História Siren - Jikook - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Boysxboys, Flex, Jikook, Lill_scm, Namjin, Taeyoonseok, Yaoi
Visualizações 6
Palavras 2.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Literatura Feminina, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ^^

Capítulo 2 - O.1 - your name is Jeon JungKook


Fanfic / Fanfiction Siren - Jikook - Capítulo 2 - O.1 - your name is Jeon JungKook

 JiMin sempre teve uma ingenuidade incomum, principalmente para alguém de sua idade; ele iria fazer 17 anos e ainda acreditava na Fada Do Dente. 


 Não que ele tivesse infantilismo ou alguma doença mental, longe disso. O única "culpada" era sua criação. Seus pais haviam morrido quando ele tinha apenas dois anos, ou melhor, não se sabe ao certo se eles morreram, mas eles desapareceram e nunca tinham dado notícias ou alguma pista para aonde tinham ido.


  JiMin foi criado pela sua tia e cresceu junto com SeokJin e JiSoo, os gêmeos mais lindos que ele havia visto. Mas era de se esperar, AeRa, irmã de sua mãe, é incrivelmente bela, não tendo uma ruga se quer, criou os três sozinha e sente muito orgulho disso. 


 Claro que o mais novo da família sofria bullying na escola pela sua ingenuidade, mas tinha dois excelentes amigos para lutar contra.


 TaeHyung e HoSeok eram namorados e melhores amigos de JiMin. Hobi é Líder do Clube de Dança e muito desejado pela escola inteira, principalmente nas festas, onde ele rebola hipnotizando qualquer um que olhe. 


 Já Taeh, era o Presidente do Grêmio Estudantil, Líder do Clube de Teatro e portador de uma beleza surreal, era impossível passar por ele e não ficar parado admirando sua beleza, ele também era muito desejado pela escola inteira, e tem que responder uns dez "nãos" por dia. 


 Esse grupo ainda conta com NamJoon, capitão do time de Basquete e namorado de SeokJin e YooNa, irmã mais nova de NamJoon.


 JiMin amava todos eles, até por que, todos eles o ajudavam e entendiam seu lado ingênuo, brincando com ele e alimentando sua ingenuidade, até por que, eles não iriam tirar a coisa que fazia de JiMin único.




Casa dos Kim's — bairro nobre de Seul. 4 de agosto de 2020 6:43 a.m. 



 – Hey, bundudo, acorda!– a voz fina de SeokJin é escutada através da porta, acompanhada por batidas do mais velhos.


 – Nháá, já vou Hyung!– JiMin responde, não tendo a mínima vontade de levantar da cama, mas teria que ir, era o primeiro dia de aula do segundo ano. 


 Foi em direção ao banheiro para pelo menos tentar tirar o rosto de sono e as manchas que ficavam em sua pele, passando uma leve maquiagem, já que ninguém quer parecer uma vscogirl modinha.


 Óbvio que optou por uma roupa rosa, era sua cor preferida no mundo! Uma calça jeans preta rasgada e seu moletom (já bem gasto) rosa da Nike. Tentou fazer algo com o cabelo, mas ele não estava tão longo para dividi-lo ao meio, por isso deixou como estava. Pegou seu celular que estava carregando e desceu as escadas da enorme mansão. 


– Fala bundudo.– Ji Soo fala rindo, levando a caneca preta de capuccino até a boca, enquanto olhava algo aleatório no celular. 


– Ji Soo! Sabe que eu não gosto.– o de cabelos alaranjados cora, ficando irritado com o comentário da prima mais nova.


– Eu tô' brincando, vem, senta aqui.– Ji Soo da um sorriso "se desculpando", não era culpa dela que JiMin tivesse uma bunda de tamanho surreal, e desse inveja para todas as meninas da escola. 


 As empregadas da casa o serviram rapidamente com panquecas, bolos, waffles e pedaços de frutas.


 – Não precisam de tudo isso, eu só quero as panquecas.– JiMin fala envergonhado, tirando tudo de sua vista. Ora, mas que culpa ele tinha se estava gordo? Tinham celulites e estrias em sua bunda e nas coxas, coisa que ele odiava, ele estava acima do peso e não poderia comer muito. 


– Minnie, deveria comer mais, não quero que fique anoréxico.– AeRa fala, pedindo para as empregadas colocarem novamente as frutas na mesa.– Coma pelo menos as frutas, e não, não tem direito a recusa. 


 Claro que AeRa estava preocupada com JiMin, ele estava cada vez comendo menos, não fazia bem para ele, ela sabia que a culpa era dos "padrões" coreano, e que JiMin era ingênuo demais para entender que aquelas padrões não eram o certo, já que, ele acreditava em tudo que lhe contassem. 



 – Jiminie, o Nam já tá lá na frente, vamos?– SeokJin desce as escadas com sua mochila jansport amarela gasta, respondendo as mensagens no celular. 


