História Slytherin - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter, Wanna One
Tags Bruxos, Hogwarts, Jinhwi, Projeto Believe, Projeto Give Love
Visualizações 81
Palavras 1.265
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Então, eu sei que fiquei um tempo sem atualizar nenhuma das minhas fics mas é porque eu estava num acampamento sem internet e não podia usar o telemóvel sem ser para ligar aos meus pais.

Então eu cheguei no domingo a casa e já consegui escrever uns capítulos para compensar a semana e tanto sem escrever.

Espero que gostem do capítulo.

Capítulo 2 - Jinyoung


Após a aula de feitiços ter terminado ando até ao exterior e sento-me num muro qualquer olhando para os alunos das diferentes casas a conversar, só eu que não consigo fazer amizades nesta casa, sou a piada da minha casa por não ser como eles...

Alguns passam por mim e fazem barulho de choro e piadas pelo facto de estar sozinho, limito me a ignorar as piadas e críticas e quando me começam a cutucar, eu estou em Hogwarts e isso basta me, tenho é que me esforçar para me destacar aqui, só tenho de ignorar a casa em que estou...

- Daehwi? - ouço uma voz conhecida chamar me, viro me para olhar a pessoa que me chama e abro um sorriso, levanto me do meu cantinho e abraço-o

- Jisung! - digo ao abraçar o meu irmão, pequenas lágrimas começam a aparecer nos meus olhos quando ele devolve o abraço, o meu irmão é sem dúvida a pessoa mais carinhosa e reconfortante que conheço ele está aqui sempre que preciso.

- Daehwi, não fiques triste, está tudo bem. Eu falei com a mãe ontem e contei lhe o que aconteceu e para que casa foste e ela ficou um pouco triste mas ela entendeu que foste colocado em slytherin por alguma razão, o Chapéu Seletor nunca se enganou.

- Então acho que foi a primeira vez que isso aconteceu...

- Não digas isso Daehwi, vais ver que algo de bom ainda te vai acontecer nessa casa. - ele diz soltando um pouco o abraço

- Como? Quando? Já viste a forma como fui tratado durante a última semana que passou? Eu sou a piada da casa por não ser como eles. Preferia estar contigo na casa que seria a certa para mim.

- ouve Whi, não percas a esperança de que algo de bom vai acontecer, ou alguém vai aparecer e tudo vai ficar bem, só tens de esperar. - não tem explicação para a esperança e gentileza do meu irmão, é que não há como explicar a forma como ele faz todo à sua volta se sentirem melhor e sorrirem, ele é o melhor hyung que qualquer pessoa poderia pedir.

- Como é que consegues?

- Consigo o quê?

- Ser assim, tão feliz e cheio de esperança mesmo quando tudo está a correr mal?

- Eu sou assim mesmo, agora vamos parar com essa tristeza toda e tentar conhecer alguém, pode ser? Farias isso pelo teu irmão mais velho?

- Claro que sim, eu amo-te hyung. - ele beija a minha testa e faz um último carinho nas minhas costas antes de ir embora com alguns colegas que não conheço.

Levanto me e começo a andar em direção à biblioteca da escola, vou ler um livro e tentar falar com alguém.

Pelo caminho alguém esbarra em mim fazendo me cair no chão.

- Vê por onde andas bebé chorão. Não vês as pessoas na tua frente? Talvez nem em Hogwarts devias e estar.

- E-eu só... - digo enquanto tento levantar me mas sou empurrado novamente, ele fica do meu lago a segurar me contra o chão com a mão.

- Calado! Fica quietinho e ouve. Eu não sei quem és para achares que és melhor que os outros da tua casa, para achares que o Chapéu Seletor se enganou e és tão boa pessoa que não devias estar aqui mas aí está! Estás nesta casa porque és igual a todos nós, e talvez até pior, achas te o centro de todos e que és um coitadinho e que a qualquer momento o Dumbledor vai aparecer aqui para te levar para a tua suposta casa, acorda para a vida! Tu não passas de uma criança que acha que é superior a tudo e todos e que é mais poderoso que o Chapéu Seletor, não passas disso, um rapaz convencido, egoísta, mimado e infantil. Agora deixa de andar a chorar pelos cantos da escola e de te fazeres de coitadinho e age como um bruxo de Slytherin e deixa de ser uma criança! - ele fala, levanta se e anda para longe. Eu junto às poucas forças que tenho e levanto me também do chão e começo a andar em direção à biblioteca de novo, as suas palavras não saem da minha cabeça e as lágrimas acumulam nos meus olhos.

