1. Spirit Fanfics >
  2. Simplesmente Padackles... >
  3. Eu não consigo esconder nada de você

História Simplesmente Padackles... - Capítulo 4


Escrita por: GenPadackles

Capítulo 4 - Eu não consigo esconder nada de você


Fanfic / Fanfiction Simplesmente Padackles... - Capítulo 4 - Eu não consigo esconder nada de você

Algumas semanas se passaram, e lá estava Jensen, acordando ao lado de Misha de novo, que dormia a sono solto.

O loiro bocejou, esfregou os olhos e tentou se levantar, mas o braço do farmacêutico o prendeu ali, o puxando pra um abraço debaixo da coberta.

-Não vai, tá tão gostoso aqui... -O moreno suspirou e beijou o pescoço do loiro, que sorriu.

-Tenho que ir, preciso estar em casa antes do Tom acordar. -Jensen se levantou, ainda estava nu, então se vestiu enquanto observava Misha com uma bela ereção matinal.

-Eu te levo. -Misha se sentou na cama e se esticou, bocejando e piscando os olhos pra se acostumar com a claridade.

-Não precisa, chego em casa rapidinho, fica aí descansando, nossa noite foi bem agitada. -O loiro terminou de se vestir e deu um beijo de despedida no rapaz, que sorriu e deu um tapa na bunda de Jensen enquanto ele saía.

Não tinha intenção de transar com Misha, mas com todo esse estresse de ser pai, estar desempregado e tudo mais, precisava liberar um pouco dessa tensão, e quando deu por si, estava na cama com Misha. Essa era a terceira vez, não tinha sentimento envolvido, era apenas sexo casual, ambos precisavam e não tinham ninguém, então se ajudavam, a amizade continuava sem nenhum constrangimento.

Kathryn estava viajando, estava rolando a famosa Fashion Week, e ela estava exausta de tanto desfile, tantas entrevistas e tantos paparazzi ao redor dela, esperando que ela fizesse qualquer coisinha pra virar manchete.

Como estava perto da casa de Jared, foi pra lá, sabia que as câmeras estavam seguindo ela, e não ligou, ainda era cedo, então passou em uma padaria e comprou coisas pra tomar café com o amigo.

Chegando perto do prédio, viu que Jared estava ali na porta, ele já esperava por ela, e por bons cliques, já que o mundo inteiro achava que eles dois namoravam.

-Olha o homem da minha vida aí! -Kathryn sorriu e recebeu um abraço forte, um carinho no rosto e um beijo na testa. -Trouxe o café.

-Eu ia comprar agora, ainda bem que trouxe. -O moreno sorriu e pegou a mala da loira, entrando abraçado com ela no prédio e indo direto para a cobertura.

-Cansada? -Jared abriu a porta pra loira entrar e levou a mala dela pro quarto dela.

Não moravam juntos, mas o apartamento de Jared tinha 2 quartos e a única pessoa que dormia ali era Kathryn, então praticamente o quarto era dela.

-Demais, e cheia de fome! -Ela tirou o casaco e se sentou no sofá, abrindo uma caixa de bombom. -Eles não servem quase nada pras modelos comerem, sempre temos que subornar um faxineiro durante a madrugada pra ele comprar um hambúrguer e levar escondido pra gente comer no banheiro.

-Imagino, você ainda é mais encorpada, mas as outras modelos são muito magras, se não estiverem com moedas no bolso e bater um vento forte na rua, elas voam! -Jared colocou o café da manhã na mesinha e sentou ao lado da loira, aconchegado no ombro dela.

-Você é ridículo! -Kathryn riu até ficar vermelha. -Mas hein, e aquela história do bar? O que aconteceu? Foi logo depois de você sair lá de casa... Foi por causa do Jensen, né?

-Kath, eu não consigo esconder nada de você, você me conhece melhor do que ninguém... -Jared suspirou. -Eu só estava chateado por ele ter me escondido o maior acontecimento da vida dele, foram 9 meses de gestação e mais 6 meses de vida do Tom, se eu não tivesse ido lá, era capaz dele nunca me contar...

