1. Spirit Fanfics >
  2. Sinais de Primeiro Amor. (Yuri) >
  3. Seis

História Sinais de Primeiro Amor. (Yuri) - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Seis


Ele chegou perto de mim. Apalpou o meu bumbum e saiu correndo.

Chitose: Mas... Mas o que foi isso?

Fiquei aliviada que nada pior aconteceu. Mas ao mesmo tempo, eu estava apavorada e enojada pelo ocorrido. Então fui para casa o mais rápido que pude. 

No outro dia...

No dia seguinte, eu contei para a Akira o que tinha acontecido.

Akira: Você está falando sério?!

Chitose: Sim. Foi assustador. 

Ela ficou com tanta raiva, como se tivesse acontecido com ela.

Akira: Isso é tão errado! Nós deveríamos pegar aquele desgraçado e acabar com a raça dele. 

Chitose: Akira...

(Por ela ser tão sincera, me faz sentir um pouco melhor.)

Chitose: Eu estou bem. Não durou nenhum segundo. 

Akira: Você...

Ela me encarou muito séria.

Akira: Você não tem que fingir comigo.

Depois de dizer isso, ela segurou a minha mão e me olhou com ternura. 

Chitose: Ok. 

Akira: Você ainda tem reuniões do comitê até tarde, né?

Chitose: Tenho.

Akira: Por que você não pede pro Asahi te acompanhar?

Chitose: Não posso. Não quero ser um estorvo para ele e eu não me sentiria à  vontade contando sobre isso para um garoto.

Akira: Entendi. 

(Eu acho que deixei ela ainda mais preocupada.)

Chitose: Mas eu me sinto muito melhor agora que falei com você. Só porque aconteceu uma vez, não significa que acontecerá de novo.

Akira: É o que eu espero. 

Eu realmente aprecio que ela se importe tanto comigo, mas como eu não queria mais incômodá-la, tentei soar tão energética quanto possível. 

Na saída...

(Está tarde de novo. Certo, desta vez eu vou tentar chegar em casa o mais rápido que der.)

Enquanto eu pensava nisso, eu vi a Akira parada no portão da escola. 

Akira: Oi, Chitose. 

Chitose: Akira? O que faz aqui?

Akira: Nada, só indo para a casa também.

Chitose: Só agora?

(Será que ela me esperou esse tempo todo? É tão legal da parte dela!)

Chitose: Obrigada por me esperar até agora. 

Akira: Eu não estava te esperando.

Chitose: Sei.

(Eu sei que você só disse isso para parecer legal.)

Chitose: Obrigada, Akira. De verdade. 

Akira: Tá, tá. Já chega. Você é realmente como um cãozinho me seguindo desse jeito.

Chitose: Mas com isso, você está dizendo que eu sou adorável, né?

Akira: Err... Sim.

Chitose: Não é nada mal ser elogiada.

Akira: Eu vou te deixar para trás!

Chitose: Ah, me espera!

No caminho...

Chitose: E no outro dia, a minha mãe...

Akira: Nossa, que coisa.

Nós fomos para casa conversando casualmente, mesmo estando escuro. 

(Se estivermos juntas, a rua assustadora não é tão ruim.)

Meus medos e preocupações eram espantadas pelas conversas divertidas. 

(Akira está sempre aqui por mim. Sinto que posso fazer qualquer coisa quando estou com ela.)

Então decidi propor algo.

Chitose: Akira, o que acha de sairmos juntas neste fim de semana?

Akira: No fim de semana? Tem algum lugar a onde você queira ir?

(Eu não pensei nisso.)

Chitose: O que acha de fazemos compras?

Akira: Claro. Mas alguma coisa?

Chitose: Que tal irmos ao cinema também?

Akira: Ok, vamos ver direitinho para ter como fazer os dois. 

 Chitose: Ótimo!

(Mal posso esperar para sair com ela no fim se semana.)

Em casa...

Chitose: Estou tão aliviada que nada aconteceu hoje.

Assim que entrei no meu quarto, larguei a bolsa da escola e sentei na cama.

Chitose: Foi mesmo muito legal a Akira ter me esperado. 

"Akira: Nada, só indo para a casa também."

Chitose: É tão a cara dela fingir que não estava esperando de verdade.  

(E nós temos planos de sair no fim de semana. Desde que nós tornamos amigas, todo o dia vem sendo tão divertido.)

Chitose: Preciso escolher o que vestir.

Assim que eu abri o meu quarda-roupa, percebi o meu celular vibrando. 

Chitose: Oh, é a Mayu.

Ligação (on):

Mayu: Oi, Chitose. Quer vir para a minha casa nesse fim de semana?

Chitose: Ah, desculpe, eu já tenho planos.

Mayu: Entendo. Você vai sair com os seus colegas?

Chitose: Sim, com a Akira.

Mayu: Então vocês duas já estão bem próximas, né.

Chitose: Não consigo escolher o que vestir. 

