História Só quero você - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Guardiões da Galáxia
Personagens Gamora, Peter Quill (Senhor das Estrelas)
Tags Amor, Beijos, Carinhos, Starmora
Visualizações 17
Palavras 764
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!!! Volteiiiii!!!
Esse capítulo ta bem pequenininho K, mas era só pra não ficar sem postar...
Enfim me perdoem o tamanho e se tiver algum erro de ortográfia
Boa leitura❤

Capítulo 11 - Um dia eu tomo coragem


Pov. Gamora

Assim que chegamos na nave eu fui para meu quarto guardar o que tinha levado para o hotel. Do nada bateram na porta do meu quarto. E olha só quem era. Sim meu namorado

-Mora... Oi - ele me falou tímido

-oi... Aconteceu alguma coisa? - eu o questionei

-não, eu só estava com saudades - ele me diz

-acabamos de nos ver - eu disse rindo

-ahhh mas durante esse tempo já fiquei com saudades - meu namorado me falou com um sorriso que só ele sabe dar

-entra - eu o convidei e rapidamente ele entrou

Começamos a conversar, rir e dar uns amassos. Meio que eu tava me estava me acostumando com todo o carinho em que estava recebendo da parte dele. Eu tentava retribuir tudo isso sabe? Eu queria que ele sentisse que eu o amava mais do que tudo, mas ainda não estou pronta para admitir tal sentimento.

-Peter? - eu o chamei em um de nossos beijos

-o que foi? - ele olho pra mim

-você se previniu né?... - meu Deus eu não acredito que perguntei isso pra ele. Que vergonha...

-não entendi - ele me diz confuso

-Peter... Cama... - eu disse

-ahh... Ta... Sim Mora - ele me diz ficando corado. Sim eu acabei deixando ele com vergonha

Eu apenas concordei com a cabeça me aproximando novamente dele roubando um beijo. Acho que ele queria tanto quanto eu. Percebi isso no exato momento em que senti suas mãos invadirem minha cintura indicando que tiraria minha blusa

-não podemos fazer isso aqui - eu lhe disse parando o beijo

-porque não? Vai me dizer que só vai acontecer de novo quando ninguém estiver na nave? - ele perguntou me olhando nos olhos

-sim - respondi retribuindo o olhar

-ahhh não Mora... Sério isso?  - ele me fala com um olhar de dengoso

-Quill eles já estão desconfiados do que aconteceu ontem a noite. Você até viu o que o Rocket disse... - eu lhe falei

-é eu sei disso... Mas acho que eu não vou resistir a essa corpinho amor - ele me disse com uma cara de safado

-não é? - eu entro na brincadeira dele

-é - ele disse me deitando na cama

-hum, então acho que posso abrir uma exceção - lhe disse roubando seus lábios profundamente. Eu realmente estava começando a amar esses nossos momentos íntimos. Não sei, é um momento tão nosso. Um momento em que podemos nos beijar, dar amassos e sentir um ao outro. Pelo menos era o que eu sentia.

Em um piscar de olhos nossas roupas estavam espalhadas pelo quarto, cada peça em um canto enquanto eu o meu namorado estavamos nos amando. Eu sentia seu membro entrando cada vez mais dentro de mim, e junto disso toda sua eletricidade e amor. Eu tentava gemer baixo com muita dificuldade, ele me dava um prazer que nem cabia dentro de mim mesma. Nossos corpos juntos pareciam um só, nos tornando inseparáveis por um tempo. Ele não demorou muito para soltar seu orgasmo e depois dele logo veio o meu, fazendo ainda ficarmos conectados apenas deitados trocando carinhos e alguns beijos. Acabamos dormindo por um tempo, apenas tirando um cochilo na verdade, mas foi muito bom dormimos quietinhos e ninguém nos acordou com gritos ou pedindo para fazermos algo o que me fez ficar feliz.

Pov. Peter

Eu despertei primeiro que a minha namorada, mas aproveitei e comcei a acariciar seus cabelos retirando alhumas mechas que havim em seu rosto. Ela era tão linda! Dormia levemente em cima de mim com uma respiração totalmente de quem esta dormindo de uma forma boa.

-Quill? - ela me chama com uma voz de sono de mexendo levemente em cima de mim

-oi amor da minha vida - lhe digo

-que horas são? - ela me pergunta

-não sei, mas quero ficar mais tempo aqui com você - disse a ela beijando seus cabelos

-ta um silêncio... - Gamora me fala passando a ponta de seu dedo pelo meu peitoral

-sim por isso temos que aproveitar - eu falo brincando com ela

- sim - ela deu uma risada - Peter eu... - ela começa a falar

-você...?

-eu... Quero dormi mais um pouco - minha namorada me diz

-ahh... Claro, pode dormir - eu lhe respondi

Pov. Gamora

Merda, era minha chance de finalmente pro Quill tudo o que eu sinto de verdade por ele, mas eu não tive nem a capacidade de começar a falar. Talvez eu ainda não esteja pronta o suficiente... Ou esteja.... Ai eu não sei, mas um dia tomo coragem eu falo. Eu acho

Continua...


Notas Finais


De novo me perdoem por ser pequenininho 🙈❤
Um beijão para vocês e até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...