1. Spirit Fanfics >
  2. Snowstorm. J2 >
  3. Enfim férias

História Snowstorm. J2 - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eiii.. Estou chegando com mais uma fic! Ashashash..
Eu sei que já estou em andamento duas e disse que não estava nada animada pra escrever mas parece que isso mudou de repente kjkj. Então essa idéia surgiu do nada como sempre e eu simplesmente amei. Já digo pra vcs que a escrita ficou um pouco diferente do que eu costumo fazer mas amei escrever assim. 😊
Pretendo fazer ela curtinha com dois ou três caps mas como sabem eu sou instável kjkj mas a intenção é essa!
Edit: Os apelidos são reais e eles realmente se chamam assim.
Enfim, boa leitura 💞

Capítulo 1 - Enfim férias


Fanfic / Fanfiction Snowstorm. J2 - Capítulo 1 - Enfim férias

-- Dean!

Sam gritou a sua última fala, desesperado por uma nuvem imensa e negra estar tomando conta da terra. A escuridão.

Isso é claro o que será editado no computador depois.

E..

-- Corta!

--- O diretor gritou quando os dois terminaram sua última cena após horas de gravação. ---

-- Ótimo trabalho pessoal. Vejo vocês dois depois das férias.

Philip Sgriccia disse jogando seu roteiro no ar enquanto aponta pra Jensen e Jared e todos batem palma.

Uma equipe inteira, com muitas pessoas.

É, eles estavam oficialmente de férias após messes de trabalho árduo.

24/7 gravando com poucas horas pra descansar e normalmente nesse tempo eles decoravam o roteiro.

Eles fazem o caminho até o camarim de Jensen cumprimentando a equipe pelo caminho, todos animados com as férias.

O vento está gelado e eles sentem o rosto arder em pouco tempo fora de um teto, por mais que o lugar fosse cercados por paredes gigantes e abafado com tantas pessoas.

-- Finalmente. Uhf, eu só quero dormir por horas até minha bunda doer. --- Jared suspirou fundo entrando no camarim do loiro junto com Jensen para tirarem o figurino. ---

Jared tem seu próprio camarim mas ele adora ver seu amigo pelado enquanto conversam, é um hábito que eles tem a anos.

Jensen bufou concordando com a cabeça, tirando seu casaco de couro e logo desabotoando sua camisa de flanela, ou melhor de Dean.

-- Eu só preciso de um bom banho. Ser o seu próprio dublê em cenas de luta não é fácil, Jarpad. --- O loiro resmunga já nu da cintura pra cima, procurando seu desodorante no móvel acima da pia. ----

E a maneira que ele se inclinou e se esticou para pegar o produto ficando sob as pontas dos dedos e tombando a cabeça para trás fez algo em Jared tremer por dentro. 

O moreno simplesmente ergueu o braço e pegou o desodorante sem nenhum sacrifício fazendo Jensen se sentir um completo baixinho, e olha que ele tinha mais de 1.80.

-- Aqui. Jenny-Boy. --- Jared lhe entrega o produto com aquele maldito sorriso convencido dele, marcando suas covinhas da bochecha. ---

-- Droga, porque esses armários de banheiro de camarim são feitos pra gigantes? Acho que eles pensaram que eu tinha dois metros como você. Pé grande. --- O loiro reclamou abaixando o zíper da sua calça jeans e a chutando pelas pernas até se livrar delas, ficando só de cueca.

E Deus, Jared tinha esquecido o quanto durinha e grande a bunda de Jensen era.

Redondinha e perfeita como dois melões.

Fazia Jared ter sonhos eróticos quase toda noite com seu co-protagonista e acordar duro e suado como se tivesse corrido uma maratona.

Talvez fosse o tempo demais que os dois passavam juntos ou a falta de sexo e o trabalho em excesso, mas nunca, jamais seria porque Jared sente atração por Jensen.

Ele é seu melhor amigo dês de que entrou nesse show meio inseguro com apenas 22 anos de idade quando saiu de um trabalho simples em Goshgirl pra uma série tão fantástica e de grande porte como Supernatural, e os dois se darem bem de cara com muitas coisas em comum.

E poucos anos depois se sentir deprimido e estressado com o trabalho que exigia tudo dele, o afastando de garotas e família pra praticamente viver trabalhando, sentir que não seria capaz de tanta pressão e Jensen o ajudar com essa coisa toda, estando lá por ele assim como Dean estava por seu irmãozinho Samy.

Jared saiu dos seus pensamentos quando ouviu o barulho do chuveiro ligado e a névoa do banho quente de Jensen começou a invadir o ambiente fechado, trazendo um aroma de sabonete pra suas narinas.

Por azar ele estava com o box fechado, de maneira que só sua silhueta perfeita poderia ser vista em uma sombra.