-Eu queria te contar desde que o teste de gravidez dele deu positivo, mas ele pediu pra não dizer nada, que ele mesmo ia contar, então só deixei pra lá, até pq não podia me meter assim, você sabe como o Jensen é. -A loira fez um carinho na mão do moreno.

-Pois é, mas agora tá tudo bem, eu fui preso, o Jim pagou minha fiança, me deu um esporro imenso, saí em todos os jornais e revistas... -Ele riu. -Bom que tenho história pra contar.

-Por falar em história pra contar, e aquele jogador hein? -A loira olhou de lado, com um sorrisinho safado.

-Quem? -Jared se fez de sonso, mas Kathryn era muito esperta.

-Não se faz de idiota, aquele loirinho. -Ela mordeu um pedaço de bolo com tanta vontade que chegou a suspirar.

-Ah, o Alex... Ele é um cara bem legal, e tem um beijo bem gostoso. -Ele riu e viu a loira ficar corada. Estava conversando com Alex há semanas, estavam se conhecendo melhor e gostando um do outro, um namoro poderia sair dali muito fácil.

-Você pegou o loirinho? Seu safado! -Ela sorriu, seu sonho era ver Jared com Jensen, mas como não estava sendo possível, ficava feliz em ver Jared feliz com outra pessoa, alguém que o valorizava e não mentia pra ele.

-Eu fui ao jogo do time dele e ele me chamou pra sair com a galera depois do jogo, e lá, deu em cima de mim, viemos pra cá e quase transamos no sofá, mas ele estava nervoso e foi embora. -Jared sorriu e mordeu o lábio. -Vai ficar pra próxima.

-Eu conheci uma garota no desfile ontem, Sabrina, ela é perfeita... É modelo também, acho que estou apaixonada, Jay. -A loira suspirou e o moreno sorriu.

-Será que finalmente chegamos nos nossos momentos de glória? -Jared deitou a cabeça nas pernas da mulher, que fez um carinho em seus cabelos.

-Espero que sim, não aguento mais! -A loira sorriu e ficou olhando pro moreno.

Achava Jared lindo, e tinha um amor por ele como se fossem irmãos, o que muitas das vezes, ele era mais que Jensen.

Depois de alguns dias, Jared saiu pra almoçar com Jim, precisavam ler juntos um contrato de um novo patrocinador e aproveitaram pra ir comer.

Quando resolveram o contrato e foram fazer seus pedidos, Jared sentiu alguém respirar em seu pescoço e se arrepiou, olhando pra trás pra ver quem era e se deparando com o sorriso característico de Alex.

-Alex! -O moreno sorriu e se levantou pra abraçar o rapaz, que retribuiu o abraço e deu um beijo na bochecha do moreno. -Já almoçou?

-Não, estava passando na rua e vi vocês, vim dizer um "oi" -Ele sorriu e cumprimentou Jim. -Pois bem, oi.

Jim olhou pra Jared e entendeu o que estava acontecendo ali, havia uma tensão sexual no ar, ele sorriu com isso, era bom ver Jared finalmente interessado em alguém.

-Almoça com a gente, essa pode ser a próxima vez daquele dia, eu pago. -Jared sorriu e o loiro olhou o relógio.

-É, acho que dá pra almoçar. -O loiro sorriu e se sentou de frente pra Jared.

Jim mandou uma mensagem pro marido, e pediu almoço pra 4, pra viagem.

-Jay, eu vou indo, pedi o almoço pro John e pras meninas, vou almoçar em casa com eles, você já está bem acompanhado, não precisa mais de mim por hoje. -O mais velho sorriu e viu Alex corar. -Comportem-se! Alex, toma conta do meu garoto, não deixa ele ser preso de novo!

-Tudo bem, obrigado, Jim, até amanhã. -Jared sorriu e viu o empresário se sentar no balcão pra esperar. -O que você vai pedir? Estou em dúvida...

