1. Spirit Fanfics >
  2. Só um amor -( Clace ) >
  3. Sexto cap

História Só um amor -( Clace ) - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Sexto cap



Jace 

Estava em casa depois que fui deixar clary na casa dela, eu não sei por que mais adoro ficar perto dela a companhia dela é tão boa tão contagiante de alegria, que o tempo passa no piscar de olhos 

Luke meu cachorro amou ela, ele nunca gosta de ninguém sempre rosna ou tenta morde a pessoa por isso na maioria das vezes ele fica preso no quintal as únicas pessoas que ele não estranha é da família

Mais com ela, ele gostou de cara dela, quando eu vi eles dois brincando na calsada eu tive um presentemento tão bom 

Escuto meu celular tocar e vejo que é mensagem da Aline me chamando para dormi na casa dela, dou um sorriso e me levanto para me arrumar

Tomo um banho e visto uma causa e uma camisa branca com jaqueta preta, saio de casa me despeço do pessoal falando que não ia dormi em casa e para Izzy e mais o Alec para o colégio amanhã 

Vou para casa da Aline, bato na porta e ela abre e me puxa para dentro me beijando fecho a porta com o pé e encosto ela na porta e a beijo com fervor, desso o beijo para o pescoço 

- seus pais estão em casa?- pergunto beijando seu pescoço e dando mordidas não muito de leve, Aline nunca gosta de fazer um sexo suave, ela gosta mais de selvagem 

- não... Hum ...- ela geme - eles estão na casa da minha avó só chega amanhã- mordo o lombo da sua orelha e escuto seu gemido mais alto- de tarde - ela termina de fala 

- ótimo - falo e aperto sua bunda levantando ela e enrola minha cintura com suas pernas, volto para sua boca beijando sem nem um pouco de delicadeza 

Começo a sobir a escada 

- espera - ela fala arfando e eu paro no meio da escada e ela desse do meu colo 

- o que foi?- pergunto confuso 

- nada - ela sorri e tira minha camisa por cima da minha cabeça e eu ajudo ela, ela olha todo meu abdômen e passa sua unha grande pelo meus gominhos malhados e ela sorri- você é muito gostoso 

Eu sorri, ela tira sua blusa que já estava sem sutiã dou um sorriso e puxo ela para perto de mim, começando a beijar seus seios, jupar e morde ela geme sem se conter alto e chamando meu nome 

.

.

.

.

Me sento na escada do lado dela ofegante e suado, olho para a mesma que está ofegante e sorrindo 

- isso foi bom - ela fala e se levanta vestindo sua saia e blusa 

- foi mesmo- falo e me levanto também me vestindo - estou com fome

- também - rala fala e começa e ageitar seu cabelo - vamos na lanchonete do condomínio?

- vamos - falo e passo a mão no cabelo e vamos para a lanchonete e fazemos o pedido estávamos conversando e vejo a porta sendo aberta por alguma menina que estava com capuz e não vejo que er

Aline fica falando de alguma roupa para ir para o colégio amanhã 

Acompanho a menina com o olhar, estava com a impressão que eu conhecia ela, ela se senta no banquinho do balcão e faz seu pedido e tira o capuz e vejo cabelos ruivos caindo como cascata nas costa dela e vejo que é a clary olho envolta procurando o Sebastian e vejo que ela está sozinha 

- jace - Aline - jace você está escutando o que eu estou falando?- ela pergunta 

Olho para ela com cara de taxo, por que não sabia o que ela estava falando, balanço a cabeça e olho melhor para ela 

- sim estou escultanto - falo e ela revira os olhos é claro que não estava 

Antes de eu responder o nosso lanche chega, começamos a comer e toda hora olhava para a clary e percebia que vários homens também ficava olhando para ela, eu fuzilava alguns que paravam de olhar na hora mais outro só dava de ombros e continuava olhando dava vontade de mete um soco na cara deles 

Aline continua tagarelando 

Olho de novo para Clary e agora ela estava conversando com um homem alto moreno e ficava sorrindo para ela e falando bem perto do rosto dela 

- jace o que você tanto olha?- Aline pergunta e acompanha o meu olhar - por que você tanto olha aquela garota ruiva?- ela olha para mim e olha para clary - espera ela não e a filha do dono do colégio a tal de clary?- ela pergunta

- sim é a clary - falo e olho para a Aline 

- e porque você tanto olha aquela ruiva falsificada?- ela pergunta e eu reviro os olhos 

- não fala assim dela Aline ela é legal 

- pera aí, você falou com ela? Sem mim por perto?

- claro que sim, você não é minha dona, e eu estava com a Izzy ela que nos presentou 

- izzy, aquela sonsa, ela sabe que você é meu namorado e fica te apresentando para essas qualquer 

- eu não sou seu namorado e não fala assim da izzy ela é minha irmã 

- não somos namorados?- ela pergunta cruzando os braços - a gente transa quase todos os dias jace, como não somos namorados você até dorme na minha casa 

- isso não significa que somos namorados eu nunca te pedi para ser isso, nunca te dei um anel - falo e dou de ombros escuto ela bufar e eu termino de comer meu hambúrguer 

Olho de novo para a clary e vejo o homem se aproximando mais ainda dela para beijar e o pior ela não se afasta e não faz nada, cinto raiva invadir minhas veias da vontade de voar nele e acabar com a cara dele 

Quando eles dão um selinho não demora nem cinco segundos e vejo Sebastian gritando com os dois e eles se separa em um pulo, fico mais tranquilo deles dois está separados agora 

Vejo eles começarem a descultir e não escuto direito o que eles estão falando, vejo o homem abraçar clary por trás e os nossos olhares se encontra meu e da clary, mesmo de longe sinto medo e tristeza nos olhos de clary 

