1. Spirit Fanfics >
  2. Smell >
  3. Capítulo Único

História Smell - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


SanZo Week Dia 7. sz

Capa: Pixiv id = 17975067

Capítulo 1 - Capítulo Único


Sanji nunca se considerou um viciado em limpeza, como toda pessoa normal, apenas gostava das coisas em ordem e limpas, como devem ser. De forma alguma ele permitiria que o navio ficasse sujo ou que o chão que suas amadas deusas pisavam sujasse os belos e delicados pezinhos lindos delas. Namorar Zoro era um grande problema nesse quesito. Na realidade, só de estar no mesmo navio que aquele bando de macho porco e fedido que parecia odiar banho era o pior dos problemas, mas, diferente de Zoro, ele não ficava agarrando Franky ou Brook em toda oportunidade que surgia.

O espadachim não era só fedido por raramente tomar banho, ele, mais do que todos os outros, suava litros durante os intermináveis treinos exageradamente pesados e era impressionante que não se incomodasse com o próprio cheiro. Por mais que fosse perdidamente apaixonado por aquele mato ambulante, Sanji não conseguia perdoar essa característica. Zoro fedia e era nojento. Não só fedia, ele era desorganizado e sempre deixava garrafas de sake vazias jogados em qualquer e todo lugar do navio, sobrando sempre para o loiro reunir e jogar fora da forma correta. Zoro também costumava usar a mesma roupa vários dias seguidos e se alguém não lavasse por ele, normalmente sobrando mais uma vez para Sanji, ele simplesmente pegaria a roupa suja fedendo e voltaria para o corpo sem se importar, era por isso mesmo que vivia andando sem camisa por aí. E Sanji nem estava levando em consideração aquele haramaki surrado que via água de vez em nunca. Completamente nojento. Poderia afirmar que o marimo não possuía olfato, mas várias vezes já teve a comprovação de que não era esse o caso, ele só era exageradamente porco e relaxado.

Para um homem que se banhava todo dia, usava perfume, apenas roupas limpas e era extremamente organizado, o contraste entre os dois era gritante e se alguém soubesse daquela relação, porque obviamente ninguém do bando sabia por eles dois serem muito discretos, se indignaria por completo. Como alguém tão maravilhosamente lindo, arrumado e cheiroso estava com um brutamonte surrado e neandertal? Um completo absurdo. Sanji, mais do que qualquer um, era quem mais se indignava com aquela relação. Logo ele, com o ser mais sujo da humanidade, quando existiam duas belas damas maravilhosas, cheirosas e perfeitas no mesmo navio. Não fazia nenhum sentido, o mundo realmente era injusto. Ele poderia estar alisando as belas curvas de Nami, espalhando um hidratante por suas coxas grossas, na barriguinha graciosa e lentamente subiria até os peitos... Ou até mesmo de Robin, fazendo uma boa massagem nas costas de sua amada, tocando lentamente cada milímetro da pele morena e perfeita, deslizaria os dedos pela cintura fina, para então escorregar, sem querer, até a bunda durinha e deliciosa...

O cozinheiro se pegou babando com os pensamentos... Bom, talvez não fosse apenas culpa dos pensamentos, já que eles eram apenas uma projeção do monumento malhando em sua frente. Era Zoro e, por mais que sua mente tivesse transformado a visão que tinha nas garotas, o que seus olhos observavam também era maravilhoso. O marimo estava ofegante, o corpo moreno suado e molhado, os músculos se tencionando a cada vez que agachava e empinava aquela bunda deliciosamente enorme, fazendo a ereção do loiro ficar mais dolorida. Sanji era tão fácil que se não fosse ele seria vergonhoso, mas era um pervertido por completo. E era óbvio que Zoro sabia que estava enlouquecendo seu namorado idiota, mesmo sem tentar, sem fazer nada sedutor, só estava treinando, mas era o suficiente para matar o loiro.

Com um sorriso malicioso, ao terminar a sequência de agachamentos, Zoro abandonou os pesos e se aproximou do loiro no banco. O suor escorria por todo o peitoral que chegava a brilhar, tirando totalmente o fôlego do pobre e inocente cozinheiro. Sanji engoliu a seco e imediatamente colocou as duas mãos nas montanhas, apalpando-as do jeito exato que sabia enlouquecer o marimo, e acabou arrancando um gemido dos lábios tentadores. Sem nenhum controle o derrubou no banco e começou a atacá-lo, abusando do corpo pecador que tanto o seduzia. Tomou os lábios do moreno por longos minutos, enquanto seu corpo se colocava por cima do corpo suado e se esfregava intensamente.

As mãos passeavam por todo aquele pecado, tocando da mesma forma que sua mente queria, a única diferença era que a pele estava longe de ser delicada e macia, Zoro era todo duro... Incluindo...

Com um gemido mais intenso, eles perderem o foco do beijo, então Sanji rapidamente mudou seu destino e começou a lamber o pescoço suado. Chupou, mordeu, marcou, sugou e tudo mais que tinha direito, Zoro era sua maior perdição. O gosto salgado do suor invadia sua boca sensível e deveria sentir desagrado com aquilo, mas era exatamente o oposto. Não, ele não tinha nenhum tesão com sujeira ou algo do tipo, era só por ser o marimo.

— Droga... Seu cheiro é tão bom. — Sanji reclamou em meio a um gemido ao sentir as mãos grandes sendo penetradas em sua calça e agarrando sua bunda. Estava inebriado com o cheiro do pescoço do maior, enfiava seu rosto, lambia a pele, como se quisesse inalar absolutamente tudo, parecendo até mesmo estar fora de si de tanto tesão.

— Heh. Você sempre diz que eu estou fedendo. — Zoro retrucou com um sorrisinho irônico e levou uma forte mordida no pescoço para se calar.

— É diferente quando no dia anterior você tomou um banho de verdade.

O loiro tentou se explicar olhando no olho verde do moreno, com o seu azul que estava visível brilhando. Poderia ser verdade, mas haviam vezes que mesmo com dois ou três dias sem banho ele ainda queria se afundar no cheiro gostoso do amado. O espadachim apenas sorriu com aquela justificativa, sabendo que era só papo furado, para então o calar com um novo e demorado beijo.

Por mais que Sanji reclamasse e odiasse que Zoro não tomava tantos banhos quanto ele, ainda era perdidamente viciado em tudo daquele marimo idiota.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...