História Simplesmente Acontece-Park Jimin - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Park Jimin (Jimin)
Tags Lovememarques
Visualizações 16
Palavras 1.477
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Surpresa do destino?


Fanfic / Fanfiction Simplesmente Acontece-Park Jimin - Capítulo 2 - Surpresa do destino?

Capitulo Anterior

Segurei seu queixo com a ponta do dedo indicador, o levantei, seus olhos desciam lagrimas, eu levei meu dedo indicador ao local, secando o local, foi naquele instante, que descobrir o real motivo, na qual eu fiquei, mas tempo aqui no Brasil.
jimin off

Capitulo Atual

narradora on

Assim que a melissa se acalmou,o guarda park jimin a segurou pela mão,e há levantou,apoiando ela em seu corpo, ele pois uma mexa do cabelo da moça atrás de sua orelha.

p.o.v Melissa on

Porque eu me sinto assim perto dele?,acabei de conhecê-lo ,e já estou perdendo as pernas, ficando nervosa,minha voz tem horas que falha,minha respiração fica descompassada,Deus o que esse homem tem para me deixar assim.

p.o.v Melissa off

Jm- Mais calma agora?

Mel- Sim,(mentira não estou nada, estou uma pilha de nervo,meu corpo da espasmos,fico tremula)

Jm- Anjo,sei que você ainda não esta bem,sou vou te largar quando você conseguir raciocinar direito- Se ele soubesse que era o causador do meu nervosismo não iria falar assim.

-- Estou bem,eu vou indo já estou atrasada- sorri,e tentei sair do seus braços.

Jm- ok,quer que eu te acompanhe, ate onde você esta indo-Não, se eu for com você,a coisa vai ficar pior,Deus,o que estou pensando, nem conheço o cara, e já to pirando?

--Ta tudo bem querido,eu vou indo,não se preocupa,já estou melhor –Sorrio meiga.

Jm- Um (-ele me analisar),você não esta falando isso, para me deixar pensar ,que esta tudo bem com você,mas na verdade ,por dentro você não esta, tão bem assim, NE?-puta que me pariu, como esse homem sabe que to tentando disfarçar, acho que não sou tão boa assim.

--Ok,você venceu,vamos você me acompanha, eu vou ao banco resolver algumas coisas certo?-ele da um sorriso largo.,

Fomos andando e conversando coisas aleatórias,ele me perguntou de tudo,nesse tempo que andamos e não foi tão longe assim,era 10 minutos andado ate a porta de entrada do banco

A cada coisa que eu falava ele fazia uma carinha fofa,onde estava o homem bravo e brigão,que parecei um monstro com aquele cara na mao.

Sua expressão era de ódio,como se fosse matar o  cara ali na frente de todos,sumiu em questão de segundo,e essa língua dele toda hora passando na beira dos lábios, toda vez que me olha,esse sotaque que ele tem, assim não da,vou morrer antes de o meu dia acabar,ta se tornando uma tortura.

--Bom guarda park Jimin chegamos,muito obrigada- Dei um sorriso.

Jm- Me chama de jimin não precisa tudo isso minha flor- Minha ?,como minha?,a homem não faz assim,você ta me fazendo esquecer ate qual e meu nome,Deus o que eu estou pensando,to ficando doida.

- ta ok,Senhor,(ele me interrompe)-

Jm- Jimin querida,só  jimin,sem formalidades entre nos dois ok?

-Ok-sorri.

Já estávamos parados a frente do banco a um tempo,quando olhei a minha volta dando de cara com a porta,eu fiquei tipo oi?como eu cheguei aqui sem notar,acho que o papo estava tão bom que não percebi que já tínhamos chegado,e eu igual boba ainda conversando com ele.

Jm-Bom,vejo que chegamos,eu preciso ir,claro se você me garantir que esta tudo bem?

--ok,juro de mindinho que estou bem,e obrigada pela companhia.-Ele sorrir.

Jm- bom ,quem sabe a gente se ver de novo- Pisca pra mim e sai.

Esse homem,consegue tirar de meu lábios um sorriso bobo.

Ele saiu e eu entrei,subi correndo,dando de cara com uma fila enorme,meu dia começou bem agora esta um saco.

Melissa off

Jimin on

Momento da vida que eu nunca fosse imaginar que iria acontecer,proteger alguém,e se encantar por um sorriso,logo eu que sou desligado da vida,minha mente tem um pensamento,trabalhar, fazer o melhor,ser alguém um dia,fazer o meu melhor.

Agora me pego aqui na frente dela abaixado igual bobo,tudo nela me atraiu como um imã,e eu não sei como me portar,seu olhar seu sorriso,seu jeito meigo,nela tudo e igual a todas as mulheres mas com um diferencial que eu ainda não percebi.

A levante,e seguimos para o banco,no caminho eu ficava há observando,atravessamos a rua,e eu ainda não entendi como paramos em frente ao banco sem notar.

Sabe aquele momento que você anda nas ruas como se já soubesse a trajetória a seguir?,foi desse jeito,como se o mundo tivesse parado para ver a gente passando,tudo foi tão mágico,essa magia me fascina,quero que continue.

