História Sisters - Capítulo 16


Escrita por: e ffabs21

Postado
Categorias Arrow, Legends of Tomorrow, Supergirl, The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Carter Hall (Gavião Negro), Cat Grant, Cisco Ramon (Vibro), Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dr. Martin Stein (Nuclear / Firestorm), Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Eddie Thawne, Felicity Smoak, Helena Bertinelli, Iris West, James "Jimmy" Olsen, John Diggle, Kara Zor-El (Supergirl), Laurel Lance, Lena Luthor, Leonard Snart (Capitão Frio), Malcolm Merlyn, Mick Rory (Onda Térmica), Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Raymond "Ray" Palmer (Átomo), Roy Harper (Arsenal), Sara Lance (Canário Branco), Thea Queen
Tags Barry Allen, Caitlin Snow, Cisco Ramon, Cispsy, Felicity Smoak, Gypisco, Gypsy, Olicity, Oliver Queen, Snowbarry, Snowstorm
Visualizações 264
Palavras 2.301
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sorry excluir o outro, era o rascunho, postei pq sou lerda... Esse é o certo.

Capítulo 16 - A verdade - Parte 2


Fanfic / Fanfiction Sisters - Capítulo 16 - A verdade - Parte 2

 

- Eei... Que pouca vergonha é essa na frente dos meus filhos? – Diz Juliette interrompendo o beijo. – Caitlin se separa de Barry rindo. 

- Pouca vergonha? – Caitlin indaga. 

- E o que você e o Ronnie fazem na frente deles? – Barry ri da afronta de Caitlin.

- Eu e o Ronnie não fazemos nada na frente dos nossos filhos, ok? – Juliette diz encarando o filho que agora dormia. 

- Essa história de trocar de lugar foi até legal, digo... Aninha parece comigo. – Caitlin coloca a sobrinha com o rosto grudado no seu. 

- Ela parece comigo... – Diz Juliette. 

- Vocês têm o mesmo rosto. – Diz Barry. 

- É, mas nela não funcionou... – Caitlin mostra a língua para Juliette. – Mas fala a verdade, eu e o Ronnie fizemos um ótimo trabalho, não? Olha o que a combinação dos nossos genes formou. – Diz Juliette apertando as bochechas do filho, formando o bico na boquinha de Felipe que dormia tranquilo. Ela suspira. – Uma pena o Ronnie não poder contar para todo mundo, postar fotos, ou vibrar lá na frente porque a primeira palavra do Felipe foi papai. 

 

O vídeo deixava claro que Ronnie era pai dos gêmeos, e incriminava ainda mais Juliette pela quebra do contrato. A conta oficial do time no twitter não se pronunciou sobre o assunto, mas Ronnie fez um post com uma foto dos filhos tomando banho juntos. Felipe parecia estar ajudando Aninha à lavar o cabelo.  

 

@rraymondqb: É ridículo como algo tão simples pode gerar uma enorme confusão. 

Sim, eu e @juliehsnow estamos juntos oficialmente à quase um ano e sim, eu sou o pai dos gêmeos, mas eu nunca pude compartilhar a experiência que foi ser pai de gêmeos, a felicidade que sentir ao descobri que eu me tornaria pai, nunca pude dizer o quanto amo meus filhos e o quanto fiquei feliz ao ouvir pela primeira vez o meu filho me chamando de pai. Sim eu sei que vocês irão me perguntar se eles são de fato meus, se não é de Ray ou de qualquer outro, mas eu não me importo, eu sei que são meus e eu os amo, mas eu nunca pude compartilhar com vocês tal experiência e felicidade, pois um contrato nos impedia. Agora uma notícia se espalhou por pessoas que não conseguem ver as pessoas felizes e começam a estragar, não é de hoje que Juliette Snow vem sendo perseguida e cada coisa que ela faz vira notícia. Juliette está presa, mas nós estamos fazendo de tudo para tira-la de lá, ela não é uma criminosa, ela é uma mulher maravilhosa e uma mãe excepcional, subestimada por coisas que fez no passado. Vamos conseguir tira-la daí, nossos filhos e eu sentimos sua falta. 

