História Singular - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~monwriters

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Min Hyuk, Won Ho
Tags Fem!au, Minhyuk, Monsta X, Monwriters, Wonho, Wonhyuk, Xcollab
Visualizações 121
Palavras 5.735
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, Orange, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais uma fanfic para o projeto Monwriters <3 Espero que vocês gostem ^^/

Boa leitura <3

Capítulo 1 - Único


Hoseok era completamente diferente de Minhyuk em diversos aspectos, sua namorada era agitada e completamente sonhadora, voava longe em sua própria imaginação, cada semana de suas férias do colégio estava com uma cor de cabelo diferente, isso quando não inventava de colorir ele com todas as cores do arco-íris. Já a Shin, era completamente cética, o único sonho que sustentava era se formar logo na faculdade e não ter mais que estudar feito louca todos os dias da semana e mal ter vida, andando sempre com um livro em mãos, não importando onde.

Em todos os aniversários de Minhyuk, elas iam fazer alguma coisa ou acabavam fazendo uma festa com os seus amigos, mas naquele ano, Hoseok queria dar um dia de princesa para a namorada e nada iria lhe impedir. Apenas seria engraçado quando aparecesse na porta da casa da mais nova, ela não sabia de nada do que estava planejado e as caretas de surpresa da colorida sempre eram as melhores, Kihyun e Changkyun tinham uma pasta só com os memes criados pela Lee.

Pegou a Pônei de pelúcia que iria dar de presente para a mesma e guardou dentro de sua mochila, também havia pedido secretamente para a mãe da outra para dormir ali, queria garantir que nada estragasse seus planos. Estava ignorando completamente todas as mensagens da outra e ligações também, sabia que ela estava provavelmente brava consigo por causa daquilo, mas sua ideia era exatamente aquela, Kihyun e Hyungwon tinham se encarregado de colocar mais lenha na fogueira. Apenas esperava que a Lee não lhe expulsasse antes mesmo de abrir a boca para falar.

Parou em frente à casa da namorada um tanto nervosa, ela não queria brigar, mas possivelmente era o que iria acontecer, Minhyuk odiava ser ignorada, principalmente quando Hoseok fazia aquilo. Tremia fortemente apenas de imaginar a colorida brava consigo, ela sempre estava de bom humor e sorrindo, mas não era uma boa ideia deixa-la irritada. Esperou que a namorada abrisse a porta para si, mas quem fez isso foi sua sogra, cumprimentou-a brevemente e seguiu para o quarto da outra, respirou fundo várias e várias vezes antes de entrar no quarto da mesma, não porque tinha medo de pegá-la de toalha ou coisa do tipo, mas sim, medo de perder a vida.

— Minnie? — Chamou a outra ao colocar apenas a cabeça para dentro do cômodo, sorrindo de forma doce ao ver a namorada desligando o som alto e parar de dançar a coreografia que tentava decorar. — Está praticando no dia do seu aniversário? Achei que...

— Você não tem que achar nada, vai embora. — Minhyuk disse jogando uma das almofadas próximas de si na namorada, fazendo um bico manhoso. — Vai conversar com as suas outras amigas, aproveita, procura uma outra namorada também.

— Está brava comigo? Mas... Eu nem fiz nada. — Hoseok disse ignorando a outra, desviando da almofada e entrando no quarto, se aproximando da namorada e abraçando-a por trás, mesmo sendo um pouco mais baixa que a mesma. — Retocou a cor do seu cabelo? Ficou bonita.

— Vai embora, eu já disse que não quero você aqui. — Minhyuk ainda se fazia de durona, virando o rosto, mas suspirando com os selares que a mais velha começava a depositar em seu pescoço exposto. — Tô brava com você, para com isso. — Disse, mas nem mesmo se movia, muito pelo contrário, deixava a outra beijar à vontade seu pescoço.

— Tudo bem, furacão Rainbow Dash. — Hoseok brinca rindo, beijando várias vezes a bochecha da namorada. — Vou levar minha mala que ia passar a noite embora, dar os ingressos do filme que você queria ver para Hyungwon e Changkyun... Também dar o presente para Kihyun... Voltar para casa e apenas imaginar a noite incrível que iria ter com a pessoa que mais amo nesse mundo.

— Assistir ao filme que eu queria é? — Minhyuk perguntou mais interessada, virando-se para Hoseok como se não tivesse feito todo aquele drama por causa da namorada lhe ignorando. Sorria de canto um tanto maliciosa, segurando nos ombros da mais baixa e logo selando seus lábios de forma rápida, porém, carinhosa. — Talvez eu possa pensar se posso te perdoar no meio do filme... Podíamos ir comer em alguma churrascaria depois ou comer frutos do mar...