Nos despedimos e eu segui,passando o dia todo pensando nela,ou melhor a metade do dia,quando bateu meio dia um amigo meu veio e me puxou pelo braço,eu me assustei,ele e muito escandaloso.

--Porra Derike o que você quer cara,não me puxa assim mano, que susto,fala o que você quer bizonho.

Derike- Quero que você vá ao banco comigo, vamos?

--Cara temos uma hora, se passar disso,posso ficar encrencado.

Derike- Vai ser rápido, passei no banco La,e  pedi uma moça para guardar a minha vez,então vai ser rápido.

-ok

Sabe aquele momento cômico da vida ,saímos igual a doidos correndo para o banco,chegamos La,passamos pela porta especial,que todo banco em,só policiais e funcionários,ou deficientes passam.

Ai que notei como o destino ta me pregando uma peça, e o banco onde eu deixei a Melissa, me condene já guardei o nome dela.

Quando paramos no andar onde tem os caixas do banco,fui andando ate a ultima pessoa da fila,e o Derike se pos na frente de uma moça,e agradeceu,eu abaixei para arrumar o cuturno.

Quando me levantei vi ele todo bobo vindo na minha direção,sorridente saltitante,parecia uma gazela,acho que esse meu amigo e gay so pode,muita bobeira junta.

-- O que foi cara,que aconteceu?

Derike- Encontrei o amor da minha vida ,aaaa,ela e linda tem um sorriso encantador,um jeito meigo,fofo,parece uma princesa.

--Vai La,tenta a sorte pois já tenho a minha ,então fica a vontade.

Digo minha sobre a Melissa,mas nem sei se um dia algo vai rolar,nem o numero dela não tenho não tenho nada que vai fazer ela voltar,ou um dia se interessar por mim fazer o  que,e se ela não curtir coreano como fico?

Derike- Olha La,ela olhou para trás acho que ela se interessou também,olha park ela ta sorrindo para Ca não acredito.

Olhei para frente,e minha visão me pregou peça,ele interessado na minha princesa?,não acredito,acho que meu mundo acabou de desabar,ela não vai me querer mais.

Conforme a gente ia andando a distancia da fila ia ficando menor,ao ponto de a gente esta atrás dela,e eu sentindo seu cheiro bom,meus instintos todos se afloraram,assim que seu cheiro chegou ao meu nariz,me fazendo já ficar com ereção,isso me assustou pois,logo em seguida seu corpo se chocou ao meu.

Assim que ela se encostou em mim,que fui perceber um casal a nossa frente discutindo a mulher empurrou o rapaz em cima dela.

Eu a abracei por trás de novo como forma de proteção,e as costas do homem foi no meu braço.

Ele se virou muito sem graça,pedindo desculpas,eu senti a mao dela segurando a minha forte,eu a puxei mais para perto,e a envolvi de uma forma como se ela tivesse desabado em meus braços.

-- Voce esta bem pequena?

Mel- Sim jimin,só assustada,mas bem.

--Ele não te machucou,-pergunto apreensivo.

Mel- Tudo bem jimin não se preocupa estou bem-ela desfaz meu abraço,e sorrir para mim.

Eu intuitivamente,alisei minha mão em seu rosto ,e ela respondeu fechando os olhos,to vendo que não é bem o que eu pensava,ela também quer algo?

Derike- Jimin Larga ela,ela já tem dono-Tirou minha mao do rosto da mel.

Mel- Dono?se acha que sou o que cadela?,ta maluco,vê se cresce ,pois quem curte criança e creche querido acorda,-Colocou as mãos na cintura e sacudir o pescoço?

Eu rir internamente com o jeito dela se defender, esse meu amigo saiu porta a fora,e eu e Lea nos entre -olhamos.

Mel- Acho que a criança não curtiu o que eu disse. -ela rir debochada.

--Iguinora,ele não gosta de ser contrariado,e criança como você disse.-A olhei,.

Mel- Bom eu- Ela foi interrompida, por um grito.

xx- Próximo da fila,-ela sorriu e correu.

Ficou La resolvendo as coisas dela,e eu fiquei num distancia dela,há olhando,e fico me imaginando,e se ela não tivesse descido do ônibus aquela hora será que eu estaria aqui?,igual um bobo há olhando?

Se eu não tivesse virado ,será que eu estaria bem depois de receber uma pedrada,na cara?,ou algo assim?,será que eu teria conhecido ela,e já me apaixonado a primeira vista por ela?

São tantas perguntas tantas coisas,preciso de um tempo a mais com ela para saber se rolar sentimento,minha mente diz que sim,só quero saber se é isso mesmo que estou imaginando.

Fui disperso dos meus pensamentos com uma mao,passando diante do meu rosto,abaixei meus olhos e há vi sorrindo para mim.

Mel- jimin ,tenho que ir,já resolvi tudo que eu tinha que fazer,preciso almoçar,porque se não, não agüento ficar de pé to faminta- E eu faminto por um beijo seu,sorri com esse pensamento que tive.

--O claro,mas você não quer ir comigo almoçar?-Ela me olhou sem jeito.

Mel......



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...