas mãos no seu rosto.

Amy: - S-silver... - diz acordando e me abraçando forte. Ela começou a chorar muito e eu lhe correspondi o abraço o que a fez ficar mais tranquila. 

- Shhh.. não chores está tudo bem eu estou aqui- susurrei lhe no ouvido  para a acalmar ainda a abraça-la e lhe fazendo carinho na cabeça com uma das minhas mãos. Ela deve ter tido um pesadelo horrivel para estar assim.

 Depois de alguns minutos nós nos separamos um pouco. Ela sorriu para mim como agradecimento e se voltou a deitar. Eu me levantei e estava prestes a caminhar para a minha cama, quando a Amy agarrou no meu braço me fazendo parar e ficar corado.

Amy: - S-silver- ela chamou-me, me fazendo virar para ela. Quando olhei para ela, ela estava muito vermelha e nervosa. - Podes d-dormir... c-comigo? - preguntou ainda mais vermelha e nervosa. Eu fiquei vermelho como um tomate e de olhos arregalados. - B-bem se n-não queres eu

-Claro que quero!-disse a interrompendo e a deixando ainda mais vermelha e de olhos arregalados. -Q-quero dizer s-se tu q-queres mesmo. - disse colocando uma mão na minha cabeça nervoso. A Amy estava a olhar-me muito surpresa, mas de repente começou a rir. Eu olhei confuso para ela.

Amy: - Haha Silver és muito engraçado, mas eu não te estou a pedir para fazeres nada preverso, não precisas de ficar assim tão tenso haha - diz a rir

-Ei espera eu não disse que tinha pensado em coisas preversas haha - disse me defendendo e começando a rir também. -Por isso a preversa aqui és tu haha - disse apondando para ela e a rir ainda mais.

Amy : - Haha O que?! Não sou não. Tu é que és! Haha - diz apontando para mim e a rir ainda mais.

Depois de alguns minutos de discutir quem era o preverso, nós nos deitamos na sua cama ainda a rir.

Amy: - Okay somos os dois haha . - diz a rir e a olhar para o teto.

- Está bem concordo haha- disse a rir e também a olhar para o teto. 

Só a conheci hoje e já a adoro é mesmo a irmã que eu queria ter. 

Eu me virei para ela e depois ela se virou também para mim... Nós nos olhamos nos olhos e ficamos os dois corados, já que os nossos rostos estavam muito proximos, conseguia sentir a sua respiração e o meu coração batia muito depressa. Comecei a olhar para os seus lábios rosados, não sei porque mas... tinha muita vontade de a beijar. Eu comecei a acariciar a sua bochecha, nós nos começamos a aproximar e a fechar os olhos lentamente. Os nossos lábios estavam quase a se tocarem... O que eu estou a fazer?! Eu não a posso beijar, ela é minha irmã tenho que parar, mas... n-não consigo tenho muita vontade de a beijar.

Quando os meus lábios só estavam uns poucos centímetros dos dela...

Amy: - Silver...- diz parando de se aproximar e me fazendo abrir os olhos - N-não podemos fazer isto- diz seria se afastando um pouco, muito corada.

-S-sim tens razão... desculpa não sei o que se passa comigo - disse serio. 

Amy:- não te preocupes, eu também não sei o que se passa comigo- diz sorrindo nervosa. - Acho que é melhor dormirmos já deve ser muito tarde- Diz nos tapando aos dois com uma manta, aproximou-se de mim e me abraçou fexando os olhos. Eu lhe correspondi o abraço e fechei os olhos também. 

O que se passa? O meu coração está a bater muito depressa... Porque me sinto tão bem ao estar assim a abraça-la? E porque ,outra vez, tive tanta vontade de a beijar e quase a beijei?

Depois de pensar um pouco sobre o que tinha acontecido, deixei-me dormir.





Continua...






Notas Finais


Espero que tenham gostado ; )
Comentem o que acharam
Até o proximo capitulo
Bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...