1. Spirit Fanfics >
  2. Só louco se apaixona(sope) >
  3. Oneshot

História Só louco se apaixona(sope) - Capítulo 1


Escrita por: chjujyf

Notas do Autor


Essa fanfic eu dedico a minha ansiedade, para a minha irritante e indesejável ansiedade.

Capítulo 1 - Oneshot


Fanfic / Fanfiction Só louco se apaixona(sope) - Capítulo 1 - Oneshot

Para uma pessoa normal o tempo passava a cada segundo, a cada respiração. Mas para Jung Hoseok o tempo havia parado, o ômega se considerava uma ressalta no tempo, algo esquecido, talvez um relógio travado na mesma hora sem nunca sair do lugar. Mesmo que seus amigos lhe dissesse que ele era o melhor em tudo que fazia, ainda assim o sentimento de fracasso adorava cercar seu mente, em uma armadilha ardilosa se deixou ser levado para longe, e foi um momento de fraqueza para tudo desmoronar. Agora não conseguia mais parar de pensar, tudo girava, girava, girava e girava. 

O relógio na parede dizia que os minutos se passaram, mas,  na cabeça confusa do descolorido, nunca passaram. Estava travado no tempo e não sabia como sair, a dor em seu coração o atormentava todas as noites mas era ela que fazia seu peito ao menos sentir algo. Tinha medo do vazio, por desventura ja conhecia esse sentimento, abominava o tempo que tudo que sentia era o nada. Detestava não poder fazer nada, as pessoas diziam que queriam aquilo mas na realidade como um indivíduo que passou por isso o de madeixas brancas não recomendava. Era de fato bom não sentir nada, mas logo esse sentimento transmuta para o tédio e o cansaço. 

Deitado na cama de cabeça para cima observando o telhado, suas mãos gorducha tremia em cima de sua barriga, fechou o olho cansado, só queria dormir. E aquela noite mais uma vez, o ômega não dormiu.

Hoseok não se lembrava mais do dia que teve uma boa noite de sono, estava na maior parte do tempo exausto da rotina, nas horas vagas se encontrava tentando comer algo, falhando miseravelmente. Ele nunca se categoriza como uma pessoa depressiva, talvez para enganar a si mesmo fingindo esta tudo bem, mas, a realidade era de fato cruel. O cabelo dele caia muito, estava mais magro e hora mais gordo, sua pele estava rececada, mesmo passando hidratante, e não tinha mais ânimo para nada. Caiu da cama quando o relógio o acordou, naquele momento se deixou levar e por fim resolveu faltar a faculdade. Se deitou mais cansado do que nunca, se embrulhou como um Bolinho, passou horas assim até ouvir a campainha. A ignorou, não ligava para quem poderia ser, só queria dormir, era pedir muito? Olhou mais uma vez para o relógio percebendo que era de tarde. Quando a pessoa de fora desistiu de tocar, voltou para a sua tentativa falha de dormir.

Anoiteceu, Jung não dormiu. Mordeu seus lábios rececados, se levantou olhando para a mesa cheia de prato e talheres, ele deixou tudo lá porque na manhã seguinte iria guardar, era essa a desculpa, mas como podiam ver, ele não fez. Uma raiva descontrolada adentrou em seu corpo, e perguntas como "porque não consigo dormir?", "será que vou dormir?", "estou tão cansado", "só queria dormir". Sem perceber se aproximou da mesa e jogou todos os pratos de vidro no chão, o som deles quebrando foi alto o suficiente para a pessoa até então desconhecido bater frenética na porta. Cansado de tudo o menor atravessou o rio de cacos de vidro que ele mesmo tinha feito para chegar na porta. Ao destrancar olhando para o homem alto, seu olhar preocupado ao ver o menor simplesmente acabado piorou para um olhar de desespero. Talvez pela a raiva Hoseok não havia percebido, todavia, tinha cortado o pé. Em baixo dele estava uma poça de sangue, e logo atrás era uma trilha. 

- Hope, o que houve?- segurou nos braços do ômega, estava mais cansado ainda. Ao sentir o toque do alfa se deixou descansar, entretanto, sua mente estava muito perturbada para ficar tranquilo. 

- eu não sei, eu tava com raiva aí não me lembro mais. Estou tão cansado. Só quero dormir, era tudo que eu queria, descansar. Mas eu não consigo- chorou, chorou era apenas isso que poderia fazer, chorar. O alfa o abraçou, os dois ficaram abraçados na porta do apartamento-eu quero dormir, quero tanto apenas dormí. Estou exausto disso, minha mente não para, ela não para.

A blusa de Yoongi ficou molhada pela as lágrimas do mais novo. Naquele momento sua mente nublou, seu lobo interior implorava para expelir o aroma tranquilizante, porém, o mais velho odiava aquilo. Odiava ter tal cheiro, não suportou vê-lo dessa forma, obrigado pelo o bem estar do ômega, deixou o aroma vagar pela a casa. Demorou minutos até o corpo do menor adormecer, se sentou no chão vendo todo o estrago da casa.

- Jung Hoseok, Jungkook me alertou sobre pessoas como você. Que chegam de fininho e fazem um estrago grande, aquele dentuço tem razão! Só louco se apaixona por você, deve ser por isso que não tenho mais o juízo perfeito. Você é uma bagunça que pode me destruí, ainda sim estou disposto a correr o risco, afinal, na vida. Por algumas pessoas vale a pena sofrer- sorriu o pegando no colo o levando para a cama. Naquela noite, Jung Hoseok pode finalmente dormir. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...