Chego rapidamente à biblioteca com medo de encontrar mais alguma pessoa que me diga aquelas coisas... E se... E se o que ele disse era verdade... E se eu realmente não passar de um mimado egoísta...

Sento me numa cadeira numa mesa vazia e deito a cabeça nos meus braços as lágrimas começam a cair novamente, eu só quero que este ano acabe e depois quero deixar Hogwarts, já não quero mais ser bruxo muito menos andar nesta escola...

Não sei ao certo quanto tempo passou mas acabei por adormecer na biblioteca, sou acordado por uma mão no meu ombro.

- Daehwi, certo? - um rapaz que está no meu quarto, o calado que fica sentado e calado a observar o que acontece à sua volta sem comentar nada, a julgar tudo mentalmente. Por vezes pergunto O que será que ele estava pensar?...

Passo com a manga da camisa pela cara para limpar os restos de lágrimas.

- Sim, tu és...

- Jinyoung, sou teu colega de quarto. Normalmente as pessoas não se apercebem da minha presença nos lugares... - ele diz e dá um pequeno sorriso tento devolver o sorriso, ele é bastante bonito e é a primeira a pessoa que vem falar comigo sem ser para me insultar. - Eu vi a forma como o Jihoon falou contigo lá fora... Ignora o, ele tem o ego grande demais.

- Conheces esse Jihoon?

- Preferia não conhecer, somos meio-irmãos... A mãe dele engravidou do meu pai quando eu era bem pequeno, depois casou com ele...

- E a tua mãe?

- Ela descobriu que o meu pai a traia quando estava grávida de mim, não muito depois a outro ficou grávida e quando eu nasci a minha mãe levou me para longe do meu pai mas como ele tinha mais condições financeiras que ela o tribunal disse que ele ficaria comigo... Foi muito difícil para ela e ainda é, e eu detesto o Jihoon, recuso me a chamá-lo de irmão, já tentei fugir várias vezes de casa...

- Que mau... Como é que o teu pai pode fazer isso, por vezes os homens são tão... Insensíveis... - digo acabando por ficar a pensar se o meu pai alguma vez traiu a minha mãe ou já pensou em fazê-lo... Eu era pequeno quando o meu pai morreu por isso não sei quase nada sobre ele ou como ele era quando estava vivo... As lágrimas voltam aos meus olhos ao me lembrar do meu pai...

- É... - ele olha para mim parecendo notar nas lágrimas que novamente se acumulavam nos meus olhos - O Jihoon é um exemplo, ele é parecido com o meu pai... Tu és irmão do Jisung não é?

- Sim sou... Ele é o meu único amigo nesta escola...

- Pois, agora tens dois amigos. Eu vou ser teu amigo e proteger-te do Jihoon e do amigo dele Seongwon. Agora vamos que a próxima aula já está a começar. - ele diz estendendo a sua mão e pego-a e começo a andar com ele até à sala da próxima aula, finalmente tenho um amigo, espero que ele faça o que me disse, eu não gosto de confiar nas pessoas porque elas acabam sempre por me magoar.

Eu vou confiar em ti Jinyoung, por favor não me magoes.


Notas Finais


Pronto, daqui a pouco vou publicar o capitulo da outra fanfic.

VIRAM O DEBUT DE WANNA ONE!!??? VÃO LÁ DAR VIEW EM ENERGETIC WANNABLES KDJDKDANSHAVHSND
AQUILO TA MARAVILHOSO
E O DEBUT DO SAMUEL!!!!!
EU SOFRI
E O COMEBACK DE BLANC7? E DAY6? ISTO DE SER KPOPPER JA NAO DÁ É SOFRIMENTO DEMAIS EM POUCO TEMPO DMSNEJSNBAHSNSKSKSKS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...