História Smooth criminal - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Flavia Pavanelli, Hayes Grier, Jack & Jack, Magcon, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Zayn Malik
Personagens Flavia Pavanelli, Jack Gilinsky
Visualizações 19
Palavras 2.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Um novo começo


Fanfic / Fanfiction Smooth criminal - Capítulo 2 - Um novo começo

Jack Gilinsky.

-Você já sabe o que vai fazer com ela?-Johnson perguntou e eu neguei.

-poderia colocar ela na boate, ela é bonita daria muito dinheiro, mas também nos levaria a falencia, pois os caras so iriam comer ela-Cameron disse olhando um mapa.

-Acho melhor deixar ela aqui, ela é bonita sim e tal, mas vocês sabem como são as garotas daquela nossa boate-Sammy disse me encarando e eu assenti.

-É também, como vai ficar para podermos assaltar aquele vagabundo do Josef?-eu perguntei pra eles e eles me olharam, comecei a ficar pensativos e logo veio a imagem da dela na minha cabeça, ela é tão bonita, sai dos meus pensamentos com um tapa estalado na minha orelha, logo os garotos riram.

-Ta pensando na menininha lá em cima né Gilinsky, nem ouviu o que nos falamos né o Viado-Johnson perguntou e eu neguei.

-Não estava pensando em ninguém, so estava pensando como o David vai nos pagar, mas me fala essa historia ai-Menti e logo eles me olharam loucos pra rir revirei os olhos.

-Bom nos estavamos pensando em chegar atirando, vamos entrar pela porta da frente, e ele vai dar uma festa em um Cassino no centro da cidade-Sammy disse e logo ouvi a porta se aberta, e vi que a Flavia nos viu e logo deu meia volta mais voltou.

-Desculpa me meter, mas eu acho que sua ideia não é muito legal Sam, vocês chamariam a atenção da policia muito rapido, ainda mais que é um cassino no centro da cidade e é perto da delegacia, e o pior de tudo vai ter muita gente lá, e se vocês acertam alguém que não tem nada haver com a historia, o certo seria vocês arrumarem uma mulher, que ele nunca viu na vida, e que chame a atenção dele, e de todos os outros homens, me empresta o mapa desse Cassino-ela disse empurrando o Cameron com o seu corpo e o mesmo riu, ela parecia bem concentrada, logo ela pegou um lapis e começou a rabiscar-Bom tem um tunel lá dentro, que da direto a um cofre, e tem um que da direto a um dos quartos daquele cassino, essa mulher que for ajudar vocês pode seduzir ele dar um boa noite cinderela sei lá, e ser esposa de algum de vocês, e me desculpem por entrar aqui, é que estava escrito biblioteca-ela disse e roubando um livro e saiu fechando a porta, e logo os meninos me olharam.

-Acho que tenho alguem em mente-Johnson disse olhando para a porta e eu neguei.

-Pois é-Cameron disse me olhando malicioso.

-Então vamos nos arrumar a festa é daqui a pouco-Sammy disse saindo com os garotos e deixando a porta aberta e logo a Flavia entrou devolvendo o livro na prateleira e me encarou.

-Não sabia que você gostava de ler-eu disse a olhando enquanto ela analisava alguns livros da prateleira, logo ela pegou, a cadeira que estava do lado da estante e subiu na mesma, pra olhar os outros livros.

-Gosto sim, livros me acalmam, eu preciso falar com você sobre a minha faculdade-ela disse virando pra mim e logo pegou um livro e desceu do banco se sentando no mesmo cruzando as pernas, eu não sabia se seu corpo era bonito ou não, ela usava umas roupas largas, mas mesmo usando roupas largas ela continuava bonita.

-O que que tem sua faculdade, se você vai continuar?-eu perguntei e ela assentiu-Não você não vai continuar-eu disse debochado e ela se levantou indo na minha direção.

-Mas porque?, eu preciso terminar, tenho apenas 3 aulas, e acaba por favor-ela disse fazendo biquinho e eu neguei vi ela bufar-Vai se foder então, e fique Sabendo que eu vou continuar sim, você querendo ou não-Ela disse saindo batendo os pés e vi o Sammy gargalhar

-Quando você vai começar a se arrumar?-Sammy perguntou e eu bufei indo em direção  as escadas, indo em direção ao meu quarto e fui tomar banho