— A senhoria que manda essa noite. — Hoseok riu, a Lee realmente não prestava. — Mas antes... — Se afastou, indo até a sua mala e pegando a pônei de pelúcia, ela era um pouco maior que as normais, lógico, era a preferida de Minhyuk. — Feliz aniversário, meu pequeno arco-íris! — Disse estendendo a Rainbow Dash para a Lee, que parecia uma verdadeira criança pegando a pelúcia e agradecendo Hoseok pelo presente.

Minhyuk usava um kigurumi de ursinho que havia ganhado de aniversário no ano anterior de Kihyun, ela usava aquilo com frequência em casa, Hoseok achava que ficava uma gracinha. A mais nova era mesmo uma criança que jamais cresceria, ela era viciada em My Little Pony e gostava de coisas ditas como “coisas de crianças”, mas a Shin não se importava nenhum pouco com aquilo, achava a namorada uma graça usando e gostando daquelas coisas, afinal, o que ela gostava de assistir ou usar, era ela quem decidia e aquilo não a fazia mais ou menos infantil. Minhyuk era única e Hoseok era completamente apaixonada por sua singularidade.

Assim que a Lee terminou de se vestir, seguiram até o shopping para assistir ao filme que Hoseok havia comprado os ingressos, Minhyuk estava completamente saltitante já na fila para comprar pipoca e refrigerante, a namorada ainda fez questão de comprar alguns doces para si também. A colorida estava sorrindo tanto que nem se importava com o fato da mais velha ter lhe ignorado aqueles dias, ela tinha sua vingança garantida, sabia que a outra iria passar a noite em sua casa, no momento, apenas aproveitaria o filme e também todo o mimo que poderia receber nesse dia.

— Estão todos olhando pro seu cabelo. — Hoseok comentou rindo, as crianças pareciam hipnotizadas com o cabelo de Minhyuk. — As crianças parecem estar vendo a versão real da pônei.

— Eu sou quase um cosplay da Rainbow Dash, não me impressiona estarem olhando pra mim. — A Lee riu baixinho, não se importando com todos os olhares sobre si.

— Fico com ciúmes de todos olhando pra você... — Brincou rindo, abraçando a outra por trás, sem se importar com o público. — Onde você vai querer ir depois daqui? Te deixo escolher.

— Ah, sua ciumenta. — Minhyuk riu baixinho, beijando a bochecha da Shin. — Pra minha cama. — Disse certa, não sabendo se dizia aquilo num sentido malicioso ou cansado.

— Sério? — Perguntou um tanto decepcionada com a resposta, não levando para o lado malicioso. — Pensei que íamos ir na área dos brinquedos que você tanto gosta... — Comentou apontando para a outra direção.

— Então podemos ir na área dos brinquedos. — Minhyuk sorriu largo. — Vamos andando mais rápido ou não pegaremos bons lugares no cinema. — Disse começando a andar mais rápido, puxando a namorada consigo.

— Você é muito apressada. — Hoseok comentou tentando acompanhar os passos da mais nova, rindo um pouco com os outros olhando para elas sendo um tanto escandalosas, mas ignorava aquilo, ficava um pouco envergonhada. — Relaxa, só vai ter pai e criança na sessão. — Brincou.

Minhyuk mal ouviu Hoseok, só a puxou consigo para a fila do cinema, esperando conseguir bons lugares para assistirem o filme, odiava pegar lugares ruins quando ia ao cinema, por isso não queria demorar a escolher onde sentariam. E realmente como a Shin havia dito, só haviam crianças ali, que arregalaram os olhos ao lhe verem ali, dizendo para seus pais também olharem, começando a rir baixinho com tudo aquilo.

A Shin adorava ver como as crianças pareciam realizadas em ver Minhyuk com seus cabelos multicoloridos e a felicidade que a mesma parecia com toda aquela atenção que recebia. Fez questão de pagar tudo para a namorada e deixá-la escolher o lugar onde iriam sentar, muitas crianças pediam para sentar perto de onde elas estavam apenas para estar perto da Lee, algumas tiravam fotos delas escondidas para mostrar para suas amigas depois. Se sentia uma idol famosa.

A Lee focou-se em prestar atenção no filme, esquecendo-se completamente de que estava no cinema, adorava filmes infantis e aquele era um de seus favoritos, conversava vez ou outra com Hoseok, roubando um pouco de pipoca da mesma quando a sua acabou, e fez o mesmo quando sua latinha de refrigerante esvaziou por completo. Já Hoseok, assim que o filme começou o sono lhe invadiu, ela não gostava de My Little Pony ou filmes infantis no geral, na metade do filme, já estava com a cabeça deitada no ombro de Minhyuk completamente adormecida, nem mesmo via a outra roubando sua comida.

