História So Far Away - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, Monsta X
Personagens Jackson, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Ki Hyun, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé
Tags Agust D, Bangtanboys, Bts, Hoseok, Jackson, Jeon Jungkook, Jhope, Jikook, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kihyun, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Mark, Markson, Min Yoongi, Minimini, Namjin, Namjoon, Oneshot, Park Jimin, Romance, Rose, Seokjin, Suga, Sugamin, Suji, Taegi, Taehyung, Vhope, Yaio, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 54
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - Unlucky


Já passava das duas da manhã mas eu não havia conseguido pregar os olhos nem por um minuto, o pior de tudo é sustentar na minha imaginação que a qualquer momento Min Yoongi vai entrar por aquela porta e me abraçar como costumava fazer, mas eu sei que não vai, eu sei que aquilo faz parte unicamente do nosso passado, e que eu preciso seguir, como ou sem Min Yoongi ao meu lado, mas ainda dói.

Cada promessa que ele fez quebrou, cada mentira que ele me contou, jamais poderei esquecer quando prometeu que se casaria comigo quando eu voltasse, e eu cai em sua mentira, como uma marionete ele me controlou e fez o que sempre quis, se livrou de mim, sem olhar pra trás ou se importar com os meus sentimentos, ele apenas partiu.

Com certeza está com alguém agora, alguém muito melhor que eu! Afinal, por que ele iria querer alguém como eu? Olha pra mim, eu sou mesmo um idiota de pensar que alguém algum dia fosse gostar de alguém como eu. Ora, eu sinto dó de mim mesmo, não sei porque diabos pensei que as coisas com o Yoongi fossem ser diferentes, ele é igual a todos outros.

É a lei da vida, quando amar alguém vai sem perceber dar a essa pessoa as armas necessárias para lhe destruir, e não vai haver nada que você possa fazer depois, porque esse alguém vai embora, sempre vai, e quando for, não se engane, ele vai levar consigo a melhor parte de você, seu amor, sua pureza, seu coração e alma, e o que vai restar é apenas o resto, os seus restos, seus medos, inseguranças, dores, arrependimentos e toda a angústia que sempre se escondeu dentro de ti, mas que suas qualidades nunca deixaram que se sobressaisse.

O amor vai destruir a você como fez comigo e como sempre faz com todos.

Eu até teria continuado a me lamentar pra você, mas por um segundo meu coração se encheu de esperança quando senti alguém acariciar meu cabelo. Meu coração cego, surdo, mudo e retardado gritava dizendo que era o Yoongi, minha mente, coitada, já estava tão exausta que acreditou no cretino que bombeia sangue para o meu corpo, afinal, não poderia ser um fantasma, não é mesmo?

Se fosse eu com certeza faria minhas necessidades aqui mesmo, mas quando eu juntei o restinho de coragem que havia dentro de mim para me virar e ver quem era o dono daquela mão macia, eu fiquei feliz, decepcionado, mas feliz.

_Eu não queria te acordar, Minnie. Me desculpe! - disse o rapaz envergonhado, tirando rapidamente sua mão do meu cabelo.

_Ora Jeon, pare de se desculpar e me dá logo um abraço! - afirmei e ele me abraçou, eu queria ser mais forte, mas pra piorar ainda mais a minha situação, o abraço do Jungkook me lembra do Yoongi e como se não bastasse, eu novamente desmontei. Droga, Yoongi.

_Hey, Hyung, não chore por favor! - pediu o moreno apertando o braço.

_Como quer que eu não chore Jeon? Eu não aguento mais ficar longe daquele desgraçado! - disse e as lágrimas presentes em meu rosto caíam agora com ainda mais intensidade.

_Os meninos já te contaram, não foi? - perguntou Jungkook.

_Já sim, mas parece que ainda não caiu a ficha pra mim.

_Minnie, não fica assim, ele vai voltar mais rápido do que imagina, precisa ser paciente. Eu imagino como está se sentindo baixinho, mas aquele idiota te ama, mesmo que ele seja um completo babaca. - disse Jungkook.

_E se ele não voltar, Jeon? Quem me garante que ele não vai me abandonar, quem me garante que ele não está por aí com outra pessoa melhor que eu?

_Eu garanto! Primeiro, não existe pessoa melhor que você, Hyung. Segundo, se ele te trocar ou ousar abandonar você, eu te prometo que vou até o inferno antes da hora e arranco o coro dele. Não vou deixar aquele anão de jardim machucar meu Hyung! - disse Jungkook e acabei rindo fraco com suas palavras bobas.

_Não vai bater nele, Kookie! - disse e ele riu.

_Vai achando, Você é meu melhor amigo, 'tá achando que eu vou deixar ele te magoar e vai ficar por isso mesmo? De jeito nenhum! - disse o moreno embora eu esteja com medo de que ele realmente cumpra suas ameaças.

_'Tá bom Jeon. Agora me diz, como estão as coisas entre você e a Eunha? - disse e rompi o abraço secando algumas das lágrimas que ainda estavam em minhas bochechas, mas logo reparei Jungkook sorrir sem graça. - Que cara é essa, Jeon?

_Nós demos um tempo. - disse o rapaz coçando a nuca sem jeito.

_Por quê? É só eu virar as costas que você sai da linha! Não acredito nisso! - afirmei aumentando um pouco o tom de voz, eu não acredito que ele e a minha quase cunhada brigaram. - O que foi que você fez? - perguntei e ele se deitou encarando o teto do meu quarto.

_Eu pedi ela em casamento e descobri que ela não tem planos para o futuro, tipo, nem pensa em casar. Acredita que ela me disse não e me fez pagar o maior mico na frente dos pais dela?! - contou o rapaz, e eu entendo muito bem ele, ele não é o único que está empacado nesse quesito, também não acho que eu vá algum dia me casar com o Yoongi.

_Ah Jeon, eu não acredito nisso!

_É a vida Park, mas eu já esperava por isso, sempre que eu me apaixono eu tomo no cu, eu só me lasco na área do amor, não é nenhuma novidade! - brincou Jungkook, queria eu brincar com essas coisas ao invés de chorar igual uma garotinha boba.

_Não fica assim Kookie! Vai achar uma pessoinha ainda, alguém que faça o seu coraçãozinho se aquecer e bater feito doido. - disse tentando anima-lo.

_Assim como o Yoongi faz com você, Hyung? - perguntou o moreno e eu assenti.

_Exatamente, alguém que vai passar o resto da vida do seu lado, não importa o que aconteça, alguém que vai te amar com as suas qualidades, defeitos e problemas, sem se importar.

_Sinceramente, Park, eu quero passar muito longe do amor, não quero encontrar ninguém na minha vida tão cedo, nem vou procurar se quer saber, a última coisa que eu quero é me apaixonar de novo. - disse Jungkook.

_Não te crítico Kookie, sei muito bem como é. - disse, me deitei ao seu lado e o abracei. - Somos dois azarados nessa vida.

_Azarados é pouco Minnie, não nascemos para sermos amados, essa é a real. - brincou o rapaz e eu ri, essa era a verdade, a mais pura verdade.

Depois de muito tempo conversando sobre coisas aleatórias e consequentemente colocando nossas fofocas em dia como duas garotas, nós adormecemos. Foi bom o Jungkook ter chegado ali, eu consegui dormir sabendo que havia alguém ali comigo. Era exatamente disso que eu precisava.

Uma semana depois.


Notas Finais


Preparem os lencinhos e as AK-47 ^-^
Min Yoongi retornará!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...