História Só por Você! (Jikook)(Sobrenatural) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 179
Palavras 1.602
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Terror e Horror, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Capítulo 12


A luz do sol bateu contra meus olhos, causando um pequeno incômodo. Abri meus olhos e notei estar deitado sobre o peito de Jungkook. Lentamente suspirei ao lembrar da noite passada. Eu realmente vacilei em deixar ele fazer isso. 

JK: Feliz aniversário!- Sua voz saiu rouca, seus olhos ainda estavam fechados e um sorriso fraco estava exposto em seu rosto.

JM: Obrigado..mas de feliz não tem nada.

JK: Qual é? O que você fazia nos seus aniversários?- Por fim ele abriu seus olhos.

JM: Meu pai me dava algo bobo, dizendo que era de família, no meu último eu ganhei esse colar.- Segurei o colar pendurado em meu pescoço.- Depois eu e minha mãe tomávamos sorvete e no final do dia assistíamos um filme em casa. Eram os melhores dias da minha vida..agora, não vejo tanta graça.

JK: Podemos fazer isso! Eu so não sei onde eu vou arranjar uma televisão e algo bobo de sua família.- Ele suspirou me fazendo rir.

JM: Não precisa disso, eu estou bem. Vamos nos levantar, antes que nos atrasarmos.- Ele assentiu.

...

Mark: Jimin, por que insiste em colocar a culpa em mim por não saber sobre esse cio? Eu nem sabia que você possivelmente era lobo, ainda mais um ômega.

JM: Eu não estou colocando a culpa em você, só estou com pressa!

Mark: Tudo bem, antes de tudo, parabéns.- Ele sorriu me entregando uma caixinha.

JM: O quê é isso?

Mark: Algo pra te ajudar com suas descobertas, caso aconteça hoje mesmo.- Eu abri a caixa vendo um pequeno livro.- Conta um pouco sobre seus pais, sobrenaturais e caso seja um bruxo, feitiços e conjurações.

JM: Obrigado.- Me lavantei.

Mark: Espere, tem algo que preciso resumir sobre sua família e descendência.- Eu me sentei de volta.- Quando meu pai, ex-diretor desta escola, abriu vagas novas para o príncipe herdeiro de Niverls, eu pensei que só seria um garoto mimado e idiota. Ele veio junto com o irmão dele. Minha melhor amiga, Park Lin Soo..

JM: Minha mãe?- Ele assentiu.

Mark: Continuando...ela era a primeira a dizer que odiava os Wang's, egoístas e mimados. Ela sempre os chamavam assim. E foi quando eu me apaixonei pelo irmão do príncipe, e foi quando começamos a ficar, fiquei com medo de contar pra sua mãe ela não querer mais falar comigo, só que quando eu fui falar pra ela, a mesma me disse que estava namorando o príncipe...seu pai.

JM: Meu pai era um príncipe?

Mark: Ele desistiu do trono assim que revelou estar apaixonado por sua mãe, sua vó odiou a ideia, e tentou matar sua mãe. Tudo ficou escuro, Doon tentava a todo custo protegê-la e foi quando...ela descobriu estar grávida, ela sabia o que você era, mas nunca chegou a falar pra mim, disse que queria me proteger das coisas ruins que poderiam acontecer com quem soubesse. Eles se esconderam..e bom, devem ter achado eles. Jackson nunca mais falou comigo..ficamos distantes, como ele queria o trono, ficou ao lado da mãe dele.

JM: Uou..isso quer dizer que..

Mark: Você é um príncipe, sim, mas de qualquer forma, eu acho que a morte de seus pais tenha sido causadas por eles.

JM: Por que está me falando isso só agora?

Mark: Eu não pensei que fosse necessário, as coisas só começaram a fazer sentido agora..o que eu não entendo é o porquê da Lin fugir..a escola era segura, ela tinha medo por você. Wang como um bobo apaixonado por ela, a seguiu até o fim.- Minha visão embaçou com tais relatos. Minha mãe, se arriscou tanto por um amor, meu pai, desistiu do que era por ela. E pra ajudar, eu nasci no meio deles. Estraguei uma parte de seus planos em serem felizes.

JM: Foi culpa minha.- Minha voz saiu rouca.

Mark: Não fale isso, seus pais, eram felizes por ter você, te hoje certeza. 

JM: Eles se arriscaram por minha causa.

Mark: Eles se arriscaram porque te amavam! Pense nisso Jimin, agora vá pra aula, você está atrasado!- Assenti levantando da cadeira começando a caminhar. Parei do lado de fora da sala, olhei para o corredor vazio, as "pessoas" deviam estar na sala de aula. Comecei ir em direção a minha. Bati na porta duas vezes logo sendo aberta pelo professor.

Prof: Está atrasado!

JM: Me desculpa, eu estava falando com o diretor.

Prof: Vá para o seu lugar!- Disse ríspido, eu assenti e me sentei na fileira do meio.- Como eu estava dizendo..a matéria dos físicos, são componentes sobrenaturais. Algo exposto a magia negra o deixa insano. Pode-se dizer que..louco.

...

Jin: Certo... então quer dizer que seus pais possivelmente morreram por culpa da sua vó?- O Kim perguntou para o Park, estavam caminhando na parte calma do jardim da escola.

JM: Sim..

Jin: E não está com medo?

JM: Estou..

Jin: Quero dizer, na que pela visão de sua vó, o culpado nesta história toda é você, por que ela matou seus pais e não você?- O menor mordeu o lábio inferior em nervosismo.

