História Smile - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Panic! At The Disco, Supergirl
Personagens Alex Danvers, Brendon Urie, Cat Grant, Eliza Danvers, Hank Henshaw, James "Jimmy" Olsen, Jeremiah Danvers, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor, Lucy Lane, Maggie Sawyer, Non, Personagens Originais, Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Brendon Urie, Kara Danvers, Lena Luthor, Mon-el, Sanvers, Supercorp, Supergirl
Visualizações 373
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Luta, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oieeee
Voltei com mais um
Onde tiver escrito play deem o play na msc que ta no link das notas finais
Enjoy *-*

Capítulo 20 - Janeiro de 2016 (Parte 10)


Fanfic / Fanfiction Smile - Capítulo 20 - Janeiro de 2016 (Parte 10)

Eu nunca me senti tão nervosa na minha vida como estou me sentindo agora. Porque? Simples! Hoje é o dia se meu casamento.

Brendon foi me buscar bem cedo em casa, junto com Maggie, Alex, Winn e o pequeno Tony, filho de Alex e Maggie que eu não consigo tirar do colo. Alex, Winn e Brendon logo trataram de me levar pro camarim de onde seria o casamento, onde eu me arrumaria para a cerimônia. Kara ficou em nosso apartamento junto com seus pais e Alex, Meggie seguiu pra lá também pra ajudar Alex com o Tony. Winner e Brendon me ajudaram com tudo, dizendo que eu não precisava ficar tão nervosa, logo a a cidade passaria e assim que eu visse Kara entrando na salão de eventos tudo em mim suavizaria. Engraçado que eles nunca se casaram pra saber tanto.

Mas é por causa desse momento que estou tão nervosa, não vejo a hora de ver a Kara entra do na salão de eventos, num vestido branco, prestes a se tornar minha esposa. Eu nem consigo imaginar.  Provavelmente eu terei um colapso. Um colapso de felicidade.

Suspirei mela milésima vez, passei minhas mãos uma na outra e encarei meu reflexo devidamente vestido para a cerimônia, no espelho. Passei as mãos pelo meu cabelo, e chequei o horário no meu telefone de novo. Faltavam quarenta minutos para a cerimônia, quarenta minutos. Eu estava tão ansiosa.

Ouvi batidas na porta, o que me tirou do transe.

-Entra.

A porta se abriu revelando meu pai, com um dos seus melhores ternos, exalando perfume e fomos cabelos penteados do lado.

-Pai? Que bom que conseguiu vim. -Fui na sua direção.

-Oh minha filha. -Me analisou e logo me puxou ora um abraço. -Eu não podia deixar de vim. É casamento da minha filha. Eu nem ao menos conheço sua noiva, que pai horrível eu sou.

Rimos.

-Você vai conhece-la.

-Eu estou muito feliz. Por você e sua noiva. Não dá nem pra acreditar, minha princesinha cresceu tanto. -Disse e seus olhos encheram-se de lágrimas.

-Pai... -O puxei pra outro abraço.

-Tudo bem. Desculpe seu velho, eu tenho ficado muito emotivo nos últimos dias. -Falou --Ontem eu correu assistindo um filme. -Rimos. -De romance.

Meu pai me deu diversos conselhos, coisas sobre casamento.

 “Nem tudo será um mar de rosas mas tente sempre lembrar no amor que você sentem uma pela outra  e por tudo que passaram que é a razão pelo qual estão juntas. E nunca, nunca deixe nada acabar com esse amor. Não cometa meu erro, Lena”

Tivemos uma longa conversa, repleta de alegrias, lembranças boas e ruins e bons conselhos. Meu pai realmente me trouxe muito conforto.

Logo ele teve que ir, alegando que não queria me atrapalhar e que estaria esperando pela cerimônia lá dentro.

Não passou cinco minutos e novamente alguém bate na porta.

-Lena? -Alex surgiu adentrando o cômodo.

-Oi. Já está na hora de entrar?

-Quase. Eu vim te desejar boa sorte.

Sorri.

-Obrigada, Alex.

Ela me encarou por um tempo, como se quisesse algo.

-Ah. .

-Você quer dizer algo?

-Vem aqui. -Me puxou pra um abraço, me surpreendendo. -Seja bem vinda a família Lena. Desejo toda felicidade do mundo pra você e minha irmã.

-Muito obrigada Alex. De verdade.