 

@caitlin.snow: Parem de nos julgar, ninguém sabe o que está por dentro de nossas vidas e ninguém sabe o que passamos para chegarmos até aqui e o que estamos passando até agora. Meus sobrinhos e eu estamos preocupados e com muitas saudades da minha irmã, mas as coisas irão se resolver. Tenho certeza. Te amamos @juliehsnow!

 

@barryallen21: Tudo vai se resolver, afinal, não podemos ficar sem a melhor chefa que esse time já teve. E os gêmeos precisam da parceira de descoberta, deles. Te esperamos @juliehsnow

 

A declaração foi compartilhada por várias páginas de futebol e de fofoca, e teve mais compartilhamentos, curtidas e comentários do que a publicação do vídeo. Ronnie postou uma foto dos filhos tomando banho juntos, assim como Caitlin, mas uma foto diferente e Barry postou uma foto que ele havia tirado um dia antes da prisão de Juliette. Carla repostou todas.

 

[[...]]

 

Carla, Caitlin e Sara encaravam o delegado enquanto Laurel mantinha um sorriso satisfatório no rosto. Ela segura o contrato em mãos enquanto inicia a leitura da parte selecionada. 

- A assinante está proibida de levar a conteúdo de mídia qualquer tipo de relações ou envolvimento com qualquer funcionário ou jogador do time. - Ela interrompe sua leitura e deixou o documento em cima da mesa. - O contrato diz claramente que senhorita Snow não poderia levar seus envolvimentos a mídia, mas nesse caso não foi ela mesma que anunciou a notícia, ela foi vítima de exposição, nesse caso então ela será inocentada e quem deverá responder pelo crime é Cisco Ramon, caso Juliette Snow queira abrir queixa.  

Todos encaravam o delegado que suspirou e leu o artigo mencionado, por fim assentiu, ordenando que buscassem Juliette em sua cela. Caitlin abraça a mãe e Sara em seguida, haviam conseguido. 

- Chorando de novo, riquinha? – O policial que a vigiava, perguntou. - Nunca foi presa antes? Você tem cara de que apronta. – Juliette nada respondeu, apenas enxugou as lágrimas se lembrando dos filhos. – Você vai sair daqui, docinho. Gente como você nunca fica presa por muito tempo.

- Juliette Snow foi inocentada. - Julie arregala os olhos e caminha até as grades rapidamente. – A família encontrou uma brecha no contrato. – O guarda que vigiava Juliette abriu a cela

- Eu não disse? – O guarda abre a cela e Juliette vai acompanhada do guarda até onde Sara, Laurel, sua mãe e Caitlin a esperavam. Juliette agradeceu e abraçou cada uma, demorando mais no abraço com Caitlin.

- Estou tão feliz que foi inocentada... – Diz Caitlin abraçando a irmã apertadamente. 

- Ah, eu também... Foi horrível ficar naquela cela sozinha e sendo vigiada por um guarda. E ele nem era bonito. – Caitlin riu e abraçou a irmã novamente dessa vez rindo.

- Os jogadores estão animados com a sua volta, Juliette. – Diz Sara.

- E a imprensa certamente vai querer uma declaração. – Diz Carla.

- E você não precisa dar qualquer declaração se não quiser. – Disse Laurel e Juliette segurava as mãos de Caitlin. 

- É, mas acho melhor eu dizer algo... Ou então cada um vai dizer o que quiser e eu não quero isso e nem quero meus filhos envolvidos nisso... – Ela respira fundo. – E os meus bolinhos? Como estão? 

- Estão bem... Felipe teve febre... – Diz Carla. – Mas já está melhor. – Carla fala antes que Juliette surte. 

- Então vamos para casa... Eu preciso ver meus bolinhos.  

 

Assim que Caitlin para o carro em frente à mansão, Juliette se desprende do cinto e deixa o carro as pressas, ela entra em sua enorme casa e sobe as escadas o mais rápido que podia, abre a porta do quarto e passa um tempo admirando os filhos que estavam brincando com Ronnie no tapete de borracha, assim que percebem a presença da mãe, ambos começam a engatinhar na direção dela, Julie se abaixa para ficar na altura dos filhos e os abraça, foi impossível segurar suas lágrimas.  