A mais nova só se deu conta de que a namorada havia dormido quando o filme acabou, acordando-a fingindo estar brava por ela ter dormido e agora não ter mais ninguém para comentar sobre o que havia acabado de assistir, ela gostava de falar sobre o filme, e Hoseok não tinha nem tentado apreciá-lo.

— Pode me contar o filme, se esse é o problema... — Hoseok disse ainda um tanto sonolenta enquanto saía da sala de cinema acompanhada da namorada, segurando na mão da mesma e resmungando quando a luz atingiu seus olhos. — Vamos jogar naquela mesa? Ou tentar pegar algum ursinho?

— Apostando? — Minhyuk perguntou olhando para a namorada, estava brava, mas não conseguiria ficar assim por muito tempo.

— Claro, apostando o quê? — Perguntou interessada no assunto, olhando para a outra e mexendo suas mãos.

— Hm... — Minhyuk pensou em tantas possibilidades que não diria metade em voz alta, olhando para a mais velha também e sorrindo de canto. — O que você gostaria de apostar? — Indagou.

— Hoje é o seu aniversário... Então, você escolhe a prenda. — Riu, sabendo bem o que se passava na mente da outra.

— Então... A gente resolve isso na minha cama. — Minhyuk piscou para Hoseok com um sorriso ladino, começando a andar para onde haviam os estabelecimentos de jogos.

Hoseok sorriu de canto entendendo o recado e indo até o local de jogos, ela acabou pagando também as fichas para a mesa de hóquei, pegando um dos plásticos e entregando o outro para a namorada, vendo a outra ligando a mesa e pegando o disco. Não demorou nem meio segundo para a Lee dar a sua primeira tacada no disco, fazendo-o atravessar toda a superfície da mesa em direção do gol de Hoseok. Porém, a outra não estava com intenções de tentar vencer.

Minhyuk comemorava a cada ponto ganho, rindo alto ao ver que estava ganhando de lavada da namorada, já pensando no que poderia fazer quando chegassem em sua casa, se empenhando para terminar o jogo logo, ganhando é claro, achando engraçado como a Shin não ficava triste quando perdia para si.

Quando o tempo da mesa acabou, Minhyuk tinha feito o dobro de pontos que Hoseok, mas a arroxeada nem mesmo se importava com aquilo, até mesmo ficava curiosa em saber qual seria a prenda que a outra lhe faria pagar ou sofreria. Saíram da área de jogos com Minhyuk toda feliz e falante por ter ganhado de lavada da namorada, a outra apenas ria da comemoração exagerada da colorida.

— Tudo bem então, senhora vencedora, eu como uma ilustre serva de sua senhoria, posso lhe pagar um sorvete? — Perguntou apontando para o stand da sorveteria, era a última coisa que fariam antes de ir embora.

— Pode, mas só porque eu estou boazinha. — Minhyuk concordou seguindo com a namorada para a sorveteria, sorridente por ter ganhado, e já com pensamentos nada castos.

— Você vai querer de tuti-fruti? — Perguntou já entrando na fila para pedir o sorvete.

— Eu quero de morango. — Disse abraçando a namorada de lado, sorrindo de canto.

— Tudo bem. — Concordou, pediu os sorvetes assim que chegou a sua vez e não demorou para estar com eles em mãos, entregou o de Minhyuk para ela e começou a andar em direção a saída do lugar, enquanto conversava sobre o filme, que havia visto pela metade, e também sobre o jogo que havia perdido, enfatizando várias vezes como a Lee era boa naquilo e que não teve nem chance contra ela.

Minhyuk se sentia a melhor jogadora do mundo com os elogios de Hoseok, sorrindo largo com tudo aquilo, aproveitando para contar o restante do filme enquanto voltavam para sua casa, tomando seu sorvete de forma despreocupada. A outra prestava atenção em cada palavra que a mais nova dizia, tinha terminado o seu sorvete o mais rápido que conseguia para dirigir de volta para a casa da mesma, sorrindo largo com a animação da colorida, talvez, não fosse tão ruim com encontros como imaginava.

Assim que chegaram na casa da Lee, cantaram parabéns junto com os pais da mais nova e comeram um pedaço de bolo, mas não demoraram para subir até o quarto de Minhyuk, Hoseok estava se sentindo realmente realizada em ver o sorriso imenso no sorriso da namorada.