Então vejo Sebastian tentando avansar para cima deles, então me levanto

- para a onde você vai?- Aline pergunta 

- fica aqui Aline - falo e saio para ver o que está acontecendo chego bem a tempo que Sebastian avança para cima do homem e da clary tento segurar ele mais não consigo ele acerta um soco na cara do homem e vejo ele e clary cair no chão 

Meu coraçõe acelera, por ver clary caindo, vejo ela se afastando dos meninos brigando no chão, e vou até ela ajudo ela se levantar 

Pergunta se ela está bem, olho para o rosto dela e corpo procurando algum machucado, mais ela estava bem dou graças ao anjo, ela me pede para separar a briga e vou tentar e acabo consiguindo com ajuda de outro menino 

- Sebastian para já chega - falo segurando ele pelos os braços por trás, ele tenta se soltar mais consigo segurar ele 

- não vou deixar esse bosta estragar a vida dela, e fazer ela sofrer de novo - ele fala entre dentes tentando se soltar 

Quando ele fala que aquele homem fez clary sofrer eu mesmo deu vontade de quebrar a cara dele, mais fico calmo para não demonstra nada 

- mais você já deu para ele o que ele merece ele está todo quebrado- falo e dou um sorriso e Sebastian se alcama e eu o solto 

Vejo clary ir falar com o homem da briga, vejo ele sorri e depois ficar zangado e ele começa a insultar ela, Sebastian tenta ir para lá mais eu seguro dele a tempo de ele não fazer nada 

O cara sai e clary vem até nos com um olhar triste e os olhos brilhando de lágrimas, Sebastian se senta no balcão com raiva e eu pesso um gelo para ele colocar no corte encima da sombrancelha 

Enquanto ele esperava fui falar com Aline

- Aline não vai dá de eu ir dormi na sua casa hoje- falo 

- como assim jace?- ela cruza os braços e me olha zangada - já não basta você ter me deixado comer sozinha para e defender aquela água de salsicha 

Fico zangado da última parte que ela falou de clary 

- nunca mais fale isso dela está me escutando?- falo entre dentes zangado e ela só revira os olhos 

- se você não for comigo agora para casa esquece de mim 

- então tudo bem, eu já esqueci - falei já cansado daquela discussão sem necessidade 

- você não vai fazer isso com nós jace, por uma menina que você mal conhece 

- não estou fazendo isso por ninguém além de mim 

- como assim?

- eu já estou cansado de você sempre reclamando de tudo e de todos, e único momento que eu gosto quando a gente está juntos é só quando eu quero te comer, e minha família não gosta de você, então é melhor terminar tudo que já aconteceu entre a gente - falo 

- você vai me pagar - ela fala e sai 

Respiro fundo e vou aonde Sebastian e clary para eles não terminarem brigando, Sebs estava bufando de ódio

Me sento do lado dele, e eles dois começam a brigar mais não muito alto, fico prestando atenção no rosto da clary ela parecia que estava triste e ao mesmo tempo zangada e intrigada 

Tento alcamar Sebastian mais ele não me escuta, clary acaba se zangando mais e vai embora, mais antes ela leva o seu hambúrguer e eu sorri baixo 

Sebastian ia se levanta para ir trás dela, mais eu seguro ele e ele se senta olhando para mim zangado

- é melhor você deixar ela esfriar um pouco a cabeça e você também, se vocês conversarem assim vão piorar a situação - falo e ele concorda 

- você tem ração - ele bufa e coloca os cotovelos no balcão e colo a cabeça entre as mãos- por que ele foi aparecer agora que estava ficando tudo bem? 

- o cara da briga?- pergunto

Ele concorda 

- ele é o ex da clary- ele fala - não era para ela vim aqui sozinha ela tinha que ter...- o interrompo 

- Sebastian em uma coisa ela está certa você não pode proteger ela de tudo - falo 

- você fala isso por que não conhece o Brayan ele é perigoso a família dele é perigosa - Sebastian fala e coloca o gelo no corte e faz uma careta 

- como assim perigoso? 

- ele e o pai mexe com negócios errados, como cargas de dorgas e assassinos de alugueis - ele fala eu arregalo os olhos de surpresa - mais ela não sabia, a gente só descobriu quando clary tentou falar com Brayan e o pai dele não deixou e falou essas coisas para ela ficar longe dele 

- e por que ele ia falar essas coisas para clary? É por que o pai dele queria que ela ficasse longe dele?

- ele falou por que só assim e algumas mentiras ele achava que clary ia ficar longe dele por que o Brayan não queria entrar nos negócios da família dele por causa da clary - ele fala e eu concordo 

- Hum... Agora até eu fiquei preocupado com sua irmã - falo e Sebastian olha para mim levantando uma sombrancelha - ué a gente somos amigos - dou de ombros 

- é você tem razão - ele fala 

- tenho?

- sim agora que você sabe uma parte da história, quando você ver o Brayan perto da clary você vai proteger ela - ele fala e eu fiquei surpreso

- por que eu??

- como você disse, você é amigo dela então vai proteger ela igual a mim - ele fala - e agora te considero meu melhor amigo, e olha que eu não dou esse cargo para qualquer um 

- qual cargo de eu ser seu melhor amigo? Ou de proteger a clary ?

- os dois - ele fala - clary é coisa mais importante na minha vida ela tudo para mim é minha irmã mais nova, minha meninanha eu sempre vou proteger ela e agora você também vai proteger ela 

- com todo o meu ser - falo e dou um sorriso vem na minha cabeça o rosto dela sorrindo e meu coração acelera 




Notas Finais


Espero que gostem
Foi um pouco curto por que o próximo cap vai ser grande
.
.
.
Beijos 😘🥰🍀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...