1. Spirit Fanfics >
  2. Sleep on the floor >
  3. Discussão

História Sleep on the floor - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, tô no Twitter também, @cleopatracomis

Capítulo 21 - Discussão


Fanfic / Fanfiction Sleep on the floor - Capítulo 21 - Discussão

Sakura estava de costas ao Uchiha, já estavam em casa. Foi um longo e silencioso caminho até em casa.

"Nós conversamos na minha casa"

Foi a última coisa que Sasuke ouviu da Haruno desde que chegaram, agora ele estava sentado em sua mesa, encarando o traseiro de Sakura balançar enquanto ela cozinhava de frente ao fogão. O cheiro da comida estava irresistível.

Sakura colocou duas tigelas de katsudon na mesa, ela se sentou na frente do namorado e começou a comer. Sasuke fez o mesmo, mas ele parecia um pouco mais tenso em comparação a ela.

Sasuke raramente se mostrava assim; nervoso, ansioso. Aquele sentimento estava matando-o por dentro, ele fechou os olhos e suspirou.

- E então? - Sasuke. Sakura largou os hashi na tigela e encarou o Uchiha. - Eu já disse que vou voltar.

- Eu vou ficar meses sem ver você! Você nem me consultou! - Sakura. Era como se tudo aquilo já estivesse preso dentro dela.

- Não preciso da sua permissão. - Sasuke. - Eu vou, é pelo bem da vila.

- Outro pode ir em seu lugar. - Sakura.

- Ninguém como eu. - Sasuke. Sakura ficou em silêncio e abaixou a cabeça. Sasuke encarou um pouco surpreso e depois irritado. - Você sabe que eu quero fazer isso.

- Eu sei! - Sakura, ela acertou um soco destro na mesa, fazendo um buraco ao lado da sua tigela. Aquilo não abalou a Haruno; Ela permaneceu de cabeça baixa. - Eu sei...

Sakura levantou o rosto, ela tinha os olhos brilhando por conta das lágrimas que se formavam.

- Eu só não quero que me deixe... Eu não quero ficar sem você de novo, Sasuke... - Sakura, ela fechou os olhos e tentou secar as lágrimas. - Eu sofri tanto quando você se foi há anos atrás, e todas as vezes que você sai, é como se fosse a primeira.

Sakura soltou um longo suspiro e afastou as mãos do rosto.

- Tem ideia do quão é doloroso...? - Sakura, em uma voz quase rouca

- Você disse... - Sasuke.

- Eu sei o que eu disse! - Sakura, ela aumentou a voz e interrompeu o companheiro. - Mas é mais difícil do que você imagina.

- Sakura, se você não está pronta pra isso, se acha que não confia na minha palavra, não deveríamos estar juntos. - Sasuke, se levantando da mesa. - Eu disse que voltaria da viagem de rendição, e cá estou eu.

- Eu confio em você! É só que... É tão longe e tão perigoso! - Sakura, as lágrimas se formavam novamente, Sasuke não entendia o porquê. - É diferente Sasuke, não tínhamos responsabilidade afetiva um com o outro naquele tempo... Somos um casal agora, não deveríamos conversar sobre isso?

- Eu prometi voltar, eu sempre vou voltar. - Sasuke. Sakura continuava a chorar.

- Está doendo! - Sakura.

- É questão de tempo... Eu prometo tentar voltar rápido... - Sasuke, Sakura chorava ainda mais. - Você vai se acostumar.

- Realmente dói! - Sakura. Sasuke arqueou uma sobrancelha, até finalmente entender.

Havia um machucado no punho de Sakura. Se machucou acertando a mesa. Sasuke se aproximou e se ajoelhou ao lado dela.

- Você consegue se curar? - Sasuke. - Deve ter faixas por aqui.

- Na prateleira de cima.. - Sakura, um pouco mais calma, enquanto secava o rosto. O assunto havia se encerrado ali.

Sakura curou superficialmente as feridas, enquanto Sasuke, com a ajuda da mão e da boca, enfaixou cuidadosamente.

Sasuke ajudou Sakura a comer, afinal, ele era melhor que ela com a mão esquerda. Ele colocou a cadeira ao lado dela.

- Não precisamos nos preocupar com isso agora, não é certeza que eu vá. - Sasuke, retomando o assunto. Sakura deitou a cabeça no peito dele, abrindo a boca somente para receber a comida. Ela mastigava lentamente.

Sasuke a encarava pouco preocupado, começando a perceber o quão impactante ele era na vida dela.

