1. Spirit Fanfics >
  2. Smile >
  3. A mãe " Esperança" chora.

História Smile - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Imagem tirada do pinterest.

Bom... ,_, o Segundo capítulo não é grande coisa, tinha perguntado para meu amigo/ Bro com quem eu iria começar o próximo Cap, ele disso " A mamãe Inko."
Não pensei em muita coisa para as ações dela, mas algo eu tinha certeza! Não vou fazer ela se suicidar-Se 7-7

Capítulo 2 - A mãe " Esperança" chora.


Fanfic / Fanfiction Smile - Capítulo 2 - A mãe " Esperança" chora.

╔═════ ▓▓ ࿇ ▓▓ ═════╗

♡*:.。.Então, o que eu te disse ontem...  ainda se lembra, certo? 

⋆ A pessoa para quem ela falava se encontrava calado(a) com a cabeça abaixa, estava ofegante, respirava com bastante dificuldade. Inclinado sua cabeça um pouco para o lado, ela sorriu, um pequeno sorriso formado em seu rosto, aquela cena na sua frente era deplorável.⋆

♡*:.。. Não foi eu que fiz isso com você, então pelo menos olhe nos meus olhos, eles não são lindos??

⋆ A pessoa então tenta se ajeitar no lugar onde se encontrava parado, mas não tinha forças nem para isso. Levantando sua cabeça devagar, ele olha para aqueles olhos castanhos bem claros 'era bonito' a pessoa pensava, mas a sua visão não se encontrava uma das melhores. A moça se levanta calmamente para não assustar a pessoa, indo em passos lentos e sem som, ela sorria, já próximo dele(a) ela se agacha e leva suas duas mãos para a sua face, a pessoa se assusta um pouco com aquela aproximação.⋆

♡*:.。. Não são lindos? São esses olhos que iriam te levar a sobrevivência pelo que vai vim no futuro, não tenha medo deles, pois eles vão me mostra o caminho que você terá  que seguir.

⋆ Acariciava as bochechas ensangrentas e sujas. A pessoa não tinha lhe respondido, mas não ligou muito, pois essa pessoa só se importava naquele momento com o carinho que estava recebendo, era quente, era reconfortante, fazia tempo que não recebia algo tão simples assim.⋆



▂▃▅▆█▆▅▃▂

ᴄᴀsᴀ ᴅᴏs ᴍɪᴅᴏʀɪʏᴀ🍃

Um dia depois do acontecimento.

Na casa da família Midoriya, encontrava-se uma Mulher em prantos sentada no chão segurando uma fantasia, uma pequena fantasia do grande símbolo da paz. Depois que recebeu a notícia a mulher de cabelos esverdeados não parava de chorar, bom, ela poderia ser mais firme e esperar pelo seu bebê em casa, mas a Mulher se culpava por várias coisas que envolvia seu bebê, queria o proteger, mas não sabia como, nem sabia em como fazer isso sem ver sua carinha triste. 

Deis aquela consulta a Mulher se culpava, e aquilo só foi aumentando enquanto aquela criança crescia. Tentava colocar seu melhor sorriso quando ele chegava da escola todo machucado, trabalhava duro para ser uma Mãe e pai ao mesmo tempo.

 Sabia do sonho do seu filho, ela apoiava e ao mesmo tempo tentava o convencer sem o machucar, ela só queria proteger aquela criaturinha chorosa desse mundo. Quando descobrir que ele entrou na U.A, ficou bastante feliz e preocupada, mas torcia pelo seu bebê.

As coisas que ouvia e lia sobre a U.A apertava seu coração, seu bebê sempre tava no meio de vários acontecimentos, mas aguentava...... só que, naquele dia não aguentou, não sabia o que fazer ou que falar no telefone, sua mente estava a mil. 

Agora estava lá no chão frio sentada, enquanto abraçava aquela fantasia tão nostálgica.

Era tão fácil proteger ele antes...

Onde errou(?)...

O que ela poderia fazer(?).... 

A campainha da sua casa tocava, mas ignorava completamente, ela não precisava da companhia de ninguém, só queria sentir o seu passado e decidir o que irá fazer sobre o futuro dela e do seu bebê, enquanto chorava.


Notas Finais


Verde significa: Natureza e Esperança.

;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...