1. Spirit Fanfics >
  2. Sinais de Primeiro Amor. (Yuri) >
  3. Oito

História Sinais de Primeiro Amor. (Yuri) - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Oito


Eu me acalmei e fui para os armário.

Sou: Ah, Chitose. Você ficou surpresa?

Chitose: Hã?

Ele sorria como se soubesse de tudo.

(Como pode ele saber do que acabou de acontecer?)

Chitose: Como você sabe disso?

Sou: Relaxa, não é fofoca e nem nada. O próprio Hashimoto que veio me pedir conselhos antes. 

Chitose: Ah, então foi isso.

Sou: Tenho certeza que você já sabe, mas ele é mesmo um cara legal. 

Chitose: Sim, eu sei. 

Sou: Seria legal se você pudesse pensar um pouco sobre o que ele disse, positivamente, sabe?

Chitose: Certo. É que foi tão inesperado que a ficha ainda não caiu. 

Sou: Entendo. Bem, eu admito que você parece muito mais feliz junto da Akira do que qualquer garoto. 

Chitose: Pareço?

Fiquei surpresa com o que o Sou disse, mas, ao mesmo tempo, senti que ele estava certo. 

(É verdade que a Akira vem se tornando cada vez mais importante para mim. Isso ficou tão óbvio que as outras pessoas podem dizer só de olhar.)

Sou: De qualquer forma, foi legal da sua parte não rejeitá-lo na hora. Eu estava torcendo por ele, sabe? 

Chitose: Ah, o Hashimoto estava muito sério, então eu vou pensar seriamente sobre isso. 

Sou: Bom, eu não acho que você precise pensar demais, mas me deixe saber se você precisar de alguma coisa. Eu ouvirei só o suficiente para não deixá-lo com ciúmes. 

Chitose: Obrigada. 

Na saída...

Eu voltei para a sala, mas parece que a Akira já tinha ido embora. Já faz um tempo desde a última vez que eu voltei para a casa sozinha. 

(Minha mãe provavelmente vai perceber que há algo errado se eu não voltar direto para a casa. Talvez eu pare na pracinha.)

Na praça...

Eu estava sentada num banco, pensativa.

Mayu: Ah? Chitose?

Chitose: Oi, Mayu. 

Ela se sentou ao meu lado. 

Mayu: Você parece distraída. Aconteceu alguma coisa?

(Eu não deveria contar para todo mundo o que aconteceu.)

Chitose: Fica tranquila, não aconteceu nada. 

Mayu: Você é mesmo uma péssima mentirosa. Se não fosse nada mesmo, eu não teria te chamado. Você pode me contar, eu prometo ficar calada. 

Chitose: Eu agradeço. 

(Eu só a deixaria mais preocupada se não contasse.)

Chitose: Na verdade, um garoto se confessou para mim.  

Mayu: Nossa, mesmo?! Que incrível, Chitose! 

Chitose: ... Sim. 

(Eu me lembro que nós costumávamos sonhar à beça com o jeito ideal que ninguém se confessaria para nós.)

Mayu: Então, agora você terá um namorado. Estou com tanta inveja. 

Chitose: Mas eu só o vejo como uma colega de turma. Eu não posso namorá-lo se eu não sinto nada por ele. 

Mayu: Bem, sim, o ideal seria que vocês dois se gostassem, mas você pode eventualmente começar a gostar dele se vocês passarem um tempo juntos, né?

Chitose: Pode ser.

Mayu: Não custa nada tentar. 

Chitose: Tentar? Mesmo?

Mayu: É o que eu acho. Isso não o deixaria mais feliz do que receber um não sem nem saber o porquê?

Chitose: Hmmm... Eu ainda não tenho certeza. 

(O que eu devo fazer?)

No dia seguinte, no intervalo...

Akira: Você parece muito quieta hoje.

Chitose: Ah, é?

(Eu sou realmente fácil de se ler?)

Akira: Está tudo bem? Você por acaso comeu de mais?

Chitose: Ah, assim parece que eu como muito o tempo todo. 

Akira: Bem, você não cansa de falar sobre panquecas ou que quer comer mais doces. 

Chitose: É mesmo né. Eu estou pensando em algo mais sério desta vez. 

Akira: Hm...

Chitose: Akira...

Akira: Fala.

(Eu quero pedir os seus conselhos, mas como eu posso fazer isso?)

Chitose: Você já teve um namorado?

Akira: ... Eu acho que sei a onde você quer chegar. Mas alguma coisa aconteceu, senão você não me perguntaria algo assim.

Chitose: Hm, é...

Akira: Você não precisa me contar se não quiser, mas saiba que eu estou aqui para você. 

Chitose: Você... Promete não contar para ninguém?

Akira: Eu sou boa em guardar segredos. Além disso, não é como se eu conversasse com mais alguém além de você. 

Chitose: Obrigada. Na verdade, ontem... 

E eu desabafei com a Akira.