- Sasuke... Dessa vez... eu posso ir...? - Sakura, engolindo de vez a comida. Sasuke não sabia como responder, se nem o próprio hokage tinha certeza, imagine ele.

- Provavelmente não. - Sasuke. Sakura fechou os olhos, ele percebeu o rosto corado dela molhar mais uma vez. Percebeu também que devia ter mais cuidado com as palavras.

- Certo... Kakashi vai escolher você... é o melhor da vila, sempre foi assim. - Sakura.

- Há outros ninjas bons para essa missão. Como o Shino, ou o próprio Shikamaru. - Sasuke. Ele terminou a comida e começou a comer a sua.

- Mas nenhum deles é você... - Sakura. - O Kakashi confia em você mais do que em qualquer outro.

- Ele confia em você também. - Sasuke.

- É diferente. - Sakura. Ela afastou o corpo de Sasuke e encarou seu rosto. - Quando você voltar, a gente vai treinar bastante... Quero que me conte tudo...

- Eu vou contar... Está tão envolvida quanto eu. - Sasuke, ele terminou de comer e colocou a mão no topo da cabeça de Sakura, alisando seus curtos fios rosados.

- Desculpe... Por ter gritado e quebrado a mesa. - Sakura, depois de longos segundos.

- Não é necessário pedir desculpas, foi impulso. - Sasuke. Sakura fechou os olhos e colocou a mão no peito dele.

- Quando você vai...? - Sakura.

- Não sei, depende do hokage. - Sasuke, ele afastou Sakura e se levantou, levando toda a louça suja para a pia. - Vá se deitar, está exausta.

Sakura se levantou e guardou a cadeira, indo até sua cama. Ele encarou a Haruno deitada de costas pra ele por alguns segundos e desligou as luzes, ele caminhou até ela e a abraçou por trás, escondendo o rosto em sua nuca.

Longos segundos em silêncio.

- Sasuke.. - Sakura chamou por ele, com a voz abafada.

- Hm? - Sasuke, já de olhos fechados.

- Eu não quero dormir. - Sakura, fechando um pouco a mão vazia

- Mas você precisa. - Sasuke, abrindo os olhos e afastando o rosto da pele dela. Sakura virou e ficou de frente à ele, o abraçando pelo abdômen e com o rosto em seu pescoço.

Sasuke entendeu e envolveu o braço mais uma vez na rosada. Sakura levantou o rosto e depositou um selinho nele. Ela deu mais um, seguido de outro mais demorado.

- Você me acha grudenta? - Sakura, ela mordeu o lábio dele e puxou fraco.

- Às vezes. - Sasuke sorriu de canto como costuma fazer e fechou os olhos.

- Que? Por que? - Sakura.

- Boa noite, Sakura. - Sasuke, com o intuito de deixar a Haruno curiosa

Sasuke pegou no sono bem rápido comparado a ela, que ficou emburrada e logo depois dormiu no braço dele.

No dia seguinte, Sasuke acordou um pouco mais tarde que Sakura, o que ele estranhou quando abriu os olhos, já que sempre foi o contrário. Ele virou o rosto e visualizou a rosada de pé na sua frente, mas encarando a si mesma no espelho, apenas com as roupas íntimas.

Ele sorriu fraco com a calcinha de cerejas dela, foi quando ela ouviu seu riso nasal e virou em sua frente, cobrindo seu corpo com suas mãos.

- A quanto tempo está aí? - Sakura, preocupada e com as bochechas completamente vermelhas

- Acabei de acordar. - Sasuke, virando o rosto ao lado contrário. O sorriso permaneceu nos seus lábios.

Sakura se vestiu rapidamente.

- Pode virar! - Sakura disse meio alto e embolado, Sasuke se sentou na cama e passou a mão no cabelo.

- O tempo passou rápido. - Sasuke, encerrando o assunto sobre as roupas íntimas da namorada.

- Significa que você dormiu bem. - Sakura. Sasuke a encarou por alguns segundos e afirmou com a cabeça.

- É... Já vou indo. - Sasuke.

- Fique, eu comprei maçãs pra você. - Sakura. Sasuke encarou a sacola de papelão na mesa, cheia de maçãs. Uma lembrança veio em sua mente e ele se levantou.

- Vou ficar só mais um pouco. - Sasuke. Sakura sorriu e começou a pentear o cabelo. Sasuke pegou a maçã e se sentou na mesa novamente.