— O bolo estava muito bom... — A arroxeada comentou se jogando na cama da mais nova, abraçando a pelúcia da Rainbow Dash que havia dado para a outra. — Vou embora rolando daqui amanhã de tanto que comi. — Diz de forma dramática, levantando de leve a sua blusa e passando a mão pela sua barriga como se estivesse estufada.

— Não precisa ir embora amanhã. — Minhyuk disse se aproximando da cama, rindo baixinho ao ver o estado da namorada. — Eu falei pra comer mais devagar. — Disse convencida.

— Mas é que o bolo estava muito bom. — Justificou sua rebeldia fazendo um biquinho. — Não preciso? Capaz da sua mãe me expulsar se eu não for embora.

— Hm... — Minhyuk se colocou no colo da namorada, aproximando-se do ouvido da mesma e rindo nasalado. — Eu tranquei a porta, neném. — Riu baixinho. — Não tem como ela nos atrapalhar...

— E a senhora pretende fazer o quê aqui comigo até amanhã? — Hoseok perguntou sorrindo de canto, deixando uma de suas mãos irem até a coxa da outra e apertar ali de leve.

— Ainda estou pensando. — Minhyuk riu. — O que você acha que eu devia fazer com você? — Perguntou.

— O que a vossa senhoria quiser fazer. — Hoseok estava literalmente nas mãos de Minhyuk, nem mesmo se importava com seu destino.

A Lee mordeu os lábios, parando por um momento para admirar a Shin, deixando suas mãos irem até a blusa da mesma, levantando-a sem pestanejar e retirando-a rapidamente, procurando o fecho do sutiã sem quebrar o contato visual que mantinham, exclamando um "ops" assim que a peça deixou o corpo da mais velha, nem se importando onde o mesmo havia parado, abaixando-se lentamente e deixando alguns beijos acima dos seios de Hoseok, apertando-os delicadamente com ambas as mãos.

Riu da outra se fazendo de inocente quando retirou seu sutiã e blusa, mas nem mesmo se importava, deixando suas mãos irem até a cintura da mesma e logo desceu ambas, apertando de leve as nádegas da mais nova, suspirando fundo com a mesma apertando seus seios, aquilo lhe causava uma sensação gostosa. Suas mãos voltaram a subir pelo corpo de Minhyuk, puxando a blusa da mesma para cima e logo a retirando, antes de sentar-se na cama e puxá-la para um beijo, enquanto abria o sutiã da outra e deixava suas mãos percorrerem pelas costas nuas de Minhyuk, mordendo de leve os lábios dela e suspirando em meio ao ósculo.

A mais nova arrepiou-se com as mãos da namorada em si, aprofundando o beijo sem nem pensar duas vezes, ajeitando-se no colo da mesma, continuando com as mãos nos seios da Shin, dessa vez, apertando ver ou outra os mamilos durinhos, gostando de ouvir a mais velha suspirar com aquilo.

Hoseok se afastou do beijo de forma natural, deixando várias mordidas e selinhos nos lábios da namorada, suspirando com os dedos da mesma apertando seus mamilos, levou seus lábios até o pescoço da namorada, cheirando ali brevemente antes de deixar um breve selar ali, mas desceu-os um pouco mais até um dos seios da mesma, lambendo o mamilo rosado uma única vez antes de chupá-lo com vontade, enquanto sua outra mão segurava a Lee em seu colo de forma firme, não permitindo que ela se afastasse de si.

Minhyuk gemeu fechando os olhos, segurando-se firme nos ombros de Hoseok para não cair dali, sentindo seu corpo começar a reagir, aproveitando para gemer livremente o nome da namorada sem pudor algum, não demorando a deixar uma de suas mãos irem até os cabelos da mesma, segurando-os com certa força, arqueando as costas a cada arrepio que percorria seu corpo.

Tentava não se distrair com os gemidos da mais nova, usando-os para lhe instigarem a continuar com o que estava fazendo antes, permitindo parar vez ou outra para lamber toda a extensão do seio da outra, arrepiando-se com os puxões em seus fios, não resistindo e mudando a posição que estavam, deixando a mais nova deitada no colchão da cama dela, voltando a chupar seu seio enquanto apertava o outro, fazendo alguns movimentos no mesmo ritmo que usava em sua boca no outro, apertando e puxando o mamilo da outra sem piedade.