Mayu: Você já viu como ela se veste?

Chitose: Não, vai ser a primeira vez que nos veremos sem uniforme. Estou ansiosa para ver o estilo dela. E de novo, imaginei que ela fosse muito descolada e senti um pouco a pressão. 

Mayu: Você soa como se estivesse indo ao seu primeiro encontro com o seu novo namorado. 

Chitose: É...?

(Eu pareço tão animada assim?)

Chitose: Sim, eu acho que estou mesmo muito animada. Eu posso mesmo contar com ela para tudo. Eu queria ter um namorado assim. 

Mayu: Você estava tão preocupada no começo do bimestre. É ótimo que tenha feito uma amiga tão legal. Me apresenta para ela a qualquer dia. 

Chitose: Claro. Tenho certeza que assim que conversar com ela, vai entender o que eu estou dizendo. 

Mayu: Acha que eu vou querer um namorado como ela também? Agora eu estou ansiosa para isso!

Chitose: Vamos sair no próximo fim de semana. 

Mayu: Claro. Vamos acertar os detalhes depois. 

Chitose: Parece bom. Nos falamos depois. Boa noite. 

Ligação (off).

Eu desliguei e voltei a olhar o meu armário. 

Chitose: Mas é sério, o que devo vestir?

Eu separei algumas combinações, mas nenhuma parecia a certa. 

(Talvez eu esteja animada demais, como a Mayu disse. Mas é verdade que eu estou muito ansiosa por isso. Se tudo der certo entre a Akira e o garoto que ela gosta, será que ela vai colocar ele em primeiro lugar a vamos parar de sair juntas?)

Fiquei um pouco triste, afinal, acabamos de nos tornar amigas. 

(Mas, justamente por sermos amigas, eu deveria ficar feliz por ela.)

Entretanto, eu senti uma pequena pontada no meu coração. 

(Eu venho pensando muito nela desde que nos tornamos amigas. Deve ser porque eu consegui uma boa amizade com alguém que achava impossível de se aproximar. É isso mesmo.)

Eu senti algo que nunca tinha sentido antes. 

Fim de semana...

Finalmente era o fim de semana.

Chitose: O que achou do filme?

Akira: Foi a primeira vez que vi algo do gênero, mas foi melhor do que eu pensei. 

Chitose: Ótimo! Tive medo que você tivesse achado chato. 

Akira: Se tiver outro que pareça bom, vamos de novo.

Chitose: Com certeza!

Akira: Vamos passar no shopping?

Chitose: Vamos, vamos!

No shopping...

Enquanto caminhávamos pelo shopping, de repente, dois homens nos pararam. 

Homem A: Vocês estão sozinhas?

Homem B: Querem dar uma volta com a gente? 

Chitose: Err...

Akira: Vamos, Chitose.

Ela tentou ignorá-los.

Homem A: Qual é, não nos ignore. Nós vamos levar vocês num lugar bem mais legal.

Chitose: Por favor, nos deixa ir...!

De repente, um deles agarrou o meu pulso e eu não consegui me soltar. Akira agarrou a minha outra mão e tentou me puxar.

Homem B: Vocês duas são bem chegadas. Eu quero participar também!

Akira: Me solta, agora!

A outra mão da Akira foi agarrada pelo outro homem. Ela não podia se mover. 

(O que nós podemos fazer?!)

Chitose: Nos deixem em paz! 

Eu gritei e as pessoas ao redor nos viram, o que deixou os homens preocupados.

Homem A: Vamos, não sejam tímidas. Vocês disseram que viriam com a gente. 

Ele respondeu alto o bastante para todos ali ouvirem. Então, ninguém mais prestou atenção em nós. 

Chitose: Nós não dissemos isso! Nos soltem! 

(Alguém, por favor, nos ajude!)

???: Vocês poderiam soltar essas jovens?

(Essa voz...)

Akira: ...!

???: Não gosto de me meter nas suas amizades fora da escola, mas eles estão longe de parecerem os seus amigos. 

Chitose: Professor Minami!! 

Homem A: Huh, ele é o seu professor?

Homem B: Merda, isso parece um saco. Vamos embora. 

Graças ao professor, os homens perderam o interesse e foram embora. 

Chitose: Que alívio...

Keiichi: Vocês estão bem, meninas?

Chitose: Sim.

Akira: Muito obrigada. O senhor realmente nos salvou. 

Keiichi: Fico feliz em saber. 

(Oh?)

Quando ele tocou o ombro da Akira, as bochechas delas ficaram dor-de-rosa. Os seus olhos fixados nele até pareciam um tanto aguados. 

(Eu nunca vi ela olhar para alguém assim. Então é do Prof. Minami que ela gosta?)

Esquecendo completamente o que tínhamos acabado de passar, eu não pude parar de olhar para a Akira, que parecia uma garotinha apaixonada. Senti uma pontada de ansiedade. 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...