Akira: Ah, então foi isso. 

Chitose: Eu esperava que você pudesse me dar uma luz.  

Akira: Eu já tive paixonetes antes, mas numa um namorado.

Chitose: Entendo. Então como você sabe se estar apaixonada por alguém?

Akira: Depende da pessoa, não? Algumas pessoas ficam mais agitadas, outras mais relaxadas. Não tem uma resposta certa. Ele gosta de você, né?

Chitose: Sim...

Akira: Você tem os seus próprios sentimentos. Não tem que se importa com o que os outros vão achar. De qualquer forma, por que você não tenta conhecer ele um pouco mais?

Chitose: Hm... Obrigada, Akira. Eu sabia que poderia contar com você. 

Akira: Bom, não é como se eu tivesse dito muita coisa. 

Naquela tarde...

Hashimoto: Chitose, quer ir embora comigo? 

Chitose: Oh... Err...

(Só nós dois? Já que eu decidi que queria conhecê-lo melhor.)

Chitose: Claro, vamos.

Hashimoto: Legal!

Ele sorriu e parecia verdadeiramente feliz. Meio sem jeito por estar indo sozinha com ele, nós deixamos a sala.

No caminho...

(Ele é tão quieto. Talvez eu deva puxar assunto.)

Eu tentei pensar em algo que temos em comum. 

(Puxa vida, não consigo pensar em nada! Isso é tão estranho.)

Hashimoto: ... Me desculpe, Chitose.

Chitose: Huh?

Hashimoto: Por estar tão calado, mesmo quando fui eu quem te chamei. Eu estou tão envergonhado, mas eu fiquei tão animado por andar com você que não soube mais o que dizer. 

Chitose: Eu te entendo. É a minha primeira vez também, me desculpe por estar nervosa. 

Hashimoto: Você não tem que se desculpar. Mas eu me sinto um pouco melhor sabendo que não sou o único nervoso aqui.

Chitose: Hahaha, eu também. Foi mesmo estranho nós estarmos tão calados.

Hashimoto: Pois é. Eu não consegui dizer nada do que queria. Sinto muito mesmo.

Chitose: Não tem problema. 

(Nós numa havíamos conversado antes, mas até que é bem fácil falar com ele. Ele é um cara legal. Quem sabe eu me apaixone por ele.)

Eu comecei a imaginar como seria sair com ele. Meu coração bateu rápido. 

(Eu sou tão novata nisso.)

Hashimoto: Chitose, estamos quase nas férias de verão. Quer ir ao festival?

Chitose: O festival?

Hashimoto: Ah, não precisa ser só nós dois! Podemos chamar mais gente. O que você acha? 

Chitose: Eu vou pensar nisso. Obrigada.

Hashimoto: Ok. Tenho certeza que o Sou e o pessoal vão também. Vai ser divertido!  

(Será que a Akira também viria se eu a convidasse? Seria divertido ir com ela.)

Chitose: Bem, minha casa fica para esse lado. 

Hashimoto: Oh, ok.

O sorriso dele ficou um tanto triste. 

Hashimoto: Te vejo amanhã. 

Chitose: Até amanhã. 

Em casa...

Chitose: Aff, estou cansada de ficar tão nervosa. 

(Talvez eu ligue para a Akira.)

Ligação (on):

Akira: Você parece cansada.

Chitose: Eu até que consegui falar com ele normalmente, mas... Será que uma hora eu me acostumo? 

Akira: Hm, quem sabe. Mas se você não desgostar de falar com ele já é um bom começo. 

Chitose: Acho que sim. 

(Eu não desgostei, mas...)

Chitose: Ah, sim. Ele perguntou se eu queria ir ao festival de verão com o pessoal. Você estará livre?

Akira: No dia do festival? Descupe, não vai dar. 

Chitose: Ah, você já tem planos?

Akira: Bem... O Prof. Minami estará dando aulas extras no verão, então eu pensei em ir. 

(Aulas extras com o Prof. Minami...)

Chitose: Que legal que você vai poder vê-lo durante as férias também. 

Akira: Eu não estava pensando nisso.

Chitose: Não mesmo? Nenhum pouquinho? 

Akira: Não é totalmente mentira, mas...

Chitose: Você está se dedicando aos estudos por causa dele?

Akira: Ah, para. Eu vou desligar. 

Chitose: Hahaha, descupe, desculpe. Seja como for, teremos bastante tempo. Vamos sair bastante. 

Akira: Claro, eu vou conferir a minha agenda e te aviso se qualquer coisa. 

Ligação (off).

A voz dela soava mais doce que o normal. Eu desliguei me sentindo animada para as férias. 

(Espero que possamos nos divertir muito juntas.)

Então eu percebi uma coisa.

(Eu sempre sonhei em passar as minhas férias com um namorado. Se eu disser sim ao Hashimoto, isso vai se realizar. Mas... Por que eu não consigo parar de pensar na Akira...?)

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...