A Lee tinha planos de comandar tudo, estes que foram mandados para onde Judas perdeu as botas com as ações de Hoseok, ficando completamente a mercê da mesma sem nem perceber, desta vez segurando nos lençóis com força, mexendo seus quadris num pedido mudo de atenção em partes que estavam começando a clamar por atenção, pedindo em meio aos gemidos para que a Shin não parasse com o que fazia, não sabendo controlar as reações de seu corpo com as ações da namorada.

— Não quer que eu pare, é? — Perguntou deixando uma mordiscada de leve no mamilo da namorada, deixando alguns chupões embaixo do seio da mesma e mordendo o início de sua barriga, jurando que ficaria louca apenas com a cena que podia presenciar. — Seu pedido é uma ordem. — Nem mesmo esperou por uma resposta, dando um beijo estralado no seio que antes trabalhava com sua língua, chupando-o com vontade uma última vez e levando seus lábios no outro, enquanto sua mão descia até o meio das pernas da outra e passava de leve pelo tecido da calça que ela usava, suspirando de leve ao sentir ali um tanto úmido, xingando a namorada mentalmente por ela usar calças tão coladas no corpo.

Minhyuk nem se deu ao trabalho de responder, fechando os olhos com força e suspirando de alívio ao sentir a mão da Shin em sua intimidade, mesmo que a calça lhe incomodasse horrores, rebolando minimamente em busca de mais contato, abrindo os olhos somente uma vez e jurando ter ficado duas vezes mais molhada somente com a cena que tinha acima de si.

A arroxeada mexia de leve seus dedos por cima da intimidade de Minhyuk coberta pelos tecidos, deixando-os passearem ali usando apenas um pouco de força para que eles apertassem um pouco a região e entrasse em contato com a intimidade da mesma de forma indireta, mas ainda sim, prazerosa e sugestiva. Descendo seus lábios vez ou outra pelo corpo da namorada, deixando marcas por onde passava, mas sempre retornando a trabalhar nos mamilos sensíveis de Minhyuk, enquanto sua mão começava a tentar abrir os botões chatos da calça da mesma.

A Lee quase que de forma desesperada desceu sua destra até os botões de sua calça, abrindo-os rapidamente, não aguentando mais aquela tortura que era sentir tudo com o pano lhe incomodando, deixando sua canhota voltar aos cabelos da mais velha, segurando-os com força, gemendo alto com seu corpo arrepiando forte.

— A senhora ganhou o jogo, então, nada mais justo de a perdedora dar o prêmio, certo? — Hoseok perguntou perto do ouvido de Minhyuk, mordendo de leve o lóbulo da mesma por cima dos piercings e brincos que ela tinha por ali, rindo baixinho. Deu um beijo nos lábios da colorida, antes de olhá-la nos olhos e se afastar um pouco para terminar de retirar as calças da outra, deixando-a com a calcinha fina, sem olhar para qual tipo era, não se importava com aquilo no momento. — Minnie, olhe para mim... — Pediu apalpando as coxas da mais nova, antes de se levantar e começar a retirar suas calças, tendo certeza que a Lee lhe olhava, rebolando de leve enquanto descia o tecido por suas pernas e ameaçando a fazer o mesmo com sua calcinha fina, mostrando todo o seu corpo definido.

— Unnie... — Minhyuk suspirou baixinho, hipnotizada com a namorada fazendo aquilo na sua frente, quase babando com a visão que tinha, mordendo os lábios e se aproximando-se um tantinho para tentar abaixar o pano que restava no corpo da Shin.

— Sim? — Perguntou ao voltar a se aproximar de Minhyuk, segurando as mãos dela para que ela não arrancasse o último pano que faltava em seu corpo.

— Tira isso logo... Fica melhor sem. — Disse de forma inocente, tentando novamente tirar a peça da Shin.

— Você acha? — Hoseok perguntou fingindo-se de desentendida, deixando suas mãos passarem pelas coxas da outra, mas logo segurando as mãos da namorada novamente antes que ela tentasse arrancar sua calcinha, rindo baixinho.

— Tenho certeza. — Minhyuk disse calma, roubando um selinho da Shin. — E se você tirar, prometo te levar a loucura com a minha língua. — Provocou.

— Acho que vou tirar, estou tão molhada... — Hoseok acaba dizendo como se a última frase de Minhyuk não tivesse lhe tirado o ar. Ela se afastou novamente, ficando de pé na cama e virando-se de costas para a colorida, retirando lentamente o pequeno pedaço de tecido que ainda restava em seu corpo e não mentia quando disse que estava muito molhada, era perceptível pela sua calcinha.

