1. Spirit Fanfics >
  2. Smile House A CASA DOS SORRISOS >
  3. 1-Mr. Sandman

História Smile House A CASA DOS SORRISOS - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Meu Corpo Queima, Oque ah de errado comigo? Oque é todo esse sangue na minha camiseta?

Capítulo 1 - 1-Mr. Sandman


Fanfic / Fanfiction Smile House A CASA DOS SORRISOS - Capítulo 1 - 1-Mr. Sandman


11/26/1993
       16:35.
Um grave acidente de carro tira a vida de duas pessoas. Um dos corpos foi identificado, é de Nancy Smiles... O outro corpo ainda está sem identificação até o momento.
11/28/1993           
       09:15.      
Clair está chorando em seu quarto. Robert se senta na ponta da cama.
Robert: Tudo bem filha? Os convidados estão esperando por você.
     Clair: Eu não quero descer....
     Seca seus olhos cheios de lágrimas
Robert: Mas filha você não pode ficar aqui sozinha, estão todo lá em baixo.
     Clair: Eu não ligo!
Robert: Eu sei que você está mal pela mamãe, eu também estou mas temos que ser fort..
     Clair: Para!! Eu só quero ficar sozinha entendeu?!
Robert: Não fale assim comigo na minha casa!     
Clair: .....
Robert: Me desculpe por isso filha.
     Clair: Eu só queria a mamãe....
                                         Clair fala isso enquanto cai em lagrimas
Robert: Sim, eu também queria.
         Um abraço caloroso entre os dois
     Clair: Te amo papai.
Robert: Também te amo filha.
Robert: Vá até seus irmãos, eles também estão passando por isso.
     Clair: Tudo bem papai.
    Joshua: Lamento muito pela sua esposa meu querido Robert.
Robert: Obrigado Josh, significa muito para m..
                            Antes de terminar a frase ele começa a chorar, na frente de todos no salão.
    Joshua: Vem aqui amigo.

               Joshua coloca seus braços em volta de Robert.
Robert: porque ela teve que ir........
    Joshua: Coisas assim acontecem, por favor se acalme...

5 meses depois....
          04/25/1994
Após todas as angústias do passado Robert Decidiu mudar de casa junto com seus filhos Para um lugar distânte.
Eles se mudaram para uma bela casa antiga em uma ilha isolada chamada Hallam, o único acesso a ilha é de balsa ou barcos pequenos.
   Seth: É aqui que vamos morar? pai?
Robert: Sim Seth, aqui que vamos finalmente mudar nossas vidas.
    Matthew: Esse lugar é esquisito...
Clair: Eu gostei...
                A Casa nova da familia Smiles já estava imobiliada quando chegaram, foi avisado na papelada de acordo do proprietário do imóvel.
    
Matthew: Olha essa decoração antig..
             
                 Todos foram surpreendidos por uma vitrola antiga que começo a funcionar sozinha. Todos ficaram bem confusos com isso, estava tocando uma música antiga.
                                                         Mr.Sandman, bring me a dream
                                                        Make him the cutest that I've ever seen
                                                        Give him two lips like roses and clover
                                                        Then tell him that his lonesome nights are over
Robert começa a dançar.

Robert: Vamos! Isso foi divertido! caraca, fazia tempo que não via uma belezinha dessas, ainda mais em perfeito estado.
                    A vitrola aparentava ser dos antigos moradores, ela era dourada com detalhes em bronze é prata é algumas letras ou linguagem esquisita em sua superfície de marfim.

Robert: Então Clair, vá conhecer a casa é o quintal se preferir enquanto eu é esses dois rapazes me ajuda a levar as coisas para dentro? hahaha   

Seth: O senhor deve está brincando né 

 Matthew: Mas pai!

Robert: Sem reclamar agora me ajuda com essa caixa.

    Seth: Tá tudo bem..

                   Mesmo não gostando da ideia os dois ajudam seu pai, enquanto Clair perambula por ai. Ela olhou da janela de um dos quartos uma grande árvore no quintal é sem pensar duas vezes ela vai até a árvore. Descendo um pequeno morro de terra. Lá ela encontra um carrinho de madeira do lado uma pá é uma caixa de areia Quando ela se aproxima ver um balanço de pneu na árvore, sem pensar duas vezes ela começa a se balançar no balanço de pneu.

Ela sente uma presença.... Uma respiração, quando ela olha para trás assustada, não vê nada. Mas quando olha para frente   

Matthew: AAAAAH

Clair grita do susto mas depois volta com uma expressão de raiva para seu irmão.

  Matthew: você ficou ridícula com essa cara de apavorada hahaha
Matthew rindo enquanto tira sua máscara
     Clair: Não teve graça seu idiota é que máscara é essa?!
Matthew: Eu a encontrei no sótão junto com varias coisas velhas, acho que deveria ser dos antigos moradores.
                           
A máscara era da peste negra, de couro escuro é alguns botões de cobre em toda máscara.
Matthew: Então, vamos entrar?
     Clair: Sim, é claro.
           Os dois sobem o morrinho de terra para chegar em sua casa. Quando eles chegam até sua casa eles começam a selecionar seus quartos.
Seth é Matthew irão dividir uma beliche Enquanto Clair vai ter um quarto apenas para si

  Matthew: HUM? Porque ela tem um quarto só pra ela é a gente não?
       Matthew fala meio enfurecido mas depois compreende.
Robert: Ela é uma garota! Precisa de seu próprio espaço pessoal.
     Matthew: O senhor tem razão.
Robert: Bem, nossas vidas irão mudar, finalmente irão mudar. Smiles podem qualquer coisa!
              Todos dão um grande sorriso é em logo em seguida vão arrumar seus cômodos.
Primeira noite na nova casa.
   04/26/1994        
           04:24.
As crianças dormem, Robert dorme. Até que nessa noite a vitrola começa a tocar sozinha no andar de baixo. Robert se levanta para ver oque está acontecendo, passa na frente dos quartos de seus queridos filhos.
Matthew está dormindo.
Seth está dormindo.
Clair está dormindo.
Então ele desce pro primeiro andar em direção a vitrola, ela estava com um zumbido, ele ouvia um zumbido quando ele chega nota algo diferente, a porta da casa está aberta, isso foi estranho mas bem normal pois pode acontecer do vento ou até mesmo ele esquecer de fecha-la, ele fechou a porta é voltou em direção a vitrola. Ele tenta de varias maneiras fazer-lo Parar de fazer barulho, cada vez fica mais alto é mais alto ao ponto de ser insuportável, Ele dá uma batida brusca no mesmo é para, nisso ele decide voltar para cama. A porta de seu quarto estava fechada, mas ele não se recordava de ter a fechado, mas ele não se importou muito com isso.
Enfim voltou a dormir.
 
Logo cedo ele desce para preparar o seu café é de seus filhos. Depois do preparo ele chama os mesmos para tomar o café dá manhã, mas estranhamente ninguém responde. Ele aguarda uns minutos é nada foi aclamado de volta.....
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...