-É nem pense em magoá-la novamente ou pode dar adeus a esses seus lindos dedos. -Disse seria e tive que engolir seco. Alex consegue ser assustadora quando quer. Logo seu semblante seria se tornou uma gargalhada que acompanhei. -Vem aqui. -Me abraçou novamente. -Vamos. A Kara já está chegando.

Quando entrei na salão de eventos, me emocionei ainda mais, todos os nossos amigos estavam lá, nossa família, colegas de trabalho, conhecidos.  Me posicionei no altar, olhando todos ao redor. Tudo estava perfeito, a orquestra tocava uma linda música instrumental, todos os padrinhos e madrinhas posicionados, meu pai, os pais de Kara. Foi impossível conter minhas lágrimas.

Todo o ambiente ficou em silêncio e a orquestra começou a tocar uma música completamente diferente.

[PLAY]

Olhei na direção da entrada e lá vinha Kara, minha noiva, acompanhada por Jeremias.

Ela estava incrível. Naquele vestido branco, carregando um buquê de flores. Senti meus olhos se encherem de lágrimas novamente, eu não conseguia acreditar que estava acontecendo. Eu estava me casando. Com o amor da minha vida.

Quando alcançaram o altar, Jeremiah beijou a mãos de Kara e a passou pra mim, como manda o figurino. Peguei as mãos da minha noiva, e nós encaramos com intensidade. Seus olhos azuis tão lindos, me encarando de uma forma linda. Ela chorava, assim como eu. Somos duas manteigas derretidas. E ela sorriu, ela me deu o sorriso mais lindo que eu já ganhei em todo minha vida.

Logo o juíz começou a cerimônia, meus olhos não soltavam os de Kara nem por um momento enquanto ouvíamos tudo o que ele dizia.

Alex trouxe o pequeno Tony em seu colo, com um terninho do seu tamanho e segurando uma caixa que continha as alianças. Sorri pra ele que nos deu um sorriso lindo sem dentes.

O juíz pegou a caixinha, a pondo ao nosso lado.

-Srta. Danvers, por favor, seus votos.

Minha noiva suspirou e pegou uma das alianças na caixa me olhando com um sorriso bobo em seguida. Ela estava tão nervosa quanto eu.

-Lena... Eu não sei bem como começar mas quero começar te agradecendo. Obrigada por tudo, por cada pequeno momento que passamos juntas, por ter chegado na minha vida em um momento tão ruim e ter mudado minha vida, por ter me aceitado, me acolhido mesmo repleta de problemas da péssima fase da adolescência. Obrigada por não ter desistido de mim, mesmo depois de tudo o que passamos, por ter ligado ao meu lado quando tudo pareceu desmoronar. Você, é a pessoa mais incrível que já conheci e eu te amo tanto, tanto. -Fungou e pôs a aliança dourada em meu anelar esquerdo. -Receba essa aliança como prova do meu amor, que é e sempre será inteiramente seu. Eu quero passar o resto da minha vida ao seu lado e mesmo quando ficarmos bem velhinhas, e ou te amar ate o ultimo dia da minha vida.

Limpei algumas lágrimas teimosas do meu rosto e peguei a outra aliança na pequena caixa. Suspirei e peguei suas mãos novamente.

-Você é incrível. -Falei sorrindo. -Você é incrível e eu me apaixonando por você. Eu que tenho muito a agradecer, agradecer por tudo o que passou ao meu lado mesmo eu sendo uma ilha de coisas ruins, agradecer por ter sido a melhor namorada de todas, por ter me suportado todo esse tempo e por ter me perdoado quando errei feio com você. Todas avezes. Eu não consigo descrever o tamanho da minha felicidade agora, eu sou sem dúvidas, a pessoa mais sortuda do mundo, por ter você comigo  e por te chamar de minha esposa a partir de agora. Em fim.. aceite essa aliança como forma do meu amor. Mesmo passando anos e anos eu ainda me apaixono por você todos os dias e continuarei me apaixonando até o fim. Eu te amo.

 

-Lutessa Lena Luthor, é com livre e espontânea vontade que você aceita Kara Linda Danvers como sua legítima esposa para amar e respeitar, agora e até a sua morte?

-Sim.

-Kara Linda Danvers, é de livre e espontânea vontade que você aceita Lutessa Lena Luthor como sua legitima esposa para amar e respeitar, agora e até a hora da sua morte?

-Sim.

-Entao podem se beijar

Sorri e a puxei pra um beijo ouvindo gritos e aplausos.

-Eu te amo. -Sussurrei sob seus lábios.

-Eu também te amo.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...