1. Spirit Fanfics >
  2. Simples assim... >
  3. Epílogo

História Simples assim... - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Demorou mas chegou! Kkkkkkk
Aproveitem!

Capítulo 17 - Epílogo


Olá, Grandão!

Espero que esteja bem onde quer que esteja agora e que possa ler esta carta.

Hoje faz um ano que você partiu e a única coisa que tenho pensado é em te dar um abraço de aniversário e fazer minha torta de chocolate belga que você tanto gostava!

Apesar da saudade imensa, meu coração já não dói mais tanto. Eu ainda fico triste às vezes, mas sei que ela também vai embora e ficará apenas a alegria das memórias boas dos momentos que passamos juntos.

Agora eu sei disso, mas por meses eu simplesmente não conseguia aceitar, por meses me vi brava com você, por ter me abandonado, mentido para mim. Eu não quis aceitar e sua carta, no começo, foi mais um motivo de revolta e dor. Com o tempo ela passou a ser um conforto e já não carrego mais em meu coração o sentimento de traição.

Nesta semana que se passou, pensei em suas palavras com muito mais frequência e foi por isso que decidi lhe escrever também, quem sabe assim eu consiga finalmente deixar o passado aonde ele pertence.

Nela, você me pediu perdão. Agora, eu posso afirmar com toda a certeza de que não há nada para perdoar. Não é sua culpa ter ficado doente. Não é sua culpa me amar tanto que não queria ver o meu sofrimento. Assim como você também não é culpado de querer ser feliz no pouco tempo que lhe restava. Então, você nunca precisaria pedir perdão por nada.

Eu fui feliz por todos os anos em que ficamos juntos. Mesmo nos momentos de briga, foi um privilégio estar ao seu lado todos os segundos do nosso relacionamento. Você me amou profundamente e isso é muito mais do eu sequer poderia pedir a você. Minha felicidade se encontra no fato de que eu tive a oportunidade de amá-lo na mesma intensidade. Provavelmente, vou continuar te amando até meu último suspiro e você sempre terá um lugar no meu coração.

Mas minha felicidade também se encontra no fato de que eu evoluí. Meu coração se expandiu e agora um novo amor encontrou espaço dentro dele. Mesmo sendo diferente, é tão lindo e arrebatador quanto o nosso foi.

Draco juntou todos os míseros pedacinhos em que me transformei depois que você se foi. Ele foi paciente de uma forma que eu nunca teria imaginado ser possível antes. Sem que eu percebesse, ele colou todos os pedaços, deixando uma marca em cada um deles. Foi impossível não amá-lo depois disso, depois de conhecer as outras facetas de Draco Malfoy.

Mesmo eu não querendo seguir a sua recomendação de encontrar um novo amor, acabei por não ter escolha. Ouso dizer que foi o amor quem me encontrou mais uma vez e eu me sinto tão sortuda por isso.

Harry ficou chocado quando descobriu que eu e a famosa doninha albina estávamos juntos. Apesar de ele e Draco terem se tornado bons colegas, para ele era praticamente inconcebível a existência de um mundo em que Hermione Granger e Draco Malfoy são namorados. Depois que contamos a ele, passou a meia hora seguinte perguntando a Draco se ele não estava querendo lhe pregar uma peça. Felizmente, Gina conseguiu controlá-lo com seu jeito “meigo e carinhoso”. Eu amo minha amiga, mas sinto pena de Harry às vezes.

Já Rony tirou sarro da minha cara por semanas a fio. Até hoje, sete meses depois, ele me chama de Senhora Doninha. Ele tem testado minha tendências homicidas constantemente, mas isso não é novidade. Ele tem se tornado cada vez mais irritante (no bom sentido, mesmo querendo matá-lo algumas vezes) desde que começou a trabalhar com Jorge (que se juntou ao meu amigo na tarefa de me irritar por causa de Draco).

Tirando os pequenos detalhes, a convivência do meu sonserino com os outros se tornou muito agradável. Ele, como o grande orgulho que é, nunca abaixou a cabeça ou se ofendeu com as brincadeiras, pelo contrário, sempre responde à altura. Incrivelmente ele foi a primeira pessoa que vi fazer Jorge ficar sem palavras e você sabe o quanto isso é difícil.

Eu só posso finalizar esta carta dizendo:

Obrigada! Obrigada por me amar, por ter sido parte da minha vida, por ter aberto meus olhos mesmo depois da sua morte. Eu te amo e sempre vou amar.

Com todo o carinho,

Sua rosa.


Notas Finais


Entãaaao... último capítulo!
Eu sei que disse no capítulo anterior que ainda teriam outros dois capítulos antes do epílogo.
E, de fato, eu os fiz. Mesmo com eles completos não consegui postar. Escrevi essa fic com o intui de me focar nos sentimentos da Hermione e percebi que esses dois capítulos não seguiram o mesmo rumo, por isso não fazia sentido postá-los...
Eu realmente espero que tenham gostado desta fic!
Beijinhos e espero que todos acompanhem a minha fic nova: Reviravoltas - https://www.spiritfanfiction.com/historia/reviravoltas-18109765


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...