- O que vai fazer hoje? - Sakura, quebrando o silêncio como sempre faz.

- Vou ficar com o Hokage o dia todo, como escolta. - Sasuke. - Passo aqui a noite, para sairmos.

- Vou estar no hospital, hoje tenho plantão até muito tarde. - Sakura.

- Entendi. - Sasuke, virando o rosto e dando uma mordida na maçã.

Ele terminou a fruta e se levantou, se aproximando da Haruno por trás.

- Eu já estou de saída. - Sasuke, encarando-a pelo espelho.

Sakura virou de frente ao Uchiha e sorriu encarando seu rosto, ela aproximou ambas as faces.

- Até... - Sakura. Sasuke encarou um pouco surpreso e colocou a mão no queixo dela, lhe dando um demorado beijo.

Separaram- se depois de alguns segundos, Sasuke a soltou, pegou uma maçã e saiu da casa, fechando a porta.

Sakura esperou ele sair para pular na cama e abraçar um travesseiro, se bagunçando inteira novamente, por dentro e por fora.

Era nítido; cada demonstração de carinho ou de ternura do uchiha mexia nela.

~ Sakura POV's On ~

- Atrás! - Sasuke, o obedeci e tentei lhe acertar um soco quando ele estava de costas pra mim, mas ele segurou meu punho com uma mão e me derrubou.

Cai de costas no gramado do campo de treinamento. Tiramos uma tarde de folga pra poder treinarmos, já que Sasuke podia partir a qualquer momento.

- Está desconcentrada. - Sasuke. Me sentei no gramado e encarei uma ferida feita mais cedo por uma kunai em meu braço. Ouvi seu suspiro e ele se sentou na minha frente. - Faremos uma pausa então.

- Está tudo bem, eu posso continuar. - Sakura.

- Está ferida, desculpe. - Sasuke, ele encarou o céu por alguns segundos.

Desde que recebi a notícia que Sasuke ia partir em mais uma missão, dediquei todo o meu tempo a ele; saindo mais. Ele até levou algumas roupas lá pra casa, era bom saber que ele não me achava grudenta por querer ficar mais próxima. Até acho que ele quer também, às vezes.

Era tão bom estarmos juntos, de novo, seja treinando, seja como um casal.

- Sasuke. - Sakura, chamei por ele e seus olhos encontraram os meus imediatamente. - Você tem certeza que não quer outro braço?

- Por que isso agora? - Sasuke.

- Porque seria muito mais fácil pra você fazer coisas básicas, como se vestir ou comer. - Sakura.

- Eu sei comer com a mão esquerda, e já estou acostumado a me vestir assim. - Sasuke.

- E se um dia o inimigo amarrar seu braço em um poste? Como pretende escapar? - Sakura.

- Usaria meus dentes. - Sasuke.

- E se ele tampasse sua boca? - Sakura.

- É bem improvável que isso aconteça, primeiro ele tem que me capturar. - Sasuke, ele sorriu de canto encarando a rosada.

Sakura suspirou e sorriu de volta, ela se levantou e colocou as mãos na cintura.

- Vamos, eu ainda tenho que acabar com você. - Sakura, sorrindo abertamente pro namorado. Sasuke sorriu de canto e se levantou.

- Bom, venha com tudo. - Sasuke.

Assim ficamos a tarde inteira; treinando juntos. Sasuke venceu a maioria, mas eu derrubei ele também, o que valeu demais pra mim.

Arfavamos acabados, um de frente pro outro. Eu suava com várias feridas pelo braço, das quedas e das kunais. Sasuke também não estava dos melhores, estava mais exausto que eu, seu olho estava cansado.

O corpo dele pediu arrego e ele caiu no chão, mas eu estava lá e o segurei antes, ele me encarou e fechou os olhos.

- Você me deu trabalho... - Sasuke.

- Você amoleceu comigo. - Sakura. Peguei nossas coisas no chão e começamos a andar, rumo a vila novamente.

- Eu não faria isso... Peguei pesado com você, até usei o sharingan. - Sasuke. Sorri e beijei sua bochecha enquanto estava distraído.

Comecei a curar Sasuke aos poucos, e quando já estávamos na rua principal da vila, Sasuke se soltou e começou a andar normalmente.

- Obrigado. - Sasuke. Ele segurou minha mão e começamos a andar. de volta pra casa.


Notas Finais


Eu evito fazer a visão do Sasuke das coisas, pois procuro ser o mais fiel possível, e eu já desisti de entender esse homem KSKSKAKJ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...