História Sleeping Warrior - season 2 - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Fa Mulan, Princesa Aurora
Tags Lgbt, Once Upon A Time, Orange, Ouat, Romance, Sleeping Warrior
Visualizações 39
Palavras 912
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Trago pra vocês uma pequena one shot. Espero que gostem e comentem o que acharam por favor!

Capítulo 1 - Capítulo Único - busca incansável


Um aprendizado muito grande foi adquirido na passagem de duas mulheres na floresta encantada. 

Duas mulheres que não fazem mais parte deste reino.

Após Emma e Branca partirem novamente à Storybrooke para reencontrar todos seus entes queridos, restou apenas uma ilusória esperança de encontrar um método de resgatar o antigo noivo da princesa Aurora, o príncipe Phillip.

O bravo e apaixonado homem, procurou incansavelmente por tua apreciada noiva. Mulan, a guerreira, o ajudou em grande parte do processo e se mostrou muito útil e amiga.

Quando encontraram a bela princesa, adormecida, sobre uma terrível maldição do sono, lançada por uma antiga feiticeira cuja o nome era Malévola, a espadachim nunca imaginou se encantar pela jovem moça.

Contemplou silenciosamente a formosura da mulher que o seu amigo passou anos procurando.

De cara, quando a jovem mostrou-se impressionada ao ver que uma mulher, usando uma espada, acompanhava seu noivo há décadas, a guerreira achou que não se dariam tão bem como queria. Mas por fim, tudo ocorreu bem.

Os olhos azuis hipnotizavam, como uma maldita sereia que te encanta para levar a presa para a morte - mas Aurora não a levaria para a morte... A levaria para a maior loucura cometida em sua vida. O sorriso acolhedor, transmitia paz, podendo fazem com que flutuasse delicadamente.

Logo ao resgatarem a princesa, o príncipe foi capturado por um expectro. A guerreira culpou a princesa por um bom tempo, mas a culpa não era proposital e sim para evitar nascer sentimentos.

Se afastou o máximo que podia, mas a atração de sua companheira a chamava, a atraia como um imã.

Depois que ajudaram Emma e Mary Margaret, decidiram buscar por Philip.

Era certo que havia sentimentos correspondido entre elas, mas se recusavam a ver algo que era eminente.


Nunca em sua vida no palácio, ou em sua percepção de que gostava de Phillp, Aurora ficou confusa. Mas dessa vez, mais que nunca, encarou uma confusão interna que não conseguia desvendar. Uma confusão onde ninguém poderia ajudar.

O trotar elegante do cavalo fazia eco por toda a floresta. Com os braços macios envolto na cintura de Mulan, Aurora apoiava seu rosto nos ombros da companheira enquanto riam estridentemente. Os cabelos ruivos junto aos negros faziam a mistura perfeita. O olhar sereno e calmo não aparentava que sobrecarregava sentimentos confusos e uma busca por seu noivo.

Ambas cavalgavam lado a lado, percorreram reinos, lutaram contra bravos guerreiros e monstros apenas para no fim, encontrar uma solução.

Já não sabiam o motivo de tanta busca. Já não fazia mais sentido procurar por Philip. Os corações das jovens já estavam ligados de uma forma que as tornava únicas.

Doía o coração em saber que não era correspondida. Doia o coração em saber que a ruiva não a amava do mesmo jeito. - era o que Mulan achava.

Por mais que Aurora buscasse por seu noivo, sabia que algo incomum sentia pela oriental e por isso, fazia questão de persistir nesta inútil busca, apenas para passar se quer mais um dia ao lado dela.

Estações se passavam. Ora as árvores secavam, ora as flores desabrochavam.

Encontraram um pequeno vilarejo bem escondido para não atrair ogros, assaltantes e expectro. Lá sabiam lendas antigas, assim como garantiram que poderiam ajudar a trazer Philip de volta.

Aurora entristeceu. Não esperava que encontrasse uma forma para trazê-lo de volta. 

Por mais que fosse egoísmo e falta de educação de sua parte, seu coração agora pertencia a outra pessoa.

Respirou fundo, enquanto os aldeoes faziam um antigo "ritual" para trazê-lo de volta. 

Entrou em sua cabana com a cabeça a mil e não conseguindo evitar que as lágrimas rolassem sobre seu rosto. Chorava amargamente que mal percebeu que Mulan não estava ali.

Rodeou o lugar com seu olhar perdido e avistou um bilhete em cima da escrivaninha.

Seu coração palpitou, pois sentia que algo estava por vir. 

Segurou o bilhete e o abriu.


Cara Aurora,

Minha missão ao seu lado, infelizmente chegou ao fim e espero ter lhe ajudado e que você seja bastante feliz ao lado de Philip.

Não fique chateada comigo por não ter dito adeus pessoalmente, mas não sou forte o suficiente com despedidas, principalmente quando se trata de você.

Agradeço a Philip por me oferecer a pequena oportunidade de conhecê-la... A mulher que me despertou, que me salvou, que me encantou.

Agora carregarei para sempre comigo a memória de uma incrível mulher que conheci e sempre levarei em meu coração.

Adeus, princesa Aurora.


O bilhete rasgou-se com a intensidade das lágrimas que o molhava.

Então seus sentimentos por Mulan eram reciprocos? Seu coração indicava para que cavalgasse até sua amada.

E foi isso que ela fez.

Ao lado da guerreira, aprendeu muitas coisas úteis. E uma delas era seguir rastros.

Cavalgou por horas até perder as esperanças e se sentar ao lado de um riacho, abraçando os joelhos e chorando.

-Por que está chorando? - a princesa virou o olhar que brilhava divinamente, e sorriu ao avistar a guerreira atrás dela.

-Eu não quero que você vá, Mulan. - correu ao encontro da morena, se jogando nos braços da companheira e inspirando todo o perfume dos cabelos escuros dançantes.

-Por que? - Mulan sorriu ao sentir o maravilhoso abraço que achava que não sentiria mais.

Uma pergunta simples, porém com uma resposta difícil. Aurora não seria capaz de responder. Não assim. Não nesse momento. Precisava provar e não apenas falar.

Dedilhou o rosto caricaturado de Mulan e o trouxe para perto do seu, roubando um beijo intenso e apaixonado. 

Fazendo com que ambas sentissem borboletas na barriga.

Fazendo com que ambas percebessem que haviam enfim encontrado seu final feliz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...