Ronnie se aproxima e também se junta aos três no abraço em grupo, ele sela seus lábios rapidamente e Julie senta sobre o tapete, segurando seus filhos que sorriam para ela. 

 - Meus bolinhos, senti tanta falta de vocês. - Julie beija a bochecha dos dois. Aninha aponta para o brinquedo novo que havia ganhado e inibia vários sons, ela amava conversar - Com as palavras que apenas ela conhecia. Já Felipe retira sua chupeta da boca e encara Julie no fundo dos olhos.  

- Mama. - O coração de Juliette falhou na batida, mesmo que não tenha sido a primeira palavra do filho, ouvi-lo chamar de mãe era a melhor coisa do mundo.  

- Ele tem dito muito isso, ultimamente. - Ronnie diz e Juliette seca as lágrimas.  

- Diz outra vez, filho. - Ela encara Felipe, esperançosa, mas ele não dá à mínima e volta a colocar a chupeta na boca. Ela faz um biquinho fofo e Ronnie sorri. - E você Aninha, não tem nada a dizer? - Aninha encara a mãe e bate palminhas. - Tão bonitinhos!

Juliette volta a brincar com os filhos, ela não sairia de perto deles por um bom tempo. Ela tira uma fotografia dos dois e posta uma pequena declaração em sua conta no instagram. 

@juliehsnow: Gostaria de agradecer a todos que torceram por mim e compartilharam mensagens de amor e compaixão para com a minha família. Como sabem, fui presa injustamente por uma noticia vazada, mas está tudo bem agora, eu fui inocentada e já estou em casa, Felipe esteve internado com febre emocional, mas já está em casa e bem, meus filhos foram os que mais sofreram com tudo isso, mas a família está reunida novamente, Só tenho a agradecer a vocês e a todos da minha família, incluindo Minha mãe @carlathnn, Minha irmã @caitlin.snow, meus amigos @speedsterbarrya21, @whitecanarysaral e @laurellawer, e meu namorado e pai dos meus filhos, @rraymondqb. Também quero pedir que parem de ofender @vibereporter e @gypsycynthia, não respondemos ódio com mais ódio. E agora quero dedicar um pequeno momento aos meus filhos, quando soube quê estava grávida deles, meu mundo desabou, uma pessoa como eu não poderia ser mãe, mas todos estiveram ao meu lado, principalmente Ronnie, mesmo em segredo ele me apoiou e amou os filhos incondicionalmente, assim como eu, Anna Laura e Felipe Alexander, dois anjinhos, o propósito da minha vida, eu não sou perfeita, cometi vários erros, mas pelos meus filhos eu melhorei, eu sou uma nova pessoa hoje, não sou uma santa, a exemplar bela e recatada do lar, mas tive que abandonar alguns hábitos e adquirir outros, não me arrependo de nada, quando os vejo sorrir pra mim, meu mundo se enche de cor. Como meus filhos são e o quê sinto e aprendo com eles ?

Mãe de menina: Paciência na hora de dar a comida, me molhar inteira no banho, fechar bem todas as portas de armários, tirar fotos é para toda a hora, música infantil não é tão bom quanto a Lady Gaga, a cor Vermelha tomou o lugar do rosa. 

Mãe de menino: Lugares com muitas pessoas não colam, para conhecer os amigos da mamãe não é obrigado a ir no colo, odeia se sujar, bob esponja é engraçado, o som de piano assusta, a cor lilás acalma e faz sorrir.

 

 

 

Já era tarde da noite, Juliette amamentava os filhos enquanto Ronnie admirava a família, eles haviam tomado banho na banheira junto com os pais, o que foi uma verdadeira festa para os gêmeos, depois Julie os vestiu com os pijamas que lembravam um urso panda e agora os observavam dormir. 

Ronnie apanha Felipe e o reposa em seu berço, Julie faz o mesmo com Aninha, Ela fica no meio do quarto os observando, Ronnie a abraça por trás e entrelaça suas mãos.  

