História Simplesmente acontece - sterek - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Chris Argent, Derek Hale, Isaac Lahey, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Stiles Stilinski, Talia Hale, Theo Raeken
Tags Sterek
Visualizações 86
Palavras 1.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, LGBT, Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Armadilha


Stiles estava voltando para a loja de conveniência. Sabia que teria que enfrentar Ennis lá dentro por te se ausentado por um período muito longo no trabalho. Conversar com seu pai foi uma das melhores parte de seu dia. Queria te falado com Melissa mais pelo o jeito que seu pai falava ao celular parecia que ainda estava a trabalhar. Stiles sempre ficava preocupado com o pai saindo à noite sozinho. E com isso foi uns dos motivos que levaram a Nova York. Lá ele poderia conseguir um bom trabalho e trazer seu pai para vim morar ele.

Chegando perto da loja e viu que o carro de Derek já não estava ali. Por um lado ficou triste e por outro aliviado. Era uma mistura de sentimentos que acontecia no peito do jovem Stilisnki. Entrou no estabelecimento e foi diretamente para as prateleiras ignorando o olhar que Ennis mandava para si. Senhor Castle olhava para si como se fosse responder uma dúvida que estava em sua cabeça.

Ignorando todos Stiles optou por colocar fones de ouvido e ser concentrar em seu trabalho.

- Stiles ser que podemos conversar? 

- não temos nada para conversar Ennis - diz Stiles - tudo que tinha para fala já falamos

- eu não confio no Derek - parou de falar - acho que não deve vê-lo mais 

- também não confio nele, assim como não confio em você - vou a cara de surpreso do outro - eu não confio em ninguém - diz como se fosse nada - até Ennis 

Deixou o outro totalmente sem entender nada para trás. Ennis tentava entender o que acabou de acontecer.


Derek estava dentro do carro com seu computador em seu colo respondendo alguns e-mail que recebeu dos acionistas da empresa. Derek nunca quis herda os negócios da família, porém, quando sua mãe e seu pai morreram em acidente de carro ele teve que fazer isso por memória dos falecidos e junto contigo Isaac que ficou bastante a abalado pela a perda dos pais. Depois que atendeu o telefonema de uns de seus advogados, Derek não quis mais volta para a loja em que Stiles trabalhava. Sabia que tinha ultrapassado limites com o castanho e ainda tinha se estressado com uns dos donos do estabelecimento de aonde seu pequeno trabalhava. Como assim seu pequeno? Derek tinha acabado de conhece o castanho e já estava"caído" pelo o mesmo. Tinha nem reparado que o carro já tinha parado em frente em sua empresa. Taylor saiu do carro e abriu a porta para o patrão. Derek fechou o terno junto com a pasta em mãos e foi em direção a porta. Como era automática a porta se abriu sozinha e foi em direção a recepção. Deixou a pasta em cima do balcão e pegou a encomenda que estava a sua espera. Assinou o documento e entregou para entregador. Assim que pegou a encomenda foi em direção ao elevado. Entrou no mesmo e apertou o botão que iria direto para sua sala. Não demorou muito para que o elevador chegasse no seu destino. Mais quando a porta se abriu e Derek notou presença ali o mesmo fechou a cara na mesma hora.

- o que você era fazendo aqui? - pergunta Derek se aproximando até a mesa - como entrou na minha empresa?

- Derek nos precisamos conversar - indagou o indivíduo - e é urgente

- como por exemplo?

- lavagem de dinheiro - diz olhando para o moreno que tomou um rosto surpresa - isso mesmo que você ouviu lavagem de dinheiro aqui dentro

- você tem ideia de quem seja?

- sim!

- pode me dizer quem é?

- o meu palpite é…

Isaac e Scott estava em uma sala vazia que só almoçando. Ambos não tinha coragem de olhar na cara um do outro. Scott não tinha coragem de dizer nada, porém queria agradecer o outro por te ajudado com o ex. Liam sempre foi uma pessoa complicada. Ainda mais com o T.E.I dele. O amava de mais para sair de sua vida mais quando finalmente tomou consciência de que seu relacionamento estava abusivo quis terminar. O que não foi muito bem recebido pelo o outro. Que o perseguia e mandava mensagens de ameaça. Depois que finalmente contou a verdade para sua mãe. A matriarca da família McCall decidiu que era melhor a ser fazer era denunciar o loiro. E foi isso que aconteceu. Liam nunca deu mais notícias até hoje.

Isaac tentava em sua mente fazer que as peças se encaixassem. Porém nada fazia sentido. Queria pergunta as coisas ao moreno mas não queria ultrapassar limites com ele. Isaac largou o garfo e com o barulho Scott foi para trás com susto.

- Isaac está tudo bem? - pergunta Scott - parece meio atordoado

- não, não está - diz firmemente - eu sei que não temos nada Scott, mas - parou para procurar palavras certas - eu quero entender o porquê deixou aquele cara te trata daquele jeito

- você tem razão. Eu e Liam éramos namorados quanto eu ainda vivia em Beacon Hills. Depois de um certo tempo Liam se tornou um pouco abusivo. Aí eu descobri que ele tinha T.E.I - olhou para Isaac - sabe o que significa?

- transtorno explosivo eminente - respondeu - mais mesmo que ele tivesse isso, isso não daria direito de ele humilhar você

- o verdadeiro culpado disso tudo fui - diz cabisbaixo - eu deixei que ele ser tornasse um relacionamento tóxico

- Scott não e culpa sua e nunca será culpa sua, para com isso você e inteligente, bonito e gentil e quem tiver você será uma pessoa sortuda - sorriu Isaac

- muito obrigado pelo o elogio - diz Scott ficando vermelho

O telefone de Isaac começou a tocar no meio da conversa dos dois. Isaac pegou o aparelho e viu que no viso era o nome de seu irmão. Pediu licença e saiu da sala para o lado de fora.

- Derek está tudo bem? - pergunta Isaac - aconteceu alguma coisa

- não, não está - diz Derek

Derek começou a contar tudo pelo o aparelho. E cada vez mais ficava boquiaberto com tudo que eu irmão dizia

- Derek o que vamos fazer? - perguntou - tem certeza disso

- sim, Isaac eu tenho certeza disso

- vamos montar a armadilha para ele e eu tenho um plano para isso



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...