História Snowbarry Forever - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon (Vibro), Detetive Joe West, Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Iris West, Personagens Originais
Tags Aventura, Romance
Visualizações 40
Palavras 1.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiie como vocês estão??
Espero que bem 😆😆

Nesse capítulo vamos ter uma parte em que Cisco vai narrar pra vocês entenderem mais a amizade dele com a Caitlin. Também terá algumas surpresinhas para nosso querido Barry.
Será que Snowbarry voltará?

Espero que gostem
Boa leitura 💋😘

Capítulo 6 - Confusion:Confusão


Fanfic / Fanfiction Snowbarry Forever - Capítulo 6 - Confusion:Confusão

* Cisco/On *

Antes de sair de casa Cisco conversou  um pouco mais com Barry sobre à Caitlin, ele concordou novamente em seguir seus conselhos e ele prometeu ajudá-lo no que fosse preciso. Quando Cisco estava entrando na sala dos Laboratórios S.T.A.R., percebeu que Caitlin já tinha chegado e estava conversando com alguns dos funcionários sobre seus antídotos que havia criado para deter um vírus que estava à solta na cidade. Ela sempre pensando no bem das pessoas, mesmo que aquele " vírus"  fosse apenas uma gripe causada por temperaturas de baixa estatura. Ao se aproximar dos seus computadores ela notou a presença do amigo  e sorriu fraco, vindo em sua direção.

— Achei que você viria mais cedo. Aconteceu alguma coisa?

— Na verdade eu não pude sair cedo da faculdade.. sabe como é essas coisas né?

Ela sorriu confirmando com a cabeça e mostrou os resultados de seu antídoto para o vírus. Os dois conversaram sobre o efeito que ele traria e terminaram mais alguns detalhes que faltava também na pesquisa de Cisco, concluíram o relatório e entregaram para o  supervisor deles. Já se passava das 16 hrs quando terminaram  tudo e já estavam  prontos para sair, porém Caitlin queria ficar nos laboratórios S.T.A.R. dizendo que precisava fazer mais algumas coisas, é claro que aquilo era mentira pois Cisco  à conhecia muito bem. E sabia que naquele momento sua amiga estava triste e querendo se enfiar de cara no trabalho, então ele teve uma idéia.

— Que tal sairmos para tomar um sorvete e passearmos um pouco?

— Não sei Cisco.. eu realmente preciso trabalhar. 

— Cait você realmente precisa viver à sua vida e sair desse seu esconderijo.

* Cisco/Off- Caitlin/On *

Ela olhou para o amigo e respirou fundo revirando os olhos dando por derrotada, ela pegou sua bolsa e seu casaco e foi com Cisco para à sorveteria. No fundo ela sabia que seu amigo só queria ajudá-la e sair um pouco seria bom para ela. Chegando na sorveteria os dois sentaram ao lado dá janela e fizeram seus pedidos enquanto conversavam sobre coisas normais sem envolver o trabalho. Ela sabia que Cisco queria falar mais alguma coisa e que aquela desculpa de tomar sorvete era só pra tirá-la do laboratório, então quando finalmente a moça se aproximou trazendo seus pedidos Cisco começou a falar.

— E então como você está?– ela olhou para o amigo franzindo um pouco a testa e experimentou seu sorvete.

— Eu estou bem.. po-porque não estaria? Minha vida está totalmente b-bem.- ela tentou disfarçar seu nervosismo tomando conta de seu corpo e sabia que seu amigo tinha notado, alguma coisa dizia que aquela conversa não iria acabar tão cedo.

— Caitlin você é péssima mentindo e deveria saber que eu te conheço melhor do que você mesma.

— Isso é mentira.. não faço idéia do que você está falando e na verdade não quero saber. E só pra você saber...eu sei mentir ok? 

Cisco deu risada tomando mais um pouco do seu sorvete e desviou o olhar para às pessoas na calçada. Ele respirou fundo e voltou sua atenção para sua amiga que estava meio trêmula.

— Cait, eu sei que você ouviu o que o Barry disse para aquela garota. E eu também sei que você está chateada. Então conversa comigo.

— Cisco.. eu não quero falar sobre isso. Na verdade eu..

— Caitlin! - Cisco pegou em sua mão amigávelmente e olhou bem fundo em seus olhos, ela ficou desconfortável pois parecia que seu amigo podia ver sua alma. — Você precisa conversar com alguém, não é legal guardar seus sentimentos só pra você. Então prefiro que desabafe comigo que sou seu melhor amigo.

— Tudo bem...– ela respirou fundo terminando seu sorvete e olhando novamente para ele. — Quando eu ouvi às palavras saindo da boca do Barry, eu fiquei congelada por um momento e depois senti um aperto em meu coração. Eu fiquei magoada.. estou magoada pra ser sincera, só que eu não posso estar assim entende?  Nós nem temos nada! 

 Ela falou sentindo lágrimas escorrerem pelo seu rosto e correu limpar, ela não queria mostrar sua tristeza para seu amigo. Mais ela precisava desabafar com ele, seu coração estava muito apertado.

— Eu estou confusa.. antes de ontem Barry e eu nos beijamos, e ontem ele disse para aquela garota que nós dois éramos apenas amigos e que não tinha nada acontecendo entre nós. Eu não entendo!

— Caitlin.. acho que você precisa se acalmar primeiro e depois deixar o Barry se explicar. Eu tenho certeza que aquilo foi só um mal entendido e que vocês vão se resolver.