- Sentimos tanto a sua falta. - Ronnie sussurrou no ouvido da namorada. Ela virou um pouco o rosto e selou seus lábios lentamente, assim acabando com todo o resquício de saudade que sentiu. - Eu te amo. 

- Eu também. - Ela sorri e volta a encarar os filhos que dormiam feito anjos, não sabia exatamente quanto tempo passaram na mesma posição.

 

[[...]]

 

- Bom... Malcolm estava totalmente perdido e esse ano, novamente o Central City Dockers, não iria participar dos jogos. – Juliette bufa. Caitlin dirigia até o estágio.

- Esse homem é louco.

- É... Mas eu dei o meu jeito e eles irão sim, aliás, já começaram e o segundo jogo será aqui nesse fim de semana. – Juliette assentiu. 

- Bom... – Juliette bate na coxa da irmã quando ela estaciona, Caitlin grita pelo susto. - Temos algo a fazer... – Caitlin sorriu e as duas seguiram para o estádio. 

Os homens treinavam e todos eles pararam para observar Juliette e Caitlin que andavam confiantes pelo campo, Juliette não tinha vergonha da sua prisão e por isso passou de cabeça erguida, Barry e Ronnie sorriram cúmplices já sabendo o que aconteceria. Mike foi o primeiro à aplaudir a coragem e a determinação das meninas e todos os outros fizeram o mesmo. Juliette sorriu para eles e piscou para Barry e Ronnie.

- Malcolm Merlyn... – Juliette diz abrindo a porta do escritório de Malcolm, ele se levanta. 

- Como saiu da cadeia? – Ele pergunta. 

- Andando. – Diz Juliette. – Mas o que importa é... 

- Está demitido! – Caitlin completa. 

- Demitido? Eu... – Malcolm ri. – Não podem me demitir. 

- Ah sim... Podemos... – Diz Caitlin. – Julie está no lugar de papai e eu no seu, segundo o contrato, eu e Julie temos poder para demitir todos aqui... Incluindo você. – Malcolm soca a mesa, as gêmeas se assustam. 

- EU NÃO VOU DEIXAR QUE VOCÊS DESTRUAM ESSE TIME. – Ele grita. 

- Destruir? – Juliette riu. – Central City Dockers já ganhou dois jogos desde que assumimos e perdeu um ano passado porque o Barry se demitiu e não conseguimos encontrar um jogador tão rápido quanto ele a tempo. 

- As comitivas de imprensa sempre dão certo. O design do uniforme já foi reproduzido por outros times, os garotos estão se empenhando ainda mais e adicionar o Mike no time foi uma maravilha. 

- E o nosso envolvimento com os jogadores não impediu nada disso, acho que até ajudou. – Diz Juliette. – Papai está morto e agora teremos novas regras, e o time havia caído bastante nos últimos cinco anos. – Malcolm bufa. - Assine isso... – Juliette tira da bolsa o contrato de demissão. – E fora. 

Malcolm apesar de irritado, não pôde fazer nada. Ele ficou irritado por Juliette e Caitlin terem o poder de demiti-lo, ele e Joshua eram grandes amigos e ele queria que o legado dele continuasse, mas foi tirano, ficou cego por querer fazer as coisas do jeito de Joshua e se perdeu, não lembrando que depois da morte de Josh e das gêmeas assumindo o time, uma nova era começaria e com essa era, viriam novas regras. Ele não podia negar que de fato, elas administraram o time, o mesmo melhorou bastante. Então não pôde fazer nada, apenas assinou o contrato, recebeu a cópia do mesmo, arrumou suas coisas e saiu de lá, deixando para trás algo que viu e ajudou um amigo construir.


Notas Finais


Então?? Quem vcs acham que gravou o vídeo?? Apostem aí!
Notaram a referência nos users do instagram? hauhauah
_ @luamariano
_ @HinaUchicha4
_ @sabonetinha-san
_ @BihBorges
_ @KFSnowbarry
_ @SnowBarryBR (7x)
_ @AneLyma

Obrigada por comentarem e é isso ai... Bjos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...