História Só Os deuses Sabem - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo
Personagens Annabeth Chase, Apollo, Calipso, Frank Zhang, Hades, Hazel Levesque, Jason Grace, Leo Valdez, Luke Castellan, Nico di Angelo, Percy Jackson, Perséfone, Piper Mclean, Poseidon, Quíron, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Sally Jackson, Thalia Grace, Will Solace, Zeus
Tags Caleo, Drama, Frazel, Jasiper, Lgbt, Nico Di Angelo, Percabeth, Percy Jackson, Pernico, Romance, Solangelo, Thaluke, Tragedia, Wico, Will Solace, Willico
Visualizações 83
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Lírica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi gente, como estão? espero que estejam bem aaa <3

***ALERTA***: sigam essa princesona que fez a capa da fanfic e está fazendo outras de diversos tipos, sério, não vão se arrepender @vgurte <3
(não, ela não pediu pra ser divulgada, mas a capa ficou tão bonita que ela merece ter um trabalho bem conhecido <3)

pronto, agora sim :)
espero que gostem <3

capa: AAAA MELHOR FANART DE SOLANGELO <333

Capítulo 2 - Mascot for one day.


Fanfic / Fanfiction Só Os deuses Sabem - Capítulo 2 - Mascot for one day.

Will, mesmo que intrigado, pegou sua mão e ambos deram um leve aperto. O moreno afastou-se e voltou para o seu lugar atrás do pai sentado na cadeira.

- Pronto, agora que se conheceram — disse Quíron —, William, pode levar o nosso novo aluno para conhecer a escola enquanto o Sr. Di Angelo... — De repente, o pai de Nico deu uma olhada reprovadora e ao mesmo tempo sarcástica para o diretor, que entendeu o erro e se corrigiu, sorrindo. — ...enquanto Hades e eu terminamos a ficha de inscrição dele, tudo bem?

Após dar um suspiro inaudível, Will responde:

- ...Tudo bem... vem, Nicolas.


[...]


Ambos os garotos caminharam por grande parte da escola, e no momento, estavam na parte superior do prédio.

- E esse aqui é o piso 3, onde ficam as salas dos alunos do terceiro ano. Aquela escada ali — Will apontou para a escada um pouco mais a frente — leva pro piso 4, onde ficam a antiga biblioteca, área de limpeza, e a laje do prédio. O pessoal daqui só vai pra lá pra namorar e fazer... outras coisas.

Nico olhou pra ele, analítico e com uma sobrancelha levantada.

- Você já levou alguém pra lá? — perguntou ele.

Will enrijeceu ao lembrar da vez que o levaram para a antiga biblioteca. Rachel, sua ex-namorada, acabou com ele e ainda saiu desfilando como se nada tivesse acontecido.

Sim, naquele sentido de "acabar".

- B-Bom... talvez. Não vem ao caso.

- Ok.

Continuaram passeando pela escola; quando percebeu que não tinha mais o que mostrar, Will o levou para a diretoria novamente, mas Nico o parou e perguntou.

- Por que eu sinto que você está louco pra me perguntar o motivo de eu ter sido expulso?

Will o olhou por um momento e notou que Nico tinha uma cicatriz não muito grande perto da sobrancelha e outra no pescoço, também não muito grande. Seus olhos cor de ônix o olhavam como se tentassem descobrir algo e suas mãos permaneciam dentro dos bolsos da calça negra, assim como seus cabelos, camisa e sapatos.

- Eu pareço ser curioso, todos dizem isso. Mas não sou, e sem contar que eu já sei o motivo, né.

Sorriu sarcasticamente pra ele, vendo-o fechar a cara e cerrar os punhos. Abre a porta da diretoria com cautela, encontrando Quíron organizando uns papéis.

- Ah, ainda bem que chegaram. Nicolas, sua matrícula está pronta e seu pai deixou a sua mochila pronta ali. — apontou para o sofá do outro lado, onde estava uma mochila preta com detalhes marrons. — E William, leve-o para a sala. Serão colegas de classe, então é bom que ele conheça novos amigos.

Nico olhou de relance para Will e pegou a mochila, saindo da diretoria. Will olhou pra Quíron, que sussurrou pra ele.

- Ele vai se soltar mais, seja amigável.

Will suspirou e saiu também, o encontrando ao lado da porta de braços cruzados e mascando um chiclete. Nico se virou pra ele e esticou a mão, onde havia um chiclete envolvido em papel arroz.

- Ele colocou chiclete na bolsa, dizem que alivia o estresse.

