1. Spirit Fanfics >
  2. Similares Demais >
  3. EXTRA!!! O que aconteceu depois que eles se resolverão

História Similares Demais - Capítulo 40



Capítulo 40 - EXTRA!!! O que aconteceu depois que eles se resolverão


Povs FINN

Ela está aqui, em meus bracos.

No momento em que cheguei em casa eu estava nervoso, não sabia o que ela ia fazer.

Se iria me rejeitar ou me aceitar.

Imagina o quão surpreendido eu fiquei quando a encontrei no topo da escada como uma rainha nesse vestido vermelho e essa coroa de jóias.

Minha rainha, eu penso enquanto me afasto e pego em sua mão.

- Então, o que nós somos agora? - pergunto com uma sobrancelha levantada.

Ela morde o lábio inferior e sinto meu pau ganhar vida dentro das calças. Deus, essa mulher vai ser minha morte. Ela se aproxima de mim e sussurra.

- O que você quer que nós sejamos?

Eu sorrio e pergunto.

- Você quer ser minha namorada, Angel?

Ela franze o cenho como se estivesse pensando mas então uma sorriso malicioso se abre em seus lábios e ela diz.

- Pra responder essa pergunta eu preciso ver se você aínda é bom de cama.

Concordando com a cabeça e com um sorriso nem um pouco inocente nos lábios eu a beijo e sem falar nada a levo pro seu quarto.

Ao chegar lá eu tranco a porta e ela ri e fala.

- O que você está fazendo, bad boy?

Eu dou de ombros e caminho até ela.

- Você queria ver se eu sou apto para o posto de namorado baseado nas minhas abilidades - eu levanto uma sobrancelha enquanto finjo procurar a palavra e então faço um "há" antes dizer - sexuais.

Ela revira os olhos pra mim e diz

- Então acho melhor se apressar bad boy, eu não gosto de esperar.

Então, sem mais palavras, nem nada, eu caminho em sua direção e tomo sua boca na minha ela geme na minha boca e eu rosno quando sinto suas mãos nas minhas calça. Ela começa a me acariciar por cima dos jeans.

Deus, faz tanto tempo que eu não transo, eu e minha mão já estávamos virando Bff's. Mas agora isso acabou.

Graças a Deus e a Millie.

Ainda sem tirar minha boca da sua eu começo a abrir o zíper do seu vestido, solto um suspiro frustrado sua boca quando não consigo abrir.

Ela para de me acariciar e empurra meu peitoe.

Eu passo as mãos pelo meu cabelo me sentindo pior do que a Hannah quando perde os desenhos da Barbie.

Millie vora de costas joga a tiara na cama e tira o cabelo das costas antes de dizer.

- Abre - sua voz está afetando e eu sorrio ao saber que ela está com tanto tesão quando eu.

Minhas mãos estão tremendo quando eu cuidadosamente abro seu zíper. Assim que eu chego ao final eu acaricio seu ombro e o beijo, ela geme meu nome e se vira, suas mãos vão pra minha camisa e ela começa a puxar pra cima, eu a ajudo a tirar e depois ela sai do seu vestido, ficando apenas em sua calcinha de lingerie vermelha.

Eu me aproximo querendo sentir seus lindos seios na minha mão mas ela me para com a mão pra cima, eu olho pra seu rosto confuso e com tesão pra caralho.

- Tire suas calças, você sabe que comigo tudo tem que ser justo, então, duas peças de roupa em cada.

Eu balanço a cabeça com um sorriso e começo a tirar as calças, assim que faço isso olho pra cima e encontro ela me encarando como se eu fosse o último doce da padaria. Seus mamilos rosados estão duros e eu engulo em seco antes de dizer.

- Não é como se as roupas fossem ficar por muito tempo.

Eu não dou tempo pra ela responder, rapidamente caminho até ela e a puxo contra mim, seus seios empurram contra meu peito e eu abaixo a cabeça até que minha testa esteja encostando na sua. Ela inclina mais a cabeça pra cima e me beija, eu começo a acariciar suas costas enquanto ela envolve as mãos no meu cabelo, eu gemo em seus lábios.

