História Simple - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Lab Rats
Personagens Adam Davenport, Caitlin, Chase Davenport, Personagens Originais
Tags Adam, Amor, Chase, Lab Rats, Lemon, Romance, Super Nerds, Yaoi
Visualizações 41
Palavras 919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não me julguem se dessa vez eu aumentei um pouco o número de palavras, estou tentando agradar a todos, então tenham paciência. Boa leitura <3

Capítulo 4 - Cavalos e Chifres - Parte 1


Fanfic / Fanfiction Simple - Capítulo 4 - Cavalos e Chifres - Parte 1

No dia seguinte os dois garotos acordaram, Chase ainda de ressaca, estava até um pouco ranzinza por causa disso. Adam mencionou a mensagem que havia recebido de madrugada da vizinha os convidando para uma corrida.

—E você acha mesmo que eu vou? Olha meu estado! — diz o irmão menor, com a cara amarrada.

—Se você não for então eu também não vou! — falou Adam, tomando um gole de café.

—Pode ir, aproveita e leva o Trent, seu namoradinho!

—Não acredito que você ainda está falando disso.

O irmão maior bufou, então Chase foi até o sofá e deitou.

—Claro, e vou continuar falando, afinal, como ele mesmo disse “faz parte da família”...

Adam terminou seu café e estava chateado com as palavras do irmão, então andou até o sofá e ordenou:

—Levanta!

—O que? — Chase questiona, debochando.

—Desde que eu te contei sobre meu namoro com o Trent você só fez criticar e me deixar pra baixo!

—Adam, eu... — o menor ia falar, mas logo foi interrompido bruscamente.

—Cala a boca, eu ainda não terminei! Se você desse pelo menos uma chance, só uma! Poderia ver que ele mudou de verdade Chase!

Então Adam sentou no sofá ao lado de seu irmão, agora diminuindo o tom de voz:

—O mínimo que você pode fazer é ir comigo nessa tal corrida... Eu não vou ficar sentindo aquele cheiro de cocô de cavalo sozinho!

Os dois começaram a rir e o menor cedeu, indo finalmente se arrumar. Enquanto isso, Adam pegou o celular e respondeu a mensagem de Caitlin:

“Oi, nós vamos sim!”

-Adam

Não se passou nem um minuto e a loira já estava na porta dos Davenport tocando a campainha.

—Você é louca — Adam disse, abrindo a porta.

—Eu sei! — Caitlin responde, dando uma risada estranha.

Então ela e sua amiga Erica entram.

—Não ligue pra ela, Caitlin fica muito ansiosa quando vamos sair! — disse a ruiva

Logo em seguida, Chase já estava descendo as escadas usando uma camisa polo na cor azul escura. O garoto ficou surpreso ao ver que todos já estavam prontos para sair.

—Já chegaram?

—Não, elas ainda estão se arrumando! — Adam respondeu, sarcástico

—Haha, que engraçado! — o menor respondeu

—Chega, vamos logo ou a corrida vai começar! — Caitlin apressou a todos

Então os quatro jovens saíram, eles foram no carro da vizinha, é claro que quem estava dirigindo era a Erica, como vocês já devem imaginar ninguém aceitou que a loira pilotasse.

Chegando ao hipódromo*, havia muita gente e poeira, aliás, naquele local só havia gente e poeira. Os quatro se dirigiram à arquibancada e sentaram-se no meio, daquele lugar dava para se observar bem a corrida. Foi então que Caitlin viu um estande cheio de pessoas em volta, era um lugar de apostas, a loira pôs na cabeça que tinha que apostar:

—Vocês não estão entendendo, hoje é meu dia de sorte, eu sinto isso!

—Caitlin, você só vai perder o seu dinheiro! — Erica advertiu

—Erica, você devia era me apoiar! — a loira bufou

—A Erica tem razão Caitlin, a possibilidade de ganho nesses casos é de 0,000000035% — Chase falou.

—Pois eu acho que ela deve apostar mesmo! — finalmente Adam se pronunciou

—Adam, você não tem cérebro então não pode opinar! — o irmão menor disse

Então todos ficaram olhando para o mesmo.

—Credo Chase, você pegou pesado... — a ruiva falou

—Tudo bem, eu já estou acostumado com essas patadas! — disse Adam, cruzando os braços.

—Olha Adam... Me desculpa, eu não quis dizer isso...

Chase tentou se explicar, mas de nada adiantou, o maior nem lhe dava mais atenção. Vendo que o clima estava ficando tenso, Erica chamou o irmão menor para ir comprar comida, no caminho, pôde dar um bom sermão no garoto. Conversarem sobre tudo, Chase até mesmo falou sobre o namoro do irmão que ele não aprovava, depois os dois finalmente compraram cachorro-quente e refrigerante.

Na arquibancada, Caitlin não parava de olhar para o estande de apostas, a loira não parava quieta e isso estava incomodando.

—Caitlin, se acalma! — Adam dizia, irritado.

—Mas é que a corrida já vai começar!

Até que no final, a garota teve uma ideia bem convincente aos olhos do garoto:

—Adam... — a loira falou, quase que cantando o nome do maior — Se você for comigo naquela barraquinha ali podemos comprar rosquinhas!

—Eba, eu adoro rosquinhas!

Logo Caitlin conseguiu convencer Adam a acompanha-la até o estande de apostas, foram correndo, pois faltavam poucos minutos para o início. Chegando lá, a loira teve que escolher um cavalo às pressas, sem ter tempo de pensar.

—Adam, escolhe um número!

—Que? — questionou o maior

—Um número Adam! Qualquer um!

—198231023404 — o garoto respondeu, surpreendendo a todos.

—Ai, moço, eu quero o 4! — disse Caitlin por fim

Apostou e pegou seu bilhete, contanto, estava tremendo ao perceber que poderia perder seu dinheiro.

—Adam, o que eu fiz? Preciso voltar lá e pegar meu dinheiro de volta!

—É, e as minhas rosquinhas também!

Então ouviram nos autofalantes que a corrida havia começado, os dois jovens correram então de volta para a arquibancada.

—Cadê o Chase e a Erica? Eles vão perder a corrida toda! — Adam exclamava, enquanto Caitlin roía as unhas de nervosismo.

Enquanto isso, os dois sumidos corriam no caminho de volta com os lanches na mão, mas Erica, muito atenta, chamou a atenção de Chase e o garoto parou.

—Chase, olha ali... — a ruiva falou baixinho apontando para um casal se beijando

—Eu não acredito!

—Aquele cara é o... — Erica começou a frase e o garoto a completou:

—Trent!

[...]


Notas Finais


*Lugar onde se realizam as corridas de cavalo

Espero que tenham gostado desse capitulo, e um pequeno spoiler: No próximo vai ter

T
R
E
T
A

Até mais kdjfkd <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...