Forçou a mente pra se lembrar do que falavam e sorriu se lembrando do comentário do loiro sobre a sua altura.

-- Essa é a vantagem de ser grande querido, Jen. --- O moreno comentou adorando o duplo sentido que essa frase trazia, ele amava mexer com o loiro e o ver corar e ficar sem graça. ---

Fazia muito disso nos concertos e eventos em geral, o público gostava e ria muito.

Ele sabia que as vezes pegava pesado e deixava Jensen em maus lençóis, o loiro apesar de ator era tímido e sempre ficava sem graça com as piadas exageradas do moreno.

Claro que ele sabia fingir muito bem, de modo que só Jared conseguia perceber quando ele estava com vergonha.

O loiro relutava no início, mas depois se acostumou e começou a fazer as mesmas piadas de Jared.

E quando eles tinham um pensamento indecente ou que não poderia ser falado em público eles falavam no ouvido um do outro pra ninguém mais ouvir.

E era só deles.

-- Você é um idiota Jared. Não sei como a Genevieve te aguenta. --- Jensen respondeu com um tom de ironia com mágoa na voz.---

 Jared percebeu que ele tirava o shampoo dos cabelos e a vontade de entrar lá e o agarrar pelas costas enquanto ele estava com os olhos fechados era grande.

Mas ele não podia fazer isso.

 Não podia tocar tão intimamente no seu melhor amigo e colega de trabalho a dez anos, não quando os dois eram casados tinham filhos e nenhum dos dois era gay.

Jared suspirou em um gemido mudo, pensamentos indecentes permeavam sua mente e suas calças pareciam apertadas demais.

Ele tinha que se controlar como um animal no cio para não atacar Jensen, acabar com um olho roxo e ser preso por estupro.

-- Assim como você me aguenta 9 messes por ano, por dez anos nessa série. E olha acho que isso é um Record, caro Jen. --- Jared admitiu, ele sabia o quanto podia ser insuportável as vezes. ---

Mas o que ele podia fazer se seu outro dom fora atuar era ser palhaço?

Jensen riu desligando o chuveiro e Jared precisou trancar o ar quando o viu abrindo a porta do box e saindo só com a toalha enrolada na cintura.

-- Isso é verdade, mas essa não é a questão aqui Jare, não é comigo que você dorme quando volta pra casa e deixa a toalha em cima da cama e as roupas no chão, eu não tenho que lidar com sua bagunça assim como ela.

Ele disse, ligando o secador e passando suas mãos pelas madeixas que pareciam tão macias aos olhos de Jared e ele parecia tão sexy fazendo isso.

Por que parece que o loiro reclamou em vez de se gabar como era sua intenção e a frase passava?

O tom sarcástico e um tom mais baixo e rouco do loiro fez parecer que era mais como uma reclamação, e a forma como ele expressou a palavra ela saiu alto e irônico demais.

Talvez fosse coisa da cabeça de Jared ou era culpa da sua constante obsessão por Jensen ultimamente.

Jared pigareou e balançou sua cabeça para os lados, afastando aqueles pensamentos insistentes.

-- Bom, eu vou tomar banho ou vamos nos atrasar.

Ele respondeu já saindo do banheiro e sorriu quando Jensen gritou:

-- Achei que não ia, Jarpad!

A voz saiu alta e abafada pelo barulho do secador no banheiro minúsculo do camarim e Jared sorriu como um bobo em resposta.

Quando estavam a sós o loiro aproveitava para o chamar de todos os apelidos que tinha inventado pra ele e o moreno simplesmente amava, era uma coisa deles entre eles e mais ninguém.

-- HaHa. Engraçado Jenny-Boy.

Ele respondeu antes de sair dali e fechar a porta e ir para o seu camarim ao lado fazer a mesma coisa que Jensen.

Mas ele sabia que demoraria menos porque o loiro sempre ficava em dúvida sobre qual roupa usar e a combinação perfeita, enquanto Jared apenas pegava a primeira roupa que encontrava.

Ele sorriu com esse pensamento mas logo seu sorriso desmanchou quando lembrou que eles se separaram, seria um mês e meio de férias e eles sempre saiam juntos pois moravam perto mas não era como ter Jensen perto dele o dia todo no set, nas viagens e convenções.

Jared devia estar feliz afinal veria seus filhos e sua esposa, mas algo dentro dele ainda queria estar com Jensen.

........

O loiro suspirou triste colocando suas roupas sobre a cama, estava ansioso pra ver seus filhos mas ao mesmo tempo queria passar mais tempo com seu gigante bobão.

Talvez ele o convidasse pra um programa só entre os dois depois.

É, talvez fosse uma boa idéia.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...