-Ah, vou no de sempre, o risoto daqui é tão bom que deveria ser um crime! -Alex olhava o cardápio. -E esse vinho branco combina perfeitamente.

-Tudo bem, confio em você. -O moreno chamou o garçom e pediu os pratos e o vinho.

Depois de comerem, ficaram conversando um pouco, e Alex olhava o relógio a todo momento.

-Poderíamos tomar um sorvete agora, mas acho que você tem algum compromisso... -Jared olhava nos olhos do rapaz.

-Ah, é uma ótima ideia, eu só preciso fazer uma ligação. -Alex realmente tinha um compromisso muito importante, uma reunião que poderia mudar sua vida, mas era Jared ali, não podia rejeitar o moreno.

Jared não prestou atenção na ligação do loiro, mas conseguiu ouvir algumas palavras, entendeu que era algo importante que ele estava adiando só pra poder tomar um sorvete com ele. Ficou bem feliz com isso, se sentiu muito importante.

-Prontinho, agora temos a tarde toda. -O loiro sorriu e ambos saíram do restaurante, andando pela cidade, conversando, indo até uma sorveteria nova que tinha próximo à praça.

Tomaram sorvete juntos e conversaram bastante, riram bastante e no fim da tarde, Alex convidou o moreno pra sua casa, e foram de táxi.

Alex fez um pequeno tour por sua casa com o moreno, e por fim, mostrou seu quarto.

Dessa vez, Alex que tomou a iniciativa, já que da última vez, praticamente fugiu correndo dos braços do moreno.

Alex puxou o moreno pelo cinto, pôs as mãos na bunda gostosa dele e ficou na ponta dos pés para conseguir beijá-lo,

Jared era bem alto, e não perdeu tempo, tirou a própria camisa e a camisa do loiro, o pegando firme no colo e o levando pra cama.

Se deitou junto com o rapaz e começou a beijar seu pescoço enquanto abria a calça dele.

Alex estava bem nervoso, nunca havia ficado com alguém assim, geralmente os caras que ficavam com ele, só queriam gozar num sexo rápido, sem se preocupar com seu prazer e tentar se aproveitam de sua fama, mas Jared não precisava disso, era famoso também, e pela pegada, o moreno parecia querer tudo, menos um sexo rápido.

Jared deixou o loiro nu, e salivou ao ver aquele corpinho todo branquinho, levemente malhado.

-Você consegue ser ainda mais bonito sem roupa, achei que fosse difícil. -Jared sorriu e voltou a beijar o rapaz enquanto tirava a própria calça.

Alex até queria comandar, mostrar que tinha atitude, mas a presença de Jared o deixava vulnerável e submisso, não queria bancar o machão pro moreno, só queria sentar nele e ser fodido até não aguentar mais.

O moreno ficou nu, e Alex perdeu o fôlego, já tinha sentido que o moreno era grande na última vez que ficaram, mas agora, vendo, ficou bobo. Sua boca encheu d'água quando viu Jared alisando o próprio pau, já até podia prever a dor que sentiria no dia seguinte, talvez até tivesse que cancelar o treino, mas não tinha problema. Foram pra cama e começaram a se amar.

Jared ia devagar, há mais de um ano que não fazia sexo, sua última vez foi com Jensen, estava tão nervoso quanto Alex, mas estava sedento, precisava daquilo.

-O que foi? -Jared percebeu que o loiro estava com uma expressão estranha. -Se quiser que eu pare, é só dizer.

-Você não é nem louco de parar! -Alex gemeu e sorriu. -É que eu achava que eu ia te dar uma surra, mas quem acabou derrotado fui eu.

-Ah! -O moreno gargalhou e continuou o movimento pra dentro do loiro, dessa vez mais forte, o fazendo gemer arrastado.

Depois de alguns minutos tendo seu interior completamente maltratado, Alex gozou, o que acabou fazendo Jared vir junto.

