1. Spirit Fanfics >
  2. Sim! A vida é uma Comédia Romântica >
  3. Reunião de pais part2

História Sim! A vida é uma Comédia Romântica - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Bom, a parte dois está aqui. Essa coisinha fofa como foto do capitulo é o filhotinho de quem Lua falou🥰 Boa leitura!

Capítulo 17 - Reunião de pais part2


Fanfic / Fanfiction Sim! A vida é uma Comédia Romântica - Capítulo 17 - Reunião de pais part2

Povs Seulgi
Hoje meu dia começou super bem, eu acordei e mandei uma mensagem para o Jimin dizendo
- Precisamos ensaiar, e para aproveitar quero te falar uma coisa. Eu decide me declarar para ele, por mais que ele rejeite eu preciso saber! Eu amo ele e ter essa sensação de incerteza essa insegurança, de ver outras pessoas perto dele sem saber o que ele quer, se ele me quer é horrível. Ví que duas garotas estrangeiras chegaram na escola e logo no primeiro dia elas já estavam super próxima dele e dos meninos... e elas são muito gatas, tem uns corpão, e para piorar uma delas é da mesma sala que eu e o Jimin, eles vivem juntos, sei que ela já foi até na floricultura da tia Park... quer dizer da senhora Park. São super amigos, mas pelo menos nesses últimos dias nós conversamos bastante pela internet, falamos sobre diversas coisas só não tocamos no assunto sobre a minha mãe e o meu irmão, nem eu gosto de falar deles por que Jimin que já foi prejudicado gostaria de falar?
Eu me levantei fui até o meu armário pegar meu uniforme, pedi para a empregada passa-lo e fui tomar banho. Quando eu saio ela ainda não tinha terminado então eu vou de roupão tomar meu café da manhã
- Bom dia papai. Eu sorrio e lhe dou um beijinho no rosto
- Bom dia minha filha, está ansiosa para hoje? Ele me pergunta enquanto toma um góle de café
- Sim! A música é linda eu tenho certeza que o senhor vai adorar!
- Você tem muito talento filha, é claro que vai ser lindo. Eu acho que é o momento de perguntar sobre a resposta dele.
- Pai, sobre o Jimin, o senhor vai deixar? O senhor vai deixar nós ficarmos juntos caso ele... Ele queira?
- Minha filha sobre isso, sua mãe e seu irmão tem um ódio contra a família e contra ele...
- Pai! Mas eu não quero continuar isso, eu amo ele!
- Eu sei minha princesa, e eu apoio! Só que temos que ir com calma, se não isso pode ser ruim justamente para o garoto... seu irmão tem alguns amigos estranhos, e ouvi dizer que eles são agressivos.
- Mas, como vamos fazer então? Eu faço uma cara triste e ele me responde me deixando mais calma
- Você não precisa desistir dele, você só precisa ir com calma... meu anjo não fica triste, nós podemos esconder esse segredo só entre nós. Eu levo você na casa dele se precisar, levo no shopping e busco, na sorveteria, enfim, eu vou fazer de tudo para te ver feliz eu juro.
- Obrigado pai, você não tem noção do quanto é bom ter alguém que realmente se importa com você... ai eu te amooo. Eu abraço ele e volto a subir para o meu quarto onde me troco e termino de me arrumar para ir para a escola. Quando eu desço novamente meu irmão tinha acordado e como sempre estava de ressaca, minha mãe maltratava a cozinheira que estava fazendo a sopa de ressaca para o idiota.
- Mãe, quem é Chefe de cozinha aqui? Ela né, então deixa ela cozinhar! Eu olho para a cozinheira que sorri para mim disfarçadamente
- AI minha filha, ela está fazendo errado
- Parece uma gororoba não vou comer isso. O idiota diz fazendo cara de nojo.
- Não come então, vai ser pior para você mesmo. Eu dou um beijinho no meu pai e vou saindo
- Onde você vai!! Meu irmão grita como se eu fosse um cachorro fugindo de casa
- Estou indo para a escola? Você é burro ou o que? Vai te catar moleque
- Mãe ela me chamou de moleque de novo! Eu já disse que me irrita! Vou bater nessa menina! Ele vem até mim parecendo violento, eu continuo parada só observando, por que eu sabia que meu pai agiria
- Se você encostar um dedo sujo seu na minha filha eu quebro a sua cara! Meu pai disse alto. Meu irmão parou e começou a fazer o drama de sempre, eu mando um beijo no ar para o meu pai de novo e finalmente fui para escola. Chegando lá pude avistar Jimin com os seus pais e seus amigos eu me aproximo e os comprimento.
- Oii, bom dia... Eu sorrio um pouco nervosa. Eu fico com medo de falar com a senhora Park por que não sei se ela ainda gosta de mim, não julgaria, até por que depois de tudo que passamos eu não poderia querer que ela me tratasse como antes.
