1. Spirit Fanfics >
  2. Simplesmente Acontece ( Imagine Jeon Jungkook ) >
  3. Chapter 12.

História Simplesmente Acontece ( Imagine Jeon Jungkook ) - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tarde anjinhos, tudo bem? Espero que sim💞

Perdão pelos erros ortográficos.
Boa leitura 📖🧚🏻‍♀️

Capítulo 12 - Chapter 12.


Fanfic / Fanfiction Simplesmente Acontece ( Imagine Jeon Jungkook ) - Capítulo 12 - Chapter 12.


 

— Ei, não me suje! - Pronuncio amarrando meu cabelo em um coque.

 

— Eu não vou, amor. - O moreno respondeu ajeitando seu avental. 

 

Jeon começou a pintar mostrando suas técnicas, ele tem talento em absolutamente tudo. Como eu não pude conhecê-lo antes? Jeon é um anjo em forma desse monumento de homem.

 

— Como você se vê daqui a dez anos? - Jeon indaga pincelando o pincel sobre o quadro.

 

— Provavelmente levando a mesma vida de sempre,  nada novo... E você?

 

— Faço das suas palavras as minhas, mas a diferença é que eu me vejo casado com você.

 

— Ah! - Abaixo a cabeça envergonhada pelo o que eu acabará de escutar.

 

— Você é muito tímida, sabe que não precisa ser assim comigo.

 

— É inevitável. - Respondo fitando o quadro.

 

— Mas quando estamos entre quatro paredes, você não é nem um pouco tímida.

 

— Aish. - Sinto minhas bochechas se esquentando aos poucos. — Cale a boca, Jungkook!

 

Ele começou a gargalhar, e eu desejei enterrar minha cabeça em um buraco nesse exato momento. Jungkook consegue me deixar sem graça em questão de segundos. Eu tento ser corajosa, mas quando olho em suas orbes escuras, fico sem jeito, as palavras fogem e minha coragem é a última coisa que encontro.

 

Voltamos a pintar o quadro, e até que da minha parte eu estava me saindo bem. Jeon explicava algumas coisas, e de súbito meus pensamentos foram até o meu amigo então, me questiono se ele está bem. 

 

Tenho medo que ele possa fazer algum tipo de besteira ou que alguém lhe faça algum mal. Fitei o chão e piso de porcelanato e mordi o lábio inferior, o piso é tão limpo que podia ver meu próprio reflexo nele.

 

Enquanto Jeon fazia suas artes, eu deixei o pincel de lado e me sentei em um banco, encostando minhas costas sobre o papel de parede geométrico, com toques de amarelo com preto, um verdadeiro misto de cores. Observei cada canto daquele cômodo, Jeon é realmente caprichoso e organizado com as suas coisas, o admiro muito por isso.

 

— Ei, não vai me ajudar? - Indagou com um tom de indignação. 

 

— Eu me senti cansada então, resolvi sentar um pouco.

 

E antes do moreno formular alguma frase, ele foi interrompido com o toque de seu aparelho celular, que imediatamente ecoou por todo o cômodo. Ligeiramente Jeon pegou o celular em mãos e desbloqueio a tela, levando diretamente ao seu ouvido.

 

Eu por minha vez continuei sentada e prestando atenção. Subitamente a sua expressão serena mudou para uma feição mais séria, por um momento me questionei o que havia acontecido para a sua mudança tão de repente. Entretanto, eu optei por ficar quieta e esperar que ele desligasse para me explicar.

 

Jeon respondia a pessoa do outro lado da linha, com respostas curtas e grossas. Após alguns minutos, ele finalmente finalizou a chamada com um “ até logo “, e enfim me fitou.

 

O moreno soltou um suspiro longo e pesado, como se estivesse frustrado.

 

— O que houve, amor? - Questionei preocupada. 

 

— Eu vou ter de ir resolver um problema com o, Namjoon. Mas não se preocupe, ok? - Diz dando meio sorriso, como uma forma de me tranquilizar, no entanto só aumentou ainda mais a minha aflição.

 

— Que tipo de problema, Jeon? - Respirei fundo e me pus em pé, ficando de frente com o meu namorado. O mesmo levou suas mãos até seus cabelos lisos, empurrando os fios para trás. Todavia, ele não me respondeu. Sua respiração estava falha, e eu ficando a cada segundo mais confusa. — Porque você está nervoso, amor?

 

— Eu só não gosto de te envolver no meu trabalho. - A sua mão direita foi para o meu queixo, ele acariciou o local suavemente com o polegar. — Mas vou lhe dizer, porque somos um casal e confiamos um no outro. - Outro suspiro escapa de seus lábios finos. — Namjoon me ligou dizendo para eu o encontrar, parece que eles encontraram o ponto de uma gangue que estamos a procura tem alguns meses.

