História Smile - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Panic! At The Disco, Supergirl
Personagens Alex Danvers, Brendon Urie, Cat Grant, Eliza Danvers, Hank Henshaw, James "Jimmy" Olsen, Jeremiah Danvers, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor, Lucy Lane, Maggie Sawyer, Non, Personagens Originais, Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Brendon Urie, Kara Danvers, Lena Luthor, Mon-el, Sanvers, Supercorp, Supergirl
Visualizações 442
Palavras 1.393
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Luta, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeee, mais um capítulo pra vcs. Voltei rapidoooo uegyegeheghegeeuge
Agora vai começar a terceira e última fase de Kara e Lena, a fase adulta e casadas. Explicando melhorzinha. A fic é dividida em três fases, cada fase com dez caps, somando assim feita capítulos ao todo.
Vamos ao capítulo e leiam as notas finais augeueguegeuege

Capítulo 21 - Janeiro de 2016 (Parte 1)


Fanfic / Fanfiction Smile - Capítulo 21 - Janeiro de 2016 (Parte 1)

P.O.V Kara

 

Lena e eu estávamos no nosso terceiro dia de lua de mel em Miami, apesar de ser inverno, aqui não fazia nenhum frio. Conseguimos ficar num hotel na frente de Miami Beach, o que era raro nesse período do ano. Só conseguimos graças à Maggie, Alex e Brendon, que agendaram nossa ida bem antes do casamento.

Me sentei na cama, saindo de meus devaneio e ouvi um barulho do banheiro, Lena deve estar por lá já que desde que acordei não a encontrei na cama. Tirei o lençol que cobria minhas pernas e olhei meu celular no criado mudo, vendo as horas.

-10:56. –Suspirei e jogando na cama novamente. Que preguiça. Me levantei e caminhei até o banheiro na intenção de encontrar Lena. –Lena? –A chamei mas não obtive resposta. Cheguei no banheiro, encontrando o mesmo vazio. –Onde será que ela se meteu?

Entrei no Box, aproveitando que já estava despida e tomei um longo banho quente. Lavei meus cabelos, escovei meus dentes e me enrolei numa toalha, saindo do banheiro pra procurar algo pra vestir.

-Bom dia, amor! –Lena disse aparecendo subitamente pelo quarto e me assustando. Dei um grito que foi ouvido até na Coréia do Norte.

-Lena! –Lhe dei um tapão no braço.

-Ai! –Passou a mão no lugar me olhando incrédula. –Que violenta.

-Você quer me matar? –Ela gargalhou.

-Me desculpa. –Sorriu. –Vem aqui. –Me puxou pela cintura pra um beijo rápido. –Olha o que comprei pra você. –Tirou um buque de flores que ela estava escondendo trás de si e eu nem havia percebido me fazendo gargalhar.

-Porque você é tão brega?

-Você gosta, vai. Minha breguisse nunca sai de moda. –Rimos.

-São lindas. Obrigada.

-Viu? Você adora. –Riu. –Vem, vamos tomar café da manhã.

-Vou só vestir uma roupa.

Me arrumei rápido e descemos pro térreo do hotel.

[...]

-Nós vamos amanhã mesmo? –Perguntei enquanto tomava meu suco.

-Acho que sim. Brendon me enviou ontem nossa agenda de lua de mel. –Rimos.

-Eles realmente fizeram uma agenda?

-Sim, olha. –Puxou seu telefone me mostrando o arquivo que Brendon havia realmente mandado pra ela, com toda a nossa lua de mel cronometrada. –Hoje nós vamos sair pra conhecer a cidade e ir a praia, a noite vamos pra um restaurante Italiano chamado Vero. Eles devem ter feito a  nossa reserva lá a uns quarenta anos. –Rimos.    

[...]

Não demorou muito e logo estávamos num taxi conhecendo Miami. Tudo era absolutamente fantástico. As pessoas, os prédios, o ambiente era totalmente diferente de Nova York. Tudo era tão mais verde, mais colorido e tropical. As pessoas usavam roupas extravagante e pareciam não se preocupar com nada a não ser festejar, todos pareciam ter um  grande sorriso no rosto.

-Desculpem minha inconveniência. Vocês não são daqui, são? –O taxista perguntou.

-Ahn, não. Nova York. Estamos em lua de mel. –Lena respondeu.

-Oh, estão gostando?

-Sim, a cidade é incrível. –Falei.

[..]

Chegamos ao museu de artes de Miami na velocidade da luz, o taxista era muito simpático e atencioso. Logo estávamos vendo os milhares de quadros, esculturas e paredes completamente abstratas e coloridas que nos deixava cada vez mais fascinadas. Lena não parava de tirar fotos de cada pequena coisa que via e eu só sabia andar de boca aberta com tantas belezas.

-Esse cara foi Edward Von Wheight, ele fundou o museu em 1929, quando ninguém dava nada pelo museu e olha o que se tornou. –Lena disse ao meu lado.

-Como sabe tanto?

-Acabo de ler na internet. –Rimos.

-Muito historiadora você.

-O que? Eu sou uma pessoa culta. Hum, amanhã às 20h vai ter um concerto de música aqui, eu adoraria vim com você se não tivéssemos que está em Nova York amanhãs às 18h –Disse tristemente.

-Tudo bem, a gente volta aqui e assiste quantos concertos você quiser. –Ela sorriu.

-Humm... –Me puxou pra um beijo rápido e a repreendi. Eu sempre morro de vergonha de beijar em lugares públicos, em alguns não vejo problemas mas não um lotado como esse Museu está. Lena me ignorou e continuou olhando ao redor e lendo sobre o museu em seu celular.