Flavia Pavanelli

Entrei no meu quarto, xingando o Gilinsky de todos os nomes possiveis, se eles acham que eu não vou fugir daqui estão muito enganados, logo me deparei com uma caixa em cima da cama, olhei para a cabiceira da cama e a mesma tinha um bilhete, fui até ele e peguei e ocmecei a ler "Se arrume queremos você deslumbrante para essa noite" bufei e fui até uma porta que tinha no quarto, na verdade tinha três portas aqui dentro desse quarto, abri  primeira e me deparei com um enorme closet cheio de roupas, e logo olhei para uma outra porta dentro do Closet abri a a mesma e me deparei com um banheiro, maior que o meu quarto, liguei o chuveiro e comecei a tomar meu banho, assim que terminei, me enrolei na toalha e fui abrir umas gavetas daquele closet e me deparei com muitas langeries novas cheias de etiquetas, peguei uma azul, vesti, logo fui até a cama abri a caixa e me daparei com um vestido azul escuro e um salto preto, xiguei eles de todos os nomes possiveis, eu gosto bastante de vestidos, mas este estava muito colado no meu corpo, o que valorizou bastante o meu corpo e com certeza chamaria muita atenção, bufei e comecei a procurar umas maquiagens pelo quarto, até que achei um kit em uma comoda, usei um pouco até que entrou duas menins, uma loira e uma morena que me olhava com nojo, já estou vendo que vamos ter encrenca

-Oiee, você deve ser a Flavia, prazer sou Stassie-Ela disse me olhando e eu sorri.

-Sou Madson, primeira e unica do Gilisnky-ela disse e eu bufei revirando os olhos.

-Não da bola pra essa idiota, melhor descermos, e você está bonita Flavia-Stassie disse e eu sorri,  depois de ter me arrumado eu me olhei em um dos espelhos grandes dentro do quarto, e pensei que nunca fiquei tão bonita como hoje. Eu não saio muito de casa, meus pais são sempre tão ocupados, não tem tempo pra em lugar algum, em falar que quando eles não estão em casa, tenho que cuidar da minha irmã mais nova, fiquei sentada naquela cama, olhando pro nada até que alguém entrou no quarto.

-Olha só você já esta pronta, vou chamar o Nash-Sammy disse e saiu, quem é Nash?

-Ahnnn Flavia não é?-Ele perguntou puxando a cadeira e sentando na minha frente.

-Nash não é?-perguntei 

-Isso- ele disse tirando seus oculos escuros e revelando seus olhos cor de oceano-Sammy te contou o que você tem que fazer?

-Não..-Eu disse 

-Bom ...É o seguinte-Ele começou- Nos vamos a uma festa e você terá que fingir ser noiva do Gilinsky. Depois da meia noite vamos te entregar uma mala, e você deve entregar a um dos caras Grandalhão que vão ficar na porta de entrada. E o mais importante seja rapida

Porque eu tenho que ser Rapida o que tem dentro da mala?

-Gilisnky aquele rabugento e que não deixa nada?-eu perguntei e ele riu assentindo

-Esse mesmo-ele disse sorrindo, ele era muito simpatico.

-O que tem dentro da mala?-eu perguntei 

-Você logo vai descobrir. Mais não esqueça de ser rapida.- ele se levantou da cadeira, e segurou minha mão me ajudando a levantar e logo fomos em direção a porta.

-Vou te levar até o Gilinsky, ele vai te dar mais detalhes-ele disse pegando minha mão. Foi me guiando para algum lugar

Mais se tem algo, que não sai da minha cabeça é o que tem dentro daquela mala.

Ele me levou até o quarto, e soltou minha mão sorrindo entramos e nos deparamos com o Gilinsky e  Madson se comendo, revirei os olhos, tossimos e logo eles pararam e ficaram nos olhando, logo ele foi pra frente do espelho e ficou pentiando seu cabelo, em formado de topete, logo a Madson saiu me encarando, e o Nash saiu, ficamos só eu e ele, percebi que ele me olhava pelo espelho, comecei a brincar com as minhas unhas, ele vestia uma especie de Paletó, calça e sapato social, também não parecia um bandido. O silencio era constante resolvi quebrar.

-Então.. Jack não é?-Eu perguntei 

-É.-Ele disse virando pra mim-Nash disse o que você fará essa noite?

-Disse mas ele disse que você me daria mais detalhes-eu disse analisando o quarto.

-AH claro ele te contou a parte da Mala certo?-ele perguntou e eu assenti- Essa noite meu nome será Thomas, e o Johnson Jeff, Não fale com ninguém, a menos que falem com você, não olhe pra ninguém por muito tempo e não tente fugir, estaremos de olho em você- Ele fez uma pausa- Ah para parecer mais verdadeiro- Ele tirou uma aliança do bolso- Coloca isso.

Coloquei a aliança, ela tinha cor dourada, parecia de ouro, era bem verdadeira.

