História Siren Cry - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, The Flash
Personagens Laurel Lance, Oliver Queen (Arqueiro Verde)
Visualizações 68
Palavras 1.219
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


* Os personagens aqui pertencem à DC Comics e eu apenas reescrevi eles de acordo com a estória que quero contar;

* A grande base da estória são as as séries Arrow e The Flash, é indicado que tenha assistido antes mas não necessário para a leitura;

* Boa Leitura!!!

Capítulo 1 - O Nascimento da Sereia


TERRA - 2

Eu não pedi para ser atingida por aquela droga de acelerador de partículas. Por causa daquela maldita explosão, minha vida tomou um rumo completamente diferente do que eu imaginava.

Tá certo que talvez o meu psicológico parcialmente abalado talvez tenha ajudado em alguma coisa. Mas não se pode culpar alguém que... Bem, não tem ninguém.

Ao contrário de muitas pessoas, queria que meu pai tivesse me abandonado quando criança, pois ver a cena de ele sendo morto, é algo que não me sai da cabeça até hoje. Depois disso, minha mãe me abandonou e eu fiquei sozinha, vagando pelas ruas com apenas quatorze anos.

Graças à Deus nada de ruim aconteceu comigo pois Ted me encontrou antes. Ele me deu casa, comida, oportunidade de estudar e a única coisa que eu precisava fazer em troca era ajudar a limpar o dojo onde ele dava aulas. Ted permitia que eu participasse das aulas também, eu sempre me diverti com ele.

E foi em uma dessas aulas – quando eu tinha dezesseis anos – que conheci meu primeiro problema: Tommy Merlyn. De colegas fomos para amigos e de amigos fomos à namorados.

Eu e Tommy sempre tivemos uma relação boa. Pelo menos até Oliver chegar. Eu confesso que gostava muito de Tommy, mas Oliver tinha uma coisa diferente, uma coisa que me fazia sentir muito atraída. E ele foi meu segundo problema.

Tommy não ficou contente quando terminamos e eu fiquei com Oliver – seu melhor amigo. A culpa não foi minha, tentei deixar as coisas da maneira mais clara e explicar que não era minha culpa, no entanto ele se afastou complemente de nós. O pior de tudo é que quando ele se afastou, me avisou sobre Oliver. Mas eu o ignorei. Ah como eu devia ter escutado quando ele disse o quanto Oliver era um idiota insensível e sem coração!

As coisas só pioraram desde a noite da explosão do acelerador de partículas. Na verdade o evento foi o marco inicial de onde minha vida como Sereia Negra começou. Tudo começou naquela fatídica e maldita noite:

“- Dinah, tá vendo aquelas estrelas ali? – Oliver apontou para o céu. Nós dois estávamos vendo as estrelas deitados no gramado próximo à casa de campo de família dele em Central City.

— Sim, o que tem elas?

— É uma constelação. A Ursa Maior.

— Sério? Eu não consigo identificar. – ele deu uma risada. – Ei, não ria de mim!

— Desculpe. É que eu acho seu jeito fofo e engraçado.

— Como assim “meu jeito”? – me virei de lado para encará-lo e apoiei minha cabeça no meu braço.

— Você é muito inteligente para algumas coisas, mas para outras não.

— Está me chamando de burra? – Oliver riu de novo.

— Não, só acho que tem coisas que você entende até demais e outras não. – arqueei a sobrancelha e ele me puxou por cima dele. – Acredite em mim, não acho que você seja burra, ok? Pelo contrário, você é muito inteligente e bonita. – eu sorri e me aproximei, iniciando um beijo.

— Eu te amo, Ollie.

— Dinah... – antes que ele falasse algo, ouvimos uma explosão e ficamos rapidamente de pé. Um raio atingiu os céus e uma onda de energia começou a se espalhar rapidamente pela cidade e estava cada vez mais próxima de nós.

— O que é isso?

— Não faço ideia, mas não deve ser bom. – Oliver segurou minha mão e nós dois saímos correndo pelo campo. – Não olhe para trás! – o desespero tomou conta de mim e eu só pensava em correr. Soltamos as mãos para ir mais rápido e Oliver estava indo mais na frente. Logo tropecei em uma pedra e caí.

— Ollie! – gritei seu nome ainda no chão.

— Dinah! - O loiro virou para trás e fez menção de voltar, porém seu olhar foi desviado para a onda de energia atrás de mim. Me virei e sentei para tentar levantar, então encarei a energia vindo e soube que era tarde demais. Ela me atingiu em cheio me nocauteando no queixo e me fazendo cair para trás. – Dinah!

Ouvi Oliver me chamar e tentei olhar pra ele, mas minha visão ficou turva e um zunido irritante surgiu nos meus ouvidos. Eu estava perdendo meus sentidos, mas mesmo com a visão turva consegui ver Oliver saindo de trás de uma pedra, me encarando no chão e correndo. Mas não correndo para minha direção, e sim para o lado oposto.”.

De início pensei que estava tudo bem. Oliver só tinha ficado tão assustado quanto eu. Queria que ele tivesse me ajudado, mas não o culpava. Porém as coisas só pioraram depois que acordei sozinha naquele campo e decidi ir atrás dele.

“Perguntei por Oliver na casa da família, mas os empregados disseram que ele tinha ido embora. Então voltei para Star City e o procurei – na verdade fui até sua casa, o vi saindo e segui o carro.

— Porque não avisou que tinha ido viajar? – um cara moreno perguntou à Oliver no bar.

— Ah, foi só uma viagem rápida! – eu estava sentada duas cadeiras à direita deles, os observando. Estava tomando coragem para conversar com Oliver e dizer que estava viva e bem.

— Viajou com aquela sua namoradinha? A Tina?

— Dinah, na verdade. Mas ela é passado. – aquilo me atingiu como uma facada.

— Como assim?

— Não temos mais nada. Agora tá na hora de me concentrar em outras coisas. – disse analisando o corpo de uma mulher que havia passado por eles. Os dois riram e continuaram conversando.”.

Nunca tinha sido tão humilhada na minha vida. Então fui pra casa e primeira coisa que fiz quando estava sozinha, foi gritar. Mas assim que o fiz, arrebentei os espelhos do dojo. E foi aí que eu descobri que aquela noite da explosão não tinha mudado meu relacionamento, mas também a minha vida.

Aos poucos meu comportamento foi mudando, a compaixão foi sumindo e dando lugar à sede de vingança.

A única pessoa que eu queria bem era Ted, pois ele tinha me dado tudo que eu tinha perdido. No entanto, o resto do mundo era completamente desnecessário para mim, principalmente Tommy e Oliver. E se tivesse uma chance de acabar com eles, faria com minhas próprias mãos.

Não quis que ninguém soubesse que eu tinha sobrevivido a explosão, apenas Ted. Então no início da minha vida como Sereia Negra arrumei roupas pretas legais – o que não era difícil de encontrar no meu guarda-roupas – e uma máscara. Comecei com crimes pequenos. Não via prazer naquilo, era mais para tirar toda aquela raiva e ódio, já que praticar com Ted não era o suficiente.

Mas depois de um tempo as coisas foram ficando maiores. Aprendi a controlar melhor o meu grito e ampliei minhas habilidades de luta. Tudo estava indo bem. Porém eu sei bem o que é ir do céu ao inferno.

Meu mundo desmoronou quando Ted foi morto a mando dos pais de um menino mimado e rico, só porque disse a ele que o filho não tinha habilidades físicas e era muito agressivo. Então minha sede de vingança aumentou. Ted era a única coisa que eu tinha. E se não tenho mais nada, então não tenho nada a perder.

Olhando para trás e revendo minha história, não sei como não tinha seguido o caminho do crime ainda. Era tão melhor ser a vilã. Assim não saio machucada, pois eu que machuco.


Notas Finais


Pra quem leu Canário Negro Rebirth, eu juro que a fic já estava pronta antes de eu ler e eu não sabia sobre a Canário e o Ted (no caso não era o Ted, mas sim o mestre dela, enfim, foi pura coincidência as origens serem parecidas).
Estou postando essa short fic porque ela já está pronta :)
Espero que tenham gostado <3 Kisses xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...