A mais nova lambeu os lábios, adorando a cena que tinha a sua frente, levantando-se no colchão e virando a Shin para si, sorrindo ladino antes de se abaixar até conseguir levar os lábios a intimidade da namorada, deixando um beijo rápido ali antes de começar a brincar com a língua, não quebrando o contato visual com a mais velha, segurando nas coxas definidas da mesma, quase revirando os olhos com o gosto da namorada.

Hoseok ficou um tanto surpresa com tamanha a agilidade de Minhyuk, ficando boba de como a outra literalmente lhe atacou em questão de segundos, quando se viu, já estava embaixo da colorida e arfando forte com a língua da mesma em sua intimidade, ficando duas vezes mais excitada só com a visão que tinha da outra, deixando seus dedos irem até os fios coloridos e apertando-os de leve, tomando cuidado para não puxar demais o cabelo de Minhyuk. Sentindo seu corpo quente e uma sensação doida percorrer por todo o seu corpo com tamanho prazer, quase nem mesmo conseguia respirar direito e quando fazia, era forte e pesado, gemendo baixinho com medo dos pais da mais nova lhe ouvirem gemendo, contorcendo-se na cama para segurar aquilo dentro de si, abrindo ainda mais as pernas para Minhyuk.

A Lee concentrou-se no que fazia, deixando sua língua fazer movimentos precisos, simulando uma penetração, focando no clitóris da namorada e decidindo usar um de seus dedos, penetrando-o sem dó nem piedade, sabia que Hoseok estava muito molhada e que aquilo não lhe traria dor. Se Minhyuk pudesse gravar o que via, ela provavelmente o faria, arrepiando com a Shin completamente entregue a si.

 O prazer que dominava o corpo de Hoseok era tanto que ela não sabia descrever ou como explicar, apenas soltava palavrões e frases sujas quando uma sensação louca tomava conta de si, seus olhos fechados com força, sentindo o calor dominá-la por completo, sua respiração estava ofegante e pesada, gemia baixinho, mas sua verdadeira vontade era gritar aos quatro cantos do mundo o quão bom estava sendo a língua da namorada brincando em sua intimidade daquela forma. Não tinha medo de soltar palavrões ou chamar por Minhyuk um pouco mais alto, uma de suas mãos estava nos fios de cabelo coloridos da outra, mas tomava cuidado para não puxar com força e machucá-la, porém, era o suficiente para descontar parte do prazer que sentia. Suava e soltava gritinhos quando uma forte onda de prazer tomava seu corpo vez ou outra, aquilo para si era praticamente impossível de não soltar, estava literalmente, fora de si. Nem mesmo havia sentido qualquer tipo de dor quando a outra penetrou o dedo em si, apenas teve que respirar fundo várias e várias vezes, qualquer um que ouvisse, pensaria que estava passando mal, mas estava completamente a mercê de sua namorada.

Visto que Hoseok estava completamente entregue ao momento, Minhyuk afastou-se subitamente, levantando-se da cama e seguindo até seu guarda roupa, procurando o que havia comprado para testar junto com a Shin, olhando para a mesma que parecia incrédula e curiosa. Não demorou a voltar para a cama, se ajeitando onde estava anteriormente, mordendo os lábios e colocando o dildo na boca, chupando-o o suficiente para que ficasse um pouco molhado, direcionando-o a intimidade da namorada e o penetrando lentamente.

— Queria testar isso com você... — Minhyuk disse com a voz arrastada, parando por um momento. — Se doer, me avisa... — A Lee pediu, abaixando-se e deixando um beijinho na intimidade da Shin, voltando a penetrar o dildo com delicadeza.

— Mas que porr... — Hoseok foi cortada, arfando apenas em ver a namorada com aquilo na boca e gemendo um pouco mais alto que antes quando o dildo foi penetrado em si, não havia doído, mas ainda sim, era estranho. — Quando você comprou isso? — Perguntou curiosa, suspirando ao ver a namorada arrancar a própria calcinha.

— Faz alguns dias. — Minhyuk mordeu os lábios, sentando-se na cama após retirar a última peça que restava em seu corpo e também penetrar o dildo em si, gemendo alto com a sensação. — E-Eu queria testar, acabei ficando curiosa, aí comprei e olhei uns vídeos na internet... —  Explicou rapidamente, movendo seu corpo contra o da namorada até estarem, literalmente, coladas, gemendo baixinho com aquilo.

— V-vídeos? — Hoseok perguntou arregalando os olhos, mas logo respirando fundo novamente, segurou a namorada pela cintura e a arrumou um pouco melhor em seu colo, vendo aquele pedaço de plástico literalmente ligando-as e se perguntando como aquilo iria funcionar.

