1. Spirit Fanfics >
  2. Snow and Morningstar >
  3. Nevasca e o Amanhecer (prologue)

História Snow and Morningstar - Capítulo 1


Escrita por: Jxyzita

Capítulo 1 - Nevasca e o Amanhecer (prologue)



15 de Janeiro de 2002 
  

A bolsa de Noami Miller tinha estourado as 11:57 o dia anterior, ela estava na casa nas montanhas em uma cidade mais de interior no Canada. Tanto sua família como a do pai da criança estavam reunidos lá, porém por conta da nevasca que estava acontecendo lá fora, eles não puderam sair da casa onde se encontravam. 

O desespero da família de Noami e Owen era nítido em sua expressões, pois nenhum deles sabia o que fazer na situação que se encontravam. Porém depois de horas sem saber o que iriam fazer as contrações começaram a piorar. Por conta de horas da grávida e ninguém saber o que fazer, a irmã mais nova de Owen tomou frente e decidiu ajudar no parto do bebê. 

- Amanda, você tem certeza do que está fazendo?- A anciã da família Miller perguntava olhando para a jovem de 23 anos. 

- Senhora Magnólia, eu posso não ter experiência o suficiente na vida ainda. Mas eu não quero que nada de mal aconteça com essa família.

Magnólia apenas concordou e ajudou Amanda a por Noami na cama. As outras mulheres pegaram o que era necessário para ajudá-la no parto. 

Horas se passaram e as contrações só pioraram e o bebê não saia. Com um último empurram depois de alguns minutos, o choro de uma linda menina preenchia o quarto. O rosto da gestante acabará de receber um sorriso radiante ao ouvir o som, enquanto Amanda não acreditava no que acabou de acontecer  seus olhos estavam cheios d'água. Amanda enrolou a recém nascida em um cobertor e entregou para a mais nova mãe. 

- Olá princesa linda,- suas lágrimas agora eram de felicidades enquanto a pequena mão segurava o dedo dela.- sabe você tem uma pele tão clara que parece a neve que está lá fora pequena. 

Owen entrou no quarto de forma desesperada, ao olhar a cena de ambas a mulheres de sua vida juntas, ele caiu de joelho na porta e começou a chorar, não acreditando na cena na qual tinha presenciado em seus olhos. 

- Owen, meu amor, que tal a chamarmos de Snow?

Porem alguns meses antes em outro pais nascia um garoto ao nascer do sol. 

Este dia era 24 de setembro de 2001, seu pai era um homem bem sucedido e viajava muito a trabalho de negócios não sabendo nada da gestação da mãe ou sobre o seu filho. Ayla se sentia só, por mais que tivesse mil acompanhantes que seu marido havia contratado. Durante cinco dos nove meses de sua gestação, Park Seung apenas mandava presentes para Ayla achando que iria preencher o vazio que a sua mulher sentia. Seung amava sua mulher, porém para ele o trabalho e o sucesso eram mais importantes do que sua companheira. 

Meia-noite do dia 24 de setembro de 2001, Ayla Park dava entrada no Hospital Universitário Nacional de Seul. Ela estava sozinha, apenas com mais uma da acompanhantes que seu marido contratará. Por horas ela ficou na sala de parto, demorando tanto para dilatar o suficiente para que o bebê viesse ao mundo. Porém assim que Ayla tinha dado o último empurro para o seu filho nascer, ela não sabia o porque porém olhara para a janela do quarto e viu o sol nascer enquanto o choro de uma criança preenchia o silêncio absoluto da sala a estrela da manhã aparecerá e ela apenas conseguia pensar em um único nome para o seu filho. E este era Morningstar. 

Ayla chorava de emoção ao ver o precioso rosto do seu primeiro filho, era algo tão mágico que ela não sabia descrever a turbina de sentimento que estava sentindo naquele instante. Os longos dedos da pequena mão do bebê tocaram o rosto da mãe e aquilo fez tudo ter sentido para ela. A vida começou a ter mais cores, a vida infeliz que ela sentira por conta da ausência do marido, tudo pareceu finalmente em paz. 

Depois de algumas horas a acompanhante chamada Moon Hae-Won, foi até o quarto onde Ayla estava com um e-mail de Seung dizendo parabéns por ter dado luz ao Park Jun-Ho. 

Para Ayla aquilo foi o bastante para ela desistir de viver o amor que Park Seung havia prometido a ela. Ela havia deixado sua família nos EUA para voltar a Coreia com o marido, para simplesmente ser deixada de lado por ele. Naquele momento ela havia prometido para si mesma que iria embora com Morningstar assim que conseguisse sem que Seung soubesse

Depois de três meses o plano de Ayla estava pronto e sua família já sabia que ela iria voltar sozinha com o bebê para os Estados Unidos. A passagem já estava pronta e seu passaporte com o seu nome de solteira: Ayla Hwang e o nome de na qual havia registrado do filho sem o pai saber Hwang Morningstar. Ela iria voltar para a casa dos pais e depois eles iriam se mudar para outra cidade e abrir um novo restaurante lá. Ela deixou um bilhete  para seu ex marido. E aquilo era a único rastro que ela havia deixado naquele apartamento, como se ela nunca tivesse existido. 

O amor e luxúria que Seung tinha a prometido acabaram não sendo tão importantes para ela, pois ele não demonstrava amor suficiente para que ela provasse a ela que não vivia uma vida infeliz e solitária. Ela fugiu para que o filho não vivesse a mesma vida infeliz e solitária que ela tinha Seul. Voltando para Nova Iorque para onde sua família localizava naquele instante de pois se mudarem para o estado da Califórnia. Onde acreditava que seu filho teria um grande futuro pela frente. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...