1. Spirit Fanfics >
  2. Since the day >
  3. Mudanças

História Since the day - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


hey, It's me your venice bitch. Voltei e espero que gostem desse, vou acabar trazendo mais informações dos personagens com os capítulos.

Capítulo 3 - Mudanças


A mudança é lenta, fria e dolorosa, não abre espaço para o passado e deixa uma enorme dúvida sobre o futuro. Mas a mudança também é ágil aconchegante e prazerosa, te faz ter esperança em dias melhores.  

 

 O dia começava terrivelmente agitado na empresa Montgomery, a construtora mais renomada do leste do país. Addison se encontrava entre reuniões pilhas de trabalho acumulado e quantidades inestimáveis de xicaras de café. Após um mês de sua ausência parecia que a empresa se converteu em caos, ou talvez fosse apenas exagero seu e a única que estava em uma bagunça era si mesma.  

Após acompanhar o projeto feito pela sua equipe para que tudo saísse como o esperado, mesmo sendo uma empresa de confiança e de grande nome no estado Addison sempre acompanhava os projetos para ter certeza que eles atingiam o grau de satisfação pretendido pelo cliente. Talvez não fosse uma chefe muito agradável, mas gostava desses momentos com sua equipe reunida. Calliope era sua socia, formada em design ajudava a amiga na direção da empresa e também em projetos importantes, Addison podia contar com a morena afinal sempre contava, eram melhores amigas e só Torres que aguentava a ruiva de um jeito que ninguém mais conseguia.  

 - Obrigada por segurar as pontas por aqui Calli. -  Addison disse agradecendo a amiga após terminar a reunião com sua equipe. 

- Você sabe que não precisa me agradecer afinal somos amigas, amigos servem pra quando você viaja repentinamente para outro país e só me conta quando está lá.  

- Desculpa ok? -  Montgomery disse, tentando acalmar a amiga que parecia um pouco chateada - Foi de última hora, mas eu precisava desse tempo.  

- Eu sei Addie, só me sinto mal, afinal foi seu divórcio eu deveria ser a boa amiga e ter pegado o primeiro avião para comer croissant e beber garrafas de vinho com você. 

- Tudo bem, você esteve está aqui por mim agora, e tudo o que eu mais quero é tomar um bom vinho. 

 As duas almoçaram em um restaurante perto da empresa, Addison contava os detalhes da viajem para a amiga que prestava atenção na rara animação de Montgomery. 

- Nossa se eu não te conhecesse direito diria até que Paris te deixou diferente. - A ruiva riu do comentário  

- Culpe aquela loira. - Falou sem pensar. 

- Que loira?  

- Loira? Que loira? Callie eu sou ruiva.  

- Addison, não me enrola. Quem é essa loira?  

 Depois de contar sobre o pequeno acidente e como Grey foi gentil com ela, terminaram o almoço e seguiram para a empresa. Callie seguia inquieta o que fez sua amiga questiona-la. 

 - O que foi Torres? - A morena continuava em silêncio - Anda pergunte antes que eu me arrependa. 

- Você não está gostando dessa tal Meredith está? - Addison riu antes de responder à pergunta. 

- Claro que não, porque a pergunta?  

- Eu não sei Addie. - Sorriu olhando para a amiga. - Você parece que começou a gostar dessa mulher rápido demais, parece seus romances anos atrás.  

- Ela é noiva e com certeza hetero. Não fantasie Calli.  

- Isso ainda é estranho pra mim. - O assunto se encerrou quando as duas voltaram aos seus afazeres. 

 Addison ainda tinha muitos assuntos pendentes, resolveu ficar até mais tarde em sua empresa revisando contratos. Porém os seus pensamentos voltavam para o que sua amiga tinha dito  

- Estou ficando mais louca que a própria Calliope. - Riu com seu próprio comentário, e na sua mente aquilo parecia engraçado, mas no fundo sabia que tinha gostado da mulher rápido demais. Talvez fosse só sua mente, só que aquilo era estranho demais até para ela mesma. 

 

... 

 

- Meredith? Ei – A loira foi acordada de seus pensamentos pelo noivo a sua frente. - Tudo bem? Você parece um pouco distraída. Aconteceu algo. 

- Tudo bem só me perdi nos meus pensamentos. - Deu um sorriso e recebeu um breve beijo.  

- Eu preciso ir, antes que fique mais tarde e eu não resista. - Grey concordou o acompanhando até a porta. - Tchau. - Mais um beijo fora dado, e assim ambos se despediram.  

 Meredith voltou para a sala aonde estava a sua irmã e sentou no sofá assistindo alguma coisa que passava na televisão.  