 

— Meu Deus! - Exclamei. — Eu sinto medo de acontecer algo com você, de eles te ferirem e... - Fui interrompida pelo moreno.

 

— Eu entendo a sua preocupação, e a única coisa que eu te peço é que você fique longe disso. E por favor, não procure saber nada sobre eles.

 

— Confesso que me bateu uma certa curiosidade, mas se você não quer, tudo bem. - Respondo. Comprimi meus lábios e lhe dei um selinho rápido. — Você tem que comparecer ainda hoje?

 

— Sim, o mais rápido possível. 

 

Fechei meus olhos por alguns milésimos segundos e soltei todo o ar preso em meus pulmões vagarosamente. — Você promete se cuidar?

 

— Claro amor. - Ele sorri-o novamente, dessa vez mostrando seus dentes brancos e perfeitamente alinhados. — Ah, eu vou deixar a cópia da chave com você, caso queira ficar aqui.

 

— Ok, Gguk. 

 

Jeon se retirou do cômodo e eu repeti o processo, indo diretamente para a sala. Jeon é um amante da arte, eu diria. Qualquer um que entrasse em sua casa iria contemplar se bastasse os olhos nos belos quadros que estão expostos à sala.

 

Não sei por quantos minutos eu fiquei observando as suas artes, todavia, fui despertada ao escutar passos atrás de mim.

 

— Estou indo amor. - Anunciou. Tirei minha atenção dos quadros e fitei meu namorado, agora trajado com o seu uniforme da polícia. Céus! Se Jungkook soubesse como ele fica extremamente sexy nessa farda, e quão excitada eu fico ao imaginar nós dois transando com ele fantasiado com essa roupa.

 

Por Deus! Esse homem é fodidamente gostoso.

 

— Amor?

 

— Oi. - Deixo meus pensamentos impróprios, ao escutar sua voz novamente. — O que você estava dizendo?

 

— Que eu já estou indo. 

 

— Me desculpa, eu realmente me perdi por alguns segundos.

 

— Você sempre se perde nos seus pensamentos, e sinceramente? Eu gostaria de saber o que se passa na sua cabeça.

 

— Não queira imaginar. - Proferi, e Jeon riu nasal. — É melhor você ir, seus amigos precisam de você.

 

— Certo. - Respondeu selando minha bochecha rapidamente. — Até depois, (S/N), eu te amo e se cuida.

 

Ele me ama... Eu sempre fico boba com essa frase.

 

— Eu também te amo, e pode deixar. - Pisquei ao vê-lo abrindo a porta, ainda mantendo contato visual comigo. — Se cuida também, qualquer coisa não hesite em me ligar.

 

Ele assentiu com a cabeça e por fim saiu. Olhei ao meu redor sentindo a solidão se apoderar de meu ser, no entanto eu não queria ter que ir embora, porque eu quero o esperar aqui para quando chegar.

 

Me direcionei até o sofá de couro branco e antes de pegar o controle, meu celular apitou anunciando uma mensagem do Hoshi. Sem delongas eu abri em nossa conversa, que não são muitas, nós dois não temos o costume de conversar com frequência.. 

 

Ao ler o pequeno texto que ele me mandou, eu fiquei na dúvida se realmente me encontraria com ele ou inventava qualquer desculpa esfarrapada. Não é como se eu não quisesse conversar com o mesmo pessoalmente, entretanto, sair da casa do Jungkook para encontrar o outro a umas 15 quadras daqui é realmente desanimador.

 

E fora isso, estou sentindo que não deveria ir. Hoshi nunca me deu motivos para desconfiar dele, no entanto, sinto que o mesmo está aprontando algo. Pode até ser alguma pregação da minha mente, mas ainda sim é arriscado.

 

E se eu deixar de lado essa paranóia e ir vê-lo? Será que devo realmente me arriscar?
         





 


Notas Finais


Será que era apenas isso que Jeon foi fazer? Ou é uma coisa mais séria?

E o que será que Hoshi quer? SN deve ir ou não?

Comentem para a tia Ge 💞seu comentário é muito importante para mim✨

Obrigada pelas quase 400 fav💞 eu amo vocês.

Vejam também a minha nova obra https://www.spiritfanfiction.com/historia/jogo-de-seducao-imagine-jeon-jungkook-20080546 caso gostem, deem amor💖

Sigam meu perfil: @lovggukz
E a minha conta secundária: @gukfait

Até a próxima anjinhos 🧚🏻‍♀️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...