Estavam ofegantes, e enquanto descansavam um pouco, trocavam alguns beijos.

Ficaram se amando até umas 2 da manhã e então foram tomar o tão esperado banho, trocaram os lençóis suados e gozados da cama, e se deitaram pra dormir um pouco, abraçados, de conchinha.

...

Jensen gemia descontroladamente, nunca havia sentido tanto prazer na vida, Jared continuava por trás de seu corpo, o penetrando e beijando seu pescoço, não conseguia pensar em nada, se morresse ali, morreria feliz.

Jared abraçava forte o corpo do loiro, e socava fundo, respirando fundo, se controlando ao máximo pra não gozar, mas em vão, acabou gozando dentro do rapaz algumas vezes, que ao sentir os jatos quentes dentro de seu corpo, gozou também.

...

Pela manhã, Alex acordou confuso, seu corpo inteiro doía, olhou pro lado e viu Jared ali, dormindo como um anjo. O cabelo levemente bagunçado, o rosto mercado pelo travesseiro e a respiração funda, sorriu pra isso, sentiu sua barriga roncar, estava faminto! O sexo estava tão gostoso, que não comeram nada à noite. Se levantou e foi até a cozinha, ligou pra padaria que geralmente tomava café e encomendou algumas coisas. Tomou um banho pra despertar e ficou observando o moreno dormir, ele ocupava quase a cama toda, era um homem grande, em todos os aspectos.

Quando ouviu a campainha, foi receber o pedido da padaria e organizou a mesa, e então foi até o moreno, e lhe beijou no pescoço até que ele acordasse.

-Se beijar meu pescoço de novo, eu não respondo por mim... -O moreno acordou sorrindo e se sentou na cama, se esticando e bocejando.

-Bom dia, Jay... -o loiro estava em êxtase, encantando com o moreno lindo que estava na sua frente. -O café está na mesa.

-Só agora percebi que estou com fome, não jantamos ontem. -Ele sorriu e tirou o lençol de cima do corpo, revelando sua ereção matinal dentro da cueca, que fez Alex salivar. -Gosta do que vê?

-Gosto sim... -O loiro lambeu os lábios e ajudou o moreno a levantar, o acompanhando até a sala de jantar, onde se sentaram e tomaram café.

Jared não parava de olhar pro loiro, como estavam sentados lado a lado, pôs a mão na coxa do rapaz e fez carinho, sorrindo pra ele. -O que vai fazer hoje?

-Eu tenho treino, mas acho que vou cancelar, estou exausto! -Jared riu e tomou um gole de café. -E você?

-Também tenho treino, mas já mandei uma mensagem dizendo que não vou. -Alex riu e se ajeitou na cadeira, reprimindo um gemido de dor.

-Desculpa por isso. -Jared riu ao ver o desconforto do rapaz.

-Não precisa pedir desculpas, eu que pedi por isso. -Alex sorriu e pôs a mão em cima da mão de Jared, que ainda estava em sua coxa.

-Já que não vamos treinar hoje, podemos passar o dia juntos, podemos assistir um filme, sei lá. -Jared deu a ideia e Alex suspirou, havia adiado a reunião de ontem pra hoje, mas iria adiar novamente, queria muito ficar com Jared.

-É uma ótima ideia! -Alex sorriu e se levantou, tirando a mesa, e o moreno ajudou. -Podemos pedir comida e umas besteiras, me sinto mais confortável vendo filme em casa, paguei muito caro no sofá pra não usar ele.

-Tudo bem, podemos ficar juntinhos no sofá. -Jared abraçou o loiro por trás enquanto ele lavava os copos, e ficou beijando o pescoço dele, enquanto ele se contorcia e se arrepiava.

-Jay, você não acha que estamos indo rápido demais? -Alex virou de frente pro moreno, pondo os braços ao redor do pescoço dele.

-Sinceramente? Não acho. -O moreno lhe deu um selinho. -Tivemos uma boa química quando nos vimos pela primeira vez, e conversamos por semanas, eu sinto que estamos indo bem.