- Eu te amo - sussurro quando nossos lábios se separaram ela sorri, eu começo a beijar seu pescoço e ela geme meu nome e diz que me ama também.

Eu desço minhas mãos em sua bunda e a agarro com força e ela pula em meus braços e circula minha cintura com suas pernas. Eu volto a beijar sua boca enquanto a largo na cama e depois me levanto pra admira ela.

Seu cabelo está uma bagunça e seus lábios estão inchados e vermelhos.

Eu não tenho palavras pra descrever ela, não há nenhum elogio que eu possa usar pra defini- lá.

Seus mamilos estão duros e apontam na minha direção, não conseguindo resistir eu me inclino pra frente e pego um deles na minha boca, Millie arqueia pra cima e grita meu nome, eu circulo seu mamilo com a minha língua enquanto uma das minhas mãos se arrasta por sua barriga, eu brinco com o cós da sua calcinha e solto seu mamilo da minha boca com um estalo e olho pra Millie, suas bochechas estão vermelhas e ela tem os olhos fechados.

Eu beijo de pescoço enquanto minha mão desce mais e alcança sua buceta, eu começo a esfregar ela por cima do tecido da sua calcinha e gemo quanto sinto o quão molhada ela está.

- Finn, eu tô quase.... - ela não termina de falar porque eu rapidamente tiro minha mão de sua buceta e ela olha pra mim atônita. Ela abre a boca pronto pra gritar comigo, provavelmente, mas eu a beijo e digo.

- Eu quero que você venha na minha boca.

Então me abaixo e começo a tirar sua calcinha, assim que a tiro eu me dou um tempo pra olhar pra sua buceta e pode me chamar de idiota o quanto eu quiser mas eu estava com saudade dessa buceta.

- Deus, tão perfeita - eu murmuro e me inclino pra frente e dou uma lambida nela, Millie envolve suas mãos no meu cabelo e começa a gemer meu nome repetidamente me influenciando a continuar. Eu abro seus lábios e chupo seu clitóris eu meus labios a fazendo arquear suas costas e gritar meu nome quando gozou.

Eu continuo a lampendo e chupando a fazendo ter outro orgasmo logo depois daquele, assim que ela se acalma eu subo até que eu esteja de frente com seu rosto e a beijo com seu gosto em meus lábios.

Eu gemo em sua boca quando sinto sua mão quente envolvendo meu pau, ela se inclina pra frente e sussurra no meu ouvido.

- eu quero você dentro de mim, agora.

Como o bom namorado que eu sei que já sou pra ela, tiro a minha cueca e subo entre suas coxas, meu pau já está duro e inchado contra sua entrada e tenho medo que não vou conseguir aguentar nem um minuto quando entrar nela.

Ela envolve as pernas ao redor da minha cintura e sem aviso ergue seus quadris me fazendo afundar dentro dela.

Nos gritamos o nome um do outro e ela se agarra a mim, eu a puxo mais pra perto e bato meus quadris contra os delas impiedosamente.

Eu procuro sua boca e ataco seus lábios, quando sinto que não aguento mais eu tiro meus lábios dos dela e a encaro enquanto meu orgasmo toma conta de mim, como se só estivesse esperando por mim sua boca sussurra meu nome enquanto ela começa a tremer igual a mim.

Assim que acaba eu beijo seus lábios outra vez e caio na cama a puxando para meus braços.

Sua cabeça descansa no meu peito e ela solta um longo suspiro antes de dizer.

- Eu te amo, Finn.

Eu a aperto mais em meus braços e digo.

- Eu também te amo, Millie.







Notas Finais


Eu tava relendo os comentários dos capítulos e eu vi que tinha dito que teria cena hot de reconciliação dos dois, mas eu me esqueci de fazer.
Bom, agora eu fiz.
Eu me esqueci o nome de quem comentou que queria ver a cena hot, mas de qualquer jeito isso é pra vc.
Eu tô pensando em fazer um mostrando o nascimento do bebê deles. Oq acham?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...