História Sintam o que digo! - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 180
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Universo Alternativo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - 22:43 Qui,14 de Fevereiro


As vezes temos coisas pré determinadas.

Mas quando não temos determinação pra ser o que determinamos a nós mesmos?

Enquanto crescemos temos responsabilidade.

Mas estou como uma indigente.

Uma indigente com medo.

Duas indigentes com medo.

Medo de continuar sendo indigente.

De continuarem sendo Indigentes.

A terra do nunca, nunca pareceu tão pareceu tão atrativa quanto agora.

O tempo em que os hormônios da espécie estão no ápice, tudo fica esquisito e medonho.

Puberdade.

Quero ir bem.

Mas tenho medo do bem, não ser bem o suficiente.

Todos temos esse medo.

Admitam.

Eu tenho.

Nós temos.

Uma sala de aula com tantos sonhos, tantas vidas com tantos sonhos.

Pode parecer loucura, imaginar a vida do outro.

Deve ser curioso.

O que será que eles pensam?

Me digam o que vocês pensam.

Um bem, que não seja tão bem.

O medo de uma bem não ser tão bem.

Terminar ou recomeçar?

Estudar?

Cursar ou não?

Sonhar ou ?

Quando escrevem isso a você, você não sabe o que responder.

Por que?

Porque ninguém sabe. Não há como saber. O que você saberia sobre tudo? Você não viveu todo.

Eu não sei.

Você nunca viverá tudo.

Não gosto que me perguntem sobre isso, pois não tenho resposta.

Isso é frustante.

O termômetro está uma loucura.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...