— Uhum... — Minhyuk praticamente gritou com a movimentação, rebolando lentamente com o objeto dentro de si e tentando segurar os gemidos altos. — Eu não sabia usar, comprei porque achei interessante... — Disse em meio a suspiros pesados. — Não me arrependo...

— Realmente uma boa compra... — Hoseok comentou em meio a gemidos também, sentada na cama e sentindo o objeto lhe penetrando e acertando em cheio o seu interior várias e várias vezes, era uma sensação tão boa quanto a língua de Minhyuk.

Deixou seu rosto se afundar no pescoço da Lee, distribuindo chupões e selares ali, enquanto sua mão ia até a intimidade da namorada, deixando a ponta de seus dedos encostarem no clitóris da mesma e começando a movimentá-los ali, afim de dar mais prazer para a outra. O barulho da sua intimidade e da de Minhyuk no brinquedinho lhe fazia ficar ainda mais excitada, aquilo era maravilhoso aos seus ouvidos.

A Lee estava realmente satisfeita com a compra, sentindo seu corpo parecer que iria explodir de prazer com todas as sensações que sentia naquele momento, gemendo alto sem nem se importar se seus pais estavam ouvindo ou não, descontando todo o prazer nas costas da Shin, arranhando a pele branquinha da mesma sem dó, sentindo-se num ponto tão alto de prazer que mal conseguia fazer aquilo direito.

Hoseok começou a mover seus quadris também, procurando fazer com que o brinquedo acertasse com mais força em seu interior como no de Minhyuk, sentia a ponta de seus dedos completamente lambuzados, limpando-os algumas vezes chupando-os, mas logo voltando a masturbar a mais nova, deixando alguns beijos nos lábios da mesma, nem mesmo conseguia gemer mais, algumas vezes seu corpo tremia e tinha que parar com tudo o que fazia, mas logo voltava com mais adrenalina que antes, afim de se satisfazer logo.

Minhyuk não demorou a se desfazer, sentindo seu corpo tremer forte, arrepiando-se por inteiro e mal conseguindo gemer direito, respirando fundo para tentar controlar sua respiração, mas ainda assim continuando a se mover com Hoseok, aquilo estava tão bom que não queria parar porque havia chegado ao seu limite.

Outro palavrão escapou pelos lábios de Hoseok quando viu o liquido escorrer da intimidade de Minhyuk, molhando seus dedos, o brinquedo e até mesmo um pouco dos lençóis da cama. Teve que respirar fundo para voltar a si, movendo-se com mais brutalidade, conseguindo ouvir bem o brinquedo se chocar dentro de seu interior e o de Minhyuk, gemendo alto com aquilo e suspirando várias e várias vezes, o ar era algo que realmente parecia não existir em seu corpo no momento. Apertava o corpo da namorada contra o seu, para que o impacto fosse maior e também que não corressem o risco de aquilo sair de uma delas.

A Lee já havia machucado seus lábios de tanto morde-los para não gritar de puro prazer, respirando fundo e tentando não se desconcentrar com tudo aquilo, caindo um pouco na realidade e deixando suas mãos irem até os seios de Hoseok, apertando os mamilos de forma delicada, tentando dar mais prazer a namorada.

Olhava para a namorada, deixando sua boca aberta, mas nenhum som saía mais, estava tão perto do seu orgasmo que nem mesmo raciocinava direito, segurando nas nádegas da namorada enquanto descia seus lábios até os mamilos da mesma novamente, chupando-os com vontade para tentar dar mais prazer a colorida, talvez, conseguisse levá-la ao seu ponto máximo novamente, se concentrando bastante nos movimentos que fazia no seu interior também, sem medo de ser bruta.

Minhyuk jurava estar indo do céu ao inferno com todas as sensações, gemendo alto sem nem se importar mais, estando tão sensível como nunca, não tardando a chegar ao seu segundo orgasmo, sentindo a leve sensação de desmaio tomar conta de si, tendo de se apoiar no colchão para não desabar ali mesmo, tentando controlar sua respiração rapidamente, abraçando Hoseok e deixando seus lábios irem até o pescoço da mesma, praticamente implorando para que não parassem com aquilo tão cedo, deixando alguns chupões e mordidas pelo local, mas sem marcar nada.