– Uhum.– Era a desculpa perfeita para não comer muito, ele levantou rapidamente, pegando a mochila vans rosa que havia comprado para usar esse ano.– Tchau tia AeRa, tchau Ji Soo!– ele saiu disparado até a entrada, para não dar tempo de sua tia lhe dar alguma lancheira. 



– Jin, compre algo para o Minnie comer na escola, essa "dieta" está me deixando preocupada.– AeRa fala voltando a atenção para o iPad, vendo as notícias diárias. 


– Aham.– Ele concorda rapidamente e vai até o primo, que esperava já junto com NamJoon na frente do carro.– Oi amor.– um breve selinho é trocado, já que JiMin estava ali e ninguém quer ficar de vela.– Sua irmã, ela não veio? 


– YooNa está meio doente.– NamJoon responde simples entrando dentro no carro, Jin no banco do passageiro e JiMin no banco de trás. 


– Own, que pena! Ela vai perder o primeiro dia de aula!– JiMin fala fazendo bico e juntando as mãozinhas.


– Sim, é uma pena, quer ir visitar ela depois da aula?– NamJoon pergunta se virando para trás e apertando as bochechas grandes e coradas de JiMin.


– Quero!– JiMin fica alegre e dá um beijo da bochecha de NamJoon.– Não vai ficar com ciúmes, né hyung? 


– Claro que não.– E era verdade, ele não sentia ciúmes de JiMin com NamJoon, já que o mais nova era tão inocente, além de que, NamJoon sempre ajudou JiMin em tudo, e o tratava como se fosse um irmão mais novo.– Agora, senta direito que temos que ir para escola. 



 JiMin sentou e ficou balançando os pezinhos, cantarolando uma música aleatória. 


– Hyungs, será que vai entrar alguém novo esse ano?– o mais novo solta de repente.– Tipo, faz tempo que não entra alguém novo na minha turma.


– Não sei, JiMinie, na nossa não vai entrar ninguém novo.– SeokJin fala olhando brevemente para trás.


– Uhn, eu queria que entrasse um menino bonito na escola.– NamJoon quase bateu o carro, dando uma freada brusca.– Hyung! Cuidado, não posso me machucar no primeiro dia de aula.


– O que aconteceu com o JiMin ingênuo que falava que nunca iria namorar?– NamJoon fala rindo, olhando pelo retrovisor. 


– Ah, não sei, seria legal ter alguém para abraçar e beijar.– JiMin fala corado e dá um sorrisinho.– Alguém para ler histórias de sereias comigo. 


– Mas seus Hyungs não são o suficiente?– NamJoon fala provocando e com um falso bico de tristeza.


– Claro que são! Mas não seria uma ideia ruim ter um namorado.– JiMin encostou a cabeça na janela, e ficou olhando calmamente a paisagem. 




Casa dos Jeon's – bairro nobre de Seul, 4 de agosto de 2020 7:25 a.m.



– Vamos Kook! Vamos perder o ônibus!– Luna fala chamando o melhor amigo que ainda estava no banheiro.


– Estou indo, Luna!– JungKook saiu do banheiro emburrado, Luna era muito perfeccionista. 


– Ótimo, vem, vamos nos despedir de seus pais!– Luna o puxa pela mão até a enorme sala de estar, onde a família Jeon estava sentada com diversos mapas e livros, além das caixas jogadas de abertas por conta da mudança, JungKook bufou.


 Não que não gostasse de sua família, longe disso! Mas, eles eram meio "excêntricos".


 Bom, a família de sua mãe não, eram uma longa linhagem de médicos, que era o sonho de JungKook assim que terminar o Ensino Médio, fazer faculdade de medicina. 


 Mas a parte de seu pai, bom, era complicada. Eles eram caçadores. Mas não caçadores de animais, caçadores de sereias.


 Desde muito tempo, a família Jeon caça sereias, ele nunca viu e nem ouviu falar de nenhuma que tivesse sido avistada. 


 Seu pai e seu tio tem como meta de vida caçar uma sereia, e eles juram de pé junto que elas existem, e que podem se disfarçar com os humanos, com aparências belas e vozes perfeitas. E é claro, a lenda do sangue prateado, que diz que todas as sereias tem sangue prateado. 



– JungKook meu filho, quer ir viajar conosco?– seu avô, Jiwon pergunta, levantando o rosto e alisando a enorme barba.


– Me desculpe, vovô, tenho que estudar.– JungKook fala, puxando a mão de Luna e se despedindo rapidamente de todo mundo.


– Não sei porque você não gosta da sua família, vocês finalmente se mudaram para Seul, não era seu sonho? Para fazer a faculdade?– Luna começa andando na frente de JungKook.


– Não é que eu não goste deles, é que eles são meio, malucos? Eles acreditam em sereias, Luna. Em sereias! Não é uma surpresa eu querer distância.– Ele resmunga passando a mão pelos cabelos. 