Nico mordeu o lábio, esperando que o chiclete fosse pego por ele. Will revirou os olhos, pegou o chiclete e foi andando calmamente em direção à sala, comendo o chiclete. Nico o seguiu.

- Você conhece alguns lá da sala, vai ser fácil pra você interagir. — disse Will, subindo as escadas.

- Conheço? — Nico estranhou. — Quem?

- Ué. Percy, Jason, Annabeth, Leo, Calypso...

- Espera. Eu vou estudar na mesma sala que eles? — Nico o interrompeu com os olhos arregalados e o lábio torcido. — Não, não mesmo. Vamos voltar.

- Por quê? Jason e Percy são seus primos, não é? E os outros estudaram naquela escola também.

Nico suspirou alto, já desistindo.

- Ok.

- Aí sim, agora vamos.

Ao chegarem na sala, o professor pediu para que Nico se apresentasse e logo após, ele se sentou ao lado de Will, que sussurrou:

- Viu? Não foi tão ruim assim. — Will sorriu.

Com um olhar reprovador e ao mesmo tempo divertido, Nico dá um empurrão de leve no seu braço, fazendo Will rir baixinho.


[...]


Após as aulas acabarem, o sino tocou e ambos os garotos foram para o refeitório.

- Eu vou ter que ser o seu mascote o ano inteiro ou felizmente será só por hoje? — perguntou Nico.

Will riu, vendo a funcionária da cozinha colocar um pouco de salada no seu prato.

- Acho que vai ser só por hoje, mas como temos que mostrar pro Quíron que somos melhores amigos, vai sentar comigo no almoço.

- E quem mais vai sentar na sua gloriosa mesa, huh? — ironizou o moreno, rejeitando a salada. Havia pouca comida no seu prato.

- Os meus amigos, ué. — pega um copo vermelho e coloca três moedas na máquina de refrigerantes. Enche o copo e o coloca na bandeja. — Você sabe quem são, então relaxa. — sorri.

Nico faz o mesmo que Will, mas pega um refrigerante diferente.

- Ok, mestre. Vai na frente. — coloca o copo na bandeja e o olha, neutro como sempre.

- Por que eu deveria? Tem vergonha, é? — sorri, provocando-o.

Nico ficou sério, de repente.

- Não me provoque.

Will estranhou aquilo do nada. Deve ser a doença, pensou.

- Calma, cara. Eu 'tava brincando... vem, a mesa é logo ali.

Nico o seguiu e de longe viu seus dois primos, uma vaca e um casal não existente. Suspirou.

Eu não acredito nisso, pensou.

- Nico! Quanto tempo, hein? Você tá... bem alto... — disse Percy, como se estivesse falando com um desconhecido. Olha-o se sentar ao lado de Will. — E aí? Como vai?

Jason o olhou e deu um chute na sua canela por baixo da mesa. Volta a olhar pra Nico e sorri de leve.

- Ele quis perguntar se fora o acontecido, está tudo bem. Sabe, ele continua lerdo como sempre.

Nico deu um sorriso pequeno.

- Tá tudo bem, sim.

- Seu pai brigou com você por ter sido expulso? — perguntou Annabeth, lixando as unhas pacientemente. Nico a olhou, enojado.

- Não. A sua mãe brigou por Percy ter dormido na sua cama naquele dia? — rebateu Nico. Annabeth fechou a cara pra ele e Percy corou, desviando os olhos.

- Não é da sua conta. — respondeu Annabeth, o olhando fixamente.

- Eu digo o mesmo. — disse Nico, comendo calmamente, mas contando até dez mentalmente.

Um silêncio reinou na mesa, até que Leo e Calypso começaram a conversar e quase todos da mesa se divertiam com os dois quase-pombinhos.

Menos Nico. O garoto tinha um ódio enorme pela loira de olhos acinzentados, não só por ter roubado o seu amor, mas também esfregava isso na sua cara.

Will deu uma cutucada nele de leve, que se virou e o olhou atentamente.

- Quer sair daqui? Eu conheço um lugar legal, você vai gostar. — sussurrou Will.

- Qualquer lugar sem... deixa. Vamos. — sussurrou de volta.

Ambos saíram do local e Will andou na frente, entraram num corredor empoeirado e assim, chegaram na biblioteca.

- Então...? — Nico olhou em volta da biblioteca antiga.

Will se virou pra ele.

- O que vamos fazer? Você decide.

- Hum... "Eu Nunca". Precisamos nos conhecer, de qualquer forma. — disse Nico, limpando o chão e se sentando.

Will não hesitou em sorrir maliciosamente pro rapaz, mesmo sem saber o motivo disso.


Notas Finais


e aí? comentem o que acharam <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...