[...]

Depois que saímos do museu fomos em outros diversos pontos turísticos daqui. Vistamos o Castelo de Corais,  Historic Virginia Key Beach Park, Wynwood Walls, um outro museu de arte livre  e almoçamos em um quiosque em Miami Beach, na frente do nosso hotel. A tarde ainda visitamos um parque aquática maravilhoso, Jungle Island, onde havia tantos animais que a maioria eu nunca ao menos havia ouvido falar. 

Antes que anoitecesse voltamos a Miami Beach e quando o sol começou a se por, nos sentamos na areia da praia. Acabamos não tendo tempo pra aproveitar a praia pela tarde mas nada se igualava a visão maravilhosa que estávamos tendo. Ainda haviam algumas pessoas na praia mas estavam afastadas de nós.

-É lindo, não é. –Lena disse pegando minha mão.

-É incrível. –Falei e façamos em silencio. A olhei e percebi que ela estava pensativa brincando com nossas mãos. –O que foi?

-Nada, só... Isso não parece um sonho? Você e eu.. Casadas, em Miami, na nossa lua de mel. –Sorriu brincando com minha aliança. Deixei um beijo em seu rosto. Ela sorriu e me beijou.

 

[...]

 

O restaurante era incrível, tudo parecia ser detalhadamente inspirado na Itália. Desde as mesas, a decoração, as cadeiras e toalhas e principalmente a comida que estava divina. Não é muito do meu feitio ou da Lena frequentar lugares assim, a gente prefere o bom conforto da nossa casa mas hoje era um dia um especial, nosso último dia de lua de mel, celebrando nosso casamento. Nós merecemos e também essa viagem inteira é um enorme presente dos nosso amigos e familiares.

Por mais que as coisas estejam se encaixando em minha cabeça agora, ainda não caiu a ficha. Saber com a partir de agora Lena é minha esposa, que vamos viver juntas, na nossa casa, com nossos trabalhos, nossa vida. Agora somos um par, uma só. Isso é bom demais pra ser verdade. Acho que nunca vou me acostumar com tamanha sorte.

-Amor? -Lena pousou a mão sobre a minha na mesa. -O que foi? Você está tão distante. -Sorri pra ela.

-Um pouco pensativa. -Ela acariciou minha mão. -Eu te amo Lena.

Me olhou com os olhos brilhantes e sorriu.

-Porque você é tão aleatória?

-Porque você é tão estraga momentos? -Rebati rindo.

-Que? Não fui eu que me chamei de brega quando eu te dei um buquê de flores essa manhã.

-Mas você realmente é brega.

-Você acabou de dizer que me ama. Subitamente

-Mas eu te amo... Subitamente. -Ela suspirou e vi seu rosto corar me fazendo rir. -Você está corada.

-Como eu não ficaria? -Sorri. -De qualquer forma eu também te amo. Muito. Mais que qualquer outra coisa no universo. E eu tenho sorte demais de te ter como esposa.

Sorrimos uma pra outra.

-Eu queria te beijar agora.

-Sem problemas. Temos um quarto de hotel inteirinho nos esperando, bem aquecido e na frente de uma linda vista.

-Isso soa tão tentador.

-Vamos pedir a conta.

[...]

Eu estava deitada em nossa cama, perdida em emissão devaneios, metade do corpo de Lena estava sob o meu, seu rosto em meu pescoço enquanto eu acariciava seus cabelos e sentia sua respiração quente em minha pele. Não tínhamos movido um músculo desde então.

-Amor?

-Hum? -Resmungou manhosa em se mexer.

-Eu quero ter um filho.

Lena levantou o rosto e analisou o meu por longos segundos, parecendo procurar qualquer resquício de brincadeira.

-Amor.. -Ela riu, nervosa. -Nos acabamos de nos casar.

-Eu sei.. só.. Não digo agora, ou.. Não precisa ser por agora, se você não quiser, eu entendo que pode ser cedo. É só que ... E u não sei se já te disse isso mas você  sabe como sou brega e cliche, eu sempre quis ser mãe, ter um filho, um bebezinho com alguém que eu amasse de verdade e que me amasse também, você sabe.. a pessoa certa. E eu já encontrei essa pessoa.

-Foi? E quem é esse príncipe encantado maravilhoso? -Disse cínica.

Dei um tapa em seu braço a fazendo rir.

-Pare de ser metida. -Rimos.

Um pequeno silêncio se fez entre nós.

-Eu nunca havia pensado sobre isso antes. Mas.. pensando agora... Vai ser incrível ter uma cópia nossa correndo pela casa.


Notas Finais


Meu deuuussss, como essa fanfic é clichê aushuashausguags
Sério, se vcs me conhecessem nunca diriam que eu escrevi ela.
Bem... Como estão percebendo, estou atualizando rápido aueguegeuegee
"Ah mais pq? Vc é tão enrolada e fica anos sem atualizar?"
Bem.. eu tô com outros projetos, muito outros e por causa disso acabei deixando Smile um pouco de lado. Eu ja tenho ela toda projetada desde o comeco, até pq ela é baseada em fatos reais e não terá grandes acontecimentoa como podem ver.
Eu estou focando inteiramente em Smile pra que eu siga com meus outros projetos, ou seja daqui pro fim do mês, EU PLANEJO já ter terminado Smile, postando os últimos nove caps que faltam.
Bhoooo
Até logo e logo msm eueheuegugd

Novo trailer (o oficial): https://m.youtube.com/watch?v=O63JhguDOdM
Antigo Trailer: https://m.youtube.com/watch?v=wx1XUeXTyzk
See ya


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...