História Só são pequenos cortes - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 47
Palavras 399
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Pequenos cortes


Fanfic / Fanfiction Só são pequenos cortes - Capítulo 1 - Pequenos cortes


Nunca ninguém me perguntou o porquê sobre eu nunca sorrir ou se perguntou eu não lembro. 

Pessoas me julgam sem saber o que eu passo o já passei. 

Amigos? Somem na hora que você mais precisa. 

Inimigos? Aparecem para jogar pedras em você. 

Agora chegou minha vez de desabafar, agora chegou minha vez de ser eu mesma sem vergonha nem nada. 

****

Sofri muito preconceito na minha infância por ter minha língua presa, nunca me abalou mas foi algo que me fez se isolar da sociedade e eu mesma me apelidei de "monstro".  

Anos depois quando já estava "normal" novamente voltei para a escola mas agora em uma diferente, com pessoas diferente, mas o mesmo preconceito não por minha língua, nunca descobri o que causou esse preconceito comigo,mas não liguei e nem me apelidei de nada até entrei na brincadeira forçando um sorriso e fingindo ser feliz, aos 11 anos eu comecei a apanhar de um garoto da minha sala, sofri calada mas minha mãe começou a perceber meus hematomas, quando a mesma me perguntou é desabei é contei tudo, quando voltei no dia seguinte na saida da escola ele tentou me bater mas minha irmã foi mais rápida e acabou me defendendo, outra cicatriz. 

Aos 13 mudei novamente de escola, estava tudo normal todos me tratavam como se eu fosse "normal" ninguém nunca me perguntou pelo fato de eu sempre estar com um moletom ou pelo fato de nunca dar um sorriso verdadeiro. 

Aos 14 quase fui estuprada, foi ai que tudo começou a piorar, comecei a ter ataques de gritos a noite, a ter pesadelos e foi onde eu tentei me enforcar pela primeira vez.  

Aos 15 voltei para os meus antidepressivos, comecei a ter acompanhamento médico e nunca fui deixada sozinha em casa novamente, nem mesmo com minha irmã que é 6 anos mais velha. 

Aos 16 tentei me matar e o máximo que consegui foi só quebrar uma perna. 



Aos 16/17 perdi meu melhor amigo,acidente de carro fatal...ele era o único que me ajudava em minhas crises, ele foi o que me ajudou a "melhorar" 



Muitos acham que eu faço isso para chamar atenção mas poucos sabem dos meus motivos, esses só foram uns de vários. Muitos julgam nos julgam e chamam nossa doença de "chamar a atenção" ou "é modinha".  

Para mim eles sempre foram pequenos cortes,mas na verdade eles não eram tão pequenos assim. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...