- Olá, você... ai meu Deus, Seulgi! Ela me abraça e nesse momento eu posso finalmente respirar aliviada, o pai do Jimin me olha e diz
- Você cresceu tanto, já está uma moça, né Jimin. Ele dá um tapinha nas costas do Jimin que fica vermelho.
No fim eu e Jimin nem conseguimos ensaiar, fiquei conversando com a Tia Park que me contou várias pérolas do Jimin que só se envergonhava cada vez mais. Na apresentação da Vic, amiga do Jimin, eu e ele trocamos olhares e é inevitável... Nossa apresentação foi incrível, senti que aquele momento foi tão nosso, tão maravilhoso ele no fim... Nós no fim quase, mas quase mesmo nos beijamos, foi muito intenso. Mas é claro que minha mãe tinha que atrapalhar, eu nem ouvi o que ela disse, eu só senti uma vergonha uma raiva tão grande que eu só pude agradecer ao público, pedir desculpa para o Jimin e sair correndo da escola, e justo quando eu ia conversar com ele sobre algo tão importante, quando eu finalmente tomei coragem isso tudo acontece e eu não tenho nem tempo. Quando eu saí correndo os carros pareciam embaçados, minhas lágrimas deixavam minha visão embaçada também, não tinha sentido, a vergonha que eu passei na frente da Tia, do Tio, do Jimin... eu só queria me sentar em um beco e não sair mais de lá, só chorar e por as ideias no lugar... E foi o que eu fiz.
Povs Lua
Depois da reunião eu fui com o Jin até a ONG. Quando chegamos pude ver que ele era muito querido pelos cuidadores, nos trataram muito bem... Nós ajudamos a dar as vacinas em alguns cachorros filhotes, eles eram tão fofos, e eu literalmente pus as mãos na massa, prendi o cabelo em um coque e ajudei a dar banho, brinquei, dei comida e alimentei alguns filhotinhos também com leite. Mas teve um filhotinho, ele simplesmente me conquistou, ele foi encontrado quase congelando num rio, pelo o que disseram alguém jogou ele lá... É uma crueldade sem tamanho! Eu fiquei encantada por ele, é tão doce, como alguém pode fazer isso?!
Eu e Jin estávamos voltando para casa e eu estava muito feliz, embora na reunião tenha acontecido uma coisa desagradável o fim do dia compensou completamente, o Jin é realmente muito fofo, e hoje pude ver um lado mais atrapalhado dele, e isso é muito ruim! Por que ele está se tornando inalcançável! Gentil, carinhoso, bondoso, bonito, talentoso, bem sucedido, engraçado e tão fofo, não sei como ele pode ainda estar solteiro?? Ainda no carro eu pude observar o céu pelo vidro e percebi Kim olhar para mim. Eu olho para ele que tenta disfarçar eu sorrio e digo
- Por que virou rápido? Eu começo a rir
- Porque... É...
- Não precisa responder, prefiro imaginar. Eu volto a sorrir para ele que me olha também sorrindo. Quando chegamos em casa ele não ia descer mas eu decide convidá-lo para entrar... Ele pensou por alguns segundos e depois entrou. Misa infelizmente não estava em casa então não vou poder pedir a opinião sincera dela mas temos Vic não é mesmo.
- Bom gente, o Jin entrou, comprimentem ele
- Oi tudo bem? Hope pergunta sorrindo
- Oi, tudo sim... jogando muito aí? Ele pergunta e já começa a se enturmar com os meninos
- Você não é aquele chefe famoso?? Jungkook pergunta sorrindo
- Sim... Eu acho que já ví falar de você em uma revista... diz Taehyung pensativo.
- A Lunar History? Então, é a minha revista, fizeram uma matéria sobre você na minha revista e eu não conheci você. Eu começo a rir e ele também
- Muito chique vocês né! Revista, empresa de cosmeticos. Diz Jhope rindo junto com as meninas que riam junto
- Bom se você é Chefe você podia fazer um lanche pra gente né. Jungkook pergunta junto com Taehyung fazendo carinha de criança pidona.
- Posso, mas... tenho que ver o que temos primeiro
- Vem vou te mostrar melhor a cozinha e a geladeira que é o importante né
Depois que ele fez um jantar maravilhoso, nós comemos, jogamos vídeo game, ouvimos música, depois nos despedimos e ele foi embora. O dia hoje foi Muito Bom, perguntei para as meninas sobre o que elas têm achado do Jin e elas disseram que ele parece ser bem legal e gentil... novidade. Fomos dormir e eu não pude evitar de pensar na apresentação das meninas, foi muito lindo, vê-las cantando daqueles jeito fazendo até a plateia mais chata que tem se divertir e se entertir, elas brilham muito, brilharam como estrelas. Ver seus olhinhos deslumbrados e tão empolgados é a coisa mais gratificante que eu posso receber.
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, me perdoem qualquer erro, um beijinho na testa de todos vocês❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...