JM: Eu me pergunto isso tambem. Eu fui o erro nisso tudo, meus pais não precisavam pagar.

Jin: Ei, pelo que me falou, seus pais escolheram o caminho deles. Arcaram com as consequências..eles tiveram CPA tambem.

JM: Teria sido melhor se eu não tivesse existido pra estragar a vida deles.

Jin: Não fala assim Jimin!- Fez um careta. O Park parou de andar quando sentiu uma forte dor em seu ventre. Suas pernas perderam a força logo caindo ajeolhado no chão. Sua cabeça começou a doer e tudo em sua volta girar.- Jimin?- O Kim perguntou preocupado, porém o Park não conseguia ouvir. Jin se aproximou e se assustou ao notar os olhos do garoto estar piscando várias vezes em duas cores. Um violeta azulado e outra violeta acizentado.

JM: Jin..- O garoto chamou rouco, antes de seu nariz começar a soltar sangue. Seu cabelo começou da raiz a ficar rosa, indo até as pontas delicadas, deixando o cabelo por completo rosa.

Jin: Sua transformação...- Ele disse. O menor suspirou ao notar que as dores começaram a passar, porém atrás de sua orelha começou a arder, e uma mancha, em forma de uma raiz de árvore começou a crescer atrás de sua orelha, soltando um forte brilho dourado. Uma fumaça negra o cobriu e ele começou a gritar de dor e do nada começou a flutuar e se debater no ar.- Meu deus!- Gritou. O Park desmaiou sobre o ar, e seu cabelo que antes havia ficado rosa, começou a esbranquicar o deixando totalmente grisalho. O Park por fim caiu no chão ainda desmaiado. Jin estava assustado.- Alguém ajuda!- Gritou alto olhando em volta enquanto se ajoelhava pra ajudar jimin.- Alguém!

NJ: Jin? O que houve?- O outro Kim se aproximou perto dos dois ao chão.

Jin: Ele desmaiou, me ajuda!- Gritou para o Kim que sem saber o que fazer, pegou o Park o jogando em suas costas e foi indo em direção para dentro da escola.

...

JK: Cadê ele? Cadê ele?!- Gritou tentando passar pela porta.

NJ: Espera ai cara, ele está o diretor ainda está examinando ele.

JK: Deixa eu entrar!

Jin: O diretor pediu pra ficar aqui fora.

JK: Você fez algo com ele não fez? Foi pra cima do Kim, que se encolheu, mas antes que podesse fazer algo, foi barrado por Namjoon. A porta abriu fazendo os três olharem pra ela, onde tinha o diretor.

Mark: Ele ainda está desacordado, pelo que eu vi, foram sintomas da transformação, Jungkook, quando ele acordar mande ele pra minha sala.- E saiu dali. O moreno adentrou a sala apressas e viu o garoto com os cabelos brancos, lábios secos e pele pálida deitado sobre o colchão.

JK: Jimin..- Sussurrou se ajeolhando do lado do garoto. Ele segurou a mão gelada do garoto que dormia e encarava sua face pálida.- Por favor..fica comigo.

JM: Jungkook..- O moreno arregalou os olhos vendo o garoto com os olhos quase aberto.

JK: Você está bem?

JM: Meu corpo dói.- Choramingou. O moreno sorriu mínimo e se deitou ao lado do garoto o puxa do pra deitar no seu peito.- Por que eu estou assim?

JK: O diretor disse que são sintomas da transformação..ele queria falar com você quando acordasse.

JM: Eu já vou lá.

JK: Espera! Eu tenho meu presente.- Levou suas mãos até o bolso, onde tirou uma pulseira que tinha um lobo uivando e parecia usar algo no pescoço, como se fosse um colar e no meio dele, uma pequena pedra vermelha, parecia ser rubi.- Meu pai deu pra minha mãe..ela disse pra eu dar para a pessoa que amava..sei que não é as relíquias que seu pai dava, mas é algo importante pra mim.- Falou colo ando no pulso do menor.

JM: É linda.- Passou o dedo por cima do formato do lobo.

JK; Que bom que gostou.- Abraçou a cintura do garoto.- Quer ajuda pra ir no diretor?- Ele negou.

JM: Acho que consigo ir sozinho.- Se sentou na cama.

JK: Eu vou te esperar.

JM: Tudo bem.- Trêmulo se levantou da cama e saiu do quarto, começando a caminhar lentamente enquanto olhava para seu pulso onde tinha a pulseira que havia acabado de ganhar. Ele sorriu, seu coração estava acelerado. Poderia dizer estar gostando do novo jeito de Jungkook. Ele parou em frente a sala do diretor onde bateu duas vezes e escutou um "entre" do mesmo. Ele abriu a porta e passou pelo cômodo.

Mark: Jimin! Como está se sentindo?

JM: Com dor no corpo.

Mark: Sente-se aqui!- O homem parecia aflito, como se algo ruim estivesse acontecendo e possivelmente estava.

JM: Como você disse, isso é apenas sintomas da transformação, né?

Mark: Não ao exato, Jin disse que primeiro seu cabelo ficou rosa, a cor original de sua transformação...e depois uma fumaça o cobriu, tem uma marca atrás da sua orelha.- Falou fazendo o garoto passar o dedo por cima dela assustado.- Esse cabelo..essa marca, a fumaça negra, Jimin, isso é uma.. maldição.

JM: Maldição?

...


Notas Finais


Que dó do Jimin ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...