- Lexie? - Chamou atenção da mais nova, que a olhou prontamente abaixando o volume da televisão. - Você acha que é cedo? 

- Ainda são 10 horas Mer, do que você está falando?  

- Do casamento, Lexie eu não me sinto pronta, não depois... 

- Da mamaẽ e do papai? - Eles eram complicados, sabe vocês são diferentes. Você o ama não?  

 - Sim, mas... - Os pensamentos de Grey estavam barulhentos – Acho que estou a pensar demais. Pegou o celular da mesa lateral e começou a conferir as notificações, mas nenhuma lhe chamou atenção. 

- Então, esperando um sinal da Satã? 

- Quem? - Perguntou mesmo já sabendo quem a irmã se referia.  

- A ruiva louca.  

- O nome dela é Addison e não, eu não estou esperando sinal nenhum, nem sei o que você está insinuando. - Disse devolvendo o celular ao mesmo local.  

- Tudo bem então... eu vou dormir. Boa noite Mer. - Disse se dirigindo as escadas e indo dormir. 

 Meredith pegou o celular novamente checando a aba da conversa com a ruiva, lembrou que tinha visto a mesma mais cedo quando estava fazendo uma entrega para o restaurante em que Montgomery almoçava com uma mulher morena, pareciam intimas uma da outra. Pensou novamente em mandar algo. “Tudo bem? Como foi o seu dia”, apagou pensando não ser uma boa ideia, não queria atrapalhar. Mas logo o seu celular vibrou dando um susto na loira que estava perdida em seus pensamentos novamente. Conferiu e era uma mensagem da própria Addison.  

 ADDISON MONTGOMERY - Está pensando em me dizer algo ou é o gato comendo o seu teclado? 

 Grey percebeu então que a mulher tinha ficado online a poucos minutos vendo sua indecisão, sentiu raiva do jeito que Addison podia ser sarcástica. Deixou seu telefone na sala e foi pegar um pouco de vinho na cozinha. Não iria responder à mensagem da mulher, iria apenas esquecer que aquela situação estava de fato acontecendo. O plano foi por ralo abaixo após alguns minutos depois quando o celular começou a tocar. Meredith viu no visor o nome da ruiva, hesitou por algum tempo até desistir e atender logo a ligação.  

- Addison o que foi? - De pronto respondeu sem paciência. 

- Eu que te pergunto Meredith. O que foi? 

- Eu... Eu bem. - Suspirou. - Eu só iria te dar uma boa noite.  

- Me dar uma boa noite? - Ao ouvir a ruiva repetir aquilo lhe fez sentir tão idiota por escolher tão mal as palavras. - Grey? - Addison perguntou após não ouvir nada vindo da loira.  

- Sim.  

- Tudo bem? - A voz de Addison se tornava mais suave, parecia até preocupada. Ao ouvir aquilo Meredith fechou os olhos e virou a taça de vinho que estava em sua mão. 

- Eu te vi hoje, almoçando no restaurante. Eu ia mandar mensagem pra saber se está bem. - Falou de uma vez, antes que jogasse qualquer outra desculpa. 

- Ah então estava com saudades de mim?  

- Você é tão convencida.  

- Meredith se me viu porque não foi falar comigo? 

- Você estava com essa mulher e eu não quis atrapalhar. - Escutou a outra mulher soltar uma pequena risada com o seu comentário. - O que é tão engraçado pra você Montgomery? 

- Supondo que você não esteja com ciúmes, já que nem minha falta diz que sentiu... você só é uma boba por achar que iria atrapalhar o almoço entre mim e minha amiga. Eu teria ficado feliz em vê-la Grey. - Dessa vez foi Grey que sorriu com o comentário da ruiva, era tão bom para ela ouvir aquilo. 

- Eu não disse que não senti saudades.  

- Então confessa que sentiu? - Meredith sabia que a mulher queria ouvir um sim, mas não iria confessar tão fácil. 

- Boa noite Addison. - Ia desligar, quando ouviu seu nome dito com um pouco de pressa. - Já está tar.. 

- Quem sabe eu possa passar na floricultura no fim da semana? Eu estou com muito trabalho ultimamente... então espero que pelo menos até lá eu possa te ver.  

- Claro você sabe o endereço. Boa noite novamente. 

- Boa noite Grey. 

 Era tão bom pra Meredith ouvir aquilo, estranhamente bom. Addison tinha uma amizade muito boa para a mulher. Ou era a maneira que ela pensava. 


Notas Finais


É como aquela música né pessoal.. '' AMIGA O CARAI, EU QUERO É BEIJAR A SUA BOCA '' -GirlsInRed


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...