-Aceita ser minha esposa por essa noite?-Jack perguntou pegando minha mão. Afastei a nossas mãos e não lhe dei resposta- Continue assim e as coisas ficarão mais dificil pra você

Após dizer isso alguém abriu a porta

-Jack Vamos logo, ou se não vamos nos atrasar- era o Nash ele estava bonito, usava roupas sociais

Seguimos Nash até a o Lado de fora vi uma ferrari prata, Stassie Sammy  já estavam no carro na parte de trás.

-Humilde vocês-Eu disse analisando o carro

-Quando eu disse pra você não falar com ninguém a menos que falem com você,também serve pra você-Disse o Gilinsky, mais que cara mais estupido.

entramos no carro, Jack foi dirigindo, Johnson foi ao seu lado, e eu foi do lado da Stassie no banco de trás.

Chegamos no local da festa, pessoas chiques, com aparencia de ricos passeavam por lá, eu estava com o braço estrelaçado no de Jack, eu ele e o Johnson fomos até a um grupinho de pessoas.

-Boa noite Thomas, Jeff- Disse uma mulher já de mais idade e toda metida.

-Essa ai é a sua nova esposa?-um homem de idade perguntou.

-Sim.-Jack respondeu sorrindo falsamente. Ele parecia não querer falar meu nome pra ninguem.

{...}

-Flavia se prepara-Jack disse no meu ouvido-Faltam 5 min pra meia-noite, e a festa está quase no fim, por favor disfarça com um sorriso, pra acharem que eu to falando algo que te agradou entendeu?

Eu Balancei a cabeça sorrindo, Jack também sorriu, e me beijou, nos separamos por falta de ar e encarei ele.

-Por que fez isso?-perguntei num tom normal, porém irritada.

-Pra disfarçar, porque eu mando em você e você tem que me obedecer- ele disse malicioso e eu pontei o dedo do meio o que fez seu sorriso sumir, fui até o Johnson que me chamava 

-Rapido não temos muito tempo-Johnson disse me entregando a mala-Entregue para um daqueles caras da porta anda!

Fui correndo até a porta e reparei que os outros já tinham saído, entreguei a mala ao cara da direita, Johnson apareceu até mim e foi me empurrando não tão forte até o carro, saimos até o local da festa, Gilinsky Sammy e Stassie já esperavam no carro.

-Rapido entrem-Gilinsky disse entrei no carro assim como o Johnson, Gilisnky saiu catando pneus, e parou um pouco longe do local da festa, e eu escutei um barulho de explosão. Olhei para o Local da festa e tudo estava pegando fogo, eles desceram do carro deixando só eu e Stassie para assistir o espetaculo, olhei para Stassie que parecia triste, logo eles entraram no carro, foram falando até a casa, assim que entramos eu me sentei no sofá junto com a Stassie.

-Porque fizeram isso?-perguntei querendo explicações

-Foram mais de 60 inimigos mortos, que estavam atrapalhando nossos negocios-Disse Cameron brotando do nada

-Mais e as outras pessoas inocentes?-perguntei e logo o Gilinsky sentou do meu lado, chegando perto do meu ouvido.

-Ninguem é inocente-ele disse em meu ouvido, de uma forma que todos podessem ouvir- por mais que tenham carinha de santo ninguem é inocente-ele disse e os outros começaram a rir.

-Gente vamos logo, daqui a pouco a policia aparece aqui e vai querer levar vocês como  testemunha- Cameron disse e os garotos assentiram.

-Nos poderimos ir naquele barzinho que sempre vamos, para se despedir-Nash sugeriu, como assim se despedir?

-Otima ideia Nash, você bebe Flavia?-Johnson perguntou e eu neguei.

-Então vai aprender-Gilinsky disse e eu revirei os olhos, saimos da casa e fomos em direção ao carro

-Quando vocês vao me liberar?-eu perguntei e eles começaram a rir

-liberar?-Disse Gilinsky-Acha mesmo que vamos te liberar, pra você sair correndo contar para policia e ferrar nossas vidas?

-Amanha partiremos para Las vegas e você vai ir junto, só vamos amanha na sua casa para você falar com a sua mãe, pra você dizer que vai fazer suas provas em outro estado, e tudo correra bem.-Disse Gilinsky

-Vocês não podem, eu tenho amigos, tenho familia, tenho a minha vida.

-Quem se importa?-Gilinsky perguntou frio esse filho da puta me paga.

-Eu me importo, vocês estão destruindo minha vida-eu disse alterada.

-Eu não diria "destruindo". "Um novo começo" seria o termo-Cameron disse fazendo aspas com a mão.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...