– Ah, JungKook! Para de ser cético, isso é irritante! Entra na brincadeira.– Luna pegou a mão de JungKook e ficou balançando.– Ei, Homem Torto vai estrear¹ semana que vem, vamos ir assistir? Dizem que dá muito medo! Mas era de se esperar, é baseado em fatos reais. 


– Baseados em fatos que aquele diretor bonitinho inventou, né. Até parece que existem espíritos demoníacos ou coisa parecida.– o moreno revira os olhos. 


– Ok, ok, mas vamos pelo menos assistir o filme? Não precisa acreditar que é real.


– Tudo bem, mas temos que correr, falta vinte minutos para fechar o portão.– JungKook fala olhando para o apple watch.



– Vamos logo então!



Escola Central de Seul.– 7:45 a.m. 



– TaeTaeh!– JiMin corre em direção ao melhor amigo.– Eu senti tantas saudades.– JiMin pulou em seu colo e beijando suas bochechas rosadas, apertando cada vez mais forte.


– Só do Taeh, né?– HoSeok fala com um falso emburramento e cruzando os braços.


– Hobi!!!– JiMin solta Taeh e corre em direção ao mais velho.– Own, eu também estava com saudades de você.– JiMin beija com força a bochecha do mais velho, enquanto Taeh dava risada.


  Claro que ele não sentia ciúmes de JiMin, ele era apenas uma criança ingênua, que nunca faria uma maldade dessas, até porque, ele shippava demais o casal que ele chamava de Taehope. 


 – TaeTaeh, será que vai entrar alguém novo na nossa sala?– JiMin pergunta com um bico.– A última pessoa que entrou foi a YooNa, a cinco anos atrás. Quando ainda era YoonGi. 


 Ah sim, YooNa não tinha nascido com o sexo biológico feminino, ela tinha nascido menino. Mas ela sempre se identificou com uma menina, tendo o total apoio de seus pais e principalmente de NamJoon. 


 Ela se lembra das palavras de seu pai falando na festa da família.


– Eu pedi um menino e uma menina para Deus, e ele me deu, mas deu do jeitinho dele. 


 Ela chorou muito quando seu pai a defendeu na frente de uma família machista. Ela é realmente muito sortuda. 



– Na verdade, vai entrar um novo garoto na nossa e uma garota do primeiro ano.– Taeh fala e JiMin abre um sorriso.


– Yeyyy! Tomara que seja bonito!– JiMin fala dando pequenos pulinhos.


– O que aconteceu com o meu Minnie?– TaeTaeh perguntou com uma risada.


– Seu Minnie quer um namorado!– JiMin faz um biquinho manhoso. 


– Oh meu bebê está crescendo.– Hobi fala secando as lágrimas falsas. 


– Hobi! Pare!– JiMin fala rindo, mas para tirar o pequeno momento, o sinal toca, fazendo todos os alunos irem até suas devidas salas.– Aaahh, tchau, tchau Hobi!– JiMin dá um beijo na bochecha do amigo, e esperando Taeh para irem em direção a sala dos dois. 


 Assim que entraram, eles sentaram nas duas mesas na frente, continuando conversando e postando as fotos de primeiro dia de aula.


 A porta bateu. Fazendo todos ficarem quietos ao verem a professora de Química entrando na sala, ela era um pouco rígida. 


– JaeHyun, saia daí de trás e se sente no lugar do JiMin, JiMin, lugar do ChanYeol...– sem nem dar bom dia aos alunos, ela já fazia o novo espelho de classe, que nenhum dos alunos teria a audácia de mudar de lugar, aquele rosto sem expressão já era o suficiente para deixar todo mundo com medo. 


 Enquanto a professora mudava todos de lugar sem nem ao menos olhar para turma, quando uma batida na porta faz ela desviar o olhar da mesa. 


– Entre.– JiMin olhou atentamente para o garoto que entrou, ele era tão lindo. Os cabelos pretos longos até o ombro e os olhos negros como a noite, ele era realmente encantador, ele sentiu algo que nunca havia sentido antes, como um calor por seu corpo. 


 JungKook sentiu os olhares da sala inteira sobre ele, mas seus olhos focaram em um garoto com os cabelos alaranjados e os lábios perfeitamente beijaveís e vermelhos, mas o que mais o impressionou foi os olhos azuis claros, não era normal um asiático ter olhos azuis, era? Mas quando a professora chamou sua atenção e ele olhou por relance viu que os olhos do garotos agora eram pretos, deveria ter sido apenas uma impressão.


– Turma, esse é o novo aluno. Seu nome é Jeon JungKook.


 


 

 



 




 



 


 




 


 


  






Notas Finais


[1] Não, eu não sei a data de lançamento de "Homem Torto", é só uma suposição, ok? Ok.

~ Fiquem com Deus e até o próximo capítulo ❤❤❤

Ah, e me digam o que acharam!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...