— Cisco eu não estou pronta.. eu não estou pronta para sofrer novamente.-  Ela falou e pegou suas coisas se preparando para ir embora. — Não vamos mais falar sobre isso.. eu preciso ir, até amanhã!

* Caitlin/Off- Cisco/On *

Caitlin entrou em um táxi e foi embora deixando seu amigo sozinho na sorveteria, Cisco se levantou e foi embora para casa e quando chegou encontrou aquela garota morena que estava falando com Barry no outro dia, parada na porta de seu apartamento.

— Oi! - Cisco falou se aproximando dá garota que sorriu para ele e apertou sua mão o cumprimentando.

— Oii eu sou à Íris, Meia- irmã do Barry!  Ele está em casa? Faz 20 minutos que estou aqui mais ninguém atende.

— Prazer.. sou Cisco o amigo dele. Na verdade o Barry não chegou ainda dá delegacia. Parece que ele tinha um caso muito importante para continuar então não chegaria tão cedo.- ele falou abrindo à porta e deixando Íris entrar, ela agradeceu e foi em direção ao sofá onde Cisco pediu que se sentasse e ficasse à vontade.

Cisco foi em direção à cozinha e trouxe um copo de água, entregando para a visitante que agradeceu bebendo um pouco, ele se sentou no outro sofá enquanto olhava para Íris.

— Você e o Barry cresceram juntos? 

— Uhum.. desde quando Barry perdeu os pais, meu pai decidiu cuidar dele. Os pais do Barry eram bem próximos do meu pai.

— Entendo.. e vocês já chegaram à.. namorar? Quer dizer.. não precisa responder se não quiser... é que sou curioso quando se trata do meu amigo.

Íris deu risada terminando de tomar sua água e voltou sua atenção para o rapaz à sua frente, que parecia nervoso e desconfortável por causa da presença dela em seu apartamento.

— Já namoramos sim, mais faz muito tempo. Não deu muito certo e então preferimos ser apenas bons amigos e irmãos. Mais eu ainda sinto algo por ele, só não sei se ele sente o mesmo. Porém estou disposta à desencalhar o Barry com uma amiga minha do trabalho.

— De-desencalhar o Barry? - Cisco questionou olhando confuso para a garota que sorria gentilmente. Ela concordou com a cabeça e explicou para ele que sua amiga estava muito interessada no Barry e que ela prometeu juntar os dois.

Cisco ficou desconfortável novamente, mais dessa vez foi pela confissão da garota e seus pensamentos foram diretamente para Caitlin. Como ela ficaria se soubesse disso? E será que o Barry seria capaz de ficar com outra garota? Ele precisava fazer alguma coisa para ajudar sua amiga, ele não queria ver Caitlin sofrendo. Então ele acordou de seus pensamentos quando seu amigo entrou no apartamento ficando sem reação ao ver Íris sentada olhando para ele.

* Cisco/Off- Barry/On *

— Íris? O-o que faz aqui? -  Barry perguntou olhando para a mesma, que se levantou indo o abraçar com carinho.

— Vim te visitar e falar com você.

Ela olhou para Cisco que coçou a garganta se levantando e saindo para o seu quarto, deixando apenas os dois na sala. Então Íris o puxou pelo braço sentando-o no sofá ao seu lado e abriu um grande sorriso o olhando profundamente.

— Barry.. minha amiga quer muito te conhecer e sair com você, então marquei um encontro pra vocês dois em um restaurante perfeito para um encontro.

— Você o quê??

Barry ficou em choque ao ouvir o que Íris acabará de dizer. Um encontro?? Marcado??  Com a amiga dela??  Como assim?? Ela deu risada de sua reação e seguros seus ombros acariciando com leveza.

— Respira!!  Eu sei.. eu deveria ter te consultado antes, mais se eu tivesse falado com você primeiro, você inventaria alguma desculpa esfarrapada e não iria de jeito nenhum. Então resolvi ajeitar tudo e depois te dar a notícia. - Ela falou enquanto sorria inocentemente me olhando.

— Íris..

— Barry não começa!! Você vai sair com ela sim e pronto. Já está marcado e eu não vou dar com pé pra trás, você vai e pronto!!! 

— Eu não posso Íris.. eu estou gostando de uma garota.

Íris ficou parada olhando o irmão sem saber o que falar, ela estava surpresa com a resposta de Barry e ao mesmo tempo perdida em seus pensamentos, ela se levantou andando de um lado para o outro da sala enquanto permanecia calada.

— Íris eu não posso sair com sua amiga. Eu sinto muito!

— Não Barry.. eu que sinto muito, mais você vai ter que sair com minha amiga. Já está marcado e eu não posso voltar atrás.

— Eu não posso Íris, será que você não entende?- Barry aumentou o tom de voz olhando para a irmã que balançava a cabeça incrédula.

— Barry por favor... é so um jantar eu prometo! Por favor??? Eu juro que não te coloco mais em encrenca.🙏

Ela juntos suas mãos fazendo seu beicinho de sempre, acompanhado de sua carinha inocente. Barry revirou os olhos e deu risada puxando sua irmã para um abraço apertado.

— Ta bom eu vou, mais não vai rolar nada e depois não quero mais saber desses seus encontros secretos para mim ok? 

— Eu prometo!!!

Eles ficaram se abraçando mais um pouco e depois Íris foi embora para sua casa deixando Barry em seus pensamentos. Aquilo não ia prestar!



Notas Finais


E ai gostaram?? O que será que vai acontecer nesse encontro em??
Comentem o que vocês acham que vai acontecer por favor.
É muito importante para mim que vocês interajam com a história.

Até o próximo capítulo amores 💋😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...