-Não quero que sejamos precipitados, eu realmente gosto de você, não quero que tudo se estrague. -Alex sentiu as mãos do moreno em sua cintura e então Jared o levantou do chão e o colocou sentado no balcão.

-Fica tranquilo, Alex, somos adultos, sabemos lidar com nossos sentimentos. -Ele sorriu e beijou o loiro, o pegando no colo de novo e indo pro sofá.

-Só não quero que um de nós se machuque com isso... -O loiro sorriu de lado e ligou a tv.

5 meses e meio se passaram, Jared e Alex estavam namorando, não assumiram para o público por pedido do próprio Alex.

-Só eu sei o tanto de preconceito que eu sofri quando me assumi, e não quero que você passe por isso agora, ainda mais com as premiações e os campeonatos chegando, em casa, somos namorados, para o público, seremos apenas bons amigos e você namora a Kathryn! -Alex sorriu e arrumou a gravata no moreno e lhe deu um beijo. -Eu te amo, não quero que sofra como eu sofri.

-Mas um dia eles vão ter que saber. -Jared jogou o cabelo pra trás.

-E vão! Só espera os campeonatos acabarem, vai ser melhor pra sua carreira, não é, Jim? -Alex olhou pra Jim, que estava sentado com suas duas filhas, uma em cada perna.

-Você não poderia estar mais certo, Alex, nós dois sabemos como é ser gays assumidos no mundo dos esportes, é difícil... -Jim encostou os ouvidos das filhas contra o corpo e tampou os outros ouvidos com as mãos. -Pra caralho!

Estavam numa premiação, Jared foi indicado a melhor jogador do ano, estava concorrendo conta Alex e mais uns 3 caras.

Kathryn chegou um pouco atrasada, havia feito uma amizade boa com Alex, o cara era incrível, super gente boa, super descontraído, e eles combinavam como ela e Jared seriam vistos em público, já que ela também estava namorando com Sabrina, a garota que havia se apaixonado no desfile, e também foi aconselhada por sua empresária a não contar nada por enquanto, até pra ver se iria dar certo mesmo antes de causar um auê na imprensa.

-O que aconteceu? Pq se atrasou? -Jared falou no ouvido da loira.

-Estava com a Sabrina. -Ela sorriu e se sentou ao lado do moreno. -Reservei as passagens pra irmos pro aniversário do Thomas.

...

Jensen não reagiu nada bem quando soube do namoro de Jared e Alex. Quando Jared ligou pra contar, em chamada de vídeo, e apresentou Alex, o loiro deu um meio sorriso sem graça e ficou dando desculpas pra desligar logo a ligação, e quando finalmente desligou, jogou o celular com toda a força na parede, e se jogou no chão, chorando compulsivamente.

Quem o encontrou foi Kathryn, que olhou desesperada pra como o irmão estava vermelho e gritava em plenas lágrimas.

-Jensen, pelo amor de Deus, o que foi? O que você está sentindo? Eu vou chamar uma ambulância! -A loira levantou a cabeça do loiro, seu nariz estava sangrando, e isso só acontecia quando seu emocional estava muito abalado, quando Jared o deixou grávido e foi viajar, o loiro ficou com o nariz sangrando quase todos os dias. -Meu amor, fala comigo!

-O Jay... ele... ele tá namorando! -Jensen puxou a roupa da irmã pra se aproximar mais dela e ela o abraçou com toda força que conseguia. -Eu o perdi, Kath, eu perdi o amor da minha vida...

-Jen, fica calmo... -A loira não sabia o que dizer, então só ficou abraçada no irmão caçula.

...

-Ah, ótimo! Já comprei o presente dele, acho que ele vai gostar. -Jared sorriu, sempre falava com Jensen e Tom pelo celular, mas estava louco pra vê-los pessoalmente de novo, estava morrendo de saudades dos dois, e precisava apresentar Alex à eles, e incluir o namorado na família.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...