Houve um momento onde todos os pelos do corpo de Hoseok se arrepiaram e uma grande sensação de alívio tomou o seu corpo, sentia-se ainda mais molhada, havia chegado ao seu orgasmo, nem mesmo conseguiu gemer com tamanho prazer que inundou seu corpo, mas não parou com os movimentos, mesmo que falhasse vez ou outra sem forças por um momento, segurando Minhyuk com todo o cuidado e gemendo com os selares que eram deixados em seu pescoço. Mordeu o mamilo durinho da mais nova antes de voltar a chupá-lo, acabou por deixar a Lee sentada na cama e ajeitando-se melhor na posição que estavam, indo fundo com o brinquedo dentro de si e da outra, sabendo que a Lee não iria aguentar muito mais e nem si, mesmo que não quisessem parar.

A mais nova acabou por se deitar na cama, segurando firme nos lençóis e aproveitando dos movimentos da Shin, fechando os olhos completamente exausta e sem forças para continuar fazendo algo, ainda sentindo os espasmos que seu corpo dava ao ser atingida em cheio em seu interior, gemendo baixinho.

— Goza pela última vez pra unnie? — Hoseok perguntou no ouvido de Minhyuk, indo um pouco mais delicada com os movimentos no interior de Minhyuk, sabia que a mais nova apagaria depois daquilo.

— N-Não para... — Minhyuk pediu baixinho, conseguiria gozar mais uma vez se a Shin fosse rápida o suficiente.

Hoseok assentiu e voltou a se movimentar como a outra havia pedido, tendo que se segurar também, sentia vontade de se desfazer novamente, mas sua preocupação era em fazer a outra sentir prazer. Deixou seus dedos irem até o clitóris da outra novamente, tentando acelerar ainda mais o processo, fazendo movimentos igualmente rápidos e fortes ali.

Minhyuk praticamente desmaiou na cama com os movimentos fortes dentro de si, nem conseguindo gemer direito, arqueando-se bruscamente quando atingiu seu ápice, acabando por esguichar, tendo de respirar fundo por mal sentir o ar em seus pulmões, nem ligando se estava molhando toda sua cama.

Sorriu satisfeita ao ver a outra completamente mole na cama, mexeu-se só até o ponto que viu Minhyuk chegar ao seu ponto máximo, observando toda a cena feliz e cansada ao mesmo tempo, ofegante demais para se mexer ou retirar aquilo de dentro de si e de Minhyuk, se aproximando da Lee e dando vários selinhos nos lábios da mesma.

— Eu te amo... — Disse por fim, era a única coisa que conseguiu dizer depois de tudo aquilo.

— Eu também te amo. — Minhyuk disse baixo demais até para si, abraçando a namorada e suspirando fundo. — Obrigada por tudo.

— Não precisa me agradecer por nada, hm? Quer descansar? Depois damos um jeito em tudo aqui... — Perguntou, acariciando os cabelos coloridos com todo o carinho e beijando a bochecha da outra de leve. — Está tudo bem?

— Está tudo ótimo. — Minhyuk sorriu largo, sem a mínima vontade de se levantar dali. — Só quero dormir o resto da noite agarradinha com você. — Disse baixinho.

— Vamos fazer isso então. — Concordou, retirando o brinquedo de dentro de si e de Minhyuk com cuidado, suspirando baixinho de alívio e deixando aquilo de lado, dando vários beijos no rosto de Minhyuk e a abraçando de lado, fazendo-lhe um carinho no cabelo. Hoseok não tinha planos para dormir, mas queria que a outra descansasse.

A Lee não demorou a pegar no sono, sentindo-se completamente feliz e realizada por tudo aquilo, adormecendo com o coração batendo apaixonado por Hoseok, tendo a total certeza de que a queria para sempre ao seu lado.

Assim que viu a outra completamente adormecida, Hoseok se levantou de onde estava deitada, seguindo até o banheiro que tinha no quarto de Minhyuk e tomando um banho rápido, depois voltando com uma toalha úmida em mãos e limpando a Lee com todo o cuidado, escolheu um pijama para a namorada e a vestiu rápido, agradecia por Minhyuk ter um sono pesado. Colocou uma roupa confortável para dormir também e trocou toda a roupa de cama suja, substituindo por uma limpa e deitando Minhyuk em seu lugar de forma confortável, assim que terminou de arrumar tudo, deitou-se ao lado da namorada e a abraçou como fazia em todas as noites que dormiam juntas. Realmente estava feliz por ter passado aquele dia especial ao lado de Minhyuk e desejava passar muitos outros com ela, era o que mais queria em sua vida. Afinal, quem seria Twilight Sparkle sem sua Rainbow Dash?


Notas Finais


As duas personagens foram baseadas nas personalidades das pôneis citadas: https://goo.gl/diYFbf

Mais sobre o projeto Monweiters: https://spiritfanfics.com/jornais/xcollab--projeto-girl-power-season-10599661
Espero que tenham gostado <3 Até ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...