História Só o Destino... - Capítulo 84


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina, Personagens Originais, Simón
Tags Lutteo Gastina Simbar
Visualizações 99
Palavras 1.161
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei? MUITOOOOO! Serio, até eu concordo, então me desculpem. Eu deveria ter postado quinta esse cap e GPL, mas a minha vida não ta muito fácil... espero que entendam, me desculpem e não me abandonem.
Bom antes do cap... MANOOOOOOO, OBRIGADA PELOS FAVORITOS!!!ESTOU TIPO, MUITO, MAS MUITO, FELIZ!!!!!
Bem chega de papo e Boa Leitura!!

Capítulo 84 - Encontro do Destino - Capítulo 3


POV MATTEO:

(Puta merda... É a voz dela... da Luna!).

- O que? Vai que ele é o amor da sua vida mesmo?

- Claro que não Nina, eu só estou preocupada... Ele não para de falar daquele homem, e a A está tão estranha......

- Tenho certeza de que o meu bebê vai ficar bem, afinal, já aconteceu antes, várias vezes.

- Eu sei, mas parece diferente agora. Parece que ele tinha uma conexão com aquele estranho, ele não para de chorar!

(Fui em direção às vozes e parei na porta do quarto de Gastina, o apelido dado a eles pelo Xavi e pela Âmbar.

Estava meio longe, mas eu consegui a ver perfeitamente a Nina de costas, de frente ao notebook e ela... a garota que atormentou a minha mente durante três anos.

Um arrepio subiu pelo meu corpo quando, de relance, eu senti seu olhar sobre mim, então a tela se apagou).

- Luh? Ué? O que acontec...

(A Nina se virou e ficou pálida).

- Ma... Matteo?

- Com quem você estava falando Nina?

- Com uma amiga. Er... ela se chama... Er... Luana.

- Você mente tão mal...

(Senti os meus olhos marejarem, eu confiava tanto nela...).

- Matteo...

- Nem vem Nina!!! Caralho, você sabe onde ela está! Eu estou acabado, sofrendo e a minha melhor amiga mentiu para mim durante três anos! TRÊS MALDITOS ANOS!!

- Matt... eu... eu... 

- Porra Nina!!! Eu confiei em você, chorei do seu lado, quase morri em cada dia que se passou e você não me contou nada!! Grande amiga eu fui arrumar.

(Dei meia volta, mas antes de conseguir sair de casa, a morena passou por mim e trancou a porta com lagrimas nos olhos).

- Você não vai sair daqui enquanto não me ouvir!!!

- Ouvir o que?!! Mais mentiras?!!! Cansei!!!

- Eu não podia te contar, ta legal?! Você iria atrás dela no minuto seguinte!!!

- CLARO! EU.AMO. ELA!!! Sempre amei e sempre vou amar!!

- AMA?!! Amou muito enquanto beijava a Fernanda??!!!

- Eu estava cego de ciúmes!!

- Mas a magoou!! Você não tentou tirar satisfação, foi logo beijando a primeira caso a que apareceu!!!

(Ela chorava sem parar e eu a acompanhava).

- Ela também não se importou comigo! Pegou o avião e sumiu!! Você sabe o quanto eu sofri lendo aquela carta? Sabe o quanto meu coração se partiu quando os dias foram passando e ela não voltou? Porra, ela estava grávida e desapareceu da minha vida!!!!

- E você acha que ela não sofreu?! Que foi fácil enfrentar uma gravidez sozinha?!!! A gente se encontrou um ano depois e ela ainda chorava!! Ela ainda sofria!! Ela ainda te amava, porra!!!

- Me amava?! Ela nunca mandou uma carta sequer! Não respondeu nenhuma mensagem! E VOCÊ NAO ME CONTOU NADA!!!

- EU NÃO PODIA CARALHO!!! VOCÊ IRIA ATRÁS DELA E ELA IRIA SUMIR!!! EU NAO PODIA PERDER ELA!! Não de novo...

(Ela chorava desesperadamente e eu respirei fundo, secando as lágrimas que insistiam em cair. A Nina nunca gritava, falava palavrão ou chorava, então, quando isso acontecia, era porquê a coisa estava realmente feia).

- Ela não quis acreditar que você estava sofrendo ainda. Ela escreveu centenas de cartas que nunca teve coragem de mandar! Ela leu cada maldita mensagem sua, cada "eu te amo", cada "volta pra mim", e ela chorou por cada uma, por mais insignificante que fosse! Mas ela nao respondeu, sabe por quê?!! Porque ela queria que você fosse feliz com outra! Que você a esquecesse!!

- Esquecer?!! A única coisa que eu nao consigo fazer é esquece-la!! Eu a amo mais do que a mim mesmo! Eu preciso dela para viver!!

- Ela também precisa de você...

- NÃO! ELA NÃO PRECISA! SE PRECISASSE NÃO TERIA IDO EMBORA! 

- CARALHO MATTEO!! VOCÊ NAO ESTÁ ENTENDENDO!! VOCÊ NAO QUERIA UM FILHO! Acha que foi fácil?! O primeiro ultrassom, você não estava lá! O primeiro desejo, os enjoos, as dores... Você nunca esteve lá! Porque você disse que não queria uma família!!! Ela fez tudo isso por você! Foi embora, parou de patinar, tomou os remédios que ela odeia, cuidou do bebê, começou a trabalhar em algo que odeia, faz faculdade... E.FOI.TUDO.POR.VOCÊ!!!

(A verdade, assim, nua e crua, doeu. Por mais que eu odeie admitir, a Nina esta certa, foi por culpa minha...).

- O... O bebê... é menina ou menino?

(Ela suspirou, tirando os óculos e secando as lágrimas)

- Um menino... um lindo menino...

(Sorri bobo, eu tenho um filho, um garoto com o meu sangue!

A porta foi aberta e o loiro entrou com algumas sacolas, confuso).

- Mas que... Matteo?

(Ele ficou pálido e arregalou os olhos, então a ficha caiu).

- Você também sabia... Porra Gaston! Você é o meu melhor amigo!!

- Do que você está falando?

- Da Luna!! Você sabe onde ela está!! Sempre soube!!!

(Ele soltou as sacolas e comecou a tremer).

- Matt... eu... eu prometi para ela...

- Mas você é o MEU melhor amigo... ou era...

- Matteo, não fala isso...

(Comecei a ligar os fatos e as lagrimas voltaram com força).

- Era por isso que você sempre falava que ela estava bem... Por isso que vivia me dizendo para esquece-la.

- Matteo...

- Para de falar Gastón! Eu confiei em voces dois! Porra, como vocês me escondem isso??!!!

(Eles estavam sem reação e eu sequei as lágrimas novamente, sem muito sucesso).

- Quem mais sabe onde ela esta?!

- Ninguém... Só... Só nós dois sabemos.

- Então por quê?! Por que vocês dois?! Me expliquem!!!

(Eles se entreolharam e suspiraram ao mesmo tempo).

- Nós... Nós somos os padrinhos do seu filho Matt. 

(Minha cabeça começou a doer e eu me senti tonto. Meus melhores amigos esconderam durante dois anos o paradeiro da única mulher que eu amei, que são os padrinhos do meu filho, e mano, eu tenho um filho! Um menino!!)

- Desculpa Matteo, mas ela nos fez jurar que não íamos contar para ninguém. Ela disse que se a gente contasse, os dois iriam se mudar e não dar noticias nunca mais... Não podíamos correr esse risco.

- Onde ela esta?

(Essa duvida martelava na minha cabeça a muito tempo e só de imaginar reve-la, meu coração se acelera).

- Des... Desculpa Matteo... Eu... A gente nao pode contar.

(Sorri com ironia).

- Olha que ótimo, meus melhores amigos nao querem me ver correndo atrás da minha felicidade...

(A Nina abriu a boca indignada e me encarou?).

- Felicidade?! Que felicidade?!!! A Luna não quer te ver! Vocês dois vao sofrer assim que se encontrarem!! Vão chorar! Vão querer sumir! Vão se afastar!! A vida nao vai ser a mesma Matteo!!! Entende! O destino nao quer vocês juntos!!

(Mordi o lábio inferior e sequei as lagrimas, será que é esse o meu destino? Viver longe da mulher que amo e do meu filho?)

- Eu... preciso pensar.

(Sai correndo dali, entrei no carro e apoiei a cabeça no volante. Por que doi tanto?! 

Fui para o meu apartamento, me refugiando no lugar que mais tenho ficado nesses três anos... meu quarto.

Nas paredes tem fotos dos meus amigos, da minha família e dela... Na parede, em frente a minha cama, tem uma moldura grande com uma foto nossa. Me joguei no colchão e encarei o quadro, chorando).

- Estou com tanta saudade minha Menina Delivery...


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Comentem se puderem......
Beijos Lunáticos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...