1. Spirit Fanfics >
  2. Siren -Imagine Kisame- >
  3. O que é um casal? - eu te amo -

História Siren -Imagine Kisame- - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


VOLTEI NESSA POHA, desculpa a imensa demora, mas é que eu esqueci de avisar q a fic estava pausada mas em fim
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 5 - O que é um casal? - eu te amo -


Fanfic / Fanfiction Siren -Imagine Kisame- - Capítulo 5 - O que é um casal? - eu te amo -

 Ayame: Kisame! – Falei muito feliz por ele ter aparecido, eu estava com muita saudade dele, lo go eu saí da agua e Kisame se abaixou pra me abraçar –

Kisame: Que saudade eu senti de você peixinha, nunca mais vou ficar tanto tempo longe de você – deu uma leve mordidinha na minha bochecha, ele sabe que eu gosto disso – linda

Ayame: Lindo – dei um selinho nele que ficou corado e com uma cara surpresa – o que foi?

Kisame: Peixinha você sabe que quem geralmente faz isso é um casal ne?... – Falou um pouco envergonhado, mas eu não entendi a pergunta –

Ayame: Mas o que é um casal? – o perguntei e ele seu um suspiro –

Kisame: como posso te explicar... bom... é tipo uma dupla, que... se dá muito bem e essas coisas

Ayame: Ah então o Hidan e o Kakuzu são um casal?

Kisame: OQUE? Não, como assim, eles nem se dão bem ... eh uma dupla que se dá muito bem e envolve éh sentimento sabe, um laço forte sabe ... – ele parecia realmente tentar explicar da melhor forma possível, mas eu não conseguia entender, mas não me culpem por isso eu vivi 23 anos sozinha numa lagoa –

Ayame: Hum... então você e o Itachi são um casal?

Kisame: NÃO, ELE É MEU MELHOR AMIGO< VAI COM CALMA, um casal pode brigar

Ayame: Deidara e Tobi?

Kisame: esse faz sentido, mas não, um casal, é uma dupla, que se ama muito, que querem passar o resto da vida juntos, não aguentam se separar por muito tempo, tem gostos em comum, mas nem tanto, que querem ter uma família juntos essas coisas

Ayame: Tipo eu e você? – Acho que eu já tinha entendido, era uma dupla que sentiam um amor mútuo um pelo outro – é tipo isso né?

Kisame: P-Por que dessa comparação? – Ele estava nervoso –

Ayame: Tudo bate uai, eu te amo muito, quero passar o resto da vida com você, não aguento me separar de você por muito tempo, temos gostos em comum, mas não são todos, e eu quero ter uma família com você

Kisame: a-a... – Ele parecia meio impactado com minha resposta – v-você quer ter uma família comigo? V-você me ama?

Ayame: Sim, porque? Você não quer? Você não gosta de mim? – Estava com medo da resposta, eu realmente queria, Konan tinha me dado meio que uma aula de sentimentos antes da missão, e eu acabei me confessando sobre meus sentimentos, e ela falou que isso era o amor, eu daria minha vida por ele, eu faria de tudo pra ve-lo feliz, mesmo se não fosse comigo, eu realmente o amava muito –

Kisame: Eu ... eu te amo peixinha, vim o caminho todo só pensando em como te contar, eu te amo muito, você é a pessoa que eu sempre quis ao meu lado, peixinha, não faz ideia do quanto estou feliz, eu nem sequer pensei que alguém poderia me amar

Ayame: Como assim “poderia te amar” kisa?

Kisame: Ah você sabe: Quem amaria alguém como ... um ... monstro feito eu? – Falou e logo em seguida ficou com expressão triste e isso foi de cortar meu coração –

Ayame: Eieieei, Kisame, para – falei me colocando inteiramente pra fora da agua – Kisame olha pra mim – coloquei minhas mãos em seu rosto e o fiz olhar nos meus olhos – Kisame, você não é um monstro, você é lindo do jeitinho que você é, eu amo você assim, eu te acho muito bonito e eu aposto que tem muitas pessoas por ai que também achariam o mesmo, mas independente disso, se você fosse metade ... sei la... o lula-molusco eu iria te amar do mesmo jeito, e ... eu confesso, eu amo tubarões, agora levanta essa cabeça e essa autoestima se n a coroa cai, agora vem nadar comigo

Kisame: Ta bom peixinha – ele soltou uma risada nasalada enquanto retirava o seu manto, ele entrou na agua e ficamos nadando as vezes nos abraçávamos e dávamos alguns beijinhos, ele me deixa boiolinha, do nada senti um chakra conhecido, mas infelizmente não era de ninguém da Akatsuki, pedi pra Kisame se esconder rápido, ele rapidamente pegou o manto e seus calçados e se escondeu, eu sabia quem era a pessoa que se aproximava ... –

Kakashi: Queria, nossa que surpresa te encontrar aqui, parece que eu não sou o único que frequenta esse lago – falou se aproximando da borda do lago, graças a Iemanjá que aquela agua além de naturalmente escura tinha muitas plantinhas boiando, eu tinha que esconder a cauda a qualquer custo – O que faz ai gracinha? – se eu to num lago, com mais da metade do corpo submerso mais é claro que eu to... -

Ayame: Ah eu to fazendo uma plantação de banana, ta vendo não? – minha iemanjá do céu, que isso... –

KakashI: Adoro seu senso que humor amor

Ayame: Já falei pra parar de me chamar assim, agora vai embora que eu quero ficar sozinha

Kakashi: Ah que sem graça querida, porque não nadamos juntos hem? – ele tirou a blusa e os sapatos e começou a entrar enquanto eu me afastava, eu não sabia mais o que fazer, eu teria que usar a magia de novo, concentrei meu chakra na garanta e comecei a cantar

Ayame:  My heart is pierced by Cupid
I disdain all glittering gold
There is nothing can console me
But my jolly sailor bold

My heart is pierced by Cupid                                                                                                                                                                           I disdain all glittering gold
There is nothing can console me
But my jolly sailor bold

Ele começou a se afastar e a ir embora, e logo ele se foi completamente, dei graças a iemanjá, Posseidon qualquer divindade do mar que existia nesse universo, a pior coisa pra mim era a presença de Kakashi por perto, olhei pra onde Kisame estava e fiz um sinal que já era seguro ele voltar e ficar de boa

Kisame: O que foi aquilo? Yame, que música era aquela? – ele parecia chocado com o que eu tinha feito –

Ayame: no primeiro dia em que eu fui treitar o time o Kakashi já tinha suspeitado de mim e a Hokage também, ai eu usei meio que uma magia que eu sempre tive, sabe a lenda que conta que sereias tem o poder de sedução? Não é totalmente falsa, nesse dia eu meio que “seduzi” o Kakashi, é como se ele não enxergasse defeitos em mim e isso que eu fiz agora é tipo um jutsu de controle de mentes, eu concentro chakra na garganta e começo a cantar, além da minha voz sair mais alta ela sai mais seduzente e a pessoa pra quem eu estou olhando é controlada rapidamente e ela faz o que eu quero enquanto eu canto

Kisame: Entendi... uau, mas e se você quiser controlar muitas de uma vez? Tem como?

Ayame: Sim, é só alternar meu olhar entre as pessoas, eu posso controlar a Akatsuki toda se eu quiser

Kisame: Caramba, até o Pain?

Ayame: Até o Pain – alguns momentos depois eu senti outro chakra, mas dessa vez era uma pessoa agradável – Zetsu aparece logo

Zetsu: Eja falei que vou falar pro Pain te mudar de cargo, você se daria muito bem em missões pra encontrar algo ou alguém, é uma ótima sensorial

Ayame: Obrigada Zetsu

Kisame: Ele tem razão, imagina que legal seria ver você roubando um pergaminho ou ajudando o Kakuzu a encontrar quem ta devendo ele, melhor sereia ninja não tem

Ayame: Obrigada, mas iai Zetsu, o que você tem de bom pra me dizer hoje?

Zetsu: Itachi está a espera para sequestrarmos o Naruto, precisamos de informações

Ayame: O melhor horário pra sequestra-lo é de madrugada, amanhã eu o chamo pra comer e quando eu leva-lo pra casa eu canto algo pra ele e ele logo adormece profundamente, vai ser melhor, e la pro norte da Vila tem um pinto cego, a vigilância de lá de noite não é tão boa, saímos por lá e mais a frente tem um rio, que se estende por alguns quilômetros mas após alguns metros tem um afluente que leva direto ao outro esconderijo

Zetsu: Vou falar pro Pain te colocar nas formações de táticas e rotas, você é boa em tudo garota, Bom agora o Kisame vai ficar aqui poe enquanto e eu to voltando pra passar as informações a Itachi e Pain, vejo vocês amanhã, até lá – ele sumiu –

Kisame: Bom... o que fazemos agora?

Ayame: Sabia que sereias tem outro tipo de seduzencia também? – O olhei sugestivamente após a pergunta -

Kisame: Como é? – Me olhou malicioso com um sorriso de lado -

Ayame: Vem que eu vou te mostrar – fiquei de frente pra ele e o beijei, era um beijo quente, cheio de sentimento e desejo, ele rapidamente correspondeu, eu nunca tinha beijado alguém assim, mas para uma primeira vez acho que eu estava indo muito bem pois ele não queria se separar, ele colocou uma das mão em minha cintura e me puxou pra mais perto e...


Notas Finais


como eu disse nas notas iniciais:
desculpa a imensa demora, mas é que eu esqueci de avisar q a fic estava pausada
me desculpem mesmo mas espero que me perdoem e que gostem e

ATENÇÃO




ATENÇÃO




IMPORTANTE DE MAAAAAIIIIS


eu fiz um cronograma pra postar as fics, pra além de ficarem com mais qualidade eu ter pelo menos um descanso e ficou da seguinte forma:
segunda e sexta: Capitulo novo de siren
quarta: Capitulo novo de Entre Uchiha e Senju
Terça e quinta: Desenvolvimento dos novos capítulos dessas fanfics
sábado e domingo: Talvez saia alguma One-shot que eu escrevi por causa de insônia

qualquer coisa é só entrar no grupo dos zap dos leitores e me chamar, mas avisando que eu NÃO vou falar o que vai acontecer nos próximos capítulos, mas estando no grupo além de conversar comigo você pode fazer muitas amizades legais e me dar dicas além de receber os novos capítulos primeiro

Link do Grupo: https://chat.whatsapp.com/BqWA8qQBJevBE1Db2fRRUk

É isso, um beijo pra vocês e boa semana


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...