História "Since we were 18" "SIXTEEN" - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson
Tags Harry Styles, Houis, Larry, Larry Stylinson, Louis Tomlinson
Visualizações 35
Palavras 1.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Chapitre Treize


Intervalo da Batalha de Bandas
Banheiro
2007.

 

Louis lavava as mãos quando um garoto de cachinhos entrou e se dirigiu a pia ao seu lado.

“Hi.” ele disse enquanto o encarava pelo espelho.

 

Harry ligou a torneira na hora em que o garoto ao seu lado o deu ‘oi’ e, de alguma forma, a água espichou e o molhou.

“Oops. Desculpe. Eu sou tão desastrado.”

–––///–––///–––

 

10 anos atrás
17Black
22h54min.

 

Mais cedo naquele dia Harry havia recebido a ligação que o trouxe a esse jantar.

“Olha aqui seu merdinha. A minha irmã está no quarto chorando a tarde inteira. Como você teve coragem? Eu espero que esteja feliz sua bichinha. Você e aquele Tomlinson!”

Ele não ligou para os insultos. Estava feliz demais. A vida estava à seu favor.

Primeiro: Ele havia reencontrado aquele garoto a quem conhecera em uma batalha de bandas anos antes.

Segundo: Havia sido classificado no XFactor. E o garoto também. E, no fim, eles estavam juntos em uma banda e com outros três garotos incríveis.

Ele se lembra do primeiro beijo deles. Foi após o fim da batalha. Eles saíram para uma volta. Harry tinha 14, o garoto 16 e ambos eram solteiros na época.

Quando se reencontraram o garoto já não era mais solteiro. Namorava uma garota de sua escola. Harry nunca vai esquecer o sorriso com direito a ruguinhas nos olhos que recebeu.

“Curly!!” ele gritou pulando nos braços de Harry.

“Boo Bear!!” ele respondeu. Sabia que o outro não gostava de ser chamado assim por ele. Sabia também que isso era mentira.

“Nunca me perdoarei por ter te contado isso.”

 

Agora eles comemoravam o contrato assinado com Simon, mas, para Harry e Louis a noite pedia comemoração por outro motivo também.

Louis era só de Harry agora. Ele tinha terminado com Carol, como disse que faria após se beijarem escondido pela primeira vez, de novo, nos bastidores do XFactor.

Harry tinha sorrido e beijado Louis com mais vontade.

Harry se levantou sorrindo largo e estendeu a mão para Louis quando You’re Still The One começou a tocar.

“Dança comigo, Lewis?”

“Eu não sei dançar Harold.”

“Não é tão difícil. Dois para lá, dois para cá. Vem?”

Looks like we made it. Look how far we’ve come my baby.

Shania começou a cantar e Harry colocou suas mãos em volta do pescoço de Louis, que segurou firma em sua cintura.

“Olha í. Você até que dança bem.” Harry falou para Louis.

“Você está sendo gentil. Até demais.” Louis respondeu e puxou Harry para mais perto e este encostou a cabeça em seu ombro.

Ain’t nothin’ better. We beat the odds together.

Louis apertou a cintura de Harry e sussurrou contra sua orelha.

“Eu acho que gosto mais de você quando está vestido de preto dos pés à cabeça.” e depositou um beijo em seu pescoço.

Harry riu e chegou mais perto.

“Eu acho que gosto mais de você quando você está só comigo e com mais ninguém.” e depositou um beijo leve no lóbulo de sua orelha esquerda.

“Justo.” Louis respondeu rindo.

Eles ainda dançavam quando chegou o final da música e Louis afastou Harry o suficiente para que pudessem se olhar.

You’re still the one I kiss good night.” ele sussurrou e se abaixou beijando Harry.

Eles não sabiam que o que sentiam naquela época só iria aumentar. Não sabiam por tudo pelo o que passariam, mas, se soubesse, e você perguntasse se eles passariam por tudo de novo, a resposta seria uma só.

Sem pensar duas vezes.

–––///–––///–––

 

Los Angeles
2017, 13 de agosto
5h para o Teen Choice.

 

Louis se jogou no sofá dramaticamente.

“Por favor, amor. Eu não quero ir sem você. Como você pode ser tão cruel comigo Edward? Se não me quer mais, é só me jogar logo na rua.”

Harry riu da cozinha e colocou a travessa no forno. Ele andou até o lado da ilha que dava visão livre da sala e se encostou cruzando os braços e sorrindo enquanto olhava Louis.

“Dramático.” ele falou ainda sorrindo largo.

“Não dirija a palavra a mim seu cretino. Eu vou ligar para o Michael e dizer que você não está cumprindo os seus votos de casamento e que eu quero o divórcio.”

“Você não faria isso.” Harry falou boquiaberto entrando no jogo de Louis que lutava para não sorrir.

“Eu faço qualquer coisa Hazza, mas vai comigo.”

“Qualquer coisa?” Harry falou finalmente saindo da cozinha e caminhou devagar em direção a Louis com um sorrio malicioso no rosto.

“Qualquer coisa.” Louis respondeu achando que tinha ganhado Harry quando sentou em colo no sofá e o beijou.

“Hum... Deixa eu ver...” Louis beijava seu pescoço e acariciava seu peitoral. Ele já podia sentir Harry ficando duro. “Não, já tenho tudo que quero. Mas agradeço a oferta.” Harry tirou Louis de seu colo e saiu o deixando com  cara de paisagem no sofá.

 

3h para o Teen Choice

 

“Vai ficar sem falar comigo quanto tempo?” Harry perguntou entregando a Louis um pedaço da torta que ele fizera. Louis aceitou a torta, mas não falou com Harry. “Lou, eu quero ir com você. Você sabe que eu quero.” Louis o encarou sério. “Mas, se tem algo que eu agradeço aos céus por termos dado a pausa é o fato de não precisar mais ter que ver você agindo como se fosse namorado dela na minha frente.”

Louis entendia, claro que entendia.

“Eu sei amor. Mas é minha primeira apresentação sozinho, o XFactor não conta, e você estava lá de qualquer forma. Enfim, a Bebe não é você. Eu preciso do seu apoio moral lá Harold, para quando eu quiser surtar.”

Harry já tinha se dado por vencido. Ele se bateu internamente por se quer pensar em deixar seu pequeno sozinho em um dia o de hoje. Ele abriu a boca para concorda, mas Louis foi mais rápido.

“E se eu parar de fumar, você vai? Vamos lá Harry, eu dou uma coisa que você quer e você me da uma que eu quero.” Louis falou sorrindo.

“Você até que é sexy com aquela morte na boca.” o sorriso se desmanchou e Louis o encarou com cara de poucos amigos. “Você não pararia mesmo.”

“Prometo que paro.”

“Promete é?” Harry perguntou rindo. Ele sabia que Louis não pararia, mas entrou na brincadeira.

“Prometo.”

“Diga para prepararem aquela fantasia de Panda. Eu não perco meu pequeno grande esposo por nada.”

Louis sorriu e pulou no colo de Harry.

No fim, foi uma noite só deles.


Notas Finais


Vocês devem se pergunta,
Mas, Lou, por que a fic é para 18 anos se não aparece nada além de bêbado caindo e um bebê aprendendo coisas da vida...
Respondo no próximo.
NO CONTROOL.
Parei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...