História Sinto falta de você- Imagine Bts HIATUS - Park Jimin - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, G-Dragon, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Drama, Markson, Yaoi
Visualizações 43
Palavras 961
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nunca vou superar essa foto vey...

Capítulo 17 - Choque de Realidade


Fanfic / Fanfiction Sinto falta de você- Imagine Bts HIATUS - Park Jimin - Capítulo 17 - Choque de Realidade

Sonharei Eternamente


Sonhe como nunca sonhou antes - S/n

Não desista - Jimin

Faça acontecer - S/n

Não o faça virar pó - Jimin

Não é infantil - S/n

Nem de criança - Jimin

.

.

.

Eles me diziam que eu não ia conseguir

Que não ia nunca chegar onde cheguei

Que era sonho de criança


Uma humilde ilusão - S/n


Mas eu fui

Fui

Fui além

E olhe onde cheguei?!

Sim, eu consegui



Oh! Olha!

Eu consegui

Me ensine a ser um perdedor,

Pois não sei

Não

Eu não me Glorifico

Na minha concepção

Quem desiste perde 

O que há de melhor no final


Na minha concepção

Perder não é uma opção

Eu lhe farei acreditar

Que nem tudo que eu sonho

É uma perda de tempo

Lhe farei crer

Que nem todos os seus sonhos 

São impossiveis

Impossiveis

Essa palavra não existe em meu vocabulário


O ser humano é tão prepotente

Que acredita,

Que problemas com soluções Dificieis

São impossiveis

Lhe provarei que não são

Veja o que aconteceu comigo..


Oh! Veja!

Eu consegui 

Me ensine a ser um perdedor,

Pois não sei

Não 

Eu não me Glorifico

Na minha consepção

Quem desiste perde

O que há de melhor no final


Eu lhe farei acreditar - S/n

Que não sou um perdedor 

Eu lhe provarei - S/n

Que não é impossivel

Eu acredito - S/n

Na verdade

No meu vocabulário - S/n

Não existe impossivel

E na minha concepção - S/n

Quem desiste 

Perde o que há de melhor no final - S/n and Jimin


CRIEM SEU PRÓPRIO RITMO PARA A MÚSICA


S/n P.O.V.


[ 04:17 AM; Korea do Sul; Seoul; Big Hit Entertaiment; Sala de Composição ]

- Gostaram? - perguntou o mais velho que se encontrava sentado no banco de frente para o piano junto a mim

- Ela é ótima. Como não contaram antes a nós? - perguntou Danise, mas conhecida como Daka

- Era uma música que compomos, mas não gostamos muito. - Jimin falou levantando, deixando cair uma aliança no chão

Uma... Aliança?

Meus globos oculares encheram-se de aguá. 

Ele havia dito que me esperaria, que me amava, faria de tudo por mim.

Meu mundo caiu...

Acordei de meu transe e levantei-me do banco. Andei em sua direção engolindo o choro que mas tarde derramaria. O vi conversar com Milêna e Hoseok, sentados em outro sofá que havia na sala. Parei em sua frente.

- Covarde. - lhe dei um tapa estalado no rosto e vi o rosto do mesmo virar para o lado e ficar rubro.

Eu já não continha muitas lágrimas e ele me olhava confuso.

- Olhe suas mãos. 

Ele as olhou confuso.

- O que tem... elas? - falou a última palavra como um susurro - Perdão. - me olhou com arrependimento em suas órbitas escuras.

- Enfia seu "Perdão" no... - fiz aspas com a mão. Parei de falar e respirei fundo, fazendo pausas para fungar. - Você não merece nem um pingo do meu amor por você, Park. Você não vale meu tempo. Eu realmente não deveria ter voltado a Seoul. - peguei em suas mãos quentinhas e coloquei a aliança na mesma, fechando-a depois - Desgraçado. Nunca mais dirija a palavra a mim.

A essa autura do campeonato os meninos o olhavam com raiva e Esther também. O resto das meninas o olhava com decepção. E todos... com pena de mim.

Me virei de costas a ele, dirigindo-me a porta. Senti mãos grandes e gelidas segurar meu pulso direito.

- Deixe-o explicar Jagy.

- Perdão, mas dessa vez não lhe darei ouvidos. - puxei meu pulso em uma tentativa falha

- Jagy... por favor. Faça isso por MIM. 

- Yoongi, eu te amo muito. Você é como um irmão mais velho para mim. Mas nem esse imenso afeto que tenho por você, vai me fazer escutar um cretino. - o aperto de sua mão em meu pulso afroxou e eu puxei o mesmo delicadamente.

Olhei Yoongi e vi ele assentindo fracamente com a cabeça, exibindo uma afeição deprimente.

- Noona, eu vou ficar com você. - disse o mais novo vindo até mim - O Hyung machucou a Noona, então eu vou ir e dar um ombro amigo a Noona.

- Kookie, não precisa. - sorri com seu cuidado - Mas quero lhe fazer um pedido. - ele me olhou atento, e eu levei aquilo como uma afirmação - Quero que descanse. Você e seus Hyung's. Afinal, treinaram muito hoje... ontem. Boa noite Bunny. - dei um beijo em sua bochecha, vendo a mesma ficar rubra.

- Boa noite Noona. - curvou a cabeça levemente

- Boa noite Jagy. - deixei um leve selar em sua bochecha

- Boa noite Açúcar. 

Sai da sala fungando.


Yoongi/Suga P.O.V.

 Assim que a porta foi fechada foi audivél o som de um tapa estalado e mais uma fungada vinda de Jimin.

- Seu desgraçado! - exclamou a de cabelos longos, pintados recentemente de loiro

- Chamie, menos. - Esther segurou o pulso da garota que logo daria, um possível, próximo tapa no rosto do mais novo - Ele merece? Sim, ele merece. Mas vamos ser rácionais. Você irá explicar isso amanhã... hoje quando acordarmos. - ela soltou o pulso de Chamie, que fuzilou Jimin com um olhar de nojo.

- Olha aqui Jimin. Você é um resto de aborto que, concerteza, não merece uma gota do respeito que eu TINHA de você. Tome vergonha na sua cara antes de dirigir a palavra a minha amiga. Seu cretino de merda. - Chamie falou antes de virar as costas há Jimin.

- Chamie! - chamou a mais velha, fazendo a mesma parar de caminhar até a porta e virar-se para ela - Em primeiro lugar, lave a sua boca e tome vergonha na sua cara. Por que apesar de tudo eu tenho certeza absoluta que Jimin tem motivos para ter feito o que fez. E em segundo lugar, você deveria parar de julgar o livro pela capa. - falou já alterando o timbre de sua voz - Agora vamos todos dormir, amanhã descobriremos quem é a namorada de Jimin e porque ele fez isso com S/n.

- Mas- a fala de Jimin foi cortada por um "Boa noite" indiferente de Esther.


Jimin P.O.V.


Meu sangue, suor e lágrimas. 

Pegue tudo e vá...







Continua?

.

.

. 



Notas Finais


Hmmmmmm, VAI TRETAR SAH POUA
PUQ SIM
PUQ EU KERO
PUQ